Abrir menu principal

Dalva Lazaroni (Itaperuna, 7 de novembro de 1945Rio de Janeiro, 4 de julho de 2016[1]) foi uma advogada, professora, escritora e política brasileira. Tinha três filhos, sendo um deles o deputado estadual André Lazaroni, do PMDB.

Índice

BiografiaEditar

Carreira políticaEditar

Fundadora do PV[4]. Foi eleita a primeira vereadora mulher da cidade de Duque de Caxias. Em 1998, foi candidata ao Governo do Estado do Rio de Janeiro, tendo recebido apoio de Fernando Gabeira e Alfredo Sirkis em seu horário eleitoral gratuito, numa eleição que foi vencida por Anthony Garotinho em segundo turno.

Em 2004, foi candidata a vereadora, tendo sido eleita primeira suplente, atrás da vereadora Aspásia Camargo.[5]

Em 2011 se filiou ao Partido dos Trabalhadores (PT) de Duque de Caxias.[6] Como membro do Partido dos Trabalhadores de Duque de Caxias, inaugurou a Escola de Formação Política Edinha Maia, com Biblioteca Pública, cursos diversos e exposições, dentre as quais se destacam: "Armanda Álvaro Alberto, 90 anos de educação no Brasil" e a história do negro na Baixada Fluminense.

Morreu em virtude de um câncer, no apartamento onde vivia, em Ipanema, na Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, apesar de ser vereadora por Duque de Caxias.[1]

Obras literáriasEditar

  • Esboço histórico e Geográfico de Duque de Caxias - Editora Asgráfica, Duque de Caxias, 1978.
  • O Nó laço abraço no traço de Barboza Leite, Editora Agora, Rio de Janeiro, 1988.
  • Uma Avenida Chamada Brasil - CODEPOE, 1985
  • Quilombos e Tiradentes na Baixada Fluminense - CODPOE, Rio de Janeiro, 1991.
  • O Município de Duque de Caxias: sua terra, sua gente, sua economia - Ao Livro Técnico, Rio, 1990, 3v.
  • A Baixada Fluminense nos Temps do Cólera - CODPOE, Rio, 1991.
  • Réquiem para a Floresta - Canção para Chico Mendes - Tricontinental Editora, Rio, 1992.[7]

Referências

  1. a b «Dalva Lazaroni morre no Rio». G1. 4 de julho de 2016. Consultado em 4 de julho de 2016 
  2. Consultado em 3 de agosto de 2009
  3. (acessado em 03/08/2009)
  4. a b Fundadora do PV recebe a Medalha Augusto dos Anjos Consultado em 3 de agosto de 2009
  5. «Apuração - Rio de Janeiro (RJ)». Folha de S.Paulo. 2004. Consultado em 27 de abril de 2016 
  6. «PT lança pré-candidatura de Dalva Lazaroni em Duque de Caxias». Baixadafácil. 31 de outubro de 2011. Consultado em 27 de abril de 2016 
  7. Uma Galinha Carioca da Gema, Rio de Janeiro, ISBN 85533, pág 83

BibliografiaEditar

  • La Baixada Fluminense: una tragédia ambiental brasileña - Dos casos de contaminación ambiental ante las puertas de Rio de Janeiro. Congresso de AIDIS, Tricontinental, La Habana, Cuba, 1992.
  • Uma galinha carioca da gema - Capa de Ziraldo e ilustrações de Netto. Tricontinental Editora, Rio, 1996.
  • Urubu-rei do Brasil - Tricontinental, Rio, 1997.
  • Chiquinha Gonzaga. Sofri, chorei. Tive muito amor - Editora Nova Fronteira, Rio.
  • Arpad & Vieira: Retrato de um amor - peça de teatro escrita em parceria com o dramaturgo Domingos Oliveira, 2000.
  • Ensaio geral da República - Rio, Tricontinental, 2000.
  • Ordem, Progresso, Amor e Folia no milênio da fantasia - Autora do enredo da Escola de Samba Porto da Pedra, escola do grupo especial, em parceria com o carnavalesco Jaime Cezário, 2000.
  • Gioás, um sonho de amor no coração do Brasil - Enredo da Escola de Samba Caprichosos de Pilares, escrito em parceria com Stephan Nercessian e Jaime Cezário, 2001.
  • Chico Mendes, o coração do Brasil - Rio, Alerj, 2002.
  • "Mate com angu - a história de Armanda Álvaro Alberto", Editora Europa, 2010. O prefácio do livro é do Professor Arnaldo Niskier e o lançamento da obra foi na Academia Brasileira de Letras.

ligações externasEditar