Abrir menu principal
Discografia de Emicida
Emicida no Festival WOMEX, em 2015.
Álbuns de estúdio 2
Álbuns ao vivo 3
Álbuns de vídeo 1
Extended plays (EP) 4
Singles 27
Mixtape 3

A discografia de Emicida, um rapper brasileiro, compreende dois álbuns de estúdio, dois álbuns ao vivo, quatro extended plays (EPs) e três mixtapes. A primeira aparição do rapper na mídia – fora as batalhas de improvisação – foi o single "Triunfo", acompanhado de um videoclipe com mais de 8 milhões de visualizações no YouTube. Emicida lançou seu trabalho de estreia em 2009, uma mixtape de vinte e cinco faixas intitulada, a Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe..., pela gravadora independente Laboratório Fantasma. Em fevereiro de 2010, seu segundo trabalho veio em formato de EP com o título Sua Mina Ouve Meu Rep tamém. Em 15 de setembro do mesmo ano, foi lançada a também mixtape Emicídio, adjunta a um single homônimo.[1] Além de ser cantor, Emicida atuou como repórter nos programas Manos e Minas, da TV Cultura e no sangue B da MTV.

Índice

ÁlbunsEditar

Álbuns de estúdioEditar

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui
Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa...
  • Lançamento: 7 de agosto de 2015
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Língua Franca[2]
(com Rael, Capicua e Valete)
  • Lançamento: 26 de maio de 2017
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma

Álbuns ao vivoEditar

Álbum Detalhes
3 Temores in Concert: Ao Vivo no Estúdio Emme[3]
(com Projota e Rashid)
  • Lançamento: 17 de agosto de 2012
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Criolo & Emicida Ao Vivo
(com Criolo)
  • Lançamento: 2 de julho de 2013
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Oloko Records
10 anos de Triunfo[4]
  • Lançamento: Outubro de 2018[4]
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma

MixtapesEditar

Lista de álbuns
Álbum Detalhes Vendas
Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe...
  • Lançamento: 1 de maio de 2009
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Emicídio
  • Lançamento: 15 de setembro de 2010
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Remixtape[8]
  • Lançamento: 22 de janeiro de 2012
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma

Extended plays (EPs)Editar

Lista de álbuns
Álbum Detalhes
Sua Mina Ouve Meu Rep Tamém
  • Lançamento: 21 de agosto de 2013
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Doozicabraba e a Revolução Silenciosa
  • Lançamento: 7 de agosto de 2015
  • Formatos: EP, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Ao Vivo no Rock in Rio[9]
(com Cidade Negra)
  • Lançamento: 21 de novembro de 2013
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma
Rdio Sessions[10]
  • Lançamento: 1 de janeiro de 2016
  • Formatos: Download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma

Álbuns de vídeoEditar

Álbum Detalhes
10 anos de Triunfo[4]
  • Lançamento: Outubro de 2018[4]
  • Formatos: CD, download digital
  • Gravadora: Laboratório Fantasma

SinglesEditar

Como artista principalEditar

Lista de singles, com posições nas paradas selecionadas, mostrando o ano lançado e o nome do álbum
Título Ano Melhores posições Álbum
BRA
[11]
"Contraditório Vagabundo"[12] 2005 Não adicionado à nenhum álbum
"Triunfo" 2008 Pra quem já Mordeu um Cachorro por
Comida, Até que eu Cheguei Longe...
"E.M.I.C.I.D.A" 2009
"Avua Besouro" 2010 Emicídio
"Emicídio"
"Rua Algusta" 2011
"Então Toma!"
"Nova Ordem"[13]
(com Projota e Rashid)
3 Temores in Concert: Ao Vivo no Estúdio Emme
"Sorrisos e Lágrimas"
(part. Rael)
Doozicabraba e a Revolução Silenciosa
"Viva"
"Quero Ver Quarta-Feira"[14]
(part. Mart'nália)
Não adicionado à nenhum álbum
"Zica, Vai Lá" 2012 Doozicabraba e a Revolução Silenciosa
"Dedo na Ferida"[15] Não adicionado à nenhum álbum
"Rinha (Já Ouviu Falar?)" Emicídio
"Demorô"
(com Criolo)
2013 Criolo & Emicida Ao Vivo
"Crisântemo"[16]
(part. Dona Jacira)
O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui
"Hoje Cedo"
(part. Pitty)
"Zoião"[17]
"Papel Caneta e Coração"[18]
(part. Coyote dos Beats)
Não adicionado à nenhum álbum
"InSOMnia"
(part. Ogi e DJ Caique)
2014
"Levanta e Anda"[19]
(part. Rael)
O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui
"Minha Vida"[20]
(part. Lakers e Pá)
Não adicionado à nenhum álbum
"Bonjour"[21]
(part. Féfé)
2015
"Boa Esperança"
(part. J. Ghetto)
Sobre Crianças, Quadris,
Pesadelos e Lições de Casa...
"Passarinhos"
(part. Vanessa da Mata)
47
"Mãe"
(part. Dona Jacira e Anna Tréa)
2016
"Madagascar"
"Chapa"
"Mandume"
(part. Drik Barbosa, Amiri, Rico Dalasam, Muzzike, Raphão Alaafin)
"Baiana"
(part. Caetano Veloso)
2017
"Ela"[22]
(com Rael, Capicua e Valete)
Língua Franca
"Ideal"
(com Rael e Capicua)
"A Chapa É Quente"[23]
(com Rael)
"Oásis"[24]
(part. Miguel)
Não adicionado à nenhum álbum
"Pantera Negra"[25] 2018 10 anos de Triunfo
"Hacia el Amor"[26]
(com Ibeyi)
"—" denota singles que não entraram nas paradas ou não foram lançados no local.

Como artista convidadoEditar

Lista de singles, com posições nas paradas selecionadas
Título Ano Melhores posições Álbum
BRA
[11]
"Só Rezo" (Remix)
(NX Zero part. Emicida e Yo Yo)
2010 Projeto Paralelo
"Nordeste"[27]
(Don Pixote part. Emicida)
2012 Don Pixote
"Presença"
(Skank part. Emicida)
Não adicionado à nenhum álbum
"Beats"[28]
(Mão de Oito part. Emicida e Kamau)
Um Dia Que Já Vem
"Conto da Areia"[29]
(Aline Calixto part. Emicida)
2013 Meu Ziriguidum
"País do Futebol"[30]
(MC Guimê part. Emicida)
11 Geração Brasil
"I'm Alive"[31]
(Caetano Veloso part. Emicida, Criolo, Lenine, Pretinho da Serrinha e Sistah Mo Respect)
2014 Não adicionado à nenhum álbum
"Até o Fim Sampa"[32]
(Projetonave part. Emicida)
"Corpo e Alma"[33]
(Inquérito part. Emicida)
Corpo e Alma
"Pretoriginal, Pt. 2"[34]
(DMN part. Emicida e Rashid)
2017 Não adicionado à nenhum álbum
"Muita Onda"[35]
(OQuadro part. Emicida e DJ Gug)
OQuadro
"Da Estação São Bento Ao Metrô Santa Cruz"[36]
(OQuadro part. Emicida e DJ Gug)
2018 Não adicionado à nenhum álbum
"Kilariô"[37]
(Os Ímpares part. Emicida)
"—" denota singles que não entraram nas paradas ou não foram lançados no local.

Singles promocionaisEditar

Título Ano Álbum
"Trouble"[38] 2012 Não adicionado à nenhum álbum
"Aos Olhos de uma Criança"[39]
(com Drik Barbosa)
2013
"Obrigado, Darcy! (O Brasil Vai Além)"[40]
(part. Rael)
2014
"Casa" 2017 Sobre Crianças, Quadris,
Pesadelos e Lições de Casa...
"Yasuke (Bendito, Louvado Seja)"[41] Não adicionado à nenhum álbum
"Avuá"[42]
(part. Rael e Kamau)
"Samba da Matrafona"[43]
(com Susana Félix e Zeca Pagodinho)
2018

Outras apariçõesEditar

Canção Ano Outro(s) artista(s) Álbum
"Reunião" 2007 Tio Fresh, DJ Hum, Kamau, Sombra, Max B.O., Cris Konebo, Maionezi, Mr.Bomba e Xis Brazil Hip Hop Clube[44]
"Porque Eu Rimo" 2008 Kamau, Rashid, Stefanie e Rincon Sapiência Non Ducor Duco[45]
"Komwe" Kamau
"O Amor da Gente / Casa de Bamba" Martinho da Vila O Pequeno Burguês: Ao Vivo[46]
"O Pequeno Burguês / Canta Canta Minha Gente" Martinho da Vila e Cidade Negra
"Lágrimas da Voz" 2009 Nathy MC Nathy MC[47]
"Já Demorô" 2010 Inquérito Mudança[48]
"Filhos de Ogum" 2011 MC Ralph e Kene Konaman Os Afro-Raps[49]
"Roda" Orquestra Contemporânea de Olinda Red Hot + Rio 2[50]
"Colmeia" 2012 Caldeira Caldeira[51]
"9 Círculos" Max Payne 3[52]
"Licença Aqui" Rael e Evandro Fióti A Guide to Brazilian Rap, Vol. 1[53]
"Viva! (Melô dos Vileiro)" Rael
"Pequenas Empresas" Don Pixote e MV Bill 100 % Hip Hop Brazil[54]
"Cacariacô"
"Apocalipsom A" Tom Zé Tropicália Lixo Lógico[55]
"Apocalipsom B"
"Uma Paixão" Kaion e DJ Hum Momento Bom[56]
"Escolhas" Flow MC Sensaflownal[57]
"Nega Boy" 2013 Sapucapeta O Baile do Sapuca - Ao Vivo[58]
"Cava Cava" Edi Rock e Don Pixote Contra Nós Ninguém Será[59]
"Confundindo Sábios" Rashid e DJ Mr Brown Confundindo Sábios[60]
"Agamamou" Leandro Lehart Sangue Bom[61]
"Oya" Rael Ainda Bem Que Eu Segui As Batidas Do Meu Coração[62]
"Comportamentos Bizarros" Dealema Alvorada da Alma[63]
"Os Inimigos Estão Proximo" 2014 DBS & A Quadrilha Gordão Chefe[64]
"Manifesto" Fresno e Lenine Eu Sou a Maré Viva[65]
"Bagaço da Laranja" Sambabook Zeca Pagodinho[66]
"Camarão Que Dorme a Onda Leva" Zeca Pagodinho, Roberta Sá, Jorge Ben Jor, Gilberto Gil, Djavan, Marcelo D2, Lenine, Frejat, Maria Rita, Beth Carvalho, Alcione, Diogo Nogueira, Dudu Nobre, Mumuzinho, Jorge Aragão, Martinho da Vila, Arlindo Cruz, Péricles, Almir Guineto, Nilze Carvalho, Rildo Hora, Monarco, Velha Guarda da Portela, Mariene de Castro, Gabrielzinho do Irajá e Sombrinha
"O Hip Hop É Foda, Pt. 2" Rael e MC Marechal Diversoficando[67]
"Chiclete com Banana" Mart'nália Mart'nália Em Samba![68]
"Vou Me Jogar" Pentágono, DJ Primo e Max B.O. Natural[69]
"Tabu" Tuty O Homem Que Colecionava Flows[70]
"Valores Invertidos" 2015 Dario e DJ Nyack Primeiro Impacto[71]
"Rap do Silva / Rima do Silva" Buchecha Funk Pop[72]
"Moleque Atrevido" 2016 Sambabook Jorge Aragão[73]
"Vou Festejar" Jorge Aragão, Anitta, Sandra de Sá, Baby do Brasil, Ivan Lins, Jorge Vercillo, Seu Jorge, Maria Rita, Lenine, Luciana Mello, Diogo Nogueira, Alcione, Beth Carvalho, Elza Soares, Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Péricles, Xande de Pilares, Fundo de Quintal, Luiz Melodia, Vander Lee, Joyce Cândido e Thais Macedo
"Um Pouco de Amor" Leandro Lehart Sambadélik, Vol. 1[74]
"Olha pro Céu" Tokyo Ska Paradise Orchestra Seleção Brasileira[75]
"Seu Jogo" Ponto de Equilíbrio Essa É a Nossa Música[76]
"Explotar" Compass, Kool A.D., Rob Birch e Maluca Compass[77]
"Sampa" MC Guimê e Rael Sou Filho da Lua[78]
"Eu Vou que Vou" MC Guimê
"É Assim Que" Alexandre Re Ritmo, Atitude e Poesia[79]
"Chillin'" Crew Peligrosos Madafunkies[80]
"Uma Paixão" DJ Hum e Kaion DJ Hum e o Expresso do Groove[81]
"Cundum" 2017 Prettos Essência da Origem[82]
"Estrela Brilha" HMB +[83]
"Django" Coruja BC1 No Dia dos Nossos[84]
"InSOMnia 2" Ogi, Diomedes Chinaski, CorujaBC1 e Marcela Maita Pé no Chão[85]

Referências

  1. «Bocada Forte – Nós Trabalhamos Pelo Hip-Hop Brasileiro». Central Hip-Hop. 2010. Consultado em 24 de agosto de 2010 [ligação inativa]
  2. «Língua Franca». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  3. «3 Temores in Concert (ao vivo no Estúdio Emme)». RYM. 26 de novembro de 2009. Consultado em 12 de Julho de 2014 
  4. a b c d «Por dentro da gravação do primeiro DVD de Emicida, "10 anos de Triunfo"». G1. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  5. «Hip hop nacional ganha fôlego entre público pop em 2011; conheça os principais nomes». Geledes. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  6. «'Eu sou o folk do rap', diz o MC paulistano Emicida». G1. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  7. «De rima em rima, o rapper Emicida consolidou a sua carreira». Estadão. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  8. «Emicida – Remixtape». Rap Nacional. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  9. «Martinho da Vila, Cidade Negra, e Emicida Ao Vivo no Rock in Rio». Rap Nacional. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  10. «Rdio Sessions». Rap Nacional. Consultado em 15 de fevereiro de 2018 
  11. a b Melhores posições de singles no Brasil:
  12. «Emicida – Contraditório Vagabundo». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  13. «Nova Ordem - Single». Rap Nacional. 15 de dezembro de 2012. Consultado em 15 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 19 de julho de 2017 
  14. «Emicida e Mart'nália – Quero Ver Quarta-Feira». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  15. «Emicida – Dedo na Ferida». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  16. «Emicida – Crisântemo». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  17. «Emicida – Zoião». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  18. «Emicida – Papel Caneta e Coração». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  19. «Levanta e Anda». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  20. «Minha Vida». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  21. «Emicida – Crisântemo». Bonjour. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  22. «Ela». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  23. «A Chapa É Quente (Língua Franca)». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  24. «Oásis». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  25. «Pantera Negra». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  26. «Hacia el Amor». iTunes. Consultado em 4 de junho de 2018 
  27. «Emicida – Trouble». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  28. «Mão de Oito – Beats (Part. Emicida, Kamau) (Single)». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  29. «Aline Calixto & Emicida – Conto de Areia (Single)». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  30. «País do Futebol». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  31. «I'm Alive (Floresta da Tijuca Sessions)». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  32. «Emicida – Até o Fim Sampa». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  33. «Corpo e Alma». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  34. «Pretoriginal, Pt. 2». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  35. «Muita Onda». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  36. «Da Estação São Bento Ao Metrô Santa Cruz». iTunes. Consultado em 4 de junho de 2018 
  37. «Kilariô». iTunes. Consultado em 4 de junho de 2018 
  38. «Emicida – Trouble». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  39. «Aos Olhos de uma Criança». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  40. «Emicida – Obrigado, Darcy! (O Brasil vai além)». Rap Nacional. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  41. «Yasuke (Bendito, Louvado Seja)». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  42. «A Chapa É Quente (Língua Franca)». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  43. «Samba da Matrafona». iTunes. Consultado em 12 de fevereiro de 2018 
  44. «Brazil Hip Hop Clube». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  45. «Non Ducor Duco». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  46. «O Pequeno Burguês: Ao Vivo». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  47. «Nathy MC». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  48. «Mudança». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  49. «Os Afro-Raps». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  50. «Red Hot + Rio 2». Discogs. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  51. «Caldeira». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  52. «Max Payne 3». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  53. «A Guide to Brazilian Rap, Vol. 1». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  54. «100 % Hip Hop Brazil». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  55. «Tropicália Lixo Lógico». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  56. «Momento Bom». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  57. «Sensaflownal». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  58. «O Baile do Sapuca (Ao Vivo)». iTunes. Consultado em 28 de outubro de 2016 
  59. «Contra Nós Ninguém Será». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  60. «Confundindo Sábios». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  61. «Sangue Bom». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  62. «Ainda Bem Que Eu Segui As Batidas Do Meu Coração». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  63. «Alvorada da Alma». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  64. «Gordão Chefe». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  65. «Eu Sou a Maré Viva». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  66. «Sambabook Zeca Pagodinho». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  67. «Diversoficando». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  68. «Mart´nália Em Samba!». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  69. «Natural». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  70. «O Homem Que Colecionava Flows». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  71. «Primeiro Impacto». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  72. «Funk Pop». Discogs. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  73. «Sambabook Jorge Aragão». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  74. «Sambadélik, Vol. 1». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  75. «Seleção Brasileira». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  76. «Essa É a Nossa Música». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  77. «Compass». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  78. «Sou Filho da Lua». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  79. «Ritmo, Atitude e Poesia». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  80. «Madafunkies». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  81. «DJ Hum e o Expresso do Groove». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  82. «Essência da Origem». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  83. «+». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  84. «No Dia dos Nossos». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 
  85. «Pé no Chão». iTunes. Consultado em 16 de fevereiro de 2018 

Ligações externasEditar