Disney Platform Distribution

(Redirecionado de Disney Media Distribution)

Disney Platform Distribution, Inc. é uma unidade de negócios da Disney Entertainment que gerencia todos os esforços de vendas de mídia de terceiros para distribuição, marketing de afiliados e operações comerciais relacionadas a afiliados para todos os serviços diretos ao consumidor e redes de mídia lineares da empresa; acordos de vendas de conteúdo para Disney Entertainment e ESPN.[1][2][3]

Disney Platform Distribution, Inc.
Disney Platform Distribution
Nome(s) anterior(es)
  • Capital Cities/ABC Video Enterprises, Inc.
    (1987–93)
  • ABC Cable and International Broadcast Group, Inc.
    (1993–99)
  • Disney–ABC International Television, Inc.
    (1999–2011)
  • Disney Media Distribution, Inc.
    (2011–20)
Subsidiária
Fundação 27 de janeiro de 1987; há 37 anos
Sede Burbank, Califórnia, EUA
Área(s) servida(s) Mundialmente
Pessoas-chave Justin Connolly (Presidente)
Serviços Distribuição cinematográfica, marketing cinematográfico, Redifusão
Empresa-mãe Disney Entertainment
Subsidiárias Disney–ABC Domestic Television
Walt Disney Studios Home Entertainment
Antecessora(s) Buena Vista International Television
Website oficial dmdcentral.com

A empresa foi fundada originalmente em 1987 sob o nome de Capital Cities/ABC Video Enterprises, Inc. e posteriormente renomeada como ABC Cable and International Broadcast Group, Inc., Disney–ABC International Television, Inc. e Disney Media Distribution. Em 12 de outubro de 2020, a empresa assumiu seu nome atual.

Antecessoras editar

Buena Vista International Television editar

Buena Vista International Television, Inc.
Divisão
Atividade Distribuição de televisão
Fundação 1985; há 38 anos
Fundador(es) 14 de maio de 2007; há 16 anos
Destino Extinta, renomeada para Disney–ABC International Television
Sede Burbank, Califórnia, EUA
Área(s) servida(s) Mundialmente
Empresa-mãe Disney–ABC Television Group
Sucessora(s) Disney-ABC International Television
Website oficial disneymediadistribution.tv

A Buena Vista International Television (BVIT) era o braço de distribuição de televisão internacional da Walt Disney Television original e o braço de televisão internacional da própria Buena Vista Television. A BVIT foi criada em 1985 para produzir séries não americanas e distribuir todas as bibliotecas de propriedade da Disney em todo o mundo.

Em 1987, a Buena Vista International Television assinou um contrato de três anos para fornecer cinco horas por semana para material relacionado à Disney, como longas-metragens, telefilmes e séries.[4] Em 1988, no MIPCOM, a Buena Vista International Television disse que planejava desenvolver até cinco canais a cabo internacionais pagos por conta própria, nenhum deles se concretizou.[5]

ABC Pictures International, Inc. editar

A empresa teve suas origens já em 1978, quando a American Broadcasting Companies, Inc. formou a ABC Pictures International para lidar com as vendas no mercado internacional de televisão. Foi constituída em 3 de janeiro de 1978.[6] Erwin H. Ezzes, ex-CEO da United Artists Television, foi contratado como consultor da empresa.[7]

Em 1979, a ABC Pictures International lançou seu braço educacional, ABC Learning Resources, Inc., que seria administrado por Donna B. Sessa.[8] Mais tarde naquele ano, foi incorporada à ABC Video Enterprises, Inc.[9]

ABC Video Enterprises, Inc. editar

Em 2 de julho de 1979, a ABC formou a ABC Video Enterprises, Inc. para desenvolver e comercializar programação doméstica para cabo, cabo pago, videodiscos, cassetes e outras novas formas de comunicação, e era chefiada por Herbert A. Granath, que era vice-presidente da rede de televisão ABC.[10] Mais tarde naquele ano, a ABC Pictures International foi incorporada à empresa.[9]

História editar

Capital Cities/ABC Video Enterprises editar

Capital Cities/ABC Video Enterprises (CAVE) foi constituída em 27 de janeiro de 1987.[11] como uma empresa auxiliar de produção, vídeo e distribuição de propriedade da Capital Cities/ABC. Em 1992, a CAVE lançou a Capital Cities/ABC Video Publishing como sua subsidiária para lançar fitas de vídeo sob o selo ABC Video.[12] Em dezembro de 1992, a CAVE realinhou sua alta administração adicionando um cargo de presidente à Capital Cities/ABC Video Productions para o controle no exterior de suas unidades de produção Ultra Entertainment, Hemisphere Group e Capital Cities/ABC Video Productions e trazendo Archie C. Purvis para preencher a posição. Joseph Y. Abrams foi promovido para substituir Purvis como presidente da ABC Distribution Co. Ambos se reportavam ao presidente da CAVE International, John T. Healy.[13]

Em 25 de julho de 1993, a CAVE e DIC Animation City formaram uma joint venture de produção chamada DIC Entertainment L.P., para fornecer material para CAVE distribuir no mercado internacional..[14]

ABC Cable and International Broadcast Group editar

No início de outubro de 1993, a CAVE tornou-se parte do recém-formado ABC Cable and International Broadcast Group (ACIBG), saindo do grupo de radiodifusão para se reportar diretamente ao CEO da CC/ABC, com Herb Granath continuando como presidente. O grupo continuou supervisionando suas participações nas empresas de TV a cabo ESPN, A&E e Lifetime, vendas de programas internacionais, coprodução e participações em serviços de programas estrangeiros Eurosport, RTL-2 da Alemanha, Japan Sport Network e empresa de animação DIC.[15] Em 12 de outubro, o Ambroco Media Group, Inc. foi formado[16] sob Purvis para trabalhar com parceiros estrangeiros no desenvolvimento e produção de programas.[17] Em 21 de outubro, Capital Cities/ABC Video Enterprises mudou seu nome legal para Capital Cities/ABC Cable and International Broadcasting, Inc., então em 15 de dezembro, mudou novamente para ABC Cable e International Broadcast, Inc.[11] Em janeiro de 1994, a ABC Network anunciou a aposentadoria de Purvis e o fechamento das operações da Ambroco.[17]

Disney–ABC International Television editar

Quando a fusão Disney-CC/ABC levou a Disney Television and Telecommunications a ser dividida em abril de 1996, a Walt Disney Television International foi transferida para Capital Cities/ABC.[18] A CC/ABC combinou as unidades internacionais, Walt Disney Television International e ACIBG, na Disney–ABC International Television (DAIT) em julho de 1996.[19] Em 19 de outubro de 1999, a ABC Cable and International Broadcast Group foi renomeada para Disney–ABC International Television, Inc.[11] Em fevereiro de 1999, a DAIT começou a operar sob o nome de Buena Vista International Television.[20]

Em 14 de maio de 2007, a Buena Vista International Television foi renomeada para Disney–ABC International Television, devido à Disney ter semiaposentado o nome Buena Vista.[21] Em abril de 2008, o escritório da Ásia-Pacífico renovou seu contrato plurianual de filmes com o Zee Studio, um canal básico de filmes a cabo indiano.[22] Em outubro de 2015, na Mipcom em Cannes, a Disney Media Distribution France ampliou seu contrato de cinema e TV com o Canal Plus Group, adicionando direitos de estreia a filmes, incluindo os da Lucasfilm e direitos SVOD para o CanalPlay, que entrou em vigor em janeiro de 2016.[23]

Com a reorganização estratégica de 14 de março de 2018 em antecipação à integração dos ativos da 21st Century Fox, a Walt Disney Direct-to-Consumer & International foi formada com unidades de distribuição transferidas do Disney-ABC Television Group.[24] Em julho de 2019, Marinelli anunciou sua renúncia, encerrando um mandato de 34 anos na empresa.[25] Janice Marinelli, presidente de vendas e distribuição de conteúdo global, se reportaria a Mayer.[26] A Disney anunciou que combinaria todas as vendas de mídia e distribuição de canais da empresa em uma organização. O vice-presidente executivo da ESPN, Justin Connolly, foi promovido ao cargo recém-criado de presidente de distribuição de mídia, reportando-se a Mayer.[27] Com uma mudança de liderança neste novo segmento em maio de 2020, o grupo de distribuição de mídia foi transferido para a Disney Media Networks.[28]

Disney Platform Distribution, Inc. editar

Em 12 de outubro de 2020, o então CEO da Disney, Bob Chapek, anunciou uma reorganização estratégica que criou uma nova divisão da empresa, Media and Entertainment Distribution, liderada por Kareem Daniel. Sob a nova estrutura, a Disney criou um grupo responsável pela divulgação e venda de anúncios para todo o seu conteúdo, inclusive em serviços de streaming, incluindo o Disney+. Efetivamente, isso tornava a Disney Platform Distribution responsável pela Disney–ABC Domestic Television, Walt Disney Studios Home Entertainment e Walt Disney Studios Motion Pictures.[2][3]

Em fevereiro de 2023, o CEO reintegrado da Disney, Bob Iger, reestruturou a empresa, restaurando a distribuição teatral e o Disney Music Group de volta ao presidente da Walt Disney Studios. O restante da Disney Platform Distribution serviria como um serviço compartilhado para a Disney Entertainment e a ESPN.[1]

Biblioteca de distribuição editar

Atual editar

A empresa distribui filmes das unidades da Disney, incluindo:

A empresa distribui programas de TV de outras unidades da Disney, incluindo:

A empresa costumava distribuir filmes e programas de TV de antigas unidades da Disney, incluindo:

Antiga editar

Ultra Entertainment, Inc. editar

A Ultra Entertainment era uma divisão de produção de TV da Capital Cities/ABC Video Enterprises para cabo, rede de vídeo doméstico e saídas estrangeiras. Esperava-se que a Ultra desenvolvesse e produzisse para os canais a cabo Arts & Entertainment e Lifetime, ambos com participação da CAVE, mas também para outros canais a cabo.[29]

Em 8 de maio de 1989, foi anunciada a formação da Ultra Entertainment CC/ABC Video Enterprises (CAVE) para produzir programas para cabo, vídeo doméstico e mercados estrangeiros. Uma equipe de três funcionários foi reunida para fazer a unidade decolar, com Bob Rubin como diretor executivo.[29] Seu primeiro trabalho foi o telefilme Death Dream, produzido para a Lifetime com Dick Clark Film Group e Roni Weisberg Productions, que estreou em 25 de junho de 1991.[30]

Os filmes distribuídos pela Ultra Entertainment, Inc. incluem:

  • Death Dream (25 de junho de 1991) para Lifetime com Dick Clark Film Group e Roni Weisberg Productions[30]
  • Elvis and the Colonel: The Untold Story (1993) NBC com Dick Clark Film Group[31]
  • Secret Sins of the Father[32]
  • Filme Spenser: Ceremony (22 de julho de 1993) Lifetime with Norstar Entertainment e Broadwalk Entertainment[31]

Referências editar

  1. a b Goldberg, Lesley; McClintock, Pamela (9 de fevereiro de 2023). «Disney Reorg: Dana Walden, Alan Bergman Gain Streaming, International; Rebecca Campbell to Exit». The Hollywood Reporter. Consultado em 9 de fevereiro de 2023 
  2. a b Jarvey, Natalie (12 de outubro de 2020). «Disney to Reorganize, Prioritize Streaming In New Leadership Structure». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 21 de outubro de 2020 
  3. a b «About DMED». DMED Media (em inglês). The Walt Disney Company. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 18 de novembro de 2020 
  4. «MIPCOM 1987: Programming the world» (PDF). Broadcasting (em inglês). 26 de outubro de 1987. Consultado em 28 de novembro de 2021 
  5. «MIPCOM: Programming world comes to Cannes» (PDF). Broadcasting (em inglês). 24 de outubro de 1988. Consultado em 28 de novembro de 2021 
  6. «System Outage Message :: California Secretary of State» (em inglês) 
  7. «Fates & Fortunes» (PDF). Broadcasting (em inglês). 27 de fevereiro de 1978. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  8. «Monitor» (PDF). Broadcasting (em inglês). 15 de outubro de 1979. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  9. a b «In Brief» (PDF). Broadcasting (em inglês). 24 de dezembro de 1979. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  10. «ABC and Warner aim for new media» (PDF). Broadcasting (em inglês). 9 de julho de 1979. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  11. a b c {citar web|title=Disney–ABC International Television, Inc. Entity Information|url=http://appext20.dos.ny.gov/corp_public/CORPSEARCH.ENTITY_INFORMATION?p_nameid=1250379&p_corpid=1139698&p_entity_name=ABC%20Cable%20&p_name_type=%25&p_search_type=BEGINS&p_srch_results_page=0%7Cwebsite=Corporation & Business Entity Database|publisher=State of New York|access-date=02-06-2014}}
  12. Goldstein, Seth (21 de novembro de 1992). «CapCities/ABC Makes Video Foray» (PDF). Billboard. Consultado em 20 de outubro de 2021 
  13. Huff, Richard (21 de dezembro de 1992). «Purvis, Abrams upped at ABC Vid». Variety. Consultado em 2 de junho de 2014 
  14. Lowry, Brian (26 de julho de 1993). «DIC Ent. formed for kids TV fare». Variety. Consultado em 2 de junho de 2014 
  15. Schmuckler, Eric (11 de outubro de 1993). «Herb Granath named president of ABC Cable and International Broadcast». Mediaweek. Consultado em 2 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de junho de 2014 
  16. «Ambroco Media Group, Inc. (Entity Number: C1867617)». California Business Search. State of Califorinia. Consultado em 3 de junho de 2014. Arquivado do original em 15 de março de 2015 
  17. a b Guider, Elizabeth (11 de janeiro de 1994). «Purvis exits CapCities/ABC». Variety. Consultado em 3 de junho de 2014 
  18. «Roth, Iger Assume Expanded Responsibilities at the Walt Disney Company». PRNewswire. 16 de abril de 1996. Consultado em 11 de março de 2013 
  19. Johnson, Debra (1 de julho de 1996). «Granath takes top slot at Disney–ABC International». Broadcasting & Cable. Consultado em 2 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de junho de 2014 
  20. «Buena Vista International Television». Screen Digest. Screen Digest Ltd. 1 de fevereiro de 1999. Consultado em 2 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de junho de 2014 
  21. «Buena Vista International Television renamed Disney-ABC International Television». Asia Image, Inc. 1 de junho de 2007. Consultado em 2 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de junho de 2014 
  22. «Disney-ABC renew multi-year movie deal With Zee Studio». Business of Cinema. 12 de abril de 2008. Consultado em 13 de maio de 2014 
  23. Keslassy, Elsa (7 de outubro de 2015). «Mipcom: Canal Plus, Disney Media Distribution Renew Pact». Variety. Consultado em 14 de abril de 2016 
  24. Spangler, Todd (14 de março de 2018). «Disney Reorganizes Divisions, Creates Dedicated Direct-to-Consumer Streaming Unit». Variety. Consultado em 15 de março de 2018 
  25. Goldberg, Lesley (16 de julho de 2019). «Disney's Longtime Head of Global Sales and Distribution to Exit». The Hollywood Reporter. Consultado em 19 de julho de 2018 
  26. Clarke, Stewart (13 de dezembro de 2018). «Disney Sets Out International Leadership Team Post-Fox Deal». Variety. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  27. Goldberg, Lesley (18 de julho de 2019). «ESPN's Justin Connolly to Lead Combined Disney Sales Team». The Hollywood Reporter. Consultado em 19 de julho de 2018 
  28. «Disney Shifts Ad Sales Group to Media Networks Division». The Hollywood Reporter. 21 de maio de 2020. Consultado em 21 de maio de 2020 
  29. a b «New ABC program unit negotiating first shows» (PDF). Broadcasting. 15 de maio de 1989. Consultado em 2 de junho de 2014 
  30. a b Prouty, Howard H., ed. (1994). Variety and Daily Variety Television Reviews, 1991–1992. Col: Variety and Daily Variety Television Reviews. 17. [S.l.]: Taylor & Francis. ISBN 0-8240-3796-0. OCLC 30737353 
  31. a b Prouty, Howard H., ed. (1996). Variety and Daily Variety Television Reviews, 1993–1994. Col: Variety and Daily Variety Television Reviews. 18. [S.l.]: Taylor & Francis. ISBN 0-8240-3797-9. OCLC 36909677 
  32. Prouty, Howard H., ed. (1996). Variety and Daily Variety Television Reviews, 1993–1994. Col: Variety and Daily Variety Television Reviews. 18. [S.l.]: Taylor & Francis. ISBN 0-8240-3797-9. OCLC 36909677 

Ligações externas editar