Abrir menu principal

Guarda - ErvidelEditar

N 18 - Estradas Nacionais de Portugal
N 18
380
Cruza com:
A 6, A 23, IP 2, IP 8, N 2, N 3, N 4, R 18-3, N 112, N 119, N 121, R 233, N 238, N 241, N 245, N 246, N 254, N 256, N 258,R 369, R 372, N 384

A EN 18 - Guarda-Ervidel, é uma estrada nacional que integra a rede nacional de estradas de Portugal.

Tem o seu quilómetro zero no entroncamento com a EN 16, na cidade da Guarda, e o seu final no entroncamento com a EN 2 em Ervidel, no Alentejo. Atravessa o Rio Tejo na Ponte de Portas de Ródão.

Atravessa as principais cidades das regiões da Beira Interior (Guarda, Covilhã e Castelo Branco) e do Alentejo (Portalegre, Évora e Beja). Cruza-se com algumas das principais estradas nacionais portuguesas, nomeadamente a EN 2, a EN 3, a EN 4 e a EN 16.

Ainda no período de vigência do primeiro Plano Rodoviário Nacional, foi construída uma variante à cidade da Covilhã, entre as vilas do Teixoso e do Tortosendo.

Grande parte do seu traçado (entre a Guarda e Beja, com a excepção da travessia do Tejo que passou a ser feita pela Barragem de Fratel) foi integrado, no Plano Rodoviário Nacional de 1985, no IP 2- Itinerário Principal n.º2.

Com a construção da via rápida IP2, muitos troços no Alentejo (nomeadamente Portalegre-Estremoz e São Manços-Beja) deixaram de ter a designação N18. Esta persiste apenas nos seguintes lanços:

PercursoEditar