Estocolmo (condado)

divisão administrativa na Suécia
Disambig grey.svg Nota: Se procura a cidade de Estocolmo, veja Estocolmo.
Condado de Estocolmo

Stockholms län

Símbolos
Brasão de armas de Condado de Estocolmo
Brasão de armas
Localização
SverigesLän2007Stockholm.svg
País  Suécia
Capital Estocolmo
História
Fundação 1714
Administração
Governador Mats Hellström
Características geográficas
Área total 6 513,83 km²
População total (2019) 2 377 081 hab.
Densidade 282,53 hab./km²
Sítio ab.lst.se

O Condado de Estocolmo (em sueco: Stockholms län; Nuvola apps arts.svg ouça a pronúncia) é um dos 21 condados em que a Suécia está atualmente dividida. Está localizado no Leste da região histórica da Svealândia. Ocupa 1,4% da superfície total do país, e tem uma população de 2 377 081 habitantes. Sua capital é a cidade de Estocolmo. [1][2][3][4]

Como subdivisão regional, tem funções administrativas e políticas distintas, executadas por entidades diferentes: Länsstyrelsen i Stockholms län (funções administrativas estatais) e Região Estocolmo (funções políticas regionais).[5][6][7][8][9]

Condado atualEditar

O Condado de Estocolmo é constituído pelas partes orientais das antigas província históricas de Uppland e Södermanland. Tem como limites o condado de Uppsala a noroeste, o condado de Södermanland a sudoeste, e o Mar Báltico a leste. [10]

O brasão do condado de Estocolmo foi criado em 1968 e incorpora as três bases do condado atual: A cabeça de Santo Erik de Estocolmo, o grifo negro da Södermanland e o orbe da Uppland. [11]

HistóriaEditar

Inicialmente – em 1634 – o Condado de Estocolmo fazia parte do Condado de Uppsala. Em 1714, o Condado de Estocolmo adquiriu a sua autonomia. A cidade de Estocolmo foi definitivamente incorporada no condado em 1968, tendo assim perdido a sua autonomia especial. [12]

GeografiaEditar

O Condado de Estocolmo é simultaneamente um dos condados mais pequenos e o condado mais povoado do país, com um população da ordem dos 2 milhões de habitantes. Metado da sua área está coberta por florestas e campos cultivados, e o seu litoral está salpicado pelas 30 000 ilhas, ilhotas e recifes do arquipélago de Estocolmo. [13][14][15]

ComunasEditar

O condado de Estocolmo está dividido em 26 comunas (kommuner).[16]


Cidades principaisEditar

Os maiores centros urbanos do condado eram em 2018: [17]

Cidade População
1 Estocolmo 1 583 374
2 Upplands Väsby e Sollentuna 144 826
3 Södertälje 73 387
4 Lidingö 43 925
5 Tumba 42 227
6 Åkersberga 34 246
7 Vallentuna 32 615
8 Märsta 29 162
9 Gustavsberg 23 395
10 Norrtälje 20 721

ComunicaçõesEditar

O condado é atravessado pelas estradas europeias E4, E18 e E20. Estocolmo é o maior nó ferroviário do país, com ligações a Malmö, Copenhaga, Gotemburgo, Västerås, Sundsvall, etc... Dispõe de aeroportos em Arlanda, Nyköping e Bromma, e de portos em Estocolmo, Nynäshamn e Kapellskär. [18][19]

EconomiaEditar

 
A sede da Ericsson em Estocolmo.

A economia do Condado de Estocolmo está dominada pelos serviços, executados por cerca de 85% das empresas da região. A própria comuna emprega 48 825 funcionários.
O setor industrial abrange uns 10% da força de trabalho. As indústrias manufatureiras contam com uma metade dos trabalhadores. A produção de artigos eletrotécnicos representa o ramo mais importante, com empresas como a Ericsson, a IBM Suécia, a Siemens-Elema, a Alfa Laval, a Electrolux, a Scania. As indústrias gráficas e químicas contam igualmente com empresas de peso como a AstraZeneca e a Pharmacia. O ramo alimentar está presente através da Kraft Foods, a Carlsberg e a Arla. No campo da pasta de papel e do papel destaca-se a Holmer Paper.
A agricultura e a silvicultura corresponde a menos de 1% dos empregos, mas tem significado local em comunas como Norrtälje. A produção agrícola está distribuída pelas pastagens, forragens, cereais e oleaginosas. [20][21]

Património histórico, cultural e turísticoEditar

[22][23]

Referências

  1. «Stockholms län». Norstedts uppslagsbok (em sueco). Estocolmo: Norstedts. 2007-2008. p. 626. 1488 páginas. ISBN 9789113017136 
  2. «Land- och vattenareal per den 1 januari efter region och arealtyp. År 2012 - 2020». Instituto Nacional de Estatística da Suécia (Statistiska centralbyrån). Stockholms län. Consultado em 28 de abril de 2020 
  3. «Tätorter» (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Statistiska tätorter 2018, befolkning och landareal per tätort och kommun. Consultado em 28 de abril de 2020 
  4. Jan von Konow e Ulf Erlandsson. «Stockholms län» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 28 de abril de 2020 
  5. Lennart Lundquist. «Län» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 5 de novembro de 2015 
  6. Lennart Lundquist. «Länsstyrelse» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 5 de novembro de 2015 
  7. Agne Gustafsson. «Landsting» (em sueco). Nationalencyklopedin – Enciclopédia Nacional Sueca. Consultado em 5 de novembro de 2015 
  8. «Om Länsstyrelsen» (em sueco). Länsstyrelsen Stockholms Län. Consultado em 9 de novembro de 2015 
  9. «Stockholms läns landsting» (em sueco). Stockholms läns landsting. Consultado em 9 de novembro de 2015 
  10. Jan von Konow e Ulf Erlandsson. «Stockholms län» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 28 de abril de 2020 
  11. «Om länet» (em sueco). Länsstyrelsen Stockholm. Consultado em 28 de abril de 2020 
  12. Jan von Konow e Ulf Erlandsson. «Stockholms län» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 28 de abril de 2020 
  13. «Om länet» (em sueco). Länsstyrelsen Stockholm. Consultado em 28 de abril de 2020 
  14. «Stockholms län» (em sueco). Länsstyrelserna. Consultado em 28 de abril de 2020 
  15. «Stockholms Län - The metropolitan area of Stockholm» (em inglês). Guidebook Sweden. Consultado em 28 de abril de 2020 
  16. «Kommuner i Stockholms län» (em sueco). Länsstyrelsen i Stockholm. Consultado em 11 de novembro de 2015 
  17. «Tätorter» (em sueco). Instituto Nacional de Estatística da Suécia. Statistiska tätorter 2018, befolkning och landareal per tätort och kommun. Consultado em 28 de abril de 2020 
  18. «Stockholms län» (em sueco). Hitta.se – Interaktiv karta (Mapa interativo). Consultado em 28 de abril de 2020 
  19. Lidman Production AB (texto) e Matton (fotografia) (2011). «Södermanland-Uppland». Libers stora junioratlas (em sueco). Estocolmo: Liber. p. 23-24. 144 páginas. ISBN 9789147809028 
  20. Jan von Konow e Ulf Erlandsson. «Stockholms län» (em sueco). Nationalencyklopedin (Enciclopédia Nacional Sueca). Consultado em 28 de abril de 2020 
  21. «Stockholms län» (em sueco). Ekonomifakta. Consultado em 28 de abril de 2020 
  22. Ottosson, Mats; Åsa Ottosson (2008). «Stockholm». Upplev Sverige. En guide till upplevelser i hela landet (em sueco). Estocolmo: Wahlström Widstrand. p. 305-33. 527 páginas. ISBN 9789146215998 
  23. Ottosson, Åsa; Mats Ottosson (2012). «Det bästa av Stockholm». Upplev det bästa i Sverige (Conheça o melhor da Suécia). Topplistor landskap för landskap (em sueco). Estocolmo: Bonnier Fakta. p. 76-81. 118 páginas. ISBN 978-91-7424-212-6 
  24. Stålnacke 1999, p. 19.
  25. Ottosson 2012, p. 374.

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre Geografia da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.