Abrir menu principal

Flávio Emídio dos Santos Vieira

futebolista brasileiro

Flávio Emídio dos Santos Vieira, conhecido pelo apelido de Pantera (Maceió, 17 de dezembro de 1970), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como goleiro.[2]

Flávio
Informações pessoais
Nome completo Flávio Emídio dos Santos Vieira
Data de nasc. 17 de dezembro de 1970 (48 anos)
Local de nasc. Maceió, AL, Brasilç
Altura 1,86 m
canhoto
Apelido Pantera,[1] Paredão Azulino
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição goleiro
Clubes de juventude
1989–1990 CSA
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1991–1994
1995–2002
2003
2003–2007
2008–2011
2012–2013
CSA
Atlético Paranaense
Vasco da Gama
Paraná Clube
América Mineiro
CSA

000112 0000(0)

000117 0000(0)
000063 0000(0)
000056 0000(0)

Notabilizou-se jogando no Clube Atlético Paranaense, onde foi campeão brasileiro em 2001. Teve passagens destacadas, ainda, no Paraná Clube e no América Mineiro.[3]

CarreiraEditar

Flávio iniciou sua carreira profissional atuando pelo CSA, tendo jogado entre 1988 e 1990 nas categorias de base. Promovido ao elenco principal do Azulão do Mutange em 1991, o goleiro foi bicampeão estadual neste ano e em 1994.

Em 1995, foi contratado pelo Atlético Paranaense,[4] que disputava, na época, a Série B do Campeonato Brasileiro, na qual obteve o primeiro de seus 6 títulos pelo Furacão. Com a saída do veterano Ricardo Pinto em 1998, passou a ser o novo titular do gol atleticano. Além da Série B de 1995 e da Série A em 2001, Flávio conquistou, ainda, o tetracampeonato estadual, incluindo a edição de 2002, onde o Atlético foi o "supercampeão".

Após uma curta passagem pelo Vasco da Gama[5] (uma lesão impediu o goleiro de atuar pelo Cruzmaltino), Flávio assinou com o Paraná Clube ainda em 2003, vencendo o Campeonato Paranaense em 2006. Permaneceria no clube até o ano seguinte, deixando-o com 117 partidas disputadas.

Entre 2008 e 2011, o goleiro atuou no América Mineiro, participando de 46 jogos. Porém, na última participação do Coelho na primeira divisão do Campeonato Brasileiro até então, perdeu a titularidade para Neneca. Saiu da equipe em 2012 com 2 títulos na bagagem: a conquista do Módulo II do Campeonato Mineiro, em 2008, e a Série C no ano seguinte. Nesta última, o goleiro tornou-se o primeiro atleta a vencer as 3 divisões principais do futebol brasileiro.

No mesmo ano, Flávio regressou ao CSA para ser o principal nome da equipe alagoana, que não conquistava o Campeonato estadual desde 2009. Após 2 temporadas e a malsucedida campanha na Série D, o goleiro decidiu encerrar sua longa carreira, aos 42 anos.[6] Ele chegou a pensar em voltar aos gramados em 2014,[7] mas desistiu.

TítulosEditar

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Flávio - goleiro». Portal Furacão.com. Consultado em 12 de maio de 2016 
  2. Redação (23 de dezembro de 2012). «Onze anos depois, onde estão os 11 titulares do Atlético 2001». Portal Terra - Esportes. Consultado em 12 de maio de 2016. Arquivado do original em 2 de junho de 2016 
  3. «Perfil Flávio Emídio dos Santos Vieira». Portal IG Esportes. Consultado em 12 de maio de 2016 
  4. Redação (fev/1998). «Revista Placar Magazine - Clube Atlético Paranaense». Google Books. Consultado em 12 de maio de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. Redação (fev/2003). «Revista Placar Magazine - Vasco da Gama». Google Books. Consultado em 12 de maio de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. «Prestes a se aposentar oficialmente, goleiro Flávio faz balanço da carreira». GloboEsporte.com. Consultado em 11 de agosto de 2013 
  7. «Ídolo do CSA, Flávio muda de ideia e deve voltar aos gramados em 2014». GloboEsporte.com. Consultado em 19 de outubro de 2013