Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001 ou Brasileirão TAM 2001 (por motivos de patrocínio) foi vencido pelo Atlético Paranaense, que conquistou o seu primeiro título nacional e tornou-se o 17º campeão brasileiro em 43 anos de certame. O São Caetano, que disputou seu segundo campeonato, foi vice-campeão pela segunda vez.

XLV Campeonato Brasileiro de Futebol
Brasileirão TAM 2001
Dados
Participantes 28
Organização CBF
Local de disputa  Brasil
Período 1º de agosto23 de dezembro
Gol(o)s 1105
Partidas 386
Média 2,86 gol(o)s por partida
Campeão Paraná Atlético Paranaense (1º título)
Vice-campeão São Paulo São Caetano
Rebaixado(s)
Melhor marcador Romário (Vasco da Gama) – 21 gols
Melhor ataque (fase inicial) 58 gols:
Melhor defesa (fase inicial) 25 gols:
Público 4 400 786
Média 11 401 pessoas por partida
Outras divisões
Série B Paysandu
Série C Etti Jundiaí
◄◄ Brasil Brasileirão 2000 Soccerball.svg Brasileirão 2002 Brasil ►►

Romário, do Vasco da Gama, foi mais uma vez o artilheiro do campeonato, com 21 gols. Mas o grande destaque foi o atacante Alex Mineiro, do Atlético/PR, que se tornou o primeiro jogador a marcar 4 gols numa série final de Campeonato Brasileiro. Antes dele, Reinaldo do Atlético/MG fez 3 gols nas finais de 1980, Marcelinho Carioca do Corinthians fez 3 em 1998; Guilherme do Atlético/MG e Luizão do Corinthians fizeram 3 gols cada na série final de 1999.

Depois das disputas judiciais que quase impediram a realização do Campeonato de 2000, a CBF decidiu manter na Série A os 25 clubes que disputaram o Módulo Azul da Copa João Havelange, convidando ainda o Paraná e o Botafogo/SP, para que não houvesse tratamento diferenciado entre os clubes rebaixados em 1999, já que os outros dois clubes rebaixados naquele ano (Juventude e Gama) disputaram o Módulo Azul em 2000, equivalente à divisão principal do Campeonato Brasileiro. A CBF também decidiu incluir o São Caetano, vice-campeão da Copa João Havelange.

Retomando a normalidade de acesso e descenso, em 2001 os 4 últimos colocados foram rebaixados para a Série B de 2002: Santa Cruz, América/MG, Botafogo/SP e Sport. Subiriam em 2002 o campeão e o vice da Série B: Paysandu e Figueirense.

Como curiosidade, esta foi a última edição do Campeonato Brasileiro que contou com todos os campeões brasileiros da primeira divisão competindo juntos.

Índice

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Estado Em 2000 Estádio Títulos
América Mineiro Belo Horizonte   MG 23º Independência não possui
Atlético Mineiro Belo Horizonte   MG 24º Mineirão 1971
Atlético Paranaense Curitiba   PR 13º Arena da Baixada não possui
Bahia Salvador   BA 11º Fonte Nova 1959, 1988
Botafogo Rio de Janeiro   RJ 20º Maracanã 1968, 1995
Botafogo-SP Ribeirão Preto   SP 36º Santa Cruz não possui
Corinthians São Paulo   SP 28º Parque São Jorge 1990, 1998, 1999
Coritiba Curitiba   PR 27º Couto Pereira 1985
Cruzeiro Belo Horizonte   MG Mineirão 1966
Flamengo Rio de Janeiro   RJ 19º Maracanã 1980, 1982, 1983, 1992
Fluminense Rio de Janeiro   RJ Maracanã 1970, 1984
Gama Gama   DF 26º Bezerrão não possui
Goiás Goiânia   GO 14º Serra Dourada não possui
Grêmio Porto Alegre   RS Olímpico 1981, 1996
Guarani Campinas   SP 17º Brinco de Ouro 1978
Internacional Porto Alegre   RS Beira-Rio 1975, 1976, 1979
Juventude Caxias do Sul   RS 25º Alfredo Jaconi não possui
Palmeiras São Paulo   SP Parque Antártica 1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993, 1994
Paraná Curitiba   PR Durival Britto não possui
Ponte Preta Campinas   SP 10º Moisés Lucarelli não possui
Portuguesa São Paulo   SP 21º Canindé não possui
Santa Cruz Recife   PE 29º Arruda não possui
Santos Santos   SP 18º Vila Belmiro 1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968
São Caetano São Caetano do Sul   SP Anacleto Campanella não possui
São Paulo São Paulo   SP 12º Morumbi 1977, 1986, 1991
Sport Recife   PE Ilha do Retiro 1987
Vasco da Gama Rio de Janeiro   RJ Campeão São Januário 1974, 1989, 1997, 2000
Vitória Salvador   BA 22º Barradão não possui

Fórmula de disputaEditar

Primeira fase: 28 clubes jogando todos contra todos em turno único. Classificam-se para a próxima fase os 8 primeiros colocados.

Fase final: sistema eliminatório; nas quartas de final e nas semifinais, confrontos em partida única, com mando de campo e vantagem do empate para o clube com melhor campanha; na final, jogos em ida e volta, com mando de campo do segundo jogo e vantagem do duplo empate para o clube com melhor campanha.

Obs: A proposta inicial era de apenas os 4 primeiros se classificarem para a Segunda Fase (semifinal), que seria em jogos de ida e volta. Porém foram acrescentados mais 4 clubes ao "mata-mata". Como não haveria data disponível para quartas de final e semifinais em jogos de ida e volta, restou a alternativa da disputa em jogo único.

Primeira faseEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   São Caetano 59 27 18 5 4 48 25 +23 73 Classificados às quartas-de-final
2   Atlético Paranaense 51 27 15 6 6 58 40 +18 63
3   Fluminense 51 27 14 9 4 44 29 +15 63
4   Atlético Mineiro 49 27 15 4 8 50 34 +16 61
5   Grêmio 47 27 14 5 8 39 29 +10 58
6   Ponte Preta 47 27 13 8 6 53 48 +5 58
7   São Paulo 46 27 13 7 7 48 34 +14 57
8   Bahia 45 27 13 6 8 43 38 +5 56
9   Internacional 40 27 12 4 11 38 40 -2 49
10   Goiás 39 27 12 3 12 38 32 +6 48
11   Vasco da Gama 39 27 10 9 8 57 36 +21 48
12   Palmeiras 38 27 12 2 13 40 47 -7 47
13   Portuguesa 37 27 11 4 12 31 33 -2 46
14   Paraná 36 27 11 3 13 35 37 -2 44
15   Santos 36 27 9 9 9 37 32 +5 44
16   Vitória 36 27 9 9 9 33 37 -4 44
17   Coritiba 35 27 9 8 10 31 32 -1 43
18   Corinthians 34 27 9 7 11 46 45 +1 42
19   Guarani 33 27 9 6 12 29 45 -16 41
20   Gama 33 27 8 9 10 40 34 +6 41
21   Cruzeiro 32 27 9 5 13 36 43 -7 39
22   Juventude 30 27 6 12 9 29 37 -8 37
23   Botafogo 29 27 8 5 14 41 51 -10 36
24   Flamengo 29 27 8 5 14 25 38 -13 36
25   Santa Cruz 27 27 7 6 14 31 50 -19 33 Rebaixados à Série B de 2002
26   América Mineiro 25 27 6 7 14 32 46 -14 31
27   Botafogo-SP 25 27 6 7 14 23 41 -18 31
28   Sport 19 27 5 4 18 24 46 -22 23

Fase finalEditar

  Quartas de final Semifinais Final
                             
1    São Caetano 0  
8    Bahia 0  
     São Caetano 2  
     Atlético Mineiro 1  
4    Atlético Mineiro 3
5    Grêmio 0  
     São Caetano 2 0  
     Atlético Paranaense 4 1  
3    Atlético Paranaense 2  
6    São Paulo 1  
     Atlético Paranaense 3
     Fluminense 2  
2    Fluminense 3
7    Ponte Preta 2  

FinalEditar

Primeiro jogo
16 de dezembro de 2001 Atlético Paranaense   4 – 2   São Caetano Arena da Baixada, Curitiba

Ilan   4'
Alex Mineiro   55',   80',   90+2' (pen)
Mancini   31'
Marcos Paulo   53'
Público: 31.740
Árbitro:   Carlos Eugênio Simon

Atlético/PR: Flávio; Rogério Corrêa, Nem e Gustavo; Alessandro, Cocito, Adriano, Kléberson e Fabiano (Igor); Ilan (Souza) e Alex Mineiro. Técnico: Geninho.

São Caetano: Sílvio Luiz; Mancini, Daniel, Dininho e Marcos Paulo; Simão, Serginho, Adãozinho e Magrão; Esquerdinha e Anaílson (Müller). Técnico: Jair Picerni.

Segundo jogo
23 de dezembro de 2001 São Caetano   0 – 1   Atlético Paranaense Anacleto Campanella, São Caetano do Sul

Alex Mineiro   67' Público: 20.000
Árbitro:  Carlos Eugênio Simon

São Caetano: Sílvio Luiz; Mancini, Daniel, Dininho e Marcos Paulo (Müller); Simão, Serginho (Bechara), Adãozinho e Magrão; Esquerdinha (Marlon) e Anaílson. Técnico: Jair Picerni.

Atlético/PR: Flávio; Nem, Gustavo e Rogério Corrêa (Igor); Alessandro, Cocito (Pires), Adriano, Kléberson e Fabiano; Kléber (Souza) e Alex Mineiro. Técnico: Geninho.

Classificação finalEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG % Classificação ou rebaixamento
1   Atlético Paranaense 63 31 19 6 6 68 45 +23 68 Fase de grupos da Copa Libertadores de 2002
2   São Caetano 63 31 19 6 6 52 31 +21 68
3   Fluminense 54 29 15 9 5 49 34 +15 62
4   Atlético Mineiro 52 29 16 4 9 54 36 +18 60
5   Grêmio 47 28 14 5 9 39 32 +7 56 Fase de grupos da Copa Libertadores de 20021
6   Ponte Preta 47 28 13 8 7 55 51 +4 56
7   São Paulo 46 28 13 7 8 49 36 +13 55
8   Bahia 46 28 13 7 8 43 38 +5 55
9   Internacional 40 27 12 4 11 38 40 -2 49
10   Goiás 39 27 12 3 12 38 32 +6 48
11   Vasco da Gama 39 27 10 9 8 57 36 +21 48
12   Palmeiras 38 27 12 3 13 40 47 +7 47
13   Portuguesa 37 27 11 4 12 31 33 +2 46
14   Paraná 36 27 11 3 13 35 37 -2 44
15   Santos 36 27 9 9 9 37 32 +5 44
16   Vitória 36 27 9 9 9 33 37 -4 44
17   Coritiba 35 27 9 8 10 31 32 -1 43
18   Corinthians 34 27 9 7 11 46 45 +1 42
19   Guarani 33 27 9 6 12 29 45 -16 41
20   Gama 33 27 8 9 10 40 34 +6 41
21   Cruzeiro 32 27 9 5 13 36 43 -7 39
22   Juventude 30 27 6 12 9 29 37 -8 37
23   Botafogo 29 27 8 5 14 41 51 -10 36
24   Flamengo 29 27 8 5 14 25 38 -13 36 Fase de grupos da Copa Libertadores de 20021
25   Santa Cruz 27 27 7 6 14 31 50 -19 33 Rebaixados à Série B de 2002
26   América Mineiro 25 27 6 7 14 32 46 -14 31
27   Botafogo-SP 25 27 6 7 14 23 41 -18 31
28   Sport 19 27 5 4 18 24 46 -22 23

1Grêmio e Flamengo tinham vaga garantida na Copa Libertadores de 2002 por serem campeões da Copa do Brasil de 2001 e Copa dos Campeões de 2001, respectivamente.

PremiaçãoEditar

Campeonato Brasileiro de Futebol de 2001
 
Clube Atlético Paranaense
Campeão
(1° título)

Bola de Prata de 2001Editar

Os melhores jogadores do campeonato em suas posições, eleitos pela revista Placar:

  Emerson (Bahia)
  Arce (Palmeiras)  Daniel (São Caetano)  Gustavo (Atlético Paranaense)  Léo (Santos)
  Kléberson (Atlético Paranaense)  Simão (São Caetano)  Preto (Bahia)  Roger (Fluminense)
  Marques (Atlético Mineiro)  Alex Mineiro   (Atlético Paranaense)

Artilheiro:   Romário (Vasco da Gama) |  Vencedor da Bola de Ouro

Ligação externaEditar

Ver tambémEditar