Francisco Trinaldo

Francisco Trinaldo
Informações
Nascimento 24 de agosto de 1978 (41 anos)
Piauí Amarante, Piauí
Nacionalidade brasileiro
Outros nomes Massaranduba
Altura 1,75 m[1]
Peso 70 kg
Envergadura 178 cm
Modalidade Kickboxing e Submission Wrestling
Posição Canhoto
Organização(ões) Constrictor Team;
Banni Fight Club;
Evolução Thai.
Graduação      Faixa Marrom em Jiu-jitsu brasileiro
Cartel nas artes marciais mistas
Total 33
Vitórias 26
Por nocaute 9
Por finalização 5
Por decisão 12
Derrotas 7
Por finalização 3
Por decisão 4
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Francisco "Massaranduba" Trinaldo (Amarante, 24 de agosto de 1978) é um brasileiro lutador de artes marciais mistas, atualmente compete no peso-leve do Ultimate Fighting Championship. Ele já competiu no reality show The Ultimate Fighter: Brasil, também competiu em eventos nacionais como o Jungle Fight e Bitetti Combat. Trinaldo é um competidor de MMA profissional desde 2006.

Carreira no MMAEditar

BiografiaEditar

Trinaldo começou com uma carreira amadora, com um cartel de 6-1 no MMA. Ele também é campeão brasileiro de Kickboxing. Trinaldo é parceiro de treino de Paulo Thiago e Rani Yahya.[2]

Ele foi aluno do mestre Banni Cavalcanti e após se consagrar vencedor em sete lutas foi convidado e recebeu uma proposta para fazer parte da Constrictor Team, onde recebeu grandes níveis de publicidade, e em agosto de 2010 foi listado no Sherdog.com.[3]

Atuou também como professor na academia do mestre Banni Cavalcanti, a Banni Fight Club, que ficava localizada na cidade de Taguatinga, no Distrito Federal.

Trinaldo tem sua carreira dificultada por questões financeiras que impedem sua ascensão ainda mais no esporte.[3] Vindo de família humilde, Trinaldo já disse: "Às vezes não consigo treinar porque eu não tenho dinheiro para pegar um ônibus e ir para a academia".[2]

Início de CarreiraEditar

A Carreira profissional de Massaranduba começou na promoção do Fight Club Tournament, onde ganhou sua luta de abertura por decisão unânime. A luta seguida foi vencida por Nocaute Técnico devido à interrupção do córner.

Massaranduba então lutou mais duas vezes, garantindo uma vitória por finalização via triângulo e uma vitória por Nocaute Técnico devido a socos e chutes após 12 segundos.

Bitetti Combat e Jungle FightEditar

Trinaldo continuou o sucesso quando ele se juntou ao Bitetti Combat em fevereiro de 2010. Enfrentando Luiz Firmino no Bitetti Combat 6, Trinaldo dominou, travando uma chave de joelho no seu adversário mais experiente e forçando a batida.[3]

Depois disso, Massaranduba juntou-se ao Jungle Fight e enfrentou outro adversário experiente, Flavio Álvaro. No final do segundo turno, Trinaldo garantiu uma vitória por Nocaute Técnico devido a socos, levando seu cartel profissional para 6-0.[3]

Trinaldo sofreu sua primeira derrota como profissional em setembro de 2010, nas mãos de Iuri Alcântara com uma chave de braço no segundo round.[4] Massaranduba vem de quatro vitórias no Jungle Fight sobre Bruno Lobato, João Paulo, Derrick Burnsed e Adriano Martins, com o último que lhe valeu o cinturão do Jungle Fight pelos Pesos Leves.

The Ultimate FighterEditar

Em 2012, ele foi um dos 32 indicados para a primeira edição do programa The Ultimate Fighter: Brasil. Na sua luta eliminatória, venceu o também brasileiro Charles Maicon por nocaute técnico no primeiro round e garantiu sua vaga na casa do TUF.[5] Massaranduba foi um dos escolhidos para o time de Wanderlei Silva.[6]

Na tentativa de se classificar para as semifinais do programa, ele foi derrotado por Thiago Bodão por nocaute técnico (desistência) após o término do segundo round.[7]

Ultimate Fighting ChampionshipEditar

Trinaldo fez sua estréia no card preliminar do UFC 147: Silva vs. Frankin II em 23 de junho de 2012 em Belo Horizonte contra Delson Heleno, vencendo por Nocaute Técnico no primeiro round.

Trinaldo enfrentou seu compatriota Gleison Tibau em 13 de outubro de 2012 no UFC 153: Silva vs. Bonnar, no Rio de Janeiro e perdeu por decisão unânime.

Trinaldo voltou a lutar em 19 de janeiro de 2013 no UFC on FX: Belfort vs. Bisping, enfrentando C.J. Keith e em uma atuação brilhante finalizou seu adversário aos 1:50 do segundo round aplicando um triângulo de braço.

Trinaldo enfrentou Mike Rio em 18 de maio de 2013 no UFC on FX: Belfort vs. Rockhold. Ele venceu a luta por finalização no primeiro round.

Trinaldo enfrentou Piotr Hallmann em 4 de setembro de 2013 no UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader. Ele foi derrotado por finalização no segundo round.

No UFC Fight Night: Machida vs. Mousasi, Trinaldo enfrentou Jesse Ronson em 15 de fevereiro de 2014 e venceu por decisão dividida.

Em sua primeira luta fora do Brasil, no dia em 24 de maio de 2014, contra o vencedor do TUF 15 Michael Chiesa, no UFC 173, Massaranduba perdeu por decisão unânime.

Era esperado que Trinaldo enfrentasse Efrain Escudero em 13 de setembro de 2014 no UFC Fight Night: Pezão vs. Arlovski II. No entanto, Escudero foi movido para o card principal e ele enfrentou então Leandro Silva. Trinaldo venceu por decisão unânime em um luta muito equilibrada.

Na luta seguinte, Trinaldo enfrentou Akbarh Arreola em 21 de março de 2015, no UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare. Ele venceu por decisão unânime.

Massaranduba enfrentou o norte-irlandês Norman Parke, devido a uma lesão do compatriota Gilbert Burns o mesmo foi escalado em seu lugar, em 30 de Maio de 2015 no UFC Fight Night: Condit vs. Alves, em Goiânia.[8] Trinaldo venceu a luta em uma polêmica decisão dividida.

Trinaldo enfrentou Chad Laprise em 23 de agosto de 2015 no UFC Fight Night: Holloway vs. Oliveira e o venceu por nocaute técnico ainda no primeiro round.

No dia 17 de janeiro de 2016, Massaranduba foi escalado para enfrentar o maior desafio de sua carreira, o inglês Ross Pearson, no UFC Fight Night: Dillashaw vs. Cruz.[9] Ele venceu a luta por decisão unânime.

Em 14 de maio de 2016, no UFC 198: Werdum vs. Miocic, Massaranduba enfrentou o norte-americano Yancy Medeiros. Após o combate com muita trocação e superioridade, o brasileiro venceu por decisão unânime e foi premiado com o bônus de Luta da Noite.[10]

Em seguida, Massaranduba conquistou sua sétima vitória consecutiva diante do americano Paul Felder, em 24 de setembro de 2016 no UFC Fight Night: Cyborg vs. Lansberg. Ele venceu por nocaute técnico (interrupção médica), após castigar Felder com cotoveladas a luta foi encerrada devido ao corte profundo feito pelo brasileiro.[11]

Trinaldo foi escalado para enfrentar o norte-americano Kevin Lee em 11 de março de 2017 no UFC Fight Night: Belfort vs. Gastelum, sendo derrotado por finalização no segundo round, interrompendo a série de sete vitórias consecutivas do lutador brasileiro.[12]

Títulos e feitosEditar

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 26-7   Jai Herbert Nocaute Técnico (socos) UFC on ESPN: Whittaker vs. Till 25/07/2020 3 1:30   Abu Dhabi Luta em Peso Casado; Trinaldo não bateu o peso.
Vitória 25-7   John Makdessi Decisão (unânime) UFC Fight Night: Lee vs. Oliveira 14/03/2020 3 5:00   Brasília
Vitória 24-7   Bobby Green Decisão (unânime) UFC Fight Night: Błachowicz vs. Jacaré 16/11/2019 3 5:00   São Paulo
Derrota 23-7   Alexander Hernandez Decisão (unânime) UFC on ESPN: dos Anjos vs. Edwards 20/07/2019 3 5:00   San Antonio, Texas
Vitória 23-6   Evan Dunham Nocaute Técnico (joelhada no corpo) UFC Fight Night: Santos vs. Anders 22/09/2018 2 4:10   São Paulo
Derrota 22-6   James Vick Decisão (unânime) UFC Fight Night: Cowboy vs. Medeiros 18/02/2018 3 5:00   Austin, Texas
Vitória 22-5   Jim Miller Decisão (unânime) UFC Fight Night: Brunson vs. Machida 28/10/2017 3 5:00   São Paulo
Derrota 21-5   Kevin Lee Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Belfort vs. Gastelum 11/03/2017 2 3:12   Fortaleza
Vitória 21-4   Paul Felder Nocaute Técnico (interrupção médica) UFC Fight Night: Cyborg vs. Lansberg 24/09/2016 3 2:25   Brasília
Vitória 20-4   Yancy Medeiros Decisão (unânime) UFC 198: Werdum vs. Miocic 14/05/2016 3 5:00   Curitiba Luta da Noite.
Vitória 19-4   Ross Pearson Decisão (unânime) UFC Fight Night: Dillashaw vs. Cruz 17/01/2016 3 5:00   Boston, Massachusetts
Vitória 18-4   Chad Laprise Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Holloway vs. Oliveira 23/08/2015 1 2:43   Saskatoon, Saskatchewan
Vitória 17-4   Norman Parke Decisão (dividida) UFC Fight Night: Condit vs. Alves 30/05/2015 3 5:00   Goiânia
Vitória 16-4   Akbarh Arreola Decisão (unânime) UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare 21/03/2015 3 5:00   Rio de Janeiro
Vitória 15-4   Leandro Silva Decisão (unânime) UFC Fight Night: Pezão vs. Arlovski II 13/09/2014 3 5:00   Brasília
Derrota 14-4   Michael Chiesa Decisão (unânime) UFC 173: Barão vs. Dillashaw 24/05/2014 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Vitória 14-3   Jesse Ronson Decisão (dividida) UFC Fight Night: Machida vs. Mousasi 15/02/2014 3 5:00   Jaraguá do Sul
Derrota 13-3   Piotr Hallmann Finalização (kimura) UFC Fight Night: Teixeira vs. Bader 04/09/2013 2 3:50   Belo Horizonte
Vitória 13-2   Mike Rio Finalização (katagatame) UFC on FX: Belfort vs. Rockhold 18/05/2013 1 3:08   Jaraguá do Sul
Vitória 12-2   C.J. Keith Finalização (katagatame) UFC on FX: Belfort vs. Bisping 19/01/2013 2 1:50   São Paulo
Derrota 11-2   Gleison Tibau Decisão (unânime) UFC 153: Silva vs. Bonnar 13/10/2012 3 5:00   Rio de Janeiro Retorno para o Peso Leve.
Vitória 11-1   Delson Heleno Nocaute Técnico (socos) UFC 147: Silva vs. Frankin II 23/07/2012 1 4:21   Belo Horizonte Estréia no UFC. Lutou no Peso Médio.
Vitória 10-1   Adriano Martins Decisão (majoritária) Jungle Fight 30 30/07/2011 3 5:00   Belém Ganhou o Cinturão Peso Leve do Jungle Fight
Vitória 9-1   Derrick Burnsed Nocaute (soco) Jungle Fight 28 21/05/2011 2 0:54   Rio de Janeiro Ganhou o Cinturão Interino Peso Leve do Jungle Fight
Vitória 8-1   João Paulo Rodrigues de Souza Decisão (unânime) Jungle Fight 25 19/01/2011 3 5:00   Vila Velha
Vitória 7-1   Bruno Leandro Soares Lobato Finalização (katagatame) Jungle Fight 24 18/12/2010 1 2:24   Rio de Janeiro
Derrota 6-1   Iuri Alcântara Finalização (chave de braço) Jungle Fight 22 18/09/2010 2 2:24   São Paulo
Vitória 6-0   Flavio Alvaro Nocaute Técnico (socos) Jungle Fight 20 22/05/2010 2 4:01   São Paulo
Vitória 5-0   Luiz Firmino Finalização (chave de joelho) Bitetti Combat 6 25/02/2010 1 2:03   Brasília
Vitória 4-0   Junior Lava Nocaute Técnico (socos e tiros de meta) Norofight 1 08/08/2009 1 0:12   Unaí
Vitória 3-0   Marcone Bezerra Finalização (katagatame) Hero's The Jungle 2 07/04/2008 1 N/A   Manaus
Vitória 2-0   Vinicius Dohrer Nocaute Técnico (interrupção do córner) Fight Club Tournament 3 18/08/2006 2 N/A   Taguatinga
Vitória 1-0   Edval Pedroso Decisão (unânime) Fight Club Tournament 2 13/05/2006 3 5:00   Taguatinga Estreia no MMA

Referências

  1. http://www.ufc.com.br/fighter/Francisco-Trinaldo
  2. a b «Brazilian Prospect Massaranduba continues rise at Jungle Fight 20» (em inglês). Sherdog.com. 25 de maio de 2010. Consultado em 27 de junho de 2012 
  3. a b c d «The Top Prospects in MMA» (em inglês). Sherdog.com. 27 de agosto de 2010. Consultado em 27 de junho de 2012 
  4. «Jungle Fight 22» (em inglês). Sherdog.com. 18 de setembro de 2010. Consultado em 27 de junho de 2012 
  5. «Aos vencedores, a casa: confira quem garantiu vaga no TUF Brasil». Globoesporte.globo.com. 26 de março de 2012. Consultado em 27 de junho de 2012 
  6. «Técnicos do TUF Brasil escolhem os oito atletas para compor suas equipes». Globoesporte.globo.com. 2 de abril de 2012. Consultado em 27 de junho de 2012 
  7. «Bodão vence Massaranduba em luta dura e garante vaga na semifinal do TUF Brasil». Superlutas.com.br. 14 de maio de 2012. Consultado em 27 de junho de 2012 
  8. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/04/gilbert-durinho-sofre-lesao-e-deve-dar-lugar-massaranduba-em-goiania.html#atleta-francisco-massaranduba
  9. «Cópia arquivada». Consultado em 1 de novembro de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  10. http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/05/jacare-miocic-massaranduba-e-medeiros-faturam-os-premios-da-noite.html
  11. Marcelo Barone; Raphael Marinho (25 de setembro de 2016). «Pintou o 7! Massaranduba bate Felder e emplaca seu sétimo triunfo seguido». sportv.globo.com. Consultado em 4 de junho de 2017 
  12. Adriano Albuquerque; Raphael Marinho; Roberto Leite (11 de março de 2017). «Kevin Lee cumpre promessa, finaliza Massaranduba e cala arena no Ceará». sportv.globo.com. Consultado em 4 de junho de 2017 

Ligações externasEditar