Abrir menu principal

Gasolina de pirólise

Gasolina de pirólise é uma mistura de vários hidrocarbonetos aromáticos, parafinas e olefinas, similar em composição e aplicações à gasolina, originária de processo de craqueamento térmico (um processo de pirólise) a partir de frações de petróleo de moléculas mais longas e complexas, de menor consumo no mercado de solventes e combustíveis.[1][2]

Pode também ser gerada da pirólise de nafta petroquímica, sendo o produto resultante de onde são retiradas as frações mais leves (eteno, propeno e "C4" - compostos de 4 átomos de carbono, como o butano e butadieno). Posteriormente, a partir dessa fração primária, são retiradas as correntes chamadas na indústria do petróleo "C9" (com 9 átomos de carbono) e os compostos aromáticos.[3][4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. McConnel, C. F.; Head, B. D.; Academic Press, New York, 1983.
  2. Jaildes Marques Britto, Maria do Carmo Rangel; Processos avançados de oxidação de compostos fenólicos em efluentes industriais; Quím. Nova vol.31 no.1 São Paulo, 2008; doi: 10.1590/S0100-40422008000100023 - www.scielo.br
  3. Gasolina de Pirólise Arquivado em 9 de março de 2008, no Wayback Machine. - www.trabalhadorpetroleiro.org
  4. Entenda os termos relacionados com os combustíveis[ligação inativa] - www.mecanicaonline.com.br