Abrir menu principal

Geografia da Colômbia

Geografia da Colômbia
Mapa da Colômbia
Continente América do Sul
Região América Andina
Área
Posição 25.º maior
Fronteiras
Total
Países vizinhos Brasil, Venezuela, Peru, Equador e Panamá

A metade ocidental da Colômbia é dominada pelos Andes, que se dividem em três grandes cordilheiras, a Cordilheira Ocidental, a Cordilheira Central e a Cordilheira Oriental. Entre as cordilheiras estendem-se os vales dos rios Cauca e Magdalena, que fluem para as planícies de baixa altitude ao longo das costas do mar das Caraíbas. As cordilheiras albergam vulcões ocasionalmente ativos, e o ponto mais elevado é o Pico Cristóbal Colón, com 5.775 m.

A metade oriental caracteriza-se por planícies baixas, com frequência densamente florestadas, por onde correm muitos rios incluindo o Putumayo, o Yapura, o Meta e o Guaviare, que ou se dirigem para o Orinoco ou para o Amazonas.

As ilhas de San Andrés e Providencia, nas Caraíbas, e a ilha de Malpelo, no oceano Pacífico, também fazem parte da Colômbia.

O clima é tropical ao longo de ambas as costas e nas planícies orientais, ao passo que as terras altas podem ser consideravelmente mais frias. A maior cidade da Colômbia é a sua capital, Bogotá, e as outras cidades importantes são Medellín, Cali, Cartagena, Barranquilla, Ibagué, Manizales, Pasto, Pereira, Cúcuta e Bucaramanga.

Geologia e relevoEditar

 
Mapa físico da Colômbia.
 Ver artigo principal: Relevo da Colômbia

Na Colômbia, na sua extremidade norte estão os Andes que dividem-se em três ramos principais: as cordilheiras Ocidental, Central e Oriental.

A cordilheira Ocidental estende-se do Equador até a planície do mar das Antilhas, seguindo aproximadamente a linha do Pacífico. Ao sul é franqueada por íngremes camadas paleozóicas e mesozóicas. O Nevado del Cúmbal, perto da fronteira com o Equador, atinge 4.893m.

A cordilheira Central ou Quindío, a mais alta das três, é separada da Ocidental pelo vale do rio Cauca e da Oriental pelo vale do rio Magdalena, terminando em colinas baixas perto da confluência dos dois rios. Consiste principalmente em arenitos cretáceos e rochas porfiríticas. Os picos mais elevados são o Nevado del Tolima (5.620m), o Nevado del Ruiz (5.300m) e o Nevado del Huila (5.750m). O batólito de Antioquia, velho planalto peneplanizado, a uma altitude de 2.130m, constitui prolongamento setentrional da cordilheira Central.

A cordilheira Oriental, formada por dobramentos cretáceos, divide abruptamente a região montanhosa de norte e oeste das planícies baixas do interior, que compreendem metade da área total do país. Ao sul, a selva é banhada pelos rios do sistema amazônico. Os Llanos ao norte dessas planícies transmontanas, são uma região de baixadas tropicais, banhadas pelos afluentes do Orinoco.

ClimaEditar

 Ver artigo principal: Clima da Colômbia
Gráfico climático para Bogotá
JFMAMJJASOND
 
 
33
 
19
5
 
 
43
 
19
6
 
 
66
 
19
7
 
 
111
 
19
8
 
 
94
 
19
8
 
 
57
 
18
8
 
 
41
 
18
7
 
 
49
 
18
7
 
 
73
 
18
6
 
 
115
 
18
7
 
 
88
 
19
7
 
 
54
 
19
6
Temperaturas em °CPrecipitações em mm

Embora a Colômbia se situe quase inteiramente dentro da faixa tropical, o clima é modificado pela altitude e pela ação dos ventos. Temperaturas altas prevalecem nas áreas mais baixas, caracterizadas pela excessiva umidade e densas florestas. A zona subtropical compreende os vales e encostas entre 450m e 1.800m de altitude. Daí até os 3.000m encontra-se a zona temperada.

De modo geral, há duas estações anuais, o inverno, úmido, e o verão, seco. Variam, entretanto, amplamente em época e duração, segundo as diversas regiões. A área mais seca é provavelmente o extremo norte da península de La Guajira, onde a precipitação média é inferior a 250mm. A área de maior índice pluviométrico da Colômbia, e possivelmente de toda a América do Sul, é a faixa litorânea do Pacífico, sobretudo perto do divisor de águas dos rios San Juan e Atrato, onde precipitação média anual excede 10.000mm e não há estação seca.

HidrografiaEditar

 Ver artigo principal: Hidrografia da Colômbia
 
O Rio Magdalena no Departamento de Huila.

Os rios mais importantes da Colômbia são o Magdalena e seu tributário, o Cauca, que nascem no altiplano dos Andes, junto do Equador. O Magdalena deságua no mar das Antilhas, perto de Barranquilla. Aproximadamente na metade de curso de 1.528 km perde-se numa vasta rede de planaltos (ciénagas), lagos e lagoas. O Cauca, parcialmente navegável, apresenta areias auríferas que são exploradas desde 1909. O Atrato e o Sinú também correm para a costa norte e são ambos navegáveis. Entre os rios da costa do Pacífico, mais curtos, destacam-se principalmente o Truandó e o Salaqui. Dentre os rios das grandes planícies ocidentais, que deságuam no Orinoco e no Amazonas, sobressaem o Meta, o Guaviare, o Vaupés e o Caquetá.

VegetaçãoEditar

 Ver artigo principal: Vegetação da Colômbia
 
Parques Nacionais da Colômbia.

A floresta tropical recobre as encostas e vales das cordilheiras, grande parte das planícies da costa norte e a porção meridional das planícies orientais. No entanto, os produtos florestais constituem potencial econômico inexplorado, sendo numerosas as espécies de palmeiras e orquídeas. Na zona subtropical há grande variedade de frutas e a zona temperada é a região agrícola. Acima de 3.000m a vegetação é raquítica, seguida, mais acima, de espécies alpinas.

FaunaEditar

 Ver artigo principal: Fauna da Colômbia
 
Llama pacos.

A fauna amazônica estende-se à floresta colombiana, havendo preguiças, tamanduás, sarigüês e várias espécies de macacos. Os maiores herbívoros são as antas, duas espécies de pecaris, cutias, alpacas e veados. Os principais carnívoros são o puma, a onça e o quati. Conhecem-se mais de 1.500 espécies e subespécies de pássaros, sendo abundantes os tucanos. A fauna de répteis e insetos é ríquissima, sendo comuns o crocodilo americano e o jacaré.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • ALBUQUERQUE, Manoel Maurício de; COLÔMBIA. In: Enciclopédia Barsa. São Paulo: Encyclopædia Britannica do Brasil Publicações, 1994. v. 5. p. 400-401.

Ligações externasEditar