Gestão Tarso Genro no governo do Rio Grande do Sul

Governo Tarso Genro
 Rio Grande do Sul
{{{alt}}}
Tipo Governo estadual
Legislatura 53.ª Legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul
Vice-governador Beto Grill
37.º Governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro
Eleição Eleição estadual de 2010
Mandato
Período 2011 - 2015
Início 1 de janeiro de 2011
Fim 1 de janeiro de 2015
Composição
Partido PT
Oposição PSDB
Sítio oficial
www.estado.rs.gov.br
Histórico
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png Yeda Crusius Brasão do Rio Grande do Sul.svg Sartori Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Governo Tarso Genro, também chamado de Gestão Tarso Genro no governo do Rio Grande do Sul tendo ínicio em 1º de janeiro de 2011 e acabando em 1º de janeiro de 2015. O ex-ministro Tarso Genro foi eleito 37.º Governador do Rio Grande do Sul com 53,95% no primeiro turno das eleições estaduais no Rio Grande do Sul em 2010, derrotando a incumbente governadora Yeda Crusius. Sua eleição marcou o retorno do Partido dos Trabalhadores ao executivo estadual gaúcho.

AntecedentesEditar

Governo Yeda CrusiusEditar

Nas eleições estaduais em 2006, Yeda Crusius do Partido da Social Democracia Brasileira foi eleita governadora do Rio Grande do Sul, derrotando o ex-governador petista Olívio Dutra. A tucana foi eleita na promessa de "choque de gestão" com cortes agressivos no déficit estadual, que já durava 30 anos, por meio de redução de despesas e reestruturação da máquina pública.[1] O mandato dela foi marcado por controvérsias, como a proposta de aumento no ICMS (algo que havia criticado na campanha e foi rejeitado pela Assembleia Estadual), algo que levou a saída prematura do Democratas e de três secretários de estado do governo, embora ela conseguiu transformar o déficit profundo num superávit no seu segundo ano de governo, as acusações de corrupção e os constantes ataques de partidos de oposição como o PT fez a Yeda se tornar muito impopular entre a população.[2][3]

Eleições EstaduaisEditar

Nas Eleições estaduais em 2010, Tarso Genro foi escolhido como o candidato petista pela coligação "É pra frente que se anda" recebendo o apoio do Partido Socialista Brasileiro, Partido da República e o Partido Comunista do Brasil, a Yeda também buscou reeleição pela coligação Confirma Rio Grande. No primeiro turno, Tarso foi eleito com mais da metade dos votos, se tornando o 37º Governador do Rio Grande do Sul, com a Yeda ficando em terceiro lugar, atrás de José Fogaça do PMDB.[4]

SecretariadoEditar

Na posse, o gabinete de Tarso Genro foi composto dos seguinte secretários:

      PT (12) /       Independente (8) /       PTB (3) /       PDT (3) /       PSB (2) /       PCdoB (2)

Secretários de Tarso Genro[5][6]
Pasta Incumbente Partido Mandato
Administração e Recursos Humanos Stela Farias   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Agricultura, Pecuária e Agronegócio Luiz Fernando Mainardi   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Ciência e Tecnologia Cleber Cristiano Prodanov   Independente 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Cultura Luiz Antonio de Assis Brasil   Independente 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo Ivar Pavan   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa Maurício Alexandre Dziedricki   Partido Trabalhista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Educação José Clóvis de Azevedo   Independente 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Esporte e Lazer Kalil Sehbe Neto   Partido Democrático Trabalhista 1 de janeiro de 2011 - 20 de dezembro de 2013
Fazenda Odir Alberto Pinheiro Tonollier   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Habitação e Saneamento Marcel Martins Frison   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Infraestrutura e Logística Beto Albuquerque   Partido Socialista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 -
Justiça e Direitos Humanos Fabiano Pereira   Partido Socialista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Meio Ambiente Jussara Cony   Partido Comunista do Brasil 1 de janeiro de 2011 - 4 de abril de 2012
Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano Luiz Carlos Busato   Partido Trabalhista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 - 19 de março de 2014
Política para Mulheres Márcia Elisângela Américo Santana   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 -
Saúde Ciro Simoni   Partido Democrático Trabalhista 1 de janeiro de 2011 - 20 de dezembro de 2013
Segurança Pública Airton Aloisio Michels   Independente 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Trabalho e Desenvolvimento Social Luís Augusto Lara   Partido Trabalhista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Turismo Dilce Abgail Rodrigues Pereira   Partido Comunista do Brasil 1 de janeiro de 2011 - 20 de março de 2014
Órgãos Ligados ao Governador
Pasta Incumbente Partido Mandato
Brigada Militar Sérgio Roberto de Abreu   Independente 1 de janeiro de 2011 -
Casa Civil Carlos Pestana Neto   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Casa Militar Leandro Ribeiro Fonseca   Independente 1 de janeiro de 2011 -
Comunicação e Inclusão Digital Vera Maria Spolidoro de Cuadrado   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 -
Conselho de Desenvolvimento Social e Econômico Marcelo Danéris   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Desenvolvimento e Promoção de Investimento Mauro Knijnik   Independente 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Gabinete de Prefeitos e Relações Federativas Afonso Antunes da Motta   Partido Democrático Trabalhista 1 de janeiro de 2011 -
Governo Estilac Xavier   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 -
Planejamento, Gestão e Participação Cidadã João Constantino Pavani Motta   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015
Polícia Civil Ranolfo Vieira Júnior   Independente/Partido Trabalhista Brasileiro 1 de janeiro de 2011 -
Procurador-geral do Estado Carlos Henrique Kaipper   Partido dos Trabalhadores 1 de janeiro de 2011 - 1 de janeiro de 2015

Referências

  1. «G1 > Eleições 2006 - NOTÍCIAS - Yeda Crusius será a primeira mulher a governar o RS». g1.globo.com. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  2. «G1 > Política - NOTÍCIAS - Yeda tira do governo do RS o PFL, partido do vice». g1.globo.com. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  3. «'Impopular é não poder pagar a folha em dia. Isso eu já assumi' - Política». Estadão. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  4. G1, Thiago GuimarãesDo; Alegre, em Porto (3 de outubro de 2010). «Tarso é eleito governador do RS». Eleições 2010. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  5. «Diário Oficial do Rio Grande do Sul 01/01/2011». Governo do Rio Grande do Sul. 1 de janeiro de 2011. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  6. «Diário Oficial do Rio Grande do Sul 01/01/2015». Governo do Rio Grande do Sul. 1 de janeiro de 2015. Consultado em 29 de fevereiro de 2020