Glauber o Filme, Labirinto do Brasil

filme de 2003 dirigido por Silvio Tendler
Glauber o Filme, Labirinto do Brasil
2003 •  98 min 
Direção Sílvio Tendler
Roteiro Sílvio Tendler
Género documentário
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Glauber o Filme, Labirinto do Brasil é um filme documentário brasileiro de 2003, dirigido por Sílvio Tendler.[1]

Glauber o Filme redescobre o cinema e as ideias do cineasta brasileiro Glauber Rocha. O filme causou furor no Festival de Brasília, levando a uma maior procura dos filmes de Glauber.[2]

O documentário aumentou o interesse na obra de Glauber Rocha.

SinopseEditar

O filme é uma homenagem ao cineasta Glauber Rocha, partindo de seu funeral - gravado pelo próprio diretor, em filmagens que ficaram guardadas por vinte anos a pedido da mãe de Glauber, Lúcia Rocha - e seguindo para depoimento de amigos, colegas de trabalho e familiares sobre ele.

ElencoEditar

Participam do documentário, em filmagens e/ou depoimentos:

Jards Macalé, Jorge Amado, Cacá Diegues e Norma Bengell são alguns dos que aparecem no documentário.

CríticaEditar

Marcelo Hessel, do Omelete, é elogioso ao tom do filme, que beira a mitificação do cineasta, mesmo com controvérsias. Ao final da obra, ele comenta que o poder cativante da vida de Glauber torna todo o tendenciosismo aceitável, ignorando certas polêmicas em prol da emoção - o crítico sugere que Rocha que voa, documentário feito pelo filho de Glauber, Eryk Rocha, no ano anterior, seja mais adequado se o espectador procura uma visão mais realista.[3]

PrêmiosEditar

Seleção Oficial do Festival de Cannes (2004) - "Hor concours"

Festival de Cinema de Brasília (2003):

  • Melhor filme pelo júri popular,
  • Prêmio da crítica e dos pesquisadores.

Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá (2004):

  • Melhor produção;
  • Melhor roteiro;

Exibição na Mostra do Cinema Brasileiro na América Latina, Festival de Trieste na Itália e Mostra do Amanhã em Roma e Padova, na Itália.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Glauber o Filme, Labirinto do Brasil, acesso em 21 de julho de 2016.
  2. «Glauber o Filme, Labirinto do Brasil». Cinemateca Brasileira. Consultado em 6 de agosto de 2020 
  3. «Glauber o Filme, Labirinto do Brasil | Crítica». Omelete. 4 de março de 2004. Consultado em 6 de agosto de 2020 

Ligações externasEditar