Grande Polônia (voivodia)

voivodia localizada no centro-oeste da Polônia
Disambig grey.svg Nota: Se procura a região histórica, veja Grande Polônia.

Voivodia da Grande Polônia - uma voivodia criada em 1999 no centro-oeste da Polônia, na Região dos Lagos da Grande Polônia e na Planície do Sudoeste, na bacia do médio Varta; é dividida em 4 cidades com direitos de condado, 31 condados e 226 comunas, habitadas por cerca de 3,5 milhões de pessoas (30 de junho de 2020)[1]; a sede das autoridades do autogoverno do voivoda e da voivodia é Poznań.

Voivodia da Grande Polônia
Województwo wielkopolskie
Brasão Bandeira de Voivodia da Grande Polônia Województwo wielkopolskie
Voivodia da Grande Polônia Województwo wielkopolskie no mapa da Polônia
Capital
habitantes
Poznań
532 048 hab.(31/12/2020)[1]
Voivoda Michał Zieliński
Marechal Marek Woźniak
Área (2020) 29 826,51 km²
População 3 496 450[1] hab.
(31 de dezembro de 2020)
Densidade pop 117 hab/km²
Urbanização 55,2%
Matrículas P
TERYT: 30 ISO: PL-WP
Voivodia da Grande Polônia Województwo wielkopolskie
Condados urbanos 4
rurais 31
Comunas urbanas 19
urbana-rurais 94
rurais 113

al. Niepodległości 16/18
461-713 Poznań

Site Oficial

A voivodia da Grande Polônia ocupa o segundo lugar no país em termos de área e o terceiro em termos de população.

A voivodia inclui a aglomeração de Kalisz-Ostrów e a aglomeração de Poznań, bem como o Distrito Industrial de Kalisz, a bacia de linhito de Konin e o Distrito Industrial de Poznań.

HistóriaEditar

 
Voivodias de 1975-1998 com a fronteira da atual voivodia da Grande Polônia

A voivodia da Grande Polônia foi criada em 1 de janeiro de 1999 a partir das voivodias da divisão administrativa anterior:

GeografiaEditar

 
Mapa físico da voivodia

Segundo dados de 1 de janeiro de 2014, a área da voivodia era de 29 826,50 km², o que corresponde a 9,5% da área da Polônia.[2] A Grande Polônia é a segunda maior voivodia da Polônia (depois da voivodia da Mazóvia).

Localização administrativaEditar

A voivodia está localizada no centro-oeste da Polônia e faz fronteira com as seguintes voivodias:[3]

Localização históricaEditar

A voivodia da Grande Polônia não pode ser inequivocamente identificada com a histórica Grande Polônia,[4] pois atualmente não inclui, entre outros:[5]

A voivodia inclui, entre outros:[6]

GeomorfologiaEditar

O relevo da voivodia da Grande Polônia, as condições geológicas e do solo foram moldadas por duas glaciações:

  • Através da glaciação do Báltico nas partes norte e central, onde a área é de baixa altitude, existem numerosos lagos na Região dos Lagos da Pomerânia, Poznań e Gniezno,
  • Pela glaciação da Polônia Central na parte sul, onde há relevo menos variado e sem lagos.

TopografiaEditar

No sentido norte-sul, a voivodia se estende por 284 km, ou seja, 2°33′08″. No sentido leste-oeste, ela se estende por 228 km, o que na medida angular equivale a 3°19′44″.

Coordenadas geográficas dos pontos extremos:

O ponto mais alto é o topo de Kobyla Góra - 284 m acima do nível do mar.

Recursos hídricosEditar

 
Região dos Lagos da Grande Polônia

A região da Grande Polônia está situada na bacia do rio Óder, sendo 88% de sua área drenada pelo sistema da bacia do rio Varta e os 12% restantes pelos sistemas de cursos de água dos rios Barycz, Krzycki Rów e Obrzyca. A qualidade das águas dos rios é principalmente ruim ou péssima, mas sua condição está melhorando gradualmente.

Existem aproximadamente 800 lagos nos distritos lacustres do norte e centro da região, incluindo 58% com área de até 10 hectares e 8% com área de mais de 100 hectares. O maior lago é o lago Powidzkie - 10,36 km², que faz parte da Região dos Lagos de Gniezno.

ClimaEditar

A Grande Polônia é uma das regiões mais quentes e secas da Polônia.[7] As massas de ar do mar polar predominam, o que torna os verões mais frios e os invernos mais amenos do que na parte oriental, mais continental do país. Ventos de oeste com velocidade de 2,5 a 3,5 m/s prevalecem.[7]

A pressão atmosférica média anual na região é de cerca de 1005 hPa; a temperatura média anual é de cerca de 8,2 °C, em direção ao norte cai para cerca de 7,6 °C, e nos extremos sul e oeste atinge cerca de 8,5 °C.[7] Os extremos de temperatura na Grande Polônia variam de +38 °C no verão a −30 °C no inverno.[7] Temperaturas mais baixas ocorrem em habitats localizados em vales de rios, especialmente em prados e campos cultivados como resultado, entre outros, do aumento da evapotranspiração.[7]

A parte do ano em que a vegetação pode florescer devido à umidade e calor suficientes é uma das mais longas na Polônia, seu início, caindo por volta de 28 de março, começa no oeste da Grande Polônia.[7] Na planície do Sudoeste dura cerca de 228 dias, e na parte norte é de cerca de 216 dias.[7]

A precipitação anual varia de 500 a 550 mm.[7] Ela é caracterizada por irregularidades ao longo do ano e um claro déficit de chuvas no leste da Grande Polônia.[7] Característica para o clima da Grande Polônia é a ocorrência frequente, mas irregular, de períodos sem chuva, que têm um impacto negativo no desenvolvimento das plantas.[7] A duração média da cobertura de neve é de 51 a 57 dias.[7]

A umidade relativa média do ar na Grande Polônia é de 78%; as maiores deficiências são, entre outras, em ambiente urbano.[7]

Recursos naturaisEditar

 
Mina de carvão "Konin"

Os depósitos de linhito são explorados na área de Konin, Turek e Koło (KWB "Konin" e KWB "Adamów"), são a base para a indústria de energia (o Complexo da Usina Elétrica Pątnów-Adamów-Konin alimentado com linhito produz mais de 10% da eletricidade doméstica). Existem também quantidades significativas de depósitos de turfa, estima-se que existam 886 mil hectares deles com uma espessura média de 1,5 m. Foram descobertos depósitos desta matéria-prima de importância terapêutica - lama em Błażejewo, Ławica e Mechnacz. Além disso, depósitos de linhito muito grandes foram descobertos perto de Kościan. No entanto, eles não são explorados atualmente e provavelmente devido à onerosa adaptação dessas áreas para a construção das minas e a necessidade de realocar milhares de pessoas, nunca serão.

O sal-gema é intensamente explorado na mina de sal de Kłodawa (cerca de 20% da produção nacional). Ricos depósitos de gesso são extraídos em Wapno.

SolosEditar

Solos pobres desenvolvidos sobre areias, com nível de lixiviação de cal clara e nível de esbranquiçamento marrom ferrugem no perfil, constituem 60% da área, e solos de clima temperado caracterizados pelo deslocamento de partículas argilosas no perfil pela água da chuva e solos geralmente férteis com um perfil tripartido - 20%, os restantes são principalmente solos de zonas úmidas (turfa, lama de rio).

FlorestasEditar

De acordo com dados de 31 de dezembro de 2012 na voivodia da Grande Polônia, as florestas cobriam uma área de 766,2 mil hectares, que constituía 25,7% de sua área. 5,0 mil hectares de florestas estavam dentro dos parques nacionais.[8]

DemografiaEditar

De acordo com os dados de 30 de junho de 2020, a voivodia da Grande Polônia tinha 3 500 361 habitantes, o que representava 9,0% da população polonesa.[1] A Grande Polônia é a terceira voivodia em termos de população na Polônia.

Dados em 30 de junho de 2020:[1]

Descrição Total Mulheres Homens
unidade pessoas % pessoas % pessoas %
população 3 500 361 100 1 797 406 51 1 702 955 49
área 29 826,51 km²
densidade populacional
(hab./km²)
117 60 57
  • Pirâmide etária dos habitantes da voivodia da Grande Polônia em 2014.[1]

 

Podział administracyjnyEditar

Cidades com direitos de condado
Brasão Cidade com direitos condado População
(30 de junho de 2020)[1]
Área
[km²]
Densidade populacional
[hab./km²]
Despesas do orçamento de 2018[9] [milhões de PLN] Receitas do orçamento de 2018[10] [milhões de PLN] Dívida do governo local em relação à receita de 2018[11] [%] Taxa média de desemprego
(1 de janeiro de 2018)[12]
  Kalisz 99 761 69,42 1437 666,096 596,705 31,55% 3,2%
  Konin 73 176 82,20 890 561,101 537,521 23,52% 8,0%
  Leszno 63 323 31,9 1985 457,197 422,382 39,52% 4,1%
  Poznań 533 830 261,85 2039 3 775,364 3 598,878 29,90% 1,5%
Condados
Brasão Condado Sede do condado População
(30 de junho de 2020)[1]
Área
[km²]
Densidade populacional
[hab./km²]
Urbanização
[%]
Despesas do orçamento de 2018[9] [milhões de PLN] Receitas do orçamento de 2018[10] [milhões de PLN] Dívida do governo local em relação à receita de 2018[11] [%] Taxa média de desemprego
(1 de janeiro de 2018)[12]
  Chodzież Chodzież 46 955 680,58 69 58,5 53,152 52,875 19,18% 7,8%
  Czarnków-Trzcianka Czarnków 86 868 1808,19 48 46,4 105,089 92,874 13,11% 5,2%
  Gniezno Gniezno 145 393 1254,34 116 63,9 196,345 148,821 14,81% 6,4%
  Gostyń Gostyń 75 907 810,34 94 42 84,419 82,536 34,87% 6,2%
  Grodzisk Grodzisk Wielkopolski 51 940 643,72 81 38 48,111 42,581 32,00% 4,5%
  Jarocin Jarocin 71 507 587,7 122 39,65 96,039 79,215 16,36% 5,2%
  Kalisz Kalisz 83 035 1160,02 72 1,9 97,904 80,973 7,71% 2,9%
  Kępno Kępno 56 428 600,39 94 26,3 69,310 64,863 34,31% 2,0%
  Koło Koło 86 473 1011,03 86 37,9 97,379 88,055 6,84% 6,6%
  Konin Konin 130 005 1578,71 82 14,1 117,237 107,199 16,04% 11,3%
  Kościan Kościan 79 114 722,53 109 46,5 99,392 92,692 26,98% 3,8%
  Krotoszyn Krotoszyn 77 182 714,23 108 60,2 119,622 97,243 30,59% 4,2%
  Leszno Leszno 57 544 804,65 72 9,3 87,996 78,797 3,4%
  Międzychód Międzychód 36 686 736,66 50 46,4 55,688 52,350 4,58% 5,0%
  Nowy Tomyśl Nowy Tomyśl 75 675 1011,67 75 47,3 83,500 68,211 18,29% 2,5%
  Oborniki Oborniki 59 826 712,65 84 50,8 58,669 53,948 25,34% 4,0%
  Ostrów Ostrów Wielkopolski 161 581 1160,65 139 53 182,392 172,514 31,16% 3,3%
  Ostrzeszów Ostrzeszów 55 436 772,37 72 33,1 67,259 66,464 4,73% 4,9%
  Piła Piła 135 928 1267,1 107 65,1 169,853 159,833 28,36% 5,3%
  Pleszew Pleszew 62 962 711,91 88 28,2 83,535 82,435 47,98% 3,9%
  Poznań Poznań 403 417 1899,61 212 40,1 424,510 376,260 5,64% 1,8%
  Rawicz Rawicz 60 233 553,23 109 48,6 61,971 60,708 12,77% 4,9%
  Słupca Słupca 59 029 837,91 70 28,9 84,891 70,017 23,49% 8,8%
  Szamotuły Szamotuły 91 720 1119,55 82 48,4 95,029 84,444 18,10% 4,0%
  Środa Środa Wielkopolska 59 033 623,18 95 35,3 86,575 76,119 36,29% 6,7%
  Śrem Śrem 61 455 574,41 107 57,6 172,586 67,142 16,15% 2,6%
  Turek Turek 83 818 929,4 90 40 104,696 97,394 5,13% 4,7%
  Wągrowiec Wągrowiec 70 216 1040,8 67 47,2 111,466 87,362 16,73% 6,9%
  Wolsztyn Wolsztyn 57 534 680,03 85 24,1 68,845 63,385 25,63% 1,8%
  Września Września 78 089 704,19 111 52,4 131,235 102,311 6,59% 4,1%
  Złotów Złotów 69 282 1660,91 42 49,9 70,234 71,534 26,74% 8,6%

Administração e políticaEditar

 
Entrada para o gabinete da voivodia da Grande Polônia em Poznań

Autogoverno da voivodiaEditar

O órgão decisório do governo local é o Seymik da Voivodia da Grande Polônia, composto por 39 conselheiros. A sede do conselho da voivodia é Poznań. O Sejmik elege o órgão executivo do governo local, que é o conselho da voivodia, composto por 5 membros com seu presidente, o marechal.

Em 2012, o emprego médio da administração do governo autônomo da voivodia foi de 1 816 pessoas.[13]

Distribuição de cadeiras no Sejmik da voivodia da Grande Polônia (2018)[14]
Comissão Eleitoral Número de vereadores
KKW Plataforma de Coalizão Cívica Moderna
15 / 39
KW Lei e Justiça
13 / 39
KW Partido Popular Polonês
7 / 39
KKW SLD Juntos
3 / 39
KWW Funcionários independentes do governo local
1 / 39

Administração estatalEditar

Em 2012, o emprego médio da administração estatal na voivodia foi de 11 488 pessoas[13].

O órgão de administração do governo é o voivoda da Grande Polônia, nomeado pelo primeiro-ministro da Polônia. A sede do voivoda é Poznań,[15] onde se encontra o Gabinete da Grande Polônia em Poznań. Existem também 4 filiais dentro do gabinete: em Kalisz, Konin, Leszno e Piła.

O âmbito das atividades das delegações dos gabinetes da voivodia:[16]

  • Delegação em Kalisz nos seguintes condados: Jarociński, Kaliski, Kępiński, Krotoszyński, Ostrów, Ostrzeszów, Pleszewski e na cidade de Kalisz;
  • Delegação em Konin nos seguintes condados: Koło, Konin, Słupca, Turek e na cidade de Konin;
  • Delegação em Leszno nos seguintes condados: Gostyński, Grodziski, Kościan, Leszno, Rawicki, Wolsztyn e na cidade de Leszno;
  • Delegação em Piła nos seguintes condados: Chodzieski, Czarnków-Trzcianecki, Piła, Wągrowiec e Złotów.

Preservação da naturezaEditar

 
Monumento natural - Carvalho Sokół em Giewartów

Situação em 2005:

  • 1 parque nacional (Parque Nacional da Grande Polônia) e um fragmento do Parque Nacional Drawieński,
  • 12 parques paisagísticos, incluindo 3 parques transfronteiriços com uma área total de 174 569,88 hectares, são eles: Park Lednicki, Sierakowski, Pszczewski, Przemęcki, Powidzki, Puszcza Zielonka, Rogaliński, Promno, Gen. Dezydery Chłapowski, Żerkowsko-Czeszewski, Nadwarciański, Vale Barycz,
  • 96 reservas naturais com uma área total de 5 632 hectares,
  • 32 áreas de paisagem protegida (906 289 hectares),
  • 88 terrenos ecológicos,
  • 48 áreas selecionadas para proteção na Rede Natura 2000,
  • 3 601 monumentos da natureza.

Áreas legalmente protegidas: 932,6 mil ha. (9,0% da área legalmente protegida do país) incluindo áreas de paisagem protegida - 78,9%, parques paisagísticos - 18,5%, parques nacionais - 0,9%, reservas naturais - 0,6%.

EconomiaEditar

 
Cervejarias Lech da Grande Polônia

Em 2012, o produto interno bruto da voivodia da Grande Polônia totalizou 154,2 bilhões de PLN, o que representou 9,5% do PIB da Polônia. O produto interno bruto per capita foi de 44,6 mil PLN (106,3% da média nacional), o que colocou a Grande Polônia em terceiro lugar em relação a outras voivodias.[17]

O salário médio mensal de um residente da voivodia no terceiro trimestre de 2011 ascendeu para 3 353,16 PLN, o que a colocou no 6.º lugar em relação a todas as voivodias.[18]

No final de março de 2012, o número de desempregados registrados na voivodia ascendia a cerca de 148,6 mil habitantes, o que representa uma taxa de desemprego de 10,0% para os economicamente ativos.[19]

Segundo os dados de 2013, 8,5% dos habitantes em domicílios da voivodia teve despesas abaixo da linha de extrema pobreza (ou seja, abaixo do mínimo de subsistência).[20]

Em 2010, a venda da produção da indústria na voivodia totalizou 103,8 bilhões de PLN, o que constituiu 10,5% da produção da indústria polonesa. As vendas da produção de construção e montagem na Grande Polônia ascenderam a 15,2 milhões de PLN, o que representou 9,5% das vendas da Polónia.[21]

Em 2013, o orçamento da voivodia fechou com receitas de 1 170 milhões de PLN e despesas de 1 385 milhões de PLN. A dívida do governo local no final de 2013 ascendia a PLN 441,0 milhões, o que representava 37,67% das receitas da voivodia.[22][23]

Emprego na voivodia da Grande Polônia por local de trabalho e tipo de atividade em 2012[24]
Atividade e local de trabalho Número de
empregados [mil]
Porcentagem de
empregados
Agricultura, silvicultura, caça e pesca 212,8 15,67%
Indústria 332,8 24,51%
Construção 91,7 6,75%
Comércio; reparação de veículos automóveis 226,8 16,70%
Gestão de transportes e armazéns 75,4 5,55%
Hospedagem e gastronomia 21,1 1,55%
Informação e comunicação 21,5 1,58%
Atividades financeiras e de seguros 27,3 2,01%
Serviços do mercado imobiliário 16,0 1,18%
Atividade profissional, científica e técnica 48,4 3,57%
Atividades administrativas e de apoio 40,1 2,95%
Administração pública e defesa nacional; segurança social obrigatória 48,3 3,56%
Educação 101,7 7,49%
Saúde e assistência social 63,5 4,67%
Artes, entretenimento e recreação 11,0 0,81%
Outras atividades de serviço 19,4 1,43%
Total (Σ) 1358,0 100%

TransportesEditar

 
Autostrada A2 – trevo "Krzesiny" (Poznań-Nowe Miasto)
 
Estação ferroviária Poznań Główny do lado das plataformas

Várias vias de comunicação se cruzam na Grande Polônia. A rota da Europa Ocidental para a Rússia passa por Poznań e Konin. Uma rota internacional vai para o sul de Gdansk através de Poznań e Leszno até Praga e mais ao sul da Europa. A autoestrada A2 foi construída aqui, e vai da fronteira ocidental através de Poznań e Varsóvia até Moscou.

Os principais cruzamentos ferroviários na voivodia são: Poznań, Piła, Ostrów Wielkopolski e Leszno. Os trens EuroCity circulam entre Varsóvia e Berlim, que fornecem comunicação rápida entre Poznań e Berlim. Esta rota foi a primeira na Polônia a ser adaptada ao sistema europeu de transporte rápido.

O aeroporto internacional Poznań-Ławica está localizado em Poznań.

O aeródromo pós-militar com uma longa pista de concreto está localizado em Piła. Em Michałków, cerca de 5 km ao norte de Ostrów Wielkopolski, há um aeroporto esportivo do Aeroklub Ostrowski. O aeroporto tem uma pista curta e endurecida e uma pista de pouso gramada, de modo que apenas aviões pequenos podem pousar lá. Pequenos aviões também podem pousar no aeroporto de planadores em Leszno.

Transporte rodoviárioEditar

Estradas nacionais na voivodia da Grande Polônia[25][26]
Estrada Trecho Comprimento atual na voivodia Observações
fronteira do país com a Alemanha   – Świecko – PoznańŁódźVarsóvia (trevo „Konotopa”) – ... – Varsóvia (trevo „Lubelska”) – Biała Podlaska – Kukuryki – fronteira do país com a Bielorrússia   210 km Trecho existente: TrzcielDąbie
  (Ostróda) – GrudziądzBydgoszczPoznańLeszno – autoestrada A8 (Breslávia)
158 km Em operação:
  • trecho Poznań Leste – Mieleszyn (fronteira da voivodia)
  • trecho Poznań Oeste – fronteira da voivodia
Breslávia (Psie Pole) – KępnoSieradz – autoestrada A1 (Łódź) – ... – A1 (Piotrków Trybunalski) – Rawa MazowieckaVarsóviaOstrów MazowieckaZambrówChoroszcz via expressa S19 cerca de 24 km Trecho existente: SycówKępno
  (Szczecin) – PiłaBydgoszczToruń – via expressa S7 (Płońsk)
7,8 km Em operação: desvio em Wyrzysk
KoszalinPiłaPoznańOstrów WielkopolskiTarnowskie Góry – autoestrada A1 ? km Em operação:
  • desvio ocidental de Poznań,
  • trecho Poznań Krzesiny (autoestrada A2) – Kórnik,
  • desvio Jarocina,
  • anel viário de Ostrów Wielkopolski,
  • anel viário de Kępno
fronteira do país com a Alemanha   – Lubieszyn – SzczecinStargardWałczPiła – Pawłówek – Białe Błota – Wypaleniska – Przyłubie – ToruńLipnoSierpcDrobinPłońsk ?
KołobrzegKoszalinPiłaPoznańPleszewOstrów WielkopolskiKępnoBytom ?
fronteira do país com a Alemanha  Łęknica – estrada nacional n.º 3 (entroncamento "Głogów Oeste") – GłogówLesznoPleszewKaliszSieradzPiotrków TrybunalskiSulejówRadom – Zwoleń – PuławyLublin – Dorohusk – fronteira do país com a Alemanha   155 km Antiga estrada nacional n.º 2
TrzebnicaKrotoszynJarocinWrześniaGnieznoStrzelnoInowrocławToruńOstróda 187 km
fronteira do país com a Alemanha  Kostrzyn nad OdrąGorzów WielkopolskiWałczCzłuchówStarogard GdańskiMalborkElbląg – Grzechotki – fronteira do país com a Rússia   36,6 km
Pniewy – Gorzyń – Skwierzyna – Wałdowice 30 km
BoboliceBydgoszczInowrocławStrzelnoKoninKaliszOstrów WielkopolskiOleśnica 149 km
fronteira do país com a Alemanha   – Gubinek – Zielona GóraSulechówWolsztynGrodzisk WielkopolskiStęszew 65,3 km
ProchowiceLubinRawiczKrotoszynOstrów Wielkopolski 78,6 km
Łagiewniki – StrzelinBrzegNamysłówKępno 24,1 km
KoninTurekŁódźRawa Mazowiecka 48,6 km
TurekSieradz 25,6 km
  RzepinŚwiebodzinTrzcielPniewyPoznańWrześniaSłupcaKoninKołoKutnoŁowiczVarsóvia – ... – Mińsk Mazowiecki
244,5 km

... – sem continuidade na estrada

Material circulante ferroviárioEditar

A voivodia da Grande Polônia possui 73 veículos ferroviários, incluindo 44 unidades múltiplas elétricas, 27 unidades múltiplas a diesel e ônibus ferroviários, adquiridos pelo Gabinete do Marechal e pela transportadora do governo local Koleje Wielkopolskie. As transportadoras que operam o material circulante pertencente à voivodia da Grande Polônia são Koleje Wielkopolskie e Polregio, que operam três SA108 pertencentes à Prefeitura.

Em 21 de outubro de 2021, Koleje Wielkopolskie decidiu comprar mais dois 36WEhd sob o direito de opção. Sua entrega deve ocorrer no outono de 2023.[27]

Série Tipo Número Quantidade Fabricante Propriedade Utilizador Fonte
EN57AKW Pafawag 5B/6B 1025, 1031, 1062, 1412, 1413, 1434, 1502 7 Pafawag UM Koleje Wielkopolskie
EN57AL Pafawag 5B/6B 1027, 1061, 1141, 1804, 1805 5 Pafawag UM Koleje Wielkopolskie [28]
EN76 22WEa 026 ÷ 047 22 Pesa UM Koleje Wielkopolskie [28]
48WE 001 ÷ 010 10 Pesa Koleje Wielkopolskie
48WEb 019 ÷ 023 5 Pesa Koleje Wielkopolskie [29][30][31]
SA105 213M 001 ÷ 002 2 ZNTK Poznań UM Koleje Wielkopolskie [32]
SA108 215M 001 ÷ 003, 010 4 ZNTK Poznań UM Koleje Wielkopolskie [28]
SA108 215M 004 ÷ 005, 007 3 ZNTK Poznań UM Polregio
SA132 218Ma 001, 003 ÷ 004, 008 ÷ 011, 013 ÷ 015 10[a] Pesa UM Koleje Wielkopolskie [28][33][34]
SA134 218Md 008, 010 2 Pesa UM Koleje Wielkopolskie [28]
SA139 223M 007 ÷ 009 3 Pesa UM Koleje Wielkopolskie [35][34][36][37]
36WEhd 003 ÷ 006 4 z 6 Newag Koleje Wielkopolskie [38][39][27]

Transporte aéreoEditar

Ciência e educaçãoEditar

 
Estudantes na Universidade Adam Mickiewicz em Poznań – UAM

Em 2012, havia 39 universidades na voivodia da Grande Polônia, com 159,4 mil estudantes. A maior universidade é a Universidade Adam Mickiewicz em Poznań, onde, de acordo com os dados de 31 de dezembro de 2020, 37 116 pessoas estudaram.[41]

Segurança PúblicaEditar

Existe um centro de atendimento de emergência em Poznań, que lida com notificações de emergência para os números de emergência 112, 997, 998 e 999.[42]

ReligiãoEditar

As seguintes denominações atuam na voivodia: Igreja Católica, Igreja Católica grega na Polônia, Igreja Católica Polonesa na República da Polônia, Igreja Ortodoxa Autocéfala Polonesa, Igreja Evangélica de Augsburgo na Polônia, Igreja dos Cristãos Batista na Polônia, Igreja dos Cristãos Evangélicos na Polônia, Igreja de Cristo na Polônia, Igreja Pentecostal na Polônia, Comunidade Pentecostal Cristã, Igreja de Deus em Cristo, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Testemunhas de Jeová, Movimento Missionário Secular "Epifania", Associação de Estudantes Livres da Bíblia, Associação Budista da Linhagem Karma Kagyu, Capital do Divino e do Cordeiro e Unitaristas.

NotasEditar

  1. A unidade SA132-012 foi danificada em um acidente em um cruzamento ferroviário.

Referências

  1. a b c d e f g h «Resultados da pesquisa atual - Banco de Dados Demográficos - Escritório Central de Estatística da Polônia» (em polonês). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  2. GUS. «Powierzchnia i ludność w przekroju terytorialnym w 2014 r.». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 16 de janeiro de 2022 
  3. Rocznik Statystyczny Województwa Wielkopolskiego 2013. [S.l.]: Urząd Statystyczny w Poznaniu. 8 de janeiro de 2014. p. 54. ISSN 1642-6657  Para: dados da Sede de Geodésia e Cartografia e da Sede da Guarda de Fronteiras.
  4. Entendidas como as áreas da voivodia de Poznań e da voivodia de Kalisz desde os tempos da Primeira República da Polônia sem o starosty Drahim (https://www.kul.pl/files/845/pdf/szady_geografia_struktur_2010.pdf, p. 118), ou seja, sem a proximidade de Czaplinek.
  5. «p.mapper - A MapServer PHP/MapScript Framework». hgisb.kul.lublin.pl. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  6. «p.mapper - A MapServer PHP/MapScript Framework». hgisb.kul.lublin.pl. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  7. a b c d e f g h i j k l «Urząd Marszałkowski Województwa Wielkopolskiego w Poznaniu». www.umww.pl (em polonês). Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  8. Raport o stanie lasów w Polsce 2012 (em polonês). Varsóvia: Centrum Informacyjne Lasów Państwowych. 2013. p. 78. ISSN 1641-3229 
  9. a b Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. «Wykonanie budżetów 2018 (kw. III) – Tabela 5: Wydatki bieżące i majątkowe». Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  10. a b Regionalna izba Obrachunkowa w Poznaniu. «Wykonanie budżetów 2018 (kw. III) – Tabela 2: Dochody bieżące i majątkowe». Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  11. a b Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. «Wykonanie budżetów 2018 (kw. III) – Tabela 9: Zobowiązania». bip.poznan.rio.gov.pl. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  12. a b GUS. «Bezrobocie rejestrowane. I kwartał 2018 roku». stat.gov.pl (em polonês). Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  13. a b Rocznik Statystyczny Województwa Wielkopolskiego 2013. [S.l.]: Urząd Statystyczny w Poznaniu. 8 de janeiro de 2014. p. 87. ISSN 1642-6657 
  14. Państwowa Komisja Wyborcza. «Wybory Samorządowe 2018». Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  15. «Ustawa z dnia 24 lipca 1998 r. o wprowadzeniu zasadniczego trójstopniowego podziału terytorialnego państwa.». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 17 de janeiro de 2022 
  16. (§ 3. Statut WUW w Poznaniu) Zarządzenie Nr 227/09 Wojewody Wielkopolskiego z dnia 9 czerwca 2009 r. (Dz. Urz. Woj. Wielkopolskiego z 2009 r., Nr 127, poz. 2089).
  17. Rocznik Statystyczny Województw 2014. Varsóvia: Główny Urząd Statystyczny. 12 de janeiro de 2015. p. 625. ISSN 1230-5820 
  18. «Obwieszczenie Prezesa Głównego Urzędu Statystycznego z dnia 28 listopada 2011 r. w sprawie przeciętnego miesięcznego wynagrodzenia w województwach w trzecim kwartale 2011 r.». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  19. «Bezrobotni oraz stopa bezrobocia wg województw, podregionów i powiatów (Stan na koniec marca 2012 r.)». Główny Urząd Statystyczny. 26 de abril de 2012. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  20. Ubóstwo w Polsce w 2013 r. [S.l.]: Główny Urząd Statystyczny. 2013. p. 15. ISBN 978-83-7027-536-5. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  21. Rocznik Statystyczny Województw 2011 (wybrane tablice) (PDF). Varsóvia: Główny Urząd Statystyczny. 24 de janeiro de 2012. pp. 58–59. ISSN 1230-5820 
  22. «Działalność informacyjna» Wykonanie budżetów js» 2013» IV kwartał» Zobowiązania (tabela9)». Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. 25 de março de 2014. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  23. «Działalność informacyjna» Wykonanie budżetów js» 2013» IV kwartał»Wydatki bieżące i majątkowe (tabela5)». Regionalna Izba Obrachunkowa w Poznaniu. 25 de março de 2014. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  24. Rocznik Statystyczny Województw 2013. Varsõvia: Główny Urząd Statystyczny. Janeiro de 2014. pp. 304–305. ISSN 1230-5820 
  25. «Rozporządzenie Rady Ministrów z dnia 20 października 2009 r. zmieniające rozporządzenie w sprawie sieci autostrad i dróg ekspresowych». isap.sejm.gov.pl. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  26. Zarządzenie Generalnego Dyrektora Dróg Krajowych i Autostrad z dnia 10.12.2009.
  27. a b «Koleje Wielkopolskie korzystają z opcji na dwa spalinowe Impulsy». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  28. a b c d e «Nasze pojazdy - Koleje Wielkopolskie». web.archive.org. 26 de outubro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  29. «Dwa pierwsze Elfy 2 z drugiego zamówienia dla Kolei Wielkopolskich odebrane [zdjęcia]». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  30. «Kolejne dwa Elfy 2 w Wielkopolsce». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  31. «Ilostan Pojazdów Trakcyjnych ForumKolejowe.pl». ilostan.forumkolejowe.pl. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  32. «Wielkopolska zleci naprawę główną SA105». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  33. «Naprawy wielkopolskiego SA132-12 raczej nie będzie». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  34. a b «Szynobusowe problemy w Wielkopolsce». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  35. «Dwa Linki wracają na wielkopolskie tory». TransInfo (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  36. «Koleje Wielkopolskie kupują 6-letniego Linka z Pesy». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  37. «Ilostan Pojazdów Trakcyjnych ForumKolejowe.pl». ilostan.forumkolejowe.pl. Consultado em 2 de fevereiro de 2022 
  38. «Spalinowe Impulsy Kolei Wielkopolskich wyjechały na trasy». www.rynek-kolejowy.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  39. «Najnowsze pojazdy w Kolejach Wielkopolskich - 36WEhd». Koleje Wielkopolskie Sp. z o.o. (em polonês). 3 de novembro de 2020. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  40. «Port Lotniczy Poznań Ławica Im Henryka Wieniawskiego — Lotnisko w Jeżyce Poznań, Bukowska 285, 60-189 Poznań, Polska,». jezyce-poznan-wojewodztwo-wielkopolskie.firmstrony.pl (em polonês). Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  41. «Stan zatrudnienia i liczba studiujących w Uniwersytecie im. Adama Mickiewicza w Poznaniu» (PDF) (em polonês). bip.amu.edu.pl. Consultado em 18 de janeiro de 2022 
  42. «Wykaz NKA dla lokalizacji Ab. Służb Alarmowych 112» (PDF) (em polonês). uke.gov.pl. Consultado em 18 de janeiro de 2022 

Ligações externasEditar