Abrir menu principal

Itaí

município brasileiro do estado de São Paulo
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo distrito do município gaúcho de Ijuí, veja Itaí (Ijuí).
Itaí
  Município do Brasil  
Vista parcial de Itaí
Vista parcial de Itaí
Símbolos
Bandeira de Itaí
Bandeira
Brasão de armas de Itaí
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Cidade das águas"
Gentílico itaiense
Localização
Localização de Itaí em São Paulo
Localização de Itaí em São Paulo
Itaí está localizado em: Brasil
Itaí
Localização de Itaí no Brasil
Mapa de Itaí
Coordenadas 23° 25' 04" S 49° 05' 27" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[1] Sorocaba
Região imediata[1] Avaré
Municípios limítrofes Itapeva, Taquarituba, Tejupá, Itaberá, Piraju, Cerqueira César, Arandu, Paranapanema, Coronel Macedo e Avaré[2]
Distância até a capital 300 km
História
Fundação 16 de abril de 1874 (145 anos)[3]
Aniversário 31 de agosto
Administração
Prefeito(a) Thiago dos Santos Michelin (PV, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [4] 1 112,267 km²
População total (Estimativa IBGE/2015[5]) 26 861 hab.
 • Posição SP: 216º
Densidade 24,15 hab./km²
Clima subtropical (Cfa)
Altitude 654 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[6]) 0,728 alto
PIB (IBGE/2008[7]) R$ 464 036,000 mil
PIB per capita (IBGE/2008[7]) R$ 17 991,48
www.itai.sp.gov.br (Prefeitura)

Itaí é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23º25'04" sul e a uma longitude 49º05'26" oeste na região sudoeste do estado, estando a uma altitude de 654 metros. O município de Itaí está situado a aproximadamente 60 km da fronteira estadual entre São Paulo e o Paraná e sua população estimada em 2013 pelo IBGE era de 25.535 habitantes, distribuídos em uma área de 1.112,3 km². O Trópico de Capricórnio atravessa a cidade de Itaí.

EtimologiaEditar

"Itaí" é um termo de origem tupi que significa "pedra do rio" ou até "água da pedra", através da junção dos termos itá ("pedra") e 'y ("água"). O nome do município tem derivação do tupi em homenagem aos povos indígenas que habitaram a região antes de sua colonização. [8].

HistóriaEditar

Os fazendeiros estabelecidos junto à foz do rio Taquari tinham dificuldades de abastecimento e comercialização de seus produtos dada a distância da povoação mais próxima, que era Faxina (atual Itapeva). Assim, em 1869, Salvador de Freitas, José Silveira Melo, Manoel Pedroso de Oliveira e Capitão José Floriano, fundaram na encosta da Serrinha, próximo ao rio dos Carrapatos, um povoado com o nome de Santo Antônio da Ponta da Serra, denominação escolhida em homenagem ao Padroeiro e para definir a posição ocupada pelo núcleo.

Os quarenta alqueires do patrimônio foram adquiridos de Bernardino Leite por Salvador de Freitas e José Silveira Melo, Manoel Pedroso e o capitão José Floriano foram os responsáveis pela construção do primeiro edifício de aproximadamente 80 metros quadrados. Nesses quarenta alqueires foram instalados uma capela e as primeiras casas do povoado.

O povoado de Santo Antônio, fundado pelos fazendeiros, cresceu e se organizou ao redor dessa capela, que pode ser considerada como o marco zero da cidade de Itaí. No tempo em que tais prédios foram construídos, a única estrutura ali existente era uma casa de madeira e barro, habitada por Miguel Correa Melo e que se localizava ao extremo norte da hoje Rua Salvador de Freitas.

Logo em 1870 foi elaborada a planta inicial do povoado e demarcados e alinhados o largo e as ruas. Em 1872, a localidade já contava com cerca de cinquenta casas habitáveis, demonstrando um alto índice de desenvolvimento se comparado aos outros povoados existentes na região até aquele momento.

Esse pequeno desenvolvimento inicial favoreceu a transformação do povoado em freguesia na data de 16 de abril de 1874. A partir desse dia, a nova freguesia passou a se chamar "Santo Antônio da Boa Vista", pertencente ao município de Itapetininga. Em 1 de maio de 1891, a freguesia foi elevada à categoria de cidade e aos 25 de novembro de 1920, por lei estadual nº 1748, recebeu o seu nome atual, Itaí.

A povoação vizinha, Bom Sucesso (atual Paranapanema), que também começava a se formar, foi elevada à categoria de freguesia, passando Santo Antônio da Ponta da Serra a integrar seu território, a partir de março de 1874. Um mês depois, foi criada na povoação de Santo Antônio das Pedras, a freguesia de Santo Antônio da Boa Vista, passando a ser adotado esse último nome para o antigo núcleo. Em 1920, passou a denominar-se Itaí, que em tupi-guarani significa pedra do rio ( "ita"= pedra +"y"= rio).

Gentílico: itaiense

Formação AdministrativaEditar

Freguesia criada com a denominação de Santo Antônio da Boa Vista, por lei provincial no 42, de 16 de abril de 1874, subordinado ao município de Itapetininga. Elevado a categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Boa Vista, por decreto-lei estadual no 163, de 1 de maio de 1891, desmembrado de Faxina.

Sede na vila Santo Antônio da Boa Vista. Constituído do distrito sede. Instalado em 29 de maio de 1891. Elevado à categoria de município, pela lei estadual no 1038, de 19 de dezembro de 1906. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município é constituído de 2 distritos: Santo Antônio da Boa Vista e Caputera. Pela lei estadual n.º 1748, de 25 de novembro de 1920, o município de Santo Antonio da Boa Vista passou a denominar-se Itaí. Pela lei estadual no 2308, de 13 de dezembro de 1928, transfere o distrito de Caputera do município de Itaí para o de Faxina.. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município de Itaí é constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual no 6530, de 3 de julho de 1934, o município de Bom Sucesso é conduzido a categoria de distrito, sendo seu território anexado do município de Itaí. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído de 2 distritos: Itaí e Bom Sucesso. No quadro fixado para vigorar no período 1939-1943, o município de Itaí é constituído de 2 distritos: de Itaí e Bom Sucesso. Pelo decreto-lei estadual no 14344, de 30 de novembro de 1944, desmembra do município de Itaí o distrito de Bom Sucesso. Elevado à categoria de município com a denominação de Paranapanema.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município de Itaí é constituído do distrito sede. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001.

GeografiaEditar

Itaí localiza-se no vale do Paranapanema, sudoeste do estado de São Paulo. Seu relevo tem aspecto montanhoso no centro de Oeste a Leste e de pequena ondulação de Norte a Sul. Sua maior atitude em relação ao nível do mar é de 718 metros, localizada na zona rural próximo ao município de Taquarituba. Seu clima é subtropical, pois o município é cortado pelo Trópico de Capricórnio.

 
Municípios vizinhos.

Municípios limítrofesEditar

Possui uma área de 1.112,267Km², que é equivalente a 0,4481% do estado.

LocalizaçãoEditar

Itaí está localizada no sudoeste do estado de São Paulo a menos de 70 km da fronteira com o estado do Paraná. A seguir uma tabela das distâncias entre Itaí e alguns municípios da região, municípios importantes próximas, algumas capitais e a distância entre Itaí e o estado do Paraná, o estado mais próximo do município.

Cidade UF Distância
Curitiba   Paraná 358 km
São Paulo   São Paulo 312 km
Ponta Grossa   Paraná 276 km
Londrina   Paraná 265 km
Castro   Paraná 244 km
Bauru   São Paulo 160 km
Jaú   São Paulo 147 km
Itapetininga   São Paulo 133 km
Wenceslau Braz   Paraná 113 km
Botucatu   São Paulo 110 km
Ourinhos   São Paulo 100 km
Itararé   São Paulo 80 km
Itapeva   São Paulo 66 km
Piraju   São Paulo 45 km
Avaré   São Paulo 39 km
Taquarituba   São Paulo 19 km
Estado UF Distância
Paraná   Paraná 60 km

DemografiaEditar

Devido à presença de um presídio exclusivo para criminosos de outros países, a população de Itaí tem a segunda maior concentração de estrangeiros do Brasil, perdendo apenas para a de Chuí, no Rio Grande do Sul: 5,7% dos moradores não são brasileiros, de acordo com o Censo demográfico do Brasil de 2010. A prisão foi construída em 2006 após o Governo do Estado de São Paulo descobrir que a facção criminosa Primeiro Comando da Capital planejava matar detentos estrangeiros para ampliar a repercussão das revoltas organizadas pela gangue na época.[9]

Dados do Censo - 2010

População total: 24.008 hab.

População Estimada em 2013 : 25.535 hab.

(Fonte: IPEADATA)

HidrografiaEditar

TransporteEditar

  • Viação Manoel Rodrigues
  • Viação Princesa do Norte
  • Viação Transfronteira

RodoviasEditar

ClimaEditar

Itaí possui um clima subtropical, com temperatura média anual de 20 °C. Durante o inverno, não é raro as temperaturas ficarem próximas a 0 °C e geadas ocorrem ocasionalmente.

Tabela climática de Itaí
Temperatura
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Média Máxima °C 28,3 28,6 28,6 26 23,6 22,2 22,7 24 24,4 26,4 27,3 26,5 25,7
Média minima °C 17,5 18,2 17,1 14,3 11,4 9,4 9,2 10,4 12,4 14,5 15,7 16,5 13,8
Precipitação
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Média
Total mm 211,7 179,2 106,9 63,2 76,4 67,4 57,4 43,9 82,1 123,5 122 155,4 1289,1
Dados de 1961 a 1990, por Jornal do Tempo.

ComunicaçõesEditar

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[11], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[12], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[13] para suas operações de telefonia fixa.

AdministraçãoEditar

Outros dadosEditar

  • Agências bancarias: 6
  • Agências da previdência social: 1
  • Correios: 1
  • Corpo de Bombeiros: 1
  • Escolas: 18
  1. Pré-escola: 06
  2. Fundamental: 08
  3. Ensino Médio: 04
  • Saúde: 8 unidades de atendimento municipal, contando com um hospital.

Itaienses ilustresEditar

 
Primeira mulher a se habilitar e a trabalhar como aviadora no Brasil.

TurismoEditar

 
Igreja de Santo Antônio - Praça Padre Ernesto Odino

Itaí é um município muito privilegiado pelas belezas naturais, está próximo a três estâncias turísticas e poderá em breve se tornar uma também. Com uma área de mais de 1000 quilômetros quadrados, Itaí possui diversos ribeirões, cachoeiras e até algumas cavernas que podem ser visitados pelos turistas. O município é banhado pela represa de Jurumirim em uma vasta área, o que lhe proporciona a existência de belas praias de água doce de grande extensão. Em tais praias ou em suas proximidades o turista pode encontrar diversos condomínios com casas de veraneio, sendo alguns muito luxuosos. Itaí também conta com fazendas ecológicas, onde o turista pode entrar em contato com animais silvestres existentes na região. Na cidade, o turista pode conhecer o museu da cidade, que traz em seu acervo parte da história do município e da região, bem como achados arqueológicos do município. E ainda no município, há o clube CERIPA, o maior e mais moderno clube de toda a região e a tradicional feira de Santo Antônio, comemorado sempre no mês de Junho, onde conta com vários comerciantes do próprio estado e de outros também.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. http://mapas.ibge.gov.br/divisao/viewer.htm%7Ctitulo=Limites[ligação inativa] do município, mapa do IBGE
  3. http://www.itai.sp.gov.br/?id=historico  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  4. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  8. [1]
  9. Bertolotto, Rodrigo (7 de maio de 2018). «Preso ao quadrado». UOL Tab. Grupo Folha. Consultado em 7 de maio de 2018 
  10. «Cópia arquivada». Consultado em 25 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 5 de março de 2016 
  11. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  12. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  13. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 

Ligações externasEditar