J. Neto

cantor brasileiro

José Clementino de Azevedo Neto (Parelhas, 27 de agosto de 1960), mais conhecido como J. Neto, é um cantor e compositor brasileiro de música gospel.[1]

J. Neto
Informação geral
Nome completo José Clementino de Azevedo Neto
Nascimento 27 de agosto de 1960 (62 anos)
Origem Parelhas (RN)
País  Brasil
Gênero(s) pop
gospel
pentecostal
Período em atividade 1985 - atualmente
Gravadora(s) Line Records
Coração para Coração Produções
Mundial Records
Kether Music
Art Gospel
Rio Music
Som e Louvores
Mess Entretenimento
Maximus Records - Atualmente
Página oficial Site Oficial

BiografiaEditar

Antes de se tornar cantor, trabalhou cavando buracos em fazendas, foi vendedor de limão em feiras, trabalhou como carregador de bananas para serem vendidas em feiras, vendeu pipocas e picolés em circo, foi trapezista de circo e trabalhou como pintor, em construção civil. Em 20 de Agosto de 1981, ao tentar suicídio, teve o encontro com Deus, convertendo-se ao cristianismo (evangélico) e em 1985, aos 25 anos de idade, lançou seu primeiro trabalho fonográfico no meio gospel intitulado Água Viva.[2]

J. Neto já foi premiado pela ABPD com dois discos de ouro e um de platina, pelos álbuns Bem Aventurado, Conquista e Além das Aparências,[3] além de ser indicado e vencedor em várias categorias no Troféu Talento.[4]

Suas canções "Último Romântico" , "Uma Chance em Mil" e "SMILE" fizeram parte das trilhas sonoras das novelas A Escrava Isaura, Essas Mulheres e Cidadão Brasileiro, ambas veiculadas pela TV Record.[5]

A voz de J. Neto é muito semelhante à do cantor Roberto Carlos, chegando a confundir quem o ouve.[6]

Em 2013, o cantor assina contrato com a gravadora Mess Entretenimento e lança o álbum Quem disse que já era que emplaca no ranking da revista Billboard a canção "Eu sou esse cara".

Em 18 de outubro de 2015, J. Neto foi consagrado a pastor pelo Ap. Luiz Henrique na Igreja do Senhor Jesus em Fortaleza, Ceará.

Porém, em maio de 2016, o cantor desliga-se da denominação por motivos pessoais. Mas, ainda continua sendo um cantor itinerante, cantando para o gospel em vários lugares.

Em 2018 J.Neto assina contrato com a gravadora Maximus Gospel Music e grava o seu mais novo EP e lança seus clipes esse ano 2019 nas plataformas digitais e em CD.

DiscografiaEditar

Álbuns de estúdio:

  • 1985: Água Viva (Som Evangélico - relançado nos anos 90 pela Som e Louvores)
  • 1988: Resposta (Donai Produções) (relançado em 1990 pela "Mundial Records" sob o título "Pensando Bem").
  • 1989: O Nome (Coração para Coração Produções) (relançado nos anos 90 pela "Mundial Records").
  • 1990: Tua Graça me Basta (Som e Louvores)
  • 1991: Nazareno (Som e Louvores)
  • 1992: Vinde a Mim (Som e Louvores)
  • 1993: Retorno (Nancel Produções)
  • 1994: Dê Um Sorriso (Nancel Produções)
  • 1997: Iluminado (BlindorGospel)
  • 1998: Alma e Coração (Rio Music)
  • 1999: Eu Te Amo (Rio Music)
  • 2001: A Harpa (Sião Records)
  • 2002: Além das Aparências (Line Records)
  • 2003: Ao Vivo (Line Records)
  • 2003: As 20 Ungidas (Art Gospel)
  • 2004: Conquista (Line Records)
  • 2005: Entre os Querubins (Art Gospel)
  • 2007: Bem Aventurado (Line Records)
  • 2008: Riquezas (Kether Music)
  • 2009: Um Milagre Novo (Line Records)
  • 2013: Quem disse que já Era? (Mess Entretenimento)
  • 2020: Feliz de Novo (Maximus Gospel Music) e já é destaque a musica OLHA LÁ JESUS
  • 2021: Deus Sabe de Tudo (Maximus Gospel Music)

Coletâneas:

  • 2001: Este Vem com Tudo
  • 2003: As Canções que Deus fez para Mim'
  • 2012: Seleção de Ouro

PrêmiosEditar

  • Troféu Talento 2000: Cantor do Ano
  • Troféu Talento 2003: CD do Ano ("Além das Aparências"), Melhor Arranjo - "Além das Aparências"[7] e Cantor do Ano.[3]
  • Troféu Universo Musical: 2003: Melhor Disco Ao vivo Gospel - "J. Neto Ao Vivo".
  • Troféu Talento 2005: Melhor Cantor

Referências

  1. «Rádio: J. Neto». LongPlay. Consultado em 23 de março de 2013 
  2. Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. «Biografia J. Neto». DicionárioMPB.com. Consultado em 23 de março de 2013 
  3. a b J. Neto - ABPD
  4. «Confira os indicados e os vencedores do Troféu Talento 2003». Universo Musical. Consultado em 15 de julho de 2012 [ligação inativa]
  5. Grana, Leila. «Biografia J. Neto». Site Oficial J. Neto. Consultado em 19 de maio de 2010 
  6. Paulo Bin, Marcos. «Muitas emoções, bicho!». universomusical. Consultado em 19 de maio de 2010 
  7. Marcos Bin. «Os altos e baixos da maior premiação gospel brasileira». Universo Musical. Consultado em 23 de março de 2013. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.