James Earl Jones

ator norte-americano

James Earl Jones (Arkabutla, Mississippi, 17 de Janeiro de 1931) é um ator e dublador norte-americano. Com mais de sete décadas de carreira e dono de uma voz profunda, é "um dos atores mais ilustres e versáteis da América"[1] e considerado "um dos maiores atores da história americana".[2]

James Earl Jones
Jones em 2010
Nascimento 17 de janeiro de 1931 (91 anos)
Arkabutla, Mississipi
Nacionalidade norte-americano
Educação Universidade de Michigan
Ocupação Ator
Dublador
Atividade 1953–presente
Progenitores Pai: Robert Earl Jones
Cônjuge Julienne Marie (c. 1968; div. 1972)
Cecilia Hart (c. 1982)
Oscares da Academia
Oscar Honorário
2011 - Pelo Conjunto da Obra
Emmys
Melhor Ator em Série Dramática
1991 - Gabriel's Fire
Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme
1991 - Heat Wave
Melhor Performance em Especial Infantil
2000 - Summer's End
Tonys
Melhor Ator em Peça
1969 - The Great White Hope
1987 - Fences
Globos de Ouro
Melhor Ator Revelação
1971 - The Great White Hope
Prémios Screen Actors Guild
Life Achievement
2009 - Prêmio Honorário
Outros prêmios
Grammy Award de Melhor Álbum Falado
1978 - Great American Documents

Desde sua estréia na Broadway em 1957, ele atuou em várias peças de Shakespeare, incluindo Otelo, Hamlet, Coriolano e Rei Lear.

É também conhecido por seus trabalhos vocais, como a voz de Darth Vader na franquia Star Wars e pela voz de Mufasa, pai de Simba em Rei Leão. Jones também foi locutor da CNN durante as décadas de 80 e 90 ("Esta é a CNN").

Em 2011, recebeu o Oscar honorário pelo conjunto da obra.[2]

BiografiaEditar

James Earl Jones nasceu em Arkabutla, Mississippi, filho do boxeador, motorista e ator Robert Earl Jones e de Ruth Williams, uma professora e doméstica. Seu pai abandonou a família após seu nascimento, e ambos só fizeram as pazes, muitos anos depois, na década de 80. Seus ancestrais foram africanos, irlandeses, choctaws e cherokees.[3] Jones foi viver com os avós maternos em Jackson (Michigan). Essa mudança foi tão traumática, que o mesmo adquiriu gagueira, superando isso somente na época do ensino médio.

Na juventude, freqüentou a Universidade de Michigan, onde cursou medicina, até perceber que aquilo não era para ele. Ao mesmo tempo integrou Corpo de Treinamento de Oficiais da Reserva. Jones então se juntou a Escola de Música, Teatro e Dança da Universidade de Michigan com o intuito de fazer algo que gostasse. Antes ele assumiu, que teria que lutar na Guerra da Coréia. Após quatro anos de faculdade, Jones se formou em 1955. Jones foi comissionado em meados de 1953, após o fim da guerra, e reportado a Fort Benning. Antes de sua dispensa, foi promovido a primeiro-tenente.[4]

Mudou-se para Nova Iorque, onde fora estudar Teatro. Ele trabalhava como zelador para sustentar seus estudos.

CarreiraEditar

Ele iniciou sua carreira de ator no teatro e atuou em muitas peças, entre elas, muitas de Shakespeare. Durante sua carreira teatral, ele recebeu dois Tony Awards, em 1969 por The Great White Hope, e em 1987 por Fences. Ele conseguiu seu primeiro papel no cinema em 1964 em Doctor Strangelove, de Stanley Kubrick. Seu primeiro grande papel foi o do boxeador Jack Jefferson em The Great White Hope (1970), um revival de seu papel no teatro, e ele foi indicado ao Oscar de Melhor Ator por isso. Seus papéis no cinema mais conhecidos são os de Thulsa Doom em Conan, o Bárbaro (1982), Rei Jaffe Joffer em Coming to America (1988), Almirante Greer em The Hunt for Red October (1990), Jogos de Guerra (1992) e Clear and Present Danger (1994). Ele também desempenhou muitos papéis na televisão e continua sendo o único ator a ganhar no mesmo ano (1991) dois prêmios Emmy por seus papéis na série de televisão Gabriel's Fire e no telefilme Heat Wave.

 
James Earl Jones e a esposa no Emmy de 1991

Em 1977, foi escolhido por George Lucas para emprestar sua voz a Darth Vader em Star Wars (depois de Lucas inicialmente pensar em Orson Welles), substituindo assim a de David Prowse cujo sotaque de West Country traía o personagem. Jones, no entanto, se recusa a ser creditado nos créditos, julgando sua participação no filme ser menor. Ele também é a voz de leão Mufasa da animação O O Rei Leão (1994).

Em 2005, ele emprestou sua voz a Darth Vader novamente para o filme Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith, a última parte da "prelogia" de Star Wars.

Ele dublou vários personagens da série animada Os Simpsons em três temporadas diferentes (1990, 1994 e 1998).

Em 2009, apareceu no quarto episódio da sexta temporada de Dr. House, na qual interpretou o ditador africano Dibala.

Ele reprisou o papel de Mufasa em 2019, vinte e cinco anos após o filme de 1994, no remake Live-action dirigido por Jon Favreau. Já em 2021, retomou o papel do rei Jaffe Joffer em Coming 2 America.

Ele também reprisou a voz de Darth Vader em vários episódios da série animada Star Wars Rebels entre 2014 e 2016, depois em Rogue One: A Star Wars Story em 2016, uma breve cena em Star Wars: The Rise of Skywalker em 2019 e novamente em 2022 em Obi-Wan Kenobi (série de televisão).

FilmografiaEditar

 
Jones em 2001

Prémios e homenagensEditar

 
Jones recebendo a Medalha Nacional das Artes por George W. Bush e Barbara Bush em 1992.

Apesar de ser considerado um destinatário do EGOT (Emmy, Grammy, Oscar, Tony), Jones ainda não ganhou um Oscar competitivo. Em 2011, no entanto, Jones recebeu o Oscar honorário apresentado a ele por Ben Kingsley. Ele recebeu dois Primetime Emmy Awards, dois Tony Awards e um Grammy. Ele também recebeu um Globo de Ouro e o Screen Actors Guild Life Achievement Award.

Em 1985, Jones foi introduzido no Hall da Fama do Teatro Americano.[5] Em 1992, ele foi premiado com a Medalha Nacional das Artes por George W. Bush. Em 2002, ele foi o palestrante do Dia de Martin Luther King em Lauderhill, Flórida. Jones ganhou o Voice Icon Award 2014 patrocinado pela Society of Voice Arts and Sciences no Museu da Imagem em Movimento. Em 2017, recebeu o título de Doutor Honorário em Artes pela Universidade de Harvard. Em 2019, ele foi homenageado como uma lenda da Disney.[6]

Referências

  1. Rebecca Flint Marx. «James Earl Jones Biography» (em inglês). All Movie Guide. Consultado em 23 de outubro de 2012 
  2. a b Nicole Sperling, Susan King (12 de novembro de 2011). «Oprah shines, Ratner controversy fades at honorary Oscars gala» (em inglês). LA Times.com. Consultado em 23 de outubro de 2012 
  3. «James Earl Jones Biography (1931–)». Film Reference. Consultado em 20 de fevereiro de 2008 
  4. «Soldiers to Celebrities: James Earl Jones – U.S. Army». Hollywood Hired Guns. Hired Guns Productions. 20 de janeiro de 2008. Consultado em 20 de fevereiro de 2008 
  5. «Broadway's Best». The New York Times. 5 de março 1985. Consultado em 6 de fevereiro de 2014 
  6. Abell, Bailee (16 de abril de 2019). «Robert Downey Jr. and James Earl Jones highlight the list of Disney Legends to be honored at D23 Expo 2019». Inside the Magic. Consultado em 17 de abril de 2019 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre James Earl Jones
  Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.