Abrir menu principal
Joaquim Falcão
Nascimento 10 de setembro de 1943 (76 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação Advogado e escritor

Joaquim Falcão (Rio de Janeiro, 10 de setembro de 1943[1]) é um advogado e escritor brasileiro. Foi eleito, no dia 19 de abril de 2018, o sexto acadêmico da cadeira 3 da Academia Brasileira de Letras.[2][3] Assumiu a cadeira em 23 de novembro de 2018.[4]

BiografiaEditar

Graduado em direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio),[5] é mestre em direito pela Universidade Harvard e doutor em educação pela Universidade de Genebra. É professor titular da Fundação Getúlio Vargas.

Dirigiu a Fundação Roberto Marinho na década de 1980 até 2000. Foi um dos responsáveis pela criação do Globo Ecologia e do Futura, além do Telecurso 2000. Também atuou no Conselho Nacional de Justiça e colaborou na modernização do Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.[6]

É autor dos livros “A favor da democracia” (2004), “Mensalão: Diário de um julgamento” (2013) e “Reforma eleitoral no Brasil” (2015).[7]

Referências