Kim Yong-ju

político norte-coreano

 

Kim Yong-ju
김영주
Kim Yong-ju
김영주
Vice-presidente honorário do Presidium da Assembleia Popular Suprema
Período Setembro de 1998
até 15 de dezembro de 2021
Presidente da Assembleia Popular Suprema Kim Yong-nam
Choe Ryong-hae
Vice-presidente da República Popular Democrática da Coreia
Período Dezembro de 1993
Outubro de 1997

Cargo em conjunto com Pak Song-chol, Ri Jong-ok, e Kim Pyong-sik
Presidente Kim Il-sung até julho de 1994
Kim Jong-il
Vice Premier da Coreia do Norte
Período 1974-1975
Premier Kim Il
Chefe do Departamento de Organização e Orientação
Período 1959-1974
Presidente Kim Il-sung
Antecessor(a) Pak Yong-bin
Sucessor(a) Kim Jong-il
Dados pessoais
Nascimento 21 de setembro de 1920
Mangyongdae, Coreia Ocupada pelo Japão
Morte 15 de dezembro de 2021 (101 anos)
Nacionalidade norte-coreana
Progenitores Mãe: Kang Pan-sok
Pai: Kim Hyong-jik
Alma mater Universidade Estatal de Moscou
Filhos 4
Partido Partido dos Trabalhadores da Coreia

Kim Yong-ju (hangul: 김영주; Mangyongdae, 21 de setembro de 1920 - 15 de dezembro de 2021)[1] foi um político norte-coreano e irmão mais novo do fundador da Coreia do Norte, Kim Il-sung. Sob o governo de seu irmão, Kim Yong-ju foi membro do Politburo do Partido dos Trabalhadores da Coreia e ocupou cargos importantes durante toda sua vida, sendo o último o de Vice-Presidente Honorário do Presidium da Assembleia Popular Suprema.[2][3]

BiografiaEditar

Kim Yong-ju nasceu em 1920, filho de Kim Hyong-jik e Kang Pan-sok, em Mangyongdae,[2] oito anos depois de seu irmão mais velho Kim Il-sung. Quando Yong-ju tinha três anos, sua família mudou-se para o sul da Manchúria.[3]

Em 1945, ele se formou de se formou no departamento de economia da Universidade Estatal de Moscou,[4] onde também teve um profundo interesse por filosofia.[5]

Kim Yong-ju ingressou jovem no Partido dos Trabalhadores da Coreia, sua ascensão nos escalões do partido foi rápida; dos anos 1950 aos 1960 ele ocupou diversos quadros: em 1954, foi líder de quadro, depois vice-diretor em 1957 e por fim, em 1960, diretor do Departamento de Organização e Orientação PTC. Em 1961, ele foi nomeado membro do Comitê Central do PTC no 4º Congresso do Partido. Em 1966, foi promovido a Secretário Organizador do Comitê Central do PTC.

Em 1967, ele propôs os "Dez Princípios para o Estabelecimento de um Sistema Ideológico Monolítico" (cujo primeiro princípio era: "Devemos dar tudo de nós na luta para unificar toda a sociedade com a ideologia revolucionária do grande líder Camarada Kim Il Sung"), que foram publicados apenas em 1974.[6]

Em 1970, quando foi eleito membro Politburo do Partido dos Trabalhadores da Coreia, Kim Yong-ju era amplamente considerado o provável sucessor de Kim Il-sung.[7] Em 1972, foi eleito ao Presidium da Assembleia Popular Suprema e líder do Comitê Central Popular. No entanto, ao mesmo tempo, Kim Il-sung começou a preparar seu Kim Jong-il para sucedê-lo. [5]

Enquanto o Partido dos Trabalhadores da Coreia defendia a Filosofia Juche, e Kim Jong-il defendia ativamente esse processo, Kim Yong-ju, que havia estudado na União Soviética, apoiava uma visão mais clássica do marxismo.[5] Isso foi uma vantagem para Kim Jong-il: Kim Yong-ju, mais afastado do Juche, foi perdendo apoio popular e seus principais aliados, Kim To-man e Pak Yong-guk haviam deixados seus cargos de diretor de propaganda e diretor de ligação internacional, respectivamente. Em fevereiro de 1974, Comitê Central do PTC rebaixou Kim Yong-ju a vice-premier, cargo que ele ocupou até 1975.[5]

Kim Yong-ju desapareceu completamente dos holofotes até 1993, quando foi chamado de volta a Pyongyang por Kim Il-sung para servir como um dos vice-presidentes do país, cargo que ele ocupou até 1997.[8][9] Após 1997, em 1998, ele foi nomeado vice-presidente honorário do Presidium da Assembleia Popular Suprema, cargo que ocupou até o fim de sua vida, em 2021.[10]

Em 2012, ele foi premiado com a Ordem de Kim Jong-il.[10]

MorteEditar

Kim Yong-ju morreu em 15 de Dezembro de 2021, aos 101 anos.[11]

Referências

  1. 최수향 (15 de dezembro de 2021). «Brother of North Korea's founder Kim dies: state media». Yonhap News Agency (em inglês). Consultado em 27 de dezembro de 2021 
  2. a b Profile of Kim Yong-ju in James Hoare, "Historical Dictionary of Democratic People's Republic of Korea" book (Scarecrow Press, 2012, ISBN 9780810861510), page 226
  3. a b Kim Yong-ju The New York Times Archives, originally published on July 5, 1972.
  4. «My First Trials Begin». The Daily NK. 19 de Julho de 2010. Kim Young Ju was from the law department at Moscow University 
  5. a b c d Hwang Jang Yop's Memoirs (2006)
  6. Ten Principles for the Establishment of the One-Ideology System, Columbia Law School website
  7. "The Losers in N.Korea's Ruling Family", Chosun Ilbo, February 17, 2011.
  8. «Kim Il Sung's brother elected North Korean vice president». UPI (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2021 
  9. https://hdl.handle.net/2027/mdp.39015073049192
  10. a b «북, "장성택 등 130여명에 김정일 훈장 수여"». news.naver.com (em coreano). Consultado em 19 de fevereiro de 2021 
  11. 최수향 (15 de dezembro de 2021). «Brother of North Korea's founder Kim dies: state media». Yonhap News Agency (em inglês). Consultado em 22 de dezembro de 2021