Abrir menu principal
Saturnino
Usurpador do Império Romano
Reinado 89
Antecessor(a) Domiciano
Sucessor(a) Domiciano
Título(s) Cônsul do Império Romano
Morte 89

Lúcio Antônio Saturnino (em latim: Lucius Antonius Saturninus; ? — 89) foi um cônsul sufecto (82) e governador romano da Germânia Superior durante o reinado do imperador Domiciano (r. 81–96). Na primavera de 89, motivado por uma disputa pessoal contra o imperador, liderou uma rebelião conhecida como a Revolta de Saturnino, que envolveu as legiões XIV Gemina e XXI Rapax, acampadas em Mogoncíaco (atual Mogúncia).

Índice

CarreiraEditar

Como Saturnino foi sujeitado a uma condenação de damnatio memoriae depois de sua derrota e morte, é difícil reconstruir sua vida antes da revolta. Ronald Syme ofereceu um possível cursus honorum para ele com base em inscrições com rasuras nas datas relevantes.[1] O posto mais antigo seria o de governador da Macedônia, por volta de 76, e depois um possível governo da Judeia entre 78 e 81 — neste mesmo período ele comandou a X Fretensis. Proposto primeiro por Borghesi e aceito por Syme e outros foi o seu consulado em 82 ou 83.[2] A partir de 87 foi governador da Germânia Superior.

Os seus aliados germânicos não puderam unir-se a ele devido ao repentino degelo do Reno e a revolta foi esmagada pelo general Lápio Máximo, que mais tarde queimou as cartas de Saturnino para que ninguém mais fosse implicado. Porém, Domiciano mandou executar diversas pessoas com Saturnino e exibiu suas cabeças na Rostra em Roma. A XXI Rapax foi enviada para a Panônia e Domiciano aprovou uma lei proibindo que duas legiões compartilhassem o mesmo acampamento a partir daí.[3][4][5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Syme, Ronald (1978). «Antonius Saturninus». The Journal of Roman Studies. 68: 12–21. JSTOR 299623. doi:10.2307/299623 .
  2. Paul Gallivan ("The Fasti for A. D. 70-96", Classical Quarterly, 31 (1981), p. 211) defende que o consulado deve ser datado em 83; Werner Eck ("Epigraphische Untersuchungen zu Konsuln und Senatoren des 1.-3. Jh. n. Chr.", Zeitschrift für Papyrologie und Epigraphik, 37 (1980), pp. 51-60) defende 82. Uma discussão citando outros artigos está em Edward Dabrowa, Legio X Fretensis: A Prosopographical Study of its Officers (I-III c. A.D.) (Stuttgart: Franz Steiner, 1993), p. 32 n. 88
  3. Suetônio, "Vida de Domiciano" .VI.2, VII.3
  4. Dião Cássio, História romana , LXVII.11
  5. Aurélio Víctor, Epítome dos Césares, XI

BibliografiaEditar

  • Syme, Ronald (1978). «Antonius Saturninus». Wolfson College, Oxford: Society for the Promotion of Roman Studies. The Journal of Roman Studies. 68: 12–21. (pede subscrição (ajuda))