Abrir menu principal
Tito Tecieno Sereno
Cônsul do Império Romano
Consulado 81 d.C.

Tito Tecieno Sereno (em latim: Titus Tettienus Serenus; m. 114) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de julho a agosto de 81 com Caio Cédio Nata Pinário[1]. É conhecido basicamente através de inscrições. Ele é identificado como um irmão de Galeão Tecieno Petroniano, cônsul sufecto em 76[2].

CarreiraEditar

Nenhuma inscrição encontrada até o momento apresenta toda sua carreira política. O único cargo conhecido além do consulado é o de legado imperial da Gália Lugdunense, que Werner Eck datou no período entre 78 e 80, antes do consulado[3].

Porém, os sacerdócios que deteve são melhor conhecidos. Uma inscrição encontrada em Roma atesta que Sereno foi admitido entre os sodais augustais em 92[4]. Outra, de 24 de maio de 102, atesta que ele era membro do Colégio de Pontífices, um dos quatro mais prestigiosos de Roma[5]. A mesma inscrição que recorda sua admissão entre os sodais augustais também registra que outra pessoa assumiu seu lugar em 114, o que indica que ele morreu naquele ano.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Paul Gallivan, "The Fasti for A. D. 70-96", Classical Quarterly, 31 (1981), pp. 191, 218
  2. Mireille Corbier, L'aerarium saturni et l'aerarium militare; Administration et prosopographie sénatoriale, Publications de l'École française de Rome, 24 (Rome: École Française de Rome, 1974), pp. 381ff
  3. Eck, "Jahres- und Provinzialfasten der senatorischen Statthalter von 69/70 bis 138/139", Chiron, 12 (1982), pp. 320-324
  4. CIL VI, 1984
  5. CIL VI, 2185