Lúcio Vitrásio Flaminino

Lúcio Vitrásio Flaminino (em latim: Lucius Vitrasius Flamininus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto no final do primeiro semestre de 122 com Tibério Júlio Cândido Capitão[1]. A gente Vitrásia era originalmente de status equestre na Campânia; Tito Vitrásio Polião serviu como prefeito do Egito na época do imperador Tibério, mas Flaminino é o primeiro membro conhecido a chegar ao Senado Romano.

Lúcio Vitrásio Flaminino
Cônsul do Império Romano
Consulado 122 d.C.

CarreiraEditar

A carreira política de Flaminino pode ser reconstituída a partir de uma inscrição recuperada em Cales, erigida pelo pai de Flaminino, Lúcio Vitrásio Ênio Équo[2]. Depois do consulado, Flaminino foi legado imperial da "Itália Transpadana, da província da Mésia Superior, um exercitus e da província da Dalmácia". O historiador Ronald Syme argumenta que Flaminino governou pelo menos algumas destas em épocas diferentes e que se comando de um exercitus tinha por objetivo sufocar a atuação de bandos de ladrões na Bósnia e na Sérvia ocidental[3]. Seu mandato na Mésia Superior foi datado em 130 a 133[4].

O cargo seguinte mencionado na inscrição foi o de curator alvei Tiberis riparum cloacum urbi (um dos oficiais responsáveis pelas obras públicas, pelas margens do Tibre e do esgoto de Roma). O ápice de sua carreira foi a sua nomeação como procônsul da África entre 137 e 138[5].

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Marco Ânio Vero II

com Cneu Árrio Áugure
com Marco Herênio Fausto (suf.)
com Quinto Pompônio Marcelo (suf.)
com Tito Pompônio Antistiano Funisulano Vetoniano (suf.)
com Lúcio Pompônio Silvano (suf.)
com Marco Estatório Segundo (suf.)
com Lúcio Semprônio Mérula Auspicato (suf.)

Mânio Acílio Avíola
122

com Lúcio Corélio Nerácio Pansa
com Tibério Júlio Cândido Capitão (suf.)
com Lúcio Vitrásio Flaminino (suf.)
com Caio Trébio Máximo (suf.)
com Tito Caléstrio Tirão Órbio Esperato (suf.)

Sucedido por:
'Quinto Articuleio Petino

com Lúcio Venuleio Aproniano Otávio Prisco
com Tito Priférnio Gêmino (suf.)
com Públio Metílio Segundo (suf.)
com Tito Sálvio Rufino Minício Opimiano (suf.)
com Cneu Sêncio Aburniano (suf.)


Referências

  1. Alison E. Cooley, The Cambridge Manual of Latin Epigraphy (Cambridge: University Press, 2012), pp. 469
  2. CIL X, 3870
  3. Syme, review of Die Statthalter der römischen Provinz Dalmatien von Augustus bis Diokletian by Adolf Jagenteufel, Gnomon, 31 (1959), pp. 513f
  4. Werner Eck, "Jahres- und Provinzialfasten der senatorischen Statthalter von 69/70 bis 138/139", Chiron, 13 (1983),pp. 169-173
  5. Eck, "Jahres- und Provinzialfasten", pp. 182f