Liga Deportiva Universitaria (Quito)

clube de futebol equatoriano

A Liga Deportiva Universitaria, também conhecida como Liga de Quito ou por sua sigla LDU, e internacionalmente como LDU de Quito,[1] é um clube de futebol profissional equatoriano da cidade de Quito, fundado em 11 de janeiro de 1930, que disputa a Serie A, a maior divisão do sistema de ligas do Equador. Os seus jogos com mando de campo são realizados no Estádio Rodrigo Paz Delgado, próprio, mais conhecido como Casa Blanca, para mais de 41.000 espectadores. Sua maior conquista internacional foi a Copa Libertadores de 2008, em pleno Maracanã, contra o Fluminense, se tornando o primeiro clube do Equador a levantar a taça, sagrando-se vice-campeão mundial no ano seguinte.[2] A LDU também ostenta dois títulos da Copa Sul-Americana, ambos contra clubes brasileiros, Fluminense e Fortaleza, e dois da Recopa Sul-Americana, contra o brasileiro Internacional e contra o argentino Estudiantes. Em 2024 chegou a sua terceira final da Recopa Sul-Americana, novamente no Maracanã e contra o Fluminense, mas terminou com o vice-campeonato.[3] Por essas conquistas e campanhas a Liga de Quito se destaca como um dos clubes mais bem sucedidos na América do Sul, tendo cinco títulos de campeão e três vice-campeonatos da Conmebol em seu cartel continental, além de um vice-campeonato mundial.[4][5]

LDU
Nome Liga Deportiva Universitaria
Alcunhas Albos
Azucenas
La U
Los Centrales
Los Universitarios
Los Merengues
La Bordadora
Principal rival Aucas
El Nacional
Deportivo Quito
Universidad Católica
Fundação 11 de janeiro de 1930 (94 anos)
Estádio Rodrigo Paz Delgado
Capacidade 41.575 lugares
Localização Quito, Pichincha, Equador
Presidente Isaac Álvarez
Treinador(a) Josep Alcácer
Patrocinador(a) Banco Pichincha
Material (d)esportivo Puma
Competição Campeonato Equatoriano
Copa Libertadores da América
Recopa Sul-Americana
Website www.ldu.com.ec
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

História editar

 
Edifício onde foi fundada a LDU em Quito.

Originalmente começou em outubro de 1918 como uma equipe semiprofissional da Universidade Central do Equador chamado Club Universitario, sob a direção do Dr. César Jácome Moscoso e formado por estudantes universitários, sendo o time representativo da universidade e antecedente do atual clube.[6]

Em 11 de janeiro de 1930, reuniram-se estudantes da universidade e atletas do Club Universitario, convocados pelo então presidente do clube, Bolívar León, e presididos pelo reitor da universidade, Dr. Aurelio Mosquera Narváez, para criar oficialmente a Liga Deportiva Universitaria (LDU). Naquela época a instituição contava com diversas modalidades esportivas como: futebol, basquete, atletismo, natação, tênis, montanhismo, ciclismo e xadrez.[6]

O orçamento inicial da equipe era de 500 sucres, então os atletas da Liga Deportiva Universitaria terminaram as aulas e foram para os campos de El Ejido, com pás e picaretas para montar as balizas e assim poder treinar e jogar; e também tiveram que arcar com suas próprias despesas, uniformes, curativos e pomadas.[7] O presidente, Bolívar León, além de diretor técnico e jogador do clube, foi quem desenhou o primeiro uniforme da instituição, que era composto por camisa e calção brancos, representando a Faculdade de Medicina, com escudo que carregava a cor branca letras "UC" dentro de um triângulo azul e vermelho, que são as iniciais e cores da Universidade Central do Equador.[8]

Na Copa Libertadores de 2008, sua décima segunda participação no torneio, foi campeão num jogo histórico contra o Fluminense. Após vencer o primeiro jogo por 4 a 2, em Quito, foi até o Rio de Janeiro para o segundo jogo, que terminou em 3 a 1 para o time brasileiro, levando a decisão para os pênaltis. Nas penalidades, o goleiro José Francisco Cevallos entrou para a história, defendendo três cobranças e sofrendo apenas uma, enquanto a LDU, em quatro cobranças, marcou três gols. Assim, a LDU conquistou seu primeiro título continental.[9][2]

No ano seguinte o desempenho na Libertadores não foi bom e, após perder por 2-0 contra o Sport na 6° rodada da fase de grupos, a LDU não se classifica para o mata-mata e cai para à Sulamericana. Porém, o clube acabou por sagrar-se campeão da Copa Sul-Americana 2009 após, novamente, vencer o Fluminense, por 5–4 no placar agregado,[10] e com isso habilitou-se para enfrentar o vencedor da Copa Libertadores da América de 2009 na decisão da Recopa Sul-Americana de 2010, além de participar da decisão da Copa Suruga Bank de 2010, contra o campeão da Copa da Liga do Japão de 2009.

Em 2023, após um dura fase de grupos, onde disputou até o último jogo colocação com o Botafogo e, após heróicas classificações, eliminando Ñublense, São Paulo e Defensa y Justicia, sendo respectivamente oitavas, quartas e semi, a Liga chegou novamente em uma final de Copa Sul-Americana após 12 anos. A final foi disputada no Estádio Domingo Burgueño, em Maldonado. Em uma partida equilibrada e bem esquentada, a Liga se tornou campeã em cima do Fortaleza por 4–3 nos pênaltis, após um empate em 1-1 no tempo regulamentar. Foi o segundo título da Copa Sul-Americana e quinto título continental do clube. Após a conquista, a LDU perdeu para o Fluminense a final da Recopa Sul-Americana de 2024 disputada no Maracanã, restando agora disputar o Desafio de Clubes da UEFA–CONMEBOL de 2024.

Estádio editar

 Ver artigo principal: Estádio Rodrigo Paz Delgado
 
Estadio Rodrigo Paz Delgado, mais conhecido como Casa Blanca, a casa da LDU.

No dia 6 de março de 1997 foi inaugurado o Estadio Liga Deportiva Universitaria, mais conhecido pelo apelido Casa Blanca.[11] A partida de estreia foi uma vitória da LDU contra o Clube Atlético Mineiro por 3 a 1. Em 12 de junho de 2017, o estádio mudou seu nome para Estadio Rodrigo Paz Delgado em homenagem ao presidente honorário do clube e atualmente tem capacidade para mais de 41.000 pessoas.

Rivalidades editar

Os seus rivais de Quito, são: Aucas, Deportivo Quito, El Nacional e Universidad Católica. Com o seu crescimento, Barcelona de Guayaquil e Emelec se tornaram os seus grandes rivais equatorianos na disputa pelos principais títulos do Equador, assim como o citadino El Nacional já era.

Escudo e cores editar

O tradicional uniforme da LDU durante toda a sua história tem sido branco com o escudo da equipe sobre o lado esquerdo do peitoral. É utilizado quando joga em casa ou fora.

O escudo do clube mudou um pouco ao longo dos anos. De 1930 até 1939 a equipe utilizou um triângulo invertido vermelho e azul com as letras "UC" em branco no meio, as letras faziam referência à Universidade Central do Equador. De 1940 até 1996 foi um grande "U" em vermelho. Desde 1997, a equipe adotou novamente o escudo do clube um triângulo invertido vermelho e azul com um "U" branco no meio. O escudo também possui cinco estrelas, que representam os torneios continentais conquistados pelo clube: a Copa Libertadores de 2008, as Copas Sul-Americanas de 2009 e 2023, e as Recopas Sul-Americanas de 2009 e 2010.

Títulos editar

CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa Libertadores 1 2008
  Copa Sul-Americana 2 2009 e 2023
  Recopa Sul-Americana 2 2009 e 2010
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Equatoriano 12 1969, 1974, 1975, 1990, 1998, 1999, 2003, 2005-A, 2007, 2010, 2018 e 2023
  Copa do Equador 1 2018-19
  Supercopa do Equador 2 2020 e 2021
  Campeonato Equatoriano - Série B 2 1974 e 2001

A: Campeão Torneio Apertura

Outras campanhas de destaque editar

Referências

  1. Rizzo, Marcel (4 de novembro de 2023). «Fluminense enfrentará a LDU de Quito na Recopa Sul-Americana». Rádio Itatiaia. Consultado em 7 de novembro de 2023 
  2. a b «De Quito ao Maracanã: quando a LDU conquistou a Libertadores». FNV Sports. 9 de agosto de 2021. Consultado em 14 de julho de 2023 
  3. ESPN Brasil - Fluminense campeão da Recopa, brasileiros aumentam soberania, página editada em 29 de fevereiro de 2024 e disponível em 1 de abril de 2024.
  4. Diário do Nordeste - Quantos títulos tem a LDU adversária do Fortaleza na final da Sul-Americana, página editada em 28 de outubro de 2023 e disponível em 1 de abril de 2024.
  5. Globoesporte.com- Fluminense versus LDU será a final continental mais repetida na América do Sul, página editada em 21 de fevereiro de 2024 e disponível em 1 de abril de 2024.
  6. a b «Liga Campeón 2007 - historia». El Universo (em espanhol). 5 de dezembro de 2007. Consultado em 1 de setembro de 2023 
  7. «Así nació Liga». Revista Liga Deportiva Universitaria: p. 6. Outubro de 1973 
  8. «Historia de Liga Deportiva Universitaria de Quito». Consultado em 17 de abril de 2017. Arquivado do original em 23 de agosto de 2012 
  9. «Fluminense falha nos pênaltis, e a LDU é campeã da Taça Libertadores». Globoesporte.com. 2 de julho de 2008. Consultado em 2 de setembro de 2023 
  10. UOL Esporte (3 de dezembro de 2009). «Flu vence, mas não faz o suficiente e vê a LDU fazer outra festa no Maracanã». Consultado em 3 de dezembro de 2009 
  11. «Federación Ecuatoriana de Fútbol». Consultado em 9 de abril de 2012. Arquivado do original em 28 de março de 2014 


Ligações externas editar