J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final

Suriga Bank Championship - Copa Suruga
(Redirecionado de Copa Suruga Bank)
J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final
Levain Cup
Levain-Cup.png
Logotipo da competição
Dados gerais
Organização CONMEBOL
JFA
Edições 12
Outros nomes Copa Suruga Bank (2008–2018)
Local de disputa  Japão
Sistema Jogo único
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final, anteriormente Copa Suruga Bank,[1] é uma competição internacional de futebol criada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) em parceria com a Associação de Futebol do Japão (JFA), através da Liga Japonesa de Futebol (J-League).[2] O torneio foi patrocinado pelo Banco Suruga desde seu início em 2008 até a edição de 2018, mas meses antes da edição de 2019 a empresa japonesa removeu o apoio e deixou de nomear a competição.[3]

A disputa surgiu como um laço entre a CONMEBOL e a JFA para o desenvolvimento do futebol no Japão. É realizada em jogo único envolvendo os campeões da Copa Sul-Americana e da Copa da Liga Japonesa do ano anterior, sendo sempre disputada na cidade da equipe japonesa classificada para a competição. A primeira edição foi realizada no dia 30 de julho de 2008, entre Gamba Osaka e Arsenal de Sarandí, da Argentina.

Na edição seguinte o Internacional tornou-se o primeiro clube brasileiro a vencer o torneio ao derrotar o Oita Trinita.[4] Em 2013, o São Paulo foi derrotado pelo Kashima Antlers por 3–2 e acabou ficando com o vice campeonato. No ano de 2017, o Brasil teve mais um representante no torneio, quando a Chapecoense enfrentou o Urawa Red Diamonds e perdeu por 1–0, sendo vice-campeã.

Em 2019, o Athletico Paranaense, campeão da Copa Sul-Americana de 2018, tornou-se o segundo clube brasileiro a vencer o torneio ao bater o Shonan Bellmare, vencedor da Copa da Liga Japonesa de 2018, por 4–0. Dessa forma, empatou a disputa entre as equipes ocidentais contra os campeões da J-League.

O recordista de títulos é o Kashima Antlers, que conquistou as edições de 2012 e 2013.

HistóriaEditar

No Japão, existem três torneios de máxima categoria, os dois primeiros (Campeonato Japonês de Futebol e a Copa do Imperador) oferecem vagas para a competição de clubes mais importante da Ásia, a Liga dos Campeões da AFC, mas a Copa da Liga Japonesa não oferecia vaga a nenhum torneio. Por este motivo, o presidente da JFA, Saburo Kawabuchi, junto com Kenji Onitake, propuseram ao então presidente da CONMEBOL, Nicolás Leoz, e a Eduardo Deluca a criação de uma competição na qual se enfrentariam os campeões da Copa da Liga Japonesa e da Copa Sul-Americana.[5]

2008–2018 (Copa Suruga Bank)Editar

A edição inaugural foi disputada em 30 de julho de 2008 na cidade de Osaka, onde enfrentaram-se o time local, o Gamba Osaka, e o Arsenal de Sarandí da Argentina. A equipe sul-americana ganhou por 1–0 convertendo-se assim na primeira equipe ganhadora da competição.

Na edição de 2009, no Estádio Big Eye, o Internacional sagrou-se campeão após derrotar o Oita Trinita por 2–1, tornando-se a primeira equipe brasileira ganhadora da competição.[6]

Na edição de 2010, pela primeira vez uma equipe japonesa ganhou a Copa Suruga, o FC Tokyo, após empatar em 2–2, venceu nos pênaltis por 4–3 a LDU de Quito. No mesmo dia da final, as duas associações renovaram o contrato que terminaria em 2011 e ampliaram a competição por mais 5 anos.

Na edição de 2011 se enfrentaram o Júbilo Iwata, ganhador da Copa da Liga Japonesa de 2011, contra Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2010. No tempo normal o jogo acabou empatado em 2–2. A equipe japonesa foi a vencedora após vencer por 4–2 nos pênaltis.

A edição de 2012 foi disputada pelo Kashima Antlers, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2012 contra o Universidad de Chile, campeão da Copa Sul-Americana de 2011 no dia 1 de agosto. No tempo regulamentar, empate em 2–2. Nos pênaltis, a equipe japonesa levou a melhor e fez 7–6, ficando com o título.

A edição de 2013 contou com a segunda participação de um brasileiro, após três anos sem nenhum representante. O São Paulo enfrentou o Kashima Antlers, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2013, a partida ocorreu em 7 de agosto. O resultado final foi de 3–2 a favor do Kashima Antlers coroando-se como o primeiro bicampeão da competição.[7]

A edição de 2014, novamente contou com uma equipe Argentina, o campeão da Copa Sul-Americana de 2013, Lanús enfrentou o Kashiwa Reysol, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2013. O resultado foi 2–1 para o Kashiwa, com um pênalti faltando três minutos para o fim da partida.

Na edição de 2015 se enfrentaram o Gamba Osaka, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2014 contra o River Plate, campeão da Copa Sul-Americana de 2014. No dia 11 de agosto, o River Plate conquistou a Copa Suruga Bank após ganhar de 3–0.

Na edição de 2016, pela primeira vez houve a participação de uma equipe colombiana, o Independiente Santa Fe, campeão da Copa Sul-Americana de 2015, contra o campeão japonês Kashima Antlers, a partida acabou em 1–0 a favor dos colombianos. Desta forma, o Santa Fe se converteu na primeira equipe de seu país a ser campeão da competição, além disso, também conseguiu ser o primeiro clube colombiano a levantar um troféu fora do continente americano.

Na edição de 2017 se enfrentaram o Urawa Red Diamonds, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2016 contra Chapecoense, campeã da Copa Sul-Americana de 2016. O time japonês sagrou-se campeão ao derrotar a equipe brasileira por 1–0, com um gol de pênalti polêmico faltando dois minutos para finalizar a partida.[8][9]

Na edição de 2018, o torneio foi realizado entre Cerezo Osaka, campeão da Copa da Liga Japonesa de 2017, e pelo Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2017, em 8 de agosto, com o time argentino ficando com o título após vitória por 1–0.[10]

2019 (J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final)Editar

A edição 2019 do torneio foi a primeira sem o apoio do Banco Suruga, que precisou remover o patrocínio após ter sido flagrado num escândalo de corrupção no Japão,[11] o que levou a competição a ser rebatizada e oficialmente chamada de "J.League YBC Levain Cup/CONMEBOL Sudamericana Final". O confronto entre as equipes do Athletico Paranaense e Shonan Bellmare ocorreu no dia 7 de agosto de 2019, com vitória do time brasileiro por 4–0, o placar mais elástico dentre todas as edições.[12]

ResultadosEditar

Ano Final Local Público Treinador campeão
Campeão Placar Vice
2008
Detalhes
 
Arsenal de Sarandí
Copa Sul-Americana de 2007
1 – 0  
Gamba Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2007
Estádio Nagai, Osaka
(30 de julho)
19 728   Daniel Garnero
2009
Detalhes
 
Internacional
Copa Sul-Americana de 2008
2 – 1  
Oita Trinita
Copa da Liga Japonesa de 2008
Estádio Big Eye, Oita
(5 de agosto)
16 505   Tite
2010
Detalhes
 
FC Tokyo
Copa da Liga Japonesa de 2009
2 – 2
4 – 3 (pen)
 
LDU Quito
Copa Sul-Americana de 2009
Estádio Nacional, Tóquio
(4 de agosto)
19 423   Hiroshi Jofuku
2011
Detalhes
 
Júbilo Iwata
Copa da Liga Japonesa de 2010
2 – 2
4 – 2 (pen)
 
Independiente
Copa Sul-Americana de 2010
Estádio Shizuoka Ecopa, Shizuoka
(3 de agosto)
19 034   Masaaki Yanagishita
2012
Detalhes
 
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2011
2 – 2
7 – 6 (pen)
 
Universidad de Chile
Copa Sul-Americana de 2011
Estádio Kashima, Kashima
(1 de agosto)
20 021   Jorginho
2013
Detalhes
 
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2012
3 – 2  
São Paulo
Copa Sul-Americana de 2012
Estádio Kashima, Kashima
(7 de agosto)
26 202   Toninho Cerezo
2014
Detalhes
 
Kashiwa Reysol
Copa da Liga Japonesa de 2013
2 – 1  
Lanús
Copa Sul-Americana de 2013
Estádio Hitachi Kashiwa Soccer, Kashiwa
(6 de agosto)
15 349   Nelsinho Baptista
2015
Detalhes
 
River Plate
Copa Sul-Americana de 2014
3 – 0  
Gamba Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2014
Estádio Osaka Expo '70, Osaka
(11 de agosto)
12 722   Marcelo Gallardo
2016
Detalhes
 
Santa Fe
Copa Sul-Americana de 2015
1 – 0  
Kashima Antlers
Copa da Liga Japonesa de 2015
Estádio Kashima, Kashima
(10 de agosto)
19 716   Gustavo Costas
2017
Detalhes
 
Urawa Red Diamonds
Copa da Liga Japonesa de 2016
1 – 0  
Chapecoense
Copa Sul-Americana de 2016
Estádio Saitama 2002, Saitama
(15 de agosto)
11 002   Takafumi Hori
2018
Detalhes
 
Independiente
Copa Sul-Americana de 2017
1 – 0  
Cerezo Osaka
Copa da Liga Japonesa de 2017
Estádio Nagai, Osaka
(8 de agosto)
10 035   Ariel Holan
2019
Detalhes
 
Athletico Paranaense
Copa Sul-Americana de 2018
4 – 0  
Shonan Bellmare
Copa da Liga Japonesa de 2018
Estádio Shonan BMW Hiratsuka, Hiratsuka
(7 de agosto)
9 129   Tiago Nunes

TítulosEditar

Por clubesEditar

Equipes Títulos Vices
  Kashima Antlers 2 (2012, 2013) 1 (2016)
  Independiente 1 (2018) 1 (2011)
  Arsenal de Sarandí 1 (2008) 0
  Internacional 1 (2009) 0
  FC Tokyo 1 (2010) 0
  Júbilo Iwata 1 (2011) 0
  Kashiwa Reysol 1 (2014) 0
  River Plate 1 (2015) 0
  Santa Fe 1 (2016) 0
  Urawa Red Diamonds 1 (2017) 0
  Athletico Paranaense 1 (2019) 0
  Gamba Osaka 0 2 (2008, 2015)
  Oita Trinita 0 1 (2009)
  LDU Quito 0 1 (2010)
  Universidad de Chile 0 1 (2012)
  São Paulo 0 1 (2013)
  Lanús 0 1 (2014)
  Chapecoense 0 1 (2017)
  Cerezo Osaka 0 1 (2018)
  Shonan Bellmare 0 1 (2019)

Por paísEditar

País Títulos Vices
  Japão 6 6
  Argentina 3 2
  Brasil 2 2
  Colômbia 1 0
  Chile 0 1
  Equador 0 1

Por confederaçãoEditar

Confederação Títulos Vices
JFA 6 6
CONMEBOL 6 6

ArtilheirosEditar

Edição Futebolista(s) Clube Gols
2008   Carlos Casteglione   Arsenal de Sarandí 1
2009   Alecsandro   Internacional 1
  Andrézinho
  Keigo Higashi   Oita Trinita
2010   Sōta Hirayama   FC Tokyo 1
  Masashi Oguro
  Hernán Barcos   LDU de Quito
  Patricio Urrutia
2011   Eduardo Tuzzio   Independiente 1
  Facundo Parra
  Tomoyuki Arata   Júbilo Iwata
2012   Daiki Iwamasa   Kashima Antlers 1
  Renato Cajá
  Charles Aránguiz   Universidad de Chile
2013   Yuya Osako   Kashima Antlers 3
2014   Kaoru Takayama   Kashiwa Reysol 1
  Leandro
  Leandro Somoza   Lanús
2015   Carlos Sánchez   River Plate 1
  Gabriel Mercado
  Gonzalo Martínez
2016   Humberto Osorio   Santa Fe 1
2017   Yuki Abe   Urawa Red Diamonds 1
2018   Silvio Romero   Independiente 1
2019   Braian Romero   Athletico Paranaense 1
  Marcelo Cirino
  Rony
  Thonny Anderson

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Athletico Paranaense na busca pela conquista da Levain Cup». CONMEBOL. 6 de agosto de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  2. «Copa Suruga Bank». CONMEBOL. Consultado em 22 de março de 2020 
  3. «Copa Suruga perde nome tradicional e são definidos detalhes do Athletico no Japão». globoesporte.com. 17 de junho de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  4. «Mais um título no Japão: Inter vence Oita Trinita e conquista a Copa Suruga». 5 de agosto de 2009. Consultado em 20 de janeiro de 2019 
  5. Conmebol.com. «Copa Suruga Bank». Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  6. «Inter vence time japonês e conquista Copa Suruga». Terra. 5 de agosto de 2009. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  7. «Nos acréscimos, São Paulo perde a Copa Suruga para o Kashima Antlers». Globo Esporte. 7 de agosto de 2013. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  8. «"Não foi pênalti", diz Zlatan, do Urawa, sobre lance que decidiu jogo contra a Chapecoense». Diário Catarinense. 15 de agosto de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  9. «Chapecoense es vicecampeón de la Copa Suruga Bank». Site da CONMEBOL. 16 de agosto de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2017 
  10. «Rival do Santos na Libertadores, Independiente é campeão da Copa Suruga». UOL Esporte. 8 de agosto de 2018. Consultado em 9 de agosto de 2018 
  11. «Lembra da Copa Suruga? Ela pode acabar por causa de um escândalo». ESPN Brasil. 21 de maio de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 
  12. «Athletico goleia o Shonan Bellmare e conquista seu primeiro título intercontinental». Yahoo! Esportes. 7 de agosto de 2019. Consultado em 7 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar