Abrir menu principal
Luiz Armando Queiroz
Luiz Armando Queiroz na peça “O marido vai a caça”
Nascimento 22 de fevereiro de 1945
Recife,  Pernambuco
Morte 16 de maio de 1999 (54 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Atividade 1968-1998

Luiz Armando Queiroz (Recife, 22 de fevereiro de 1945Rio de Janeiro, 16 de maio de 1999) foi um diretor e ator brasileiro. Entre os seus maiores sucessos na televisão estão os personagens "Cláudio" da novela Cuca Legal, "Belchior" da novela Estúpido Cupido, "Tuco", da primeira versão da série A Grande Família, "Tito Moreira França", da novela Roque Santeiro, além de apresentador do programa Concertos para a Juventude, todos estes trabalhos exibidos pela Rede Globo.[1]

Luiz Armando Queiroz também se destacou ainda em trabalhos na Rede Bandeirantes, como em Os Imigrantes, e também na Rede Manchete, onde entre outros trabalhos viveu o vilão "Rodrigo", de A História de Ana Raio e Zé Trovão.

O sucesso alavancou a carreira de apresentador, assim, em 1989, ele comandou o Sem Limite, um dos primeiros programas de auditório da história da Rede Manchete que era transmitido semanalmente, nas noites de terça-feira. A atração tinha o mesmo formato do consagrado O Céu é o Limite. O ator inclusive adotou o bordão do apresentador da atração original, J. Silvestre: “absolutamente certo!”.[2]

Luiz Armando Queiroz também se destacou como diretor de novelas e, entre seus principais trabalhos como diretor, estão A Idade da Loba, na Rede Bandeirantes, Os ossos do barão, no SBT, e a minissérie Chiquinha Gonzaga, na Rede Globo.

Luiz Armando Queiroz faleceu por falência de múltiplos órgãos, consequência de uma quimioterapia para tratamento de um câncer linfático. Ele descobrira a doença em dezembro de 1998.

Telenovelas, minisséries e seriadosEditar

FilmesEditar

Referências

  1. «LUIZ ARMANDO QUEIROZ - TRAJETÓRIA». memoriaglobo.globo.com. Consultado em 23 de novembro de 2016 
  2. «Obituário da Fama - Luíz Armando Queiróz». ALÉM DA IMAGINAÇÃO HOME PAGE 

Ligações externasEditar