Mapei (equipa ciclista)

equipa ciclista italiana
(Redirecionado de Mapei-GB)
Mapei
Bettini Placci 2001.jpg
Informações
Estatuto
Equipa pro (-)
UCI Trade Team I (d) (-)Visualizar e editar dados no Wikidata
Código UCI
MAPVisualizar e editar dados no Wikidata
Disciplina
Países
Fundação
1993
Extinção
2002
Temporadas
5Visualizar e editar dados no Wikidata
Designações anteriores
-
Eldor-Viner
-
Mapei-Viner
Mapei-CLAS
Mapei-GB-Latexco
-
Mapei-GB
Mapei-Bricobi
-
Mapei-Quick Step
Equipamento
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
equipamento

Mapei foi uma equipa italiana (posteriormente belga) de ciclismo em estrada desde 1993 até 2002, que teve como patrocinador principal à assinatura Mapei.

Foi um das equipas mais potentes e vencedoras da sua época, sendo o nº 1 do ranking mundial em 8 das suas 10 temporadas, sete delas de maneira consecutiva.

Patrick Lefevere foi o director principal da equipa.

HistóriaEditar

A equipa Mapei surgiu no ano 1993, copatrocinado por Eldor-Viner, nome pelo que se lhe conheceu em algumas carreiras durante os primeiros meses.

Fundiu-se com a equipa CLAS-Cajastur em 1994, e em 1995 acolheu a boa parte da equipa GB-MG, cujos patrocinadores se retiraram, resultando numa equipa nova, Maglificio, por um lado, e o copatrocinio com Mapei pelo outro. Com estas fusões, a Mapei converteu-se um do mais potentes do pelotão, ocupando o nº1 no Ranking UCI em 1994-2000 e 2002.

Em 2003, depois da decisão da empresa Mapei de deixar o ciclismo, nasce uma nova equipa, a Quick Step, com a firma homónima como patrocinador principal.

MetasEditar

Nº 1 do ranking mundialEditar

A equipa foi nº 1 do ranking mundial em 8 das suas 10 temporadas, sete delas de maneira consecutiva.

ClássicasEditar

A equipa teve a grandes especialistas em clássicas, como o belga Johan Museeuw ou os italianos Michele Bartoli, Andrea Tafi e Franco Ballerini.

Paris-RoubaixEditar

O Mapei ganhou cinco vezes a prestigiosa clássica Paris-Roubaix; em três dessas ocasiões (1996, 1998, 1999) a equipa ocupou os três postos do pódio. Na edição de 1996, Lefevere chamou a 15 quilómetros da meta a Milão, ao dono da firma Mapei, Giorgio Squinzi, para perguntar a este a ordem de chegada desejado, que se saldou com a vitória de Museeuw, escoltado no pódio por Bortolami (2º) e Tafi (3º).[1][2] Em 1998, Franco Ballerini ganhou a carreira, com quatro minutos de vantagem sobre os seus colegas Tafi e Peeters,[3] e em 1999 o ganhador foi Tafi, com dois minutos sobre Peeters e Tom Steels.[4]

Copa do mundoEditar

Em quatro ocasiões um ciclista da equipa Mapei fez-se com a Copa do Mundo: Gianluca Bortolami (1994),[5] Johan Museeuw (1995, 1996)[6][7] e Paolo Bettini (2002).[8]

Campeonatos do MundoEditar

A equipa também teve quatro ganhadores do Campeonato Mundial de Ciclismo em Estrada: Abraham Olano (1995),[9] Johan Museeuw (1996),[10] Oscar Camenzind (1998)[11] e Óscar Freire (2002).[12] Camenzind não luziu o maillot arco-íris em 1999 (se mudou à equipa Lampre), e em 2000 Freire levou dito ao Mapei depois do ter conseguido em 1999, quando militava no Vitalicio Seguros.

Grandes VoltasEditar

Quanto às grandes voltas, o suíço Tony Rominger foi o melhor ciclista que teve Mapei em sua história. Rominger ganhou a Volta a Espanha em 1994 (sua terceira Volta, e primeira para a equipa, na sua primeira temporada), ano em que, além da geral,[13] levou-se seis etapas.[13] Em 1995, Rominger triunfou no Giro d'Italia, fazendo-se com a maglia rosa (geral), a maglia ciclamino (pontos), a maglia azzurra (sprints intermediários) e quatro etapas.[14] Em 1996, Rominger foi 3º na Volta a Espanha,[15] onde ganhou a classificação da montanha[15] e duas etapas.[15]

O outro grande homem da Mapei para a geral de uma grande volta foi o espanhol Abraham Olano, quem em 1994 ganhou três etapas na Volta a Espanha dominada pelo seu colega Rominger, já que terminou 2º na Volta a Espanha em 1995,[16] e 3º no Giro d'Italia em 1996, no ano que estreiou no Giro, depois de perder a maglia rosa no Mortirolo.[17]

Nome da equipaEditar

O nome oficial da equipa alterou para o longo dos anos, em função da marca que acompanhasse à empresa Mapei como copatrocinador da esquadra. Os nomes da equipa Mapei ao longo dos anos foram os seguintes: Mapei (1993), Mapei-Clas (1994), Mapei-GB (1995-1997), Mapei-Bricobi (1998), Mapei-Quickstep (1999-2002).

PlantelEditar

Para anos anteriores, veja-se Elencos da Mapei

PalmarésEditar

Para anos anteriores, veja-se Palmarés da Mapei

Ciclistas destacadosEditar

Nome Ano Nascimento Nacionalidade Chegada Saída Resultados para a equipa
Fernando Escartín 1968   Espanha 1994 1995
Gianluca Bortolami 1968   Itália 1994 1996 Copa do Mundo de Ciclismo (1994)
Campeonato de Zurique (1994)
Leeds International Classic (1994)
1 etapa do Tour de France
Abraham Olano 1970   Espanha 1994 1996   Campeão do mundo em estrada (1995)
Volta à Romandia (1996)
2º da Volta a Espanha (1995) e 3 etapas
3º do Giro d'Italia (1996)
Tony Rominger 1961   Suíça 1994 1996   Volta a Espanha (1994)
  Giro d'Italia (1995)
Volta à Romandia (1995)
Paris-Nice (1994)
Volta ao País Basco (1994)
8 etapas da Volta a Espanha
4 etapas do Giro d'Italia
Franco Ballerini 1964   Itália 1994
2001
1998
2001
Paris-Roubaix (1995, 1998)
Daniele Nardello 1972   Itália 1994 2002   Campeonato da Itália de Ciclismo em Estrada (2001)
1 etapa do Tour de France
2 etapas da Volta a Espanha
Andrea Tafi 1966   Itália 1994 2002 Giro da Lombardia (1996)
Paris-Roubaix (1999)
Volta à Flandres (2002)
Paris-Tours (2000)
Wincanton Classic (1997)
Frank Vandenbroucke 1974   Bélgica 1995 1998 Paris-Nice (1998)
Johan Museeuw 1965   Bélgica 1995 2000   Campeão do mundo em estrada (1996)
  Campeonato da Bélgica de Ciclismo em Estrada (1996)
Copa do Mundo de Ciclismo (1995, 1996)
Volta à Flandres (1995, 1998)
Paris-Roubaix (1996, 2000)
Campeonato de Zurique (1995)
Manuel Beltrán 1971   Espanha 1995
2000
1996
2001
Tom Steels 1971   Bélgica 1996 2002   Campeonato da Bélgica de Ciclismo em Estrada (1997, 1998, 2002)
9 etapas do Tour de France
2 etapas da Volta a Espanha
Gianni Bugno 1964   Itália 1997 1998 1 etapa da Volta a Espanha
Oskar Camenzind 1971   Suíça 1997 1998   Campeão do mundo em estrada (1998)
Giro de Lombardia (1998)
Ján Svorada 1968   Chéquia 1997 1998 3 etapas da Volta a Espanha
1 etapa do Tour de France
Pavel Tonkov 1969   Rússia 1997 2000 Volta à Romandia (1997)
2º, 2º e 5º do Giro d'Italia e 4 etapas
3º e 4º da Volta a Espanha e uma etapa
Axel Merckx 1972   Bélgica 1999 2000   Campeonato da Bélgica de Ciclismo em Estrada (2000)
1 etapa do Giro d'Italia
Michele Bartoli 1970   Itália 1999 2001 Flecha Valona (1999)
Tirreno-Adriatico (1999)
Paolo Bettini 1974   Itália 1999 2002 Copa do Mundo de Ciclismo (2002)
Liège-Bastogne-Liège (2000, 2002)
Campeonato de Zurique (2001)
1 etapa do Tour de France
Óscar Freire 1976   Espanha 2000 2002   Campeão do mundo em estrada (2001)
1 etapa do Tour de France
2 etapas da Volta a Espanha
Stefano Garzelli 1973   Itália 2001 2002 2 etapas do Giro d'Italia
Fabian Cancellara 1981   Suíça 2001 2002   Campeonato da Suíça Contrarrelógio (2002)
Yevgeni Petrov 1978   Rússia 2001 2002   Campeonato da Rússia Contrarrelógio (2002)
Tour de l'Avenir (2002)

Classificações UCIEditar

De 1994 a 2002, a equipa estava qualificada na primeira categoria das equipas profissionais. As seguintes classificações aqui expostas correspondem às datas desde seu aparecimento até à sua dissolução.

Temporada Classificação
por equipas
Melhor corredor
na classificação individual
1994   Tony Rominger (1º)
1995   Tony Rominger (2º)
1996   Johan Museeuw (4º)
1997   Pavel Tonkov (5º)
1998   Andrea Tafi (7º)
1999   Paolo Bettini (13º)
2000   Paolo Bettini (10º)
2001   Paolo Bettini (9º)
2002   Paolo Bettini (3º)

DopagemEditar

Muitos corredores da equipa Mapei foram implicados em casos de dopagem, entre os quais estavam :

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

Referências

Ligações externasEditar