Abrir menu principal

Maria Alexandrina Pires Ferreira Chaves

Maria Alexandrina Pires Ferreira Chaves ou Maria Alexandrina Pires Chaves Berger (Faro, 1892-1979), foi uma pintora portuguesa[1].

Frequentou a Escola Industrial de Pedro Nunes em Faro, o Curso Especial de Pintura da EBAL e a Escola Normal para o Ensino do Desenho.[1].

Recebeu ensinamentos particulares dos pintores Ezequiel Pereira e António Tomás da Conceição Silva.[1]

Realizou diversas exposições em Faro, Lisboa e Porto. Participou, obtendo menções honrosas e várias medalhas, em Salões da Sociedade Nacional de Belas Artes em Lisboa e no Estoril e nas exposições do Grupo de Artistas Portugueses, da Imagem da Flor, da Junta da Província da Beira Alta, dos Pintores do Sul, no Salão Silva Porto e outras nacionais e estrangeiras.[1].

Expôs em 1957, na SNBA, uma série sobre as praias e as falésias do Algarve[2].

Encontra-se colaboração da sua autoria na na II série da revista Alma nova [3] (1915-1918).

Casada com o escultor Rogério Paletti Berger (1899-1965).

Irmã de Raul Pires Ferreira Chaves, de Olímpio Ferreira Chaves e de João Carlos Pires Ferreira Chaves.


ToponímiaEditar

Existe em Faro a Praceta Maria Alexandrina Pires Chaves Berger.


Notas

  1. a b c d Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, vol. XXXIX (apêndice) (p. 27)
  2. Brotéria 1957
  3. Rita Correia (19 de julho de 2011). «Ficha histórica:Alma nova: revista ilustrada (II Série) (1915-1918)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 13 de março de 2015 

Ligações externasEditar