Abrir menu principal
Marlon Yared Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações pessoais
Nome completo Marlon Muraguti Yared
Modalidade Voleibol
Nascimento 27 de julho de 1977 (42 anos)
Guaíra,  Paraná
Nacionalidade  Brasil
Compleição Peso: 80 Kg Altura: 1,89 m
Posição Levantador
Período em atividade Voleibolista
Medalhas
Copa do Mundo de Voleibol Masculino
Bronze Japão 2011 Equipe
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino
Ouro Itália 2010 Equipe
Torneio Hubert Jerzeg Wagner de Voleibol
Ouro Bydgoszcz 2010 Equipe
Copa dos Campeões de Voleibol Masculino
Ouro Japão 2009 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino
Ouro Bogotá 2009 Equipe
Ouro Cuiabá 2011 Equipe
Liga Mundial de Voleibol
Ouro Belgrado 2009 Equipe
Ouro Córdoba 2010 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino Sub-19
Ouro Caracas 1994 Equipe
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino Sub-21
Prata Manama 1997 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Clubes de Voleibol Masculino
Ouro Buenos Aires 1997 Olympikus/Telesp

Marlon Muraguti Yared (Guaíra, 27 de julho de 1977) é um voleibolista brasileiro, cuja posição em quadra é de levantador e conquistou títulos expressivos em todas as categorias da seleção brasileira: na categoria infanto-juvenil foi campeão sul-americano em 1994, também vice-campeão mundial juvenil em 1997 e campeão mundial adulto em 2010, além do bronze na Copa do Mundo de 2011 e de outras importantes conquistas pela seleção.[1] Atualmente, defende o Minas Tênis Clube.

Índice

CarreiraEditar

Com apenas 10 anos migrou com os pais para cidade de Itá , onde estudou na Escola Valentin Bernardi despertou para a prática desportiva, e aos poucos galgou no voleibol regional, nacional e mundial, defendeu as principais equipes do Brasil e do exterior.[2]

Migrou para cidade de Concórdia para jogar na Sadia/Concórdia e depois a convite do técnico Percy Oncken, foi atuar em Londrina permanecendo por três anos.Por intermédio do técnico Benhur Sperotto , passa a integrar a equipe da Olympikus[3],em 1996, onde permaneceu até 1999. Em 1997 com este clube foi campeão sul-americano de clubes, em Buenos Aires; em sua última temporada neste time, foi terceiro colocado na Superliga Brasileira 98-99 série A[4]

Desde as categorias de base, já representava o Brasil ao ser convocado para seleção brasileira na categoria infanto-juvenil, quando em 1994 disputou o Campeonato Sul-Americano nesta categoria, sediado na Venezuela , e na referida edição conquistou a medalha de ouro. Na categoria juvenil também representou o país no Campeonato Mundial em 1997, com sede no Bahrein, onde conquistou a importante medalha de prata neste mundial juvenil.[5]

Transferiu-se em 1999 para a equipe da Unisul/Florianópolis, pela qual conquistou o vice-campeonato da Superliga Brasileira 99-00 série A, o terceiro lugar da Superliga Brasileira 00-01 série A, mesmo resultado na Superliga Brasileira 01-02 série A. Em 2001 que conseguiu a vaga de titular da equipe, sob o comando do ex-voleibolista e técnico argentino Javier Weber [3]; ainda nesta equipe obteve o vice-campeonato da Superliga Brasileira 02-03 série A.Em 2004, obteve o terceiro lugar nas competições: Supercopa Mercosul, III Copa Bento Gonçalves e no Grand Prix/Copa Unisul 40 Anos.[4]

Em 2004 passa a defender as cores do Telemig Celular/Minas onde conquistou o vice-campeão da Superliga Brasileira 04-05 série A.[4] Em novembro de 2006 desperta interesse do voleibol italiano, disputando a série A1 da liga italiana pela equipe Marmi Lanza Verona, terminando na décima quarta colocação da na temporada 2006-07.[6] Na temporada seguinte disputou a série A1 da liga italiana defendendo o clube Bre Banca Lannutti Cuneo, na fase de classificação termina em segundo lugar,mas sofre eliminação na semifinal , o mesmo ocorreu na Copa da Itália A1 e na Liga dos Campeões termina em primeiro lugar na fase de grupo e sofre eliminação nas oitavas de final.[7]

Seu desempenho na Itália, rendeu-lhe convocação para seleção adulta em 2008, e pela primeira vez disputa a Liga Mundial neste ano, com uma boa campanha disputa a fase final, mas termina apenas na quarta posição. Na temporada 2008-09 retornou ao voleibol brasileiro para defender o São Bernardo/Santander.[8] e com o mesmo patrocínio, porém, com outra parceria atuou pelo Brasil Vôlei /São Bernardo / Santander na temporada 2009-10.[5] Em 2009, disputou todas as competições pela seleção brasileira e obteve ouro na Liga Mundial, no Campeonato Sul-Americano e na Copa dos Campeões.[5] Recebe nova convocação em 2010 para defender a seleção brasileira na Liga Mundial, e conseguiu o bicampeonato na competição; além disso disputou o Torneio Hubert Jerzeg Wagner, na Polônia, além do título desta competição, eleito melhor levantador.[9]

Antes da Liga Mundial de 2010, Marlon sofreu lesão no dedo anelar direito e por pouco não foi convocado para tentar trazer o eneacampeonato da seleção brasileira na Liga Mundial; mas se recuperou as pressas e embarcou para as partidas na Argentina, mas com a mão fragilizada não atuou na primeira rodada, inseguro por este motivo, entrou na partida contra a seleção da Holanda no momento que a seleção brasileira perdia por 2 sets a 0, quando entrou contribuiu bastante e a partir daí sentiu-se pronto para as demais partidas; quando entrou na quadra na fase final da liga, foi o principal responsável pelas belas atuações do grupo brasileiro.[9]

Em 2011 sagrou-se bicampeão sul-americano com a seleção brasileira[2], além da medalha de bronze na Copa do Mundo no Japão, classificando o Brasil para os Olimpíada de Londres 2012. De ascendência oriental, cuja origem vem do avô materno, nascido em Saga-ken, região próxima da cidade de Osaka, daí explica-se sua identificação com história, idioma e culinária oriental e manifestou em entrevista tempos atrás, o desejo de atuar em um clube japonês , que quase se realizou, pois, foi sondado pelo clube japonês Suntory. Marlon , casado e com filhos.[9]

Retornou ao voleibol mineiro para atuar no Vivo/Minas na temporada 2010-11 e na seguinte foi atuar na RJX, onde teve adaptação difícil. Em 2012 é contratado pela equipe russa Dinamo Krasnodar e renovou contato com esta equipe até 2015, pretende encerrar sua carreira no voleibol estrangeiro.[2]

Ás vésperas da Olimpíada de Londres 2012 alimentava o sonho de disputar o evento, pois, estava relacionado entre os vinte e cinco atletas para disputar a Liga Mundial , mas não foi relacionado para a lista dos dezoitos que disputariam a fase final.Quando a convocação saiu, soube por um amigo pessoal a sua não convocação e não obteve nenhum comunicado oficial, deixando Marlon magoado.[10]

Recentemente foi homenageado na Câmara Municipal de Vereadores de Itá, por empenho da ex-vereadora e atual secretaria de Assistência Social, Tânia Valmorbida, grande incentivadora de desportos , visou com a homenagem inspirar novas gerações ao exemplo de Marlon.Ele também foi elogiado pela prefeita Leide Mara Bender , na oportunidade recebeu uma placa e ao mesmo tempo ministrou uma palesta no Clube Cruzeiro, onde concedeu a autógrafos para centenas de crianças.[2][11][12]

ClubesEditar

Clube País De Até
Sadia/Concórdia   Brasil 1990 1993
Londrina   Brasil 1993 1996
Olympikus   Brasil 1996 1999
Unisul/Florianópolis   Brasil 1999 2003
Wizard/Suzano   Brasil 2003 2004
Telemig Celular/Minas   Brasil 2004 2006
Marmi Lanza Verona   Itália 2006 2007
Bre Banca Lannutti Cuneo   Itália 2007 2008
São Bernardo/Santander   Brasil 2008 2009
Brasil Vôlei /São Bernardo / Santander   Brasil 2009 2010
Vivo/Minas   Brasil 2010 2011
RJX   Brasil 2011 2012
Dinamo Krasnodar   Rússia 2012 2015
Bento Vôlei   Brasil 2015 ???

[3][4][8][13][14]

Títulos e resultadosEditar

Premiações individuaisEditar

Referências

  1. «Profile Marlon Muraguti Yared- FIVB». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  2. a b c d «Craque do vôlei é homenageado-FolhaSete». 14 de julho de 2013. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  3. a b c «Falando de Vôlei com o levantador Marlon Yared». 25 de julho de 2012. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  4. a b c d e f g h i j k l m n «Sábado é o Dia D na Superliga masculina 05/06: Serão conhecidos mais dois semifinalistas». 17 de março de 2006. Consultado em 9 de outubro de 2013. Arquivado do original em 12 de novembro de 2013 
  5. a b c «Liga Mundial 2010-Perfil dos Atletas». Consultado em 9 de outubro de 2013. Arquivado do original em 29 de outubro de 2013 
  6. «Marmi Lanza Verona - Serie A1 Stagione 2006/2007» (em italiano). Consultado em 9 de outubro de 2013 
  7. «Bre Banca Lannutti Cuneo - Serie A1 Stagione 2007/2008» (em italiano). Consultado em 9 de outubro de 2013 
  8. a b «Marlon é uma das forças do Santander na Superliga». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  9. a b c d Marcelle Sansão (setembro de 2013). «Marlon Muraguti Yared». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  10. «Magoado com Bernardinho, Marlon vê o fim de sua história na seleção». 12 de maio de 2012. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  11. Diego Mior (8 de julho de 2013). «Levantador Marlon é homenageado pelo Legislativo de Itá». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  12. Diego Mior (16 de março de 2013). «Levantador Marlon renova com o Dínamo Krasnodar, da Rússia, até 2015». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  13. «Perfil Marlon LegaVolley» (em italiano). Consultado em 9 de outubro de 2013 
  14. «Perfil Marlon-Hansports». Consultado em 9 de outubro de 2013 
  15. a b c «Atletas na Seleção Brasileira». Consultado em 9 de outubro de 2013