Miguel Soares

artista plástico português pioneiro dos novos media.

Miguel Soares (Braga, 1970) é um artista plástico português pioneiro dos novos media. Conhecido sobretudo pelos seus trabalhos de animação inspirados na ficção científica (exposição retrospectiva na Culturgest, Lisboa, Outubro 2008). [1] Soares trabalha em diversos mídia como a instalação multimedia, a videoarte, música electrónica (dois discos editados através do seu alter-ego migso), manipulação de jogos de computador, e fotografia (foi vencedor do prémio BES Photo 2007). [2][3]

Miguel Soares
Nascimento 1970
Braga
Cidadania Portugal
Alma mater
Ocupação escultor, fotógrafo, artista plástico
Página oficial
http://migso.net/

BiografiaEditar

Estudou Fotografia no Ar.Co, em Lisboa (1989-1990), Licenciou-se na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa de 1989 a 1995. Foi Bolseiro do Centro Nacional de Cultura em 1992 e 1993. [4] Bolseiro do Acordo Tripartido do Ministério da Cultura, Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação-Luso Americana para o Desenvolvimento para uma residência artística no Location One,em Nova Iorque (2003-2004). [5]

De 2006 a 2008 foi Professor Auxiliar Convidado na Licenciatura em Artes Visuais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve. Entre 2008 e 2013 foi Professor Auxiliar Convidado do Departamento de Arquitectura da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. É doutorando do Colégio das Artes, em Coimbra.

Exposições IndividuaisEditar

2010 Skyway '10, Toruń, Former police station, Polónia (curador: Mário Caeiro). [6]

 
leon night, 2007.

2009 Geolux, Centro de Artes Visuais, Coimbra (curador: Albano da Silva Pereira).

2008 Miguel Soares, Video and 3D Animation Works 1999-2005, Culturgest, Lisboa (curador: Miguel Wandschneider). [7]

2008 A Tale of Three Cities, Capela do Colégio das Artes, Universidade de Coimbra (curador: António Olaio).

2007 Do Robots Dream Of Electric Art?, Fundação EDP, Museu da Electricidade, Lisboa (curador: João Pinharanda). [8]

2007 Miguel Soares 2007, Galeria Graça Brandão, Lisboa. [9]

2006 Time Zones e Place in Time, Centro Cultural de Lagos (curador: Alexandre Alves Barata).[1]

 
Place in Time, animação, 2005.

2005 Place in Time, Galeria Graça Brandão, Porto.[2]

2004 H2O, Luxe Gallery, project room, Nova Iorque (curador: Stephan Stoyanov).[3]

2003 Time Zones, Galeria Graça Brandão, Porto.[4]

2003 Red Alert, Location One – Test Site, Nova Iorque, EUA (curador: Nathalie Anglès). [10]

2003 Animateur Amateur, Edifício Artes em Partes, Porto (curador: Paulo Mendes).[5]

2002 SpaceJunk beta 1.0 - Abstraction, Surface, Air, Centre Georges Pompidou, Paris, França (curador: Nicolas Trembley).[6]

2002 migso 002, Galeria Monumental, Lisboa.[7]

2001 SlowMotion, ESTGAD, Caldas da Rainha (curador: Miguel Wandschneider).[8]

 
SpaceJunk, animação 3D, 2001.

2001 SpaceJunk. 2001: Time Odissey. Sala do Veado, Museu Nacional de História Natural, Lisboa (curador: Luís Serpa). [11]

2000 Miguel Soares 2000, Galeria Monumental, Lisboa.[9]

1998 Heavens Gate (Project Room), ARCO98, Parque Ferial Juan Carlos I, Madrid, Espanha.[10]

1996 "Miguel Soares 1990-1996", Edifício ANJE, Faro (curador: Alexandre Alves Barata).[11]

1996 Miguel Soares 1996, Galeria Monumental, Lisboa.[12]

1994 Miguel Soares 1994, Galeria Monumental, Lisboa.[13]

1992 Miguel Soares 1992, Galeria Monumental, Lisboa.[14]

1991 Miguel Soares 1991, Galeria Monumental, Lisboa.[15]

Exposições Colectivas (selecção)Editar

2014 Obras da Coleção de Arte Contemporânea da Portugal Telecom. Centro de Arte da Casa das Mudas, Calheta, Madeira, (curador:José Manuel de Sainz-Trueva). [12]

2013 Um retrato quase apagado…, 17ª Bienal de Cerveira. Vila Nova de Cerveira, (curador: Fatima Lambert, Rita Xavier Monteiro).

2012 Odisseia Kubrick, Solar - Galeria de Arte Cinemática, Vila do Conde.[13]

2012 Positions, Wandesford Quay Gallery, Cork Institute of Technology, Irlanda

(curador: Dermot Browne/Gaia Projects).

 
Wabane, animation, 2008.

2012 Negativland “Our Favorite Things”, La Luz de Jesus Gallery, Los Angeles. [14]

2011 Ecologias Correlativas, 319 Scholes, Brooklyn (curador: Chimera+, Greg Barton).[16]

2010 Fiat Lux: Creacion e Iluminacion, Museu de Arte Contemporânea Union Fenosa, A Coruña (curador: Paulo Reis). [15]

2010 Linguagem e Experiência: Obras da Colecção da Caixa Geral de Depósitos, Museu de Aveiro (curador: Pedro Lapa).[17]

2008 Video A, Aldrich Contemporary Art Museum, Ridgefield, Connecticut, EUA (curador: Richard Klein).[18]

2008 PhotoEspana 08, BES Photo 2007, Centro Cultural Conde Duque, Madrid.[19]

2008 Prémio BES Photo 2007, Museu Colecção Berardo, Centro Cultural de Belém, Lisboa.[20]

2007 Histoires Animées. Le Fresnoy, studio national des arts contemporains, Tourcoing, França, (curador: J.A. Álvarez Reyes, Laurence Dreyfus, Marta Gili, Neus Miró). [21].

2007 50 Anos de Arte Portuguesa, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

2007 Uma Luz, Fundação EDP, Museu da Electricidade, Lisboa, (curador: João Pinharanda).[22]

2006 Cuentos Digitales, CGAC - Centro Galego de Arte Contemporánea, Santiago de Compostela, Espanha, (curador: Manuel Olveira).[23]

2006 Historias Animadas, CaixaForum, Fundació "la Caixa", Barcelona, Espanha. (curador: Marta

Gili et al).[24]

 
X-city, 3D Render, 1998.

2006 Negativlandland, Creative Electric Studios, Minneapolis, e Consolidated Works, Seattle.[25]

2006 Videomix, Videoarte Portugues Contemporaneo, La casa Encendida, Madrid, Espanha, (curador: Duero)[26]

2005 Del Zero al 2000 - Perspectivas del arte en Portugal, Fundación Marcelino Botín, Santander, Espanha, (curador: David Barro).

2005 Negativlandland, Gigantic Art Space, Nova Iorque, EUA.[27]

2004 International Residency Program – New Work 2004, Location One, Nova Iorque, EUA.[28]

2004 30 Artists Under 40, The Stenersen Museum, Oslo, Norway, (curador: Pedro Portugal).

2004 Re-Location – Shake, Muzeul National de Arta Contemporana, Bucharest, Roménia, (curador: Maria Rus Bojan).[29]

2004 Proximidades e Acessos: Obras da colecção Ivo Martins, Culturgest, Porto, Portugal, (curador: Miguel Wandschneider).[30]

2003 Outras Alternativas - novas experiencias visuais en Portugal, MARCO, Vigo, Espanha, (curador: David Barro).[31]

 
Night Art School, Wallmate, 1995.

2001 Situation Zero – new art from Portugal, Hierba Buena Center for the Arts, São Francisco, EUA (curador: René de Guzman).[32]

2001 Air Portugal 2, The Pond art space, São Francisco, EUA.[33]

1998 Observatório, Canal Isabel II, Madrid, Espanha (curador: João Pinharanda).[34]

1997 Mediações - Inter@ctividades, Palácio Galveias, Lisboa (curador: Maria Teresa Cruz, Isabel Carlos).[35]

1995 Wallmate, Cisterna da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.[36]

1991 II Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira, (1ºprémio). Vila Franca de Xira.

1991 Faltam Nove, Para 2000, Galeria, Escola Superior de Belas Artes de Lisboa.[37]

Videos MusicaisEditar

Para além do trabalho apresentado em exposições, e dos videos realizados para as suas próprias músicas, Miguel Soares realizou animações para os seguintes músicos ou grupos:

  • 2000 - Ebb, Sack & Blumm, Ed. Tomlab, 1999
  • 2001 - Rackrailway to..., Roberto Musci & Giovanni Venosta, Ed. Recommended Records, 1988
  • 2003 - Time Zones, Negativland, Ed. Seeland, 1987

Discografia e DVDsEditar

CD audio a solo

  • 2006 migso, ZOOG, Variz. Ref. 007den, ed. Variz, Lisboa.
     
    Time Zones, animação, 2003.
  • 2002 migso, 002, Variz. Ref. 003den, ed. Variz, Lisboa.

CD audio compilações

  • 2005 Portugal, A new sound portrait, ed. Fonoteca Municipal & N_Records, Lisboa.
  • 2003 Metrometro, Variz – 004den, ed. Variz, Lisboa.
  • 2001 Air Portugal 2, Pond – São Francisco, ed:00351.org.
  • 2001 Portuguese Electr(o)domestic tracks 1.0, Variz – 001den, ed. Variz, Lisboa.

DVD

  • 2007 Negativland, Our Favorite Things, VV AA, Ed. Other Cinema e Seeland, San Francisco.[38]

GalleryEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Miguel Soares

Referências

  1. «Exposição - Miguel Soares». web.archive.org. 12 de novembro de 2008. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  2. «Fonoteca Municipal - Catalogue». fonoteca.cm-lisboa.pt. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  3. Portugal, Rádio e Televisão de. «Fotógrafo Miguel Soares vence o IV Prémio Bes Photo». Fotógrafo Miguel Soares vence o IV Prémio Bes Photo. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  4. «Miguel Soares». Centro Nacional de Cultura. 2014-03-04UTC11:38:57. Consultado em 28 de setembro de 2021  Verifique data em: |data= (ajuda)
  5. «Location One » Miguel Soares (Portugal)». Consultado em 28 de setembro de 2021 
  6. «Skyway International Festival of Lights» 
  7. «MIGUEL SOARES | Videos e Animações 3D 1999-2005 | ARTECAPITAL.NET». www.artecapital.net. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  8. «rosalux : Do Robots Dream Of Electric Art? Miguel Soares 2007». web.archive.org. 17 de abril de 2015. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  9. «MIGUEL SOARES 2007 | MIGUEL SOARES | ARTECAPITAL.NET». www.artecapital.net. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  10. «Location One » Red Alert». Consultado em 28 de setembro de 2021 
  11. Oliveira, Luísa Soares de. «Reconstruir a paisagem». PÚBLICO. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  12. «Presidente do Governo inaugura exposição de arte contemporânea da PT na Casa das Mudas | Jornal da Madeira». web.archive.org. 6 de julho de 2015. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  13. «curtas.pt/solar». www.curtas.pt. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  14. «Negativland "Our Favorite Things" & Neon Park & Chick Strand: Retrospective». La Luz de Jesus Gallery (em inglês). 7 de setembro de 2012. Consultado em 28 de setembro de 2021 
  15. «Fiat Lux – Creación e Iluminación». todomuseo.com (em espanhol). 18 de maio de 2010. Consultado em 28 de setembro de 2021