Miracema do Tocantins

Miracema do Tocantins (português)
Krikahâ dawanã hã (Akwẽ-Xerénte)
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Miracema do Tocantins (português) Krikahâ dawanã hã (Akwẽ-Xerénte)
Bandeira
Hino
Gentílico miracemense
Localização
Localização de Miracema do Tocantins (português) Krikahâ dawanã hã (Akwẽ-Xerénte) no Tocantins
Localização de Miracema do Tocantins (português)
Krikahâ dawanã hã (Akwẽ-Xerénte) no Tocantins
Mapa de Miracema do Tocantins (português)
Krikahâ dawanã hã (Akwẽ-Xerénte)
Coordenadas 9° 34' 01" S 48° 23' 31" O
País Brasil
Unidade federativa Tocantins
Região metropolitana Palmas
Municípios limítrofes Miranorte, Palmas, Lajeado, Tocantínia
Distância até a capital 74 km
História
Fundação 25 de agosto de 1948 (71 anos)
Aniversário 25 de agosto
Administração
Prefeito(a) Saulo Sardinha Milhomem (DEM, 2018 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 2 656,090 km²
População total (estatísticas IBGE/2017[2]) 19 055 hab.
 • Posição TO: 11º
Densidade 7,2 hab./km²
Clima Tropical (°C)
Altitude 197 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,684 médio
 • Posição TO: 16º
PIB (IBGE/2016[4]) R$ 645 741,39 mil
PIB per capita (IBGE/2016[4]) R$ 33 388,90
Website http://www.miracema.to.gov.br/ (Prefeitura)
http://cmmiracema.to.gov.br/ (Câmara)

Miracema do Tocantins (em Akwẽ-Xerénte Krikahâ dawanã hã [kɾikahə dawanə̃ hə̃][5]:44) é um município do estado do Tocantins, no Brasil. Pertence a região metropolitana de Palmas, Localiza-se a uma latitude 09º34'02" sul e a uma longitude 48º23'30" oeste, estando a uma altitude de 197 metros. Sua população estimada em 2010 era de 20 684 habitantes. Possui uma área de 2 667,075 km². Foi a capital estadual até 1990. A cidade forma uma conurbação com o município vizinho de Tocantínia.

OrigemEditar

"Miracema" é originário do tupi antigo pirasema, que significa "saída de peixes" (pirá, peixe e sema, saída). O termo se refere ao período de reprodução dos peixes, quando os mesmos sobem os rios ou se deslocam para seus trechos rasos e com ervas para desovar, período este em que a pesca é facilitada.[6]

HistóriaEditar

Em tempos passados, a região foi habitada pelos índios xerente.[7] No início do século XX, os garimpos atraíram migrantes para o então Norte de Goiás, estimulando, também, a exploração da cana-de-açúcar e a navegação fluvial. A região foi denominada Xerente e Bela Vista. Em 1948, o distrito foi desmembrado de Araguacema, com a denominação de Miracema do Norte.

Em 1988, com o desmembramento do Estado de Goiás originando o Tocantins, Miracema do Norte, hoje Miracema do Tocantins, foi escolhida para sediar a capital provisória do Estado, por ato do presidente da República. Permaneceu nesta condição no período de 1 de janeiro de 1989 até 31 de dezembro do mesmo ano, quando foi instalada, em Palmas, a capital estadual definitiva.

Exército BrasileiroEditar

No município, está instalada a unidade do tiro de guerra 11-008.[8]

EsporteEditar

O município possui dois clubes de futebolː o Tocantins Esporte Clube (TEC) e o extinto Miracema Esporte Clube (MEC). No município, localiza-se o estádio de futebol Castanheirão, que pertence ao Governo Estadual e que tem capacidade para 2 000 pessoas.[9]

AtrativosEditar

  • Praia Mirassol, no Rio Tocantins;
  • Balneário do Lucena e Correntinho;
  • Praia do Funil;
  • Miracaxi (carnaval fora de época), realizado no Ponto de Apoio;
  • Exposição Agropecuária (realizada em Abril ou Maio).

Festas populares:

Na Cultura PopularEditar

Miracema do Tocantins ficou conhecida ao ser mencionada no hit "A Dois Passos do Paraíso", da banda Blitz. Na época (1983), o município ainda se chamava Miracema do Norte, e foi mencionada na música como a cidade do caminhoneiro Arlindo Orlando.

GeografiaEditar

Clima e pluviosidadeEditar

O clima é quente todo o ano. Apesar de ter algumas variações, são poucas, pois a diferença entre o mês mais quente (setembro) e o mais frio (julho) é de apenas 3 °C. A média das máximas em setembro é de 41 °C, e a das mínimas é de 23 °C; em julho, a média das temperaturas máximas atinge 33 °C, enquanto a das mínimas cai para 15 °C. Assim, a temperatura média anual é de 26 °C. Apesar de setembro ser o mês mais quente, as temperaturas mínimas maiores acontecem em março, com 24 °C. O mesmo acontece em relação a julho (mês mais frio), pois a menor temperatura máxima acontece em março e fevereiro.

A distribuição sazonal das precipitações pluviais está bem caracterizada, acusando, no ano, dois períodos bem definidos: a estação chuvosa de outubro a abril com temperatura média que varia entre 22 °C e 28 °C, com ventos fracos e moderados; e a estação seca nos meses de maio a setembro com temperatura média que varia entre 27 °C e 32 °C e temperatura máxima de 41 °C. O mês mais chuvoso é janeiro, quando chove 241 mm, enquanto o mês mais seco é julho, quando chove apenas 5 mm.

RelevoEditar

O relevo está caracterizado pelas Serras do Carmo e do Lajeado, que constituem um relevo basicamente escarpado. A cidade se localiza em um planalto.

HidrografiaEditar

Dentre os principais rios de Miracema, destaca-se o Rio Tocantins. A nascente mais longínqua do rio Tocantins fica localizada na divisa entre os municípios de Ouro Verde de Goiás - GO e Petrolina de Goiás - GO, bem próximo à divisa de ambos com o município de Anápolis - GO. A partir deste ponto, o rio surge com o nome de rio Padre Souza no município de Pirenópolis - GO . A maior vazão registrada no rio tocantins foi em 3 de março de 1980, atingindo aproximadamente 70 000 metros cúbicos por segundo nas proximidades de Tucuruí. A maior cheia no rio Tocantins foi em março de 1980, período na qual o nível do rio em Tucuruí aumentou cerca de 20 metros. Em 8 de março daquele ano, Marabá ficou praticamente submersa. Em 1980, com a enchente, a cidade ficou toda submersa.

O potencial energético instalado no rio Tocantins é superior a 10 500 megawatts, através de suas três usinas hidrelétricas:

EducaçãoEditar

O município de Miracema do Tocantins possui um campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT) .

A rede municipal de ensino conta com creches escolares, além de escolas de ensino fundamental, como a Vilmar Vasconcelos, a Francisco M. Noleto, a Brigadeiro Lisias Rodrigues, entre outras. Já a rede estadual tem escolas de ensino médio e fundamental.

EconomiaEditar

A economia é baseada principalmente no comércio varejista, agropecuária (gado leiteiro e de corte), produção de mel (da associação local, a APROMI), indústria de confecções, cerâmica, gráfica e de serigrafia e turismo. Este último é forte principalmente nas temporadas de praia no Rio Tocantins, no carnaval e em julho, no carnaval fora de época (Miracaxi) promovido pela prefeitura e com o apoio popular. É o mais famoso carnaval fora de época (no estilo baiano) do Tocantins.

PadroeiraEditar

A padroeira da cidade é Santa Teresinha do Menino Jesus, cuja festa se dá em 1 de outubro, que é feriado municipal.

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Miracema do Tocantins

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 30 de agosto de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 18 de dezembro de 2018 
  5. Cotrim, Rodrigo Guimarães Prudente Marquez (2016). Uma descrição da morfologia e de aspectos morfossintaxe da língua Akwê-Xerente (Jê Central) (PDF) (Tese de doutorado). Brasília: Universidade de Brasília 
  6. NAVARRO, E. A. Dicionário de Tupi Antigoː a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 387.
  7. Prefeitura Municipal Miracema do Tocantins. Disponível em http://www.miracema.to.gov.br/Historia/. Acesso em 13 de abril de 2016.
  8. Surgiu. Disponível em http://surgiu.com.br/noticia/101268/magda-borba-participa-de-visita-tecnica-no-tiro-de-guerra.html Arquivado em 26 de abril de 2016, no Wayback Machine.. Acesso em 13 de abril de 2016.
  9. «CBF» (PDF). Consultado em 6 de novembro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 10 de maio de 2013 
  Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.