MobiCascais é uma marca da empresa municipal portuguesa Cascais Próxima, E.M., S.A.[1] É utilizada na exploração dos serviços de transporte público coletivo rodoviário de passageiros (até 2021: BusCas), partilha e parqueamento de bicicletas (BiCas), e dos parques e zonas de estacionamento público tarifado (ParC) por todo o concelho de Cascais, em Portugal.[1]

MobiCascais
MobiCascais
pública (municipal)
Fundação 2016
Sede Complexo Multiserviços da Câmara Municipal de Cascais
Douroana, Alcabideche, Cascais
Área(s) servida(s) border link=CascaisCascais
Website oficial
Exemplares da frota Mobi​Cascais antes e após 2021.

História

editar
 
Veículo Scotturb em Cascais, fazendo a carreira MobiCascais BusCas 427, 2020.

A MobiCascais surgiu em junho de 2016 após a criação da Autoridade de Transportes do Município de Cascais, igualmente dependente da edilidade,[1] herdando para a sua alçada os serviços já prestados pela câmara nesta área de atividade — nomeadamente as carreiras de autocarro BusCas, que se haviam iniciado em 2001.[2]

Em 2020, explorava oito carreiras próprias de transporte público de passageiros[3] (as quais se juntaram aos serviços explorados pela Scotturb).[4] Foi nesse ano implementada um medida ímpar nos transportes públicos em Portugal, com a introdução de gratuitidade nas carreiras intra-municipais (BusCas), medida a financiar parcialmente com os proventos do estacionamento tarifado.[5]

 
Postaletes MobiCascais / BusCas e Scotturb em Carcavelos, Março de 2020 — últimos dias de operação conjunta.

Em fevereiro de 2021 preparavam-se já nas instalações da UNVI os primeiros veículos Scania N320UB (com carroçaria UNVI), de um total de 79 a introduzir ao longo do ano nas operações renovadas da MobiCascais.[6] A partir de Maio de 2021, as carreiras até então exploradas pela Scotturb em território municipal passaram a ser operadas pela empresa espanhola Martín, pertencente ao Grupo Ruiz, com novas denominações;[7][8] a concessão dura até meados de 2030.[6] Foi também em Maio de 2021 introduzida na MobiCascais a utilização de autocarros movidos a hidrogénio, com a chegada dos dois primeiros veículos deste tipo a operar em Portugal, adquiridos no âmbito duma parceria entre a Cascais Próxima e o grupo Salvador Caetano.[9] Estes veículos novos somam-se aos 17 Mercedes-Benz Sprinter 519cdi (com carroçaria Spica Urban VS30) já detidos pela autarquia.[6]

Entre julho de 2022 e janeiro de 2023 entram em vigor as concessões da marca Carris Metropolitana, reformulando profundamente os transportes públicos rodoviários da Grande Lisboa; neste contexto, mantiveram-se inalterados apenas os serviços intramunicipais de Barreiro (T.C.B.), Cascais (MobiCascais), Lisboa (C.C.F.L.).[10]

À data de Abril de 2023, a Câmara Municipal estimava um número de passageiros transportados superior a 20 milhões desde Janeiro de 2020.[11] A 6 de Agosto de 2023, o Vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais anunciou que o número de passageiros transportados desde Janeiro de 2020 era de 25 milhões. [12]

Autocarros

editar
início carreira BusCas fim
2016 408 BusCas Alvide M08
2020 1016 BusCas Carcavelos M41
2001 427 BusCas Cascais M27
2017 1013 BusCas Cascais-CUF M39
2020 1018 BusCas Escolar 2021
2017 1012 BusCas Estoril M38
2017 1014 BusCas Malveira-CUF M40
2020 1017 BusCas Nova SBE M16
2016 488 BusCas Parede M26
2017 1009 BusCas SDR M16
2017 1010 BusCas SDR Norte M37
2017 1011 BusCas SDR Oeste 2021

BusCas

editar

O serviço BusCas foi lançado em 2001, consistindo na denominação aplicada inicialmente à carreira 427 da Scotturb com o seu percurso de circulação pelos principais pontos geradores de tráfego da vila (estação ferroviária, mercado, tribunal e centro histórico).[2] A designação adotada, análoga a "BiCas", é um retroacrónimo de dupla leitura, conjugando a etimologia óbvia "bus" + "Cas[cais]" com o auspicioso termo "busca", que sugere acessibilidade próxima.[13]

Com a formação da MobiCascais em 2016,[1] foi criada uma rede BusCas através do alargamento desta designação a mais duas carreiras da Scotturb408 (com a designação adicional BusCas Alvide) e 488 (BusCas Parede)[2] — sendo depois ampliada em 2017 com a criação serviços próprios (com numeração 1009-1018) que a empresa colocou em funcionamento de forma gradual:[14] BusCas SDR (1009), BusCas SDR Norte (1010),[15] BusCas SDR Oeste,[16] BusCas Estoril (1012),[13] BusCas Cascais-Hospital (1013),[13] e BusCas Malveira-Hospital (1014).[13] Em 2020 tinham-se-lhes juntado BusCas Carcavelos (1016),[17] BusCas Nova SBE (1017),[18] e BusCas Escolar Malveira-Cascais (1018).[5] Aquando da reformulação de 2021, haviam sido discontinuados o BusCas Escolar Malveira-Cascais e o BusCas SDR Oeste.[19]

Estas carreiras caracterizavam-se maioritariamente pelos seus percursos curtos e de frequência elevada,[20] operadas por miniautocarros Mercedes.[6]

 
Alguns dos 96 novos veículos da MobiCascais em operação desde Maio de 2021.[8]

Carreiras "M"

editar

Em Maio de 2021, renova-se completamente a operação, passando a deter 41 carreiras:

  • São integradas na MobiCascais as 23 carreiras que a Scotturb operava no concelho (incluindo três sob a chancela BusCas),
  • as restantes 7 carreiras BusCas existentes à data são transformadas em 6 novas carreiras, e
  • são criadas 12 carreiras novas.

O novo elenco de carreiras recebeu designações harmonizadas, com numeração corrida prefixada por "M"[19] — muitas delas conservando os algarismos das dezenas e unidades (*), que são habitualmente os mais carismáticos e mnemónicos para o utente.[21]

Durante os seguintes meses, foram ainda criadas mais 3 carreiras novas para a rede da MobiCascais, totalizando-se atualmente 44 carreiras:[22]

Bicicletas

editar
 
Miniautocarro BusCas e bicicletas partilhadas BiCas: as operações da MobiCascais em 2018.
BiCas
 
Uma doca BiCas, junto à Estação Ferroviária de Carcavelos.
Informações
Proprietário Cascais Próxima - Gestão de Mobilidade, Espaços Urbanos e Energias, E.M., S.A.
Local Cascais, Lisboa, Portugal
Tipo de transporte Partilha de bicicletas
Número de estações 84[20]
Funcionamento
Início de funcionamento 2001 (bicicletas partilhadas de lazer)
2016 (bicicletas partilhadas de mobilidade)
Número de veículos ~1200[20]

O serviço BiCas foi lançado em 2001, inicialmente como um serviço de aluguer gratuito[necessário esclarecer] de bicicletas para lazer, disponível em três pontos da vila de Cascais (Largo da Estação, Cidadela e Casa da Guia) com o objetivo de facilitar e apoiar as deslocações de lazer entre a Estação de Cascais e a ciclovia do Guincho.[23] A designação adotada, análoga a "BusCas", é um retroacrónimo de dupla leitura, conjugando a etimologia óbvia "Bi[cicleta]" + "Cas[cais]" com o termo "bica" (café espresso), que sugere ubiquidade informal.[13]

Em setembro de 2016 foi lançado o serviço de bicicletas partilhadas de mobilidade que conta com 84 estações junto a locais estratégicos como interfaces de transporte público, parques de estacionamento e polos geradores de tráfego (escolas, clubes e associações ou centros comerciais). A utilização das bicicletas é feita através de uma aplicação, onde os utilizadores devem registar-se e subscrever uma das opções disponíveis (diário, semanal, mensal ou anual). Após este passo, devem dirigir-se a uma doca de modo a desbloquear (através da aplicação, de um cartão ou de NFC) e utilizar uma das bicicletas aí disponíveis. Possui um horário de funcionamento de treze horas diárias, estando disponíveis para utilização das 07:00 às 20:00. Todas as docas estão equipadas com wifi gratuito, sendo também possível utilizá-las para o parqueamento de bicicletas particulares (Bike Parking), igualmente mediante uma subscrição.[20]

A este serviço foi adicionado, em 2019, o aluguer de trotinetas elétricas.[carece de fontes?]

 
Interior de autocarro da MobiCascais em 2021.

Referências

  1. a b c d «Autoridade de Transportes do Município de Cascais | Câmara Municipal de Cascais». www.cascais.pt. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  2. a b c «busCas Alvide e busCas Parede integram MobiCascais». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  3. «Contratos de Concessão | Cascais Próxima | Câmara Municipal de Cascais». www.cascais.pt. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  4. «MobiCascais». www.mobicascais.pt. Consultado em 8 de janeiro de 2020 
  5. a b Cascais tem autocarros gratuitos a partir de 1 de janeiro (2020.01.03)
  6. a b c d Leandro FERREIRA: “Primeiro autocarro da Martin apresentado em breve em CascaisTransportes XXI (2021.02.11)
  7. «Primeiros autocarros da Martin chegam a Cascais | MobiCascais». mobi.cascais.pt. Consultado em 25 de agosto de 2021 
  8. a b «Nova era de Mobilidade chega a Cascais: 96 novos autocarros trazem melhor serviço | MobiCascais». mobi.cascais.pt. Consultado em 25 de agosto de 2021 
  9. Leandro FERREIRA: “Cascais estreia autocarros a hidrogénioTransportes XXI (2021.05.30)
  10. «Novos autocarros da Grande Lisboa operados por quatro empresas». Dinheiro Vivo. 15 de setembro de 2020. Consultado em 30 de maio de 2022 
  11. Pessoas, Lisboa Para; André, Mário Rui (17 de abril de 2023). «MobiCascais revê 14 linhas de autocarro, ajustando horários e percursos». Lisboa Para Pessoas. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  12. «Miguel Pinto Luz no LinkedIn: #cascais #transportescascais #cascaisproxima #mobicascais…». www.linkedin.com. Consultado em 13 de agosto de 2023 
  13. a b c d e «MobiCascais lança mais três novos autocarros». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  14. Sónia Peres PINTO: “Mobilidade. Nova Iorque quer imitar cascais(sic!) Sol (2017.06.12)
  15. «busCas SDR Norte, o autocarro para o dia-a-dia em São Domingos de Rana». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  16. «Do Norte para o Oeste à distância de um autocarro». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  17. «Carcavelos e Parede ganham mais e melhor mobilidade». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  18. «Com a NOVA chega um novo busCas». www.mobicascais.pt. Consultado em 17 de janeiro de 2020 
  19. a b «Tabela de Correspondência de Linhas» (PDF). MobiCascais. Consultado em 25 de Agosto de 2021 
  20. a b c d Marques, Paulo. MOBICASCAIS - O SISTEMA INTEGRADO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DO CONCELHO DE CASCAIS (PDF). [S.l.]: Cascais Próxima - Gestão de Mobilidade, Espaços Urbanos e Energias, E.M., S.A. Consultado em 16 de novembro de 2021 
  21. História dos transportes públicos da Grande Lisboa Bertrand: 1978
  22. «Nova Rede Municipal: Horários / Percursos das Linhas Municipais». MobiCascais. Consultado em 19 de Junho de 2024 
  23. «CICLOVIA - Aluguer de Bicicletas». ciclovias.pt. 2 de agosto de 2012. Consultado em 9 de janeiro de 2020 
 
BiCas em uso em 2009.

Ver também

editar

Ligações externas

editar
  Este artigo sobre uma empresa de ônibus/autocarros é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.