Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nenhum de Nós
Álbum de estúdio de Nenhum de Nós
Lançamento 1987
Gênero(s) Rock
Pop
Duração 39:22
Formato(s) Vinil, LP
Gravadora(s) Plug/RCA Victor
Produção Reinaldo Barriga
Cronologia de Nenhum de Nós
Cardume
(1989)

Nenhum de Nós é o álbum de estreia da banda de rock brasileira Nenhum de Nós. Foi lançado em 1987 pelo histórico selo Plug, da BMG.

O 1º disco do Nenhum de Nós, com 10 faixas. Foi lançado em 1987. Consagrando seu “carro-chefe”, “Camila, Camila”, seu clássico absoluto – canção mais executada em rádios no ano de 1988/89. Nessa obra vê-se claramente a influência New Order da banda embalada pelo seu caldeirão de inspirações. Sonoridade desde sempre original - destaque para a música “Adeus”, última faixa do lado A.

O grupo já assumia a característica de compor músicas extensas e letras lógicas. Tratando temas sociais, relacionamento, viagem interior. A última faixa do lado B ,"Frio", traz uma participação especial bem interessante: Vitor Ramil – por telefone. Esse disco não foi lançado em CD até hoje tornando-se uma raridade e objeto de desejo dos fãs mais novos. Vendeu mais de 30.000 cópias na época, mas não repercutiu na mídia antes do single 'Camila, Camila' se tornar um sucesso.

FaixasEditar

Todas as canções escritas e compostas por Thedy Corrêa, Carlos Stein e Sady Hömrich. 

CD Principal
N.º Título Duração
1. "Enquanto Conversamos"   3:08
2. "Camila, Camila"   5:08
3. "People Are"   5:11
4. "Uma Pequena História"   3:26
5. "Adeus"   1:52
6. "O Marinheiro Que Perdeu as Graças do Mar"   5:33
7. "O Que Clark Kent Não Viu"   4:17
8. "No Clube"   3:38
9. "Homem Caixa"   3:44
10. "Frio"   3:21
Duração total:
39:22

BandaEditar

Participações EspeciaisEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um álbum de Nenhum de Nós é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.