Abrir menu principal

Octávio Matos

(Redirecionado de Octávio de Matos)
Octávio Matos
Nome completo Rogério Octávio da Costa Matos[1]
Outros nomes Octávio de Matos
Nascimento 5 de abril de 1939
Porto
Nacionalidade português
Morte 3 de fevereiro de 2019 (79 anos)
Lisboa
Ocupação ator, dobrador
Atividade ator
Cônjuge Isabel Damatta
Outros prémios
Prémio de Melhor Ator - SNI (1967)

Medalha de Mérito Municipal (Grau Prata) CML 2007

Rogério Octávio Costa Matos (Porto, 5 de abril de 1939Lisboa, 3 de fevereiro de 2019) foi um ator e dobrador português.

BiografiaEditar

Octávio Matos nasceu em 5 de abril de 1939, no Porto.[2] Filho do também ator e ilusionista Octávio de Matos (1890 — 1964)[3], Matos subiu ao palco pela primeira vez aos quatro anos com o pai mas, como ator, participou ainda com esse idade numa peça de teatro de revista infantil, em Lourenço Marques (atual Maputo), capital de Moçambique.[4]

Frequentou o curso de teatro do Conservatório Nacional.[5]

Profissionalmente, estreou-se aos 17 anos, precisamente no dia de aniversário do seu pai, 20 de abril de 1956.[6][7]

Durante a segunda metade do século XX tornou-se num nome incontornável do teatro de revista, desempenhando, para além de actor, funções de encenador ou de direcção de actores, levando o teatro em digressões pelo país, pelas ex-colónias portuguesas e pelas comunidades portuguesas.[8]

No âmbito teatral possuiu ainda registo no teatro infantil e no teatro radiofónico.[8]

Na televisão, registam-se um vasto número de participações em séries e programas (como Os Batanetes ou O Prédio do Vasco) e telenovelas (como Primeiro Amor ou Ganância).[4][8]

No cinema, trabalhou sobretudo com a voz em várias dobragens, em películas de animação como Piglet - O Filme, Winnie the Pooh ou O Panda do Kung Fu 3 .[8][9][10][11]

Em 2007, recebeu da Câmara Municipal de Lisboa a Medalha de Mérito Municipal, no seu Grau Prata, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro (27 de março), a par de Deolinda Rodrigues, Artur Garcia e, a título póstumo, Sérgio de Azevedo.[12]

MorteEditar

Octávio Matos foi encontrado morto pela sua mulher, a também atriz Isabel Damatta, em sua casa, em Lisboa, a 3 de fevereiro de 2019, aos 79 anos.[13][14]

TelevisãoEditar

  Esta lista está incompleta. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-a.
Ano Projeto Ref.
1965 Cruzeiro de Férias
1968 O Marido da Vedeta [15]
1969 Melodias de Sempre
1977 A Feira
1980 Eu Show Nico [16]
1984 Fim de Século [17]
1987 Ora Viva
1988 Uma Bomba Chamada Etelvina [16]
1989 Ai Life [18]
1990 O Cacilheiro do Amor [16]
1990 Mistério Misterioso [16]
1992 Giras e Pirosas [16]
1993 Cosido à Portuguesa
1994 Nico d'Obra [16]
1996 Primeiro Amor [4][16]
1998 Terra Mãe [16]
1999 Nós os Ricos [16]
1999 Companhia do Riso [16]
2000 Bacalhau com Todos [16]
2000 Ajuste de Contas [16]
2001 Ganância
2002 Bons Vizinhos [19]
2002 Camilo, o Pendura [16]
2003 Não Há Pai
2004 Queridas Feras
2004 Maré Alta
2004 Os Batanetes [4]
2004 O Prédio do Vasco [4]
2005 Inspector Max
2007 Floribella
2008 Chiquititas
2009 Cenas do Casamento [20]
2010 Perfeito Coração
2011 A Família Mata [21]
2015 Jardins Proibidos

CinemaEditar

Ano Filme Realizador Ref.
1963 O Parque das Ilusões Perdigão Queiroga [2]
1969 Cruz de Ferro Jorge Brum do Canto [4]
1974 Derrapagem Constantino Esteves
1980 A Flor e a Vida Francisco Saalfeld [22]
2012 Balas & Bolinhos 3 - O Último Capítulo Luís Ismael [23]

TeatroEditar

  Esta lista está incompleta. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-a.
Ano Peça Local Ref.
1960 Mulheres de Sonho Coliseu dos Recreios [24][25]
1960 Chá-Chá-Chá Teatro Maria Vitória [26]
1962 Põe-te a Pau! Teatro Maria Vitória [27]
1963 Bate Certo! Teatro Maria Vitória [28]
1963 Haja Alegria! Teatro Maria Vitória [29][30]
1963 Ó Pá, Não Fiques Calado! Teatro Maria Vitória [31]
1964 Nazaré Teatro Maria Vitória [32]
1965 Zona Azul Teatro ABC [33]
1965 Roupa na Corda Teatro ABC [34]
1966 Tudo à Mostra! Teatro Maria Vitória [35]
1966 De Vento em Popa! Teatro Maria Vitória [36]
1968 Lisboa é Sempre Mulher Teatro Monumental [37]
1970 O Prato do Dia Teatro Maria Vitória [38]
1970 Pimenta na Língua! Teatro Maria Vitória [39]
1971 Cala-te Boca! Teatro Maria Vitória [40]
1971 Saídas da Casca Teatro ABC [41]
1972 Viva a Pandilha... Teatro ABC [42]
1973 Sexo Nunca! Somos Britânicos… Teatro Capitólio [43]
1973 Simplesmente Revista Teatro Monumental [44]
1975 Lisboa Acordou Teatro Monumental [45]
1977 Em Águas de Bacalhau Teatro ABC [46]
1977 Ó da Guarda Teatro ABC [47]
1978 Põe-te na Bicha [4][48]
1978 Direita Volver! Teatro ABC [49]
1982 Chá e Porradas Teatro ABC [50][51]
1982 As Taradas [52]
1986 Sapateado Teatro Villaret [53][54]
1988 Pijama Para Seis Teatro ABC [55]
1992 Quem Tem ECU Tem Medo [48][56]
2005 A Revista É Liiiinda! Teatro Maria Vitória [48][56]
2006 Já Viram Isto?!... Teatro Maria Vitória [48][57]
2011 Vamos Contar Mentiras [48]
2012 Não Há Euros P'ra Ninguém Digressão [48]
2014 Quem É o Jeremias? Digressão [58]

DobragensEditar

Ano Filme Personagem Ref.
2003 Piglet - O Filme [9]
2005 Winnie the Pooh Coelho [10]
2016 O Panda do Kung Fu 3 Sr. Ping [11][59]

DiscografiaEditar

ParticipaçõesEditar

  • As Aventuras do Tigre & mais Canções (2000, CD, Walt Disney (EUA)) Tema: "O que Há de Melhor em Ser Tigre" [60]

Referências

  1. Rateyourmusic.com
  2. a b «Cinema português : Cronologia : 1939». Referido como "Octávio de Matos". Instituto Camões. 2007. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  3. Redacção (17 de Dezembro de 1964). «Faleceu o actor Octávio de Matos». Ilusionista "Ling-Chong". Diário de Lisboa (via Casa Comum). p. 24. Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  4. a b c d e f g «Os portugueses precisam de rir». Correio da Manhã. 8 de junho de 2004. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  5. https://arquivos.rtp.pt/conteudos/entrevista-a-octavio-de-matos/
  6. «A popularidade é uma recompensa». Correio da Manhã. Também referido como "Octávio de Matos". 20 de abril de 2006. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  7. «Octávio de Matos : "Quando estou em casa sinto-me triste"». Vidas (Correio da Manhã). Referido como "Octávio de Matos". 3 de junho de 2012. Consultado em 16 de setembro de 2017. Arquivado do original em 16 de setembro de 2017 
  8. a b c d «Octávio Matos». Referido como "Octávio de Matos". Câmara Municipal de Lisboa. Arquivado do original em 11 de junho de 2007 
  9. a b «Filme : Piglet - O Filme». Cinema Sapo. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2005 
  10. a b Helena Melo (10 de março de 2005). «Novas aventuras de Winnie the Pooh hoje no cinema». Publico. Consultado em 16 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 16 de setembro de 2017 
  11. a b Margarida Vaz (18 de março de 2016). «O Panda do Kung Fu 3». Antena 1 (RTP). Consultado em 16 de setembro de 2017 
  12. «Dia Mundial do Teatro : Medalhas de Mérito Municipal para vultos do Teatro». Referido como "Octávio de Matos". Câmara Municipal de Lisboa. 26 de março de 2007. Arquivado do original em 5 de maio de 2007 
  13. «Morreu Octávio Matos». TVMais - Sapo.pt. 3 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2019 
  14. https://www.flash.pt/atualidade/nacional/detalhe/morreu-o-ator-octavio-de-matos-aos-79-anos
  15. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06589.127.22449#!30
  16. a b c d e f g h i j k l m «Recordar a carreira de Octávio Matos». RTP. Consultado em 29 de novembro de 2018 
  17. http://brincabrincando.com/programas.aspx?f=01_séries portuguesas&p=fim de século
  18. http://www.rtp.pt/programa/tv/p9404
  19. «Amor em terra de burros». Correio da Manhã. 24 de junho de 2002. Consultado em 29 de novembro de 2018 
  20. «Nova série de humor». Correio da Manhã. Referido como "Cenas de um Casamento". 5 de junho de 2009. Consultado em 29 de novembro de 2018 
  21. https://sic.pt/Programas/afam_liamata
  22. https://www.rtp.pt/programa/tv/p33479#
  23. «Balas e Bolinhos 3 - O Último Capítulo». SapoMag. Consultado em 29 de novembro de 2018 
  24. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06540.078.16952#!13
  25. http://www.matriznet.dgpc.pt/MatrizNet/Objectos/ObjectosConsultar.aspx?IdReg=168449
  26. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06541.079.17080#!6
  27. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06547.085.18015#!3
  28. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06548.086.18245#!5
  29. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06549.087.18316#!4
  30. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06549.087.18317#!3
  31. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06550.088.18539#!6
  32. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06553.091.18830#!6
  33. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06558.096.19441#!5
  34. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06559.097.19540#!4
  35. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06567.105.20352#!4
  36. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06573.111.20938#!6
  37. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06591.129.22700#!4
  38. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06615.153.24865#!4
  39. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06806.156.25183#!4
  40. http://ww3.fl.ul.pt/CETbase/reports/client/Report.htm?ObjType=Espectaculo&ObjId=2866
  41. http://ww3.fl.ul.pt/CETbase/reports/client/Report.htm?ObjType=Espectaculo&ObjId=2923
  42. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06813.163.25962#!18
  43. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06816.166.26246#!6
  44. http://ww3.fl.ul.pt/CETbase/reports/client/Report.htm?ObjType=Espectaculo&ObjId=2875
  45. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06823.173.27293#!10
  46. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06826.176.27791#!12
  47. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06827.177.27943#!17
  48. a b c d e f «Ficha de Pessoa : "Octávio Matos"». Centro de Estudos de Teatro & Tiago Certal. 6 de Dezembro de 2005. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  49. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06829.179.28308#!18
  50. http://ww3.fl.ul.pt/CETbase/reports/client/Report.htm?ObjType=Pessoa&ObjId=16587
  51. http://fernandomendes.pt/mendes.come.portimao/index.php/fotos/1-mendes-come-sa-da-bandeira/detail/18-image-018
  52. http://ww3.fl.ul.pt/CETbase/reports/client/Report.htm?ObjType=Espectaculo&ObjId=8618
  53. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06882.199.30732#!22
  54. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06882.199.30767#!28
  55. http://casacomum.org/cc/visualizador?pasta=06888.205.31319#!44
  56. a b «Adeus ao actual Parque». Correio da Manhã. Referido como "Octávio de Matos". 26 de outubro de 2005. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  57. «Já viram isto?!... no Maria Vitória». Correio da Manhã. Referido como "Octávio de Matos". 15 de outubro de 2006. Consultado em 16 de setembro de 2017 
  58. «"Quem é o Jeremias" no Teatro Armando Cortez». Não refere a estreia mas foi a informação mais antiga conseguida. Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. 3 de dezembro de 2014. Consultado em 1 de dezembro de 2018 
  59. Luís Costa (15 de abril de 2016). «O Panda do Kung Fu 3». RTP Açores. Consultado em 19 de outubro de 2017 
  60. «Catálogo - Detalhes do registo de "As aventuras do Tigre & mais canções"». Fonoteca Municipal de Lisboa. Consultado em 29 de novembro de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator ou atriz de cinema é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.