Penso (Melgaço)

freguesia do município de Melgaço, Portugal

Penso é uma freguesia portuguesa do município de Melgaço, com 9,02 km² de área e 523 habitantes (2011)[1]. A sua densidade populacional é 58 h/km². Crê-se que o seu topónimo provenha das medidas usadas para avaliar o peso das mercadorias que entravam ou saíam do concelho, sendo historicamente comprovado que no seu lugar, ao longo dos séculos, eram realizados os pagamentos das antigas portagens.

Portugal Portugal Penso 
  Freguesia  
Igreja de Penso
Igreja de Penso
Localização
Localização no município de Melgaço
Localização no município de Melgaço
Penso está localizado em: Portugal Continental
Penso
Localização de Penso em Portugal
Coordenadas 42° 04' 56" N 8° 19' 21" O
Município MLG.png Melgaço
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Edgar Fernando Barreiros Rodrigues (PS)
Características geográficas
Área total 9,02 km²
População total (2011) 523 hab.
Densidade 58 hab./km²
Outras informações
Orago São Tiago

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Penso [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
980 1 069 1 050 1 146 1 078 1 092 1 060 948 890 829 715 645 589 563 523

Em 2021 a população é de 445 [3].

Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 50 68 267 178 8,9% 12,1% 47,4% 31,6%
2011 47 32 243 201 9,0% 6,1% 46,5% 38,4%

GeografiaEditar

Localizada nas portas de entrada do concelho, a freguesia de Penso dista oito quilómetros do centro, denominado pela freguesia da Vila. Confronta com o rio Minho e Espanha, na sua outra margem, a norte, Alvaredo e Paderne, a nascente, Couto e Badim, pertencentes ao concelho de Monção, a sul, e e Valadares, ambas também de Monção, a poente.

É composta pelos seguintes lugares principais: São Bartolomeu, Lajes, Crasto, Pomar, Mós, Telhada Pequena e Telhada Grande, Bairro Pequeno e Bairro Grande, Paranhão, Paradela, Felgueiras e Ranhol.

HistóriaEditar

Pertenceu ao antigo concelho de Valadares, até à sua extinção, em 24 de Outubro de 1855. Desde então passou a fazer parte da comarca de Melgaço.

Património e Pontos de InteresseEditar

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 3 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Portal do INE. «Plataforma de Divulgação de Resultados Preliminares Censos 2021». INE. Consultado em 30 de julho de 2021 
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.