Abrir menu principal

Alvaredo

freguesia de Melgaço, Portugal
Portugal Portugal Alvaredo 
  Freguesia  
Povoação e Igreja de Alvaredo
Povoação e Igreja de Alvaredo
Localização no concelho de Melgaço
Localização no concelho de Melgaço
Alvaredo está localizado em: Portugal Continental
Alvaredo
Localização de Alvaredo em Portugal
Coordenadas 42° 05' 44" N 8° 17' 59" O
País Portugal Portugal
Concelho MLG.png Melgaço
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente Paulo José de Castro Cerdeira Rodrigues (PS)
Área
- Total 4,48 km²
População (2011)
 - Total 528
    • Densidade 117,9 hab./km²
Código postal 4960-010
Orago São Martinho

Alvaredo é uma freguesia portuguesa do concelho de Melgaço, com 4,48 km² de área e 528 habitantes (2011).[1] A sua densidade populacional é 117,9 h/km². O seu topónimo provém do nome de uma casta de uvas, chamada Alvarelhão, existente nos seus férteis campos.

Índice

PopulaçãoEditar

População da freguesia de Alvaredo [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
737 802 772 822 764 725 774 975 857 799 733 702 644 614 528
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 52 74 290 198 8,5% 12,1% 47,2% 32,2%
2011 40 38 270 180 7,6% 7,2% 51,1% 34,1%

LocalizaçãoEditar

Confina com Paderne, a este, Penso, a sudoeste, e o rio Minho, a norte, fazendo ainda fronteira com a Galiza, na outra margem do rio.

Na sua freguesia existem os lugares de Bouças, Ferreiras, Fonte, Maninho e Padreiro.

HistóriaEditar

A freguesia de Alvaredo vem referida em documentos do século XII, os quais revelam que a 13 de Abril de 1118, D. Onega Fernandes, sendo viúva e tendo hábito de religiosa, doou a D. Afonso, bispo da diocese de Tui, a quarta parte da igreja local, sendo então denominada a povoação por S. Martinho de Valadares[3]. Ainda no século XII, a terra de Valadares para além de também ser uma povoação agrícola, era terra de senhores, existindo na sua povoação duas torres, pertencentes aos Marqueses de Tenorio, vários solares, sendo o mais conhecido o Solar dos Marinhos, da família de D. Froyão, um fidalgo Italiano, que veio parar aquelas terras com o Conde D. Mendo ajudar a expulsar os mouros, assim como outros condes e duques que ali habitavam, provenientes de Andaluzia e da Galiza.[4] Durante a Reconquista, o seu domínio passou a pertencer a Soeiro Aires, um dos cavaleiros favorecidos com carta de couto da povoação de S. Vicente, concedida por D. Afonso Henriques, para em contrapartida, ficar responsável pela defesa do território contra possíveis invasões do outro lado do rio Minho.[5]

A 25 de Fevereiro de 1312, D. Dinis anexou a Melgaço toda a terra de Valadares, mediante a renda anual de 300 libras em trocas dos direitos reais que ficavam a reverter para o concelho[6]. Os moradores reclamaram ao rei e este voltou a conceder-lhes autonomia, sendo-lhes dada carta de foral, em Lisboa, a 1 de Julho de 1317, e em 1 de Junho de 1512 recebeu o Foral Novo de D. Manuel I.

Foi curato do couto de São Fins, da companhia de Jesus, e, mais tarde, da Universidade de Coimbra, passando, finalmente, a reitoria independente.

Pertenceu ao antigo concelho de Valadares, passando por decreto de 24 de Outubro de 1855 a fazer novamente parte do município de Melgaço.

Pontos de InteresseEditar

GaleriaEditar

PersonalidadesEditar

Alvaredo é a terra natal de:

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 3 de Março de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. Cardoso, Luiz (1747). Diccionario geografico, ou Noticia historica de todas as cidades, villas, lugares e aldeas ... dos reynos de Portugal e Algarve, ... [S.l.]: na Regia Officina Sylviana, e da Academia Real 
  4. Mattoso, José (1988). Identificação de um país: ensaio sobre as origens de Portugal, 1096-1325. [S.l.]: Editorial Estampa. ISBN 9789723300376 
  5. Andrade, Amélia Aguiar (2001). A construção medieval do território. [S.l.]: Libros Horizonte. ISBN 9789722411226 
  6. PINTOR, Pe. Manuel António Bernardo (2005). Obra Histórica. Monção: Rotary Club de Monção. 133 páginas 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Alvaredo
  Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.