Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para o general brasileiro que exerceu a Presidência da República na ditadura militar, veja João Figueiredo.

Presidente Figueiredo é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Manaus, no estado do Amazonas.

Município de Presidente Figueiredo
"Terra das Cachoeiras"
Presidente Figueiredo - Amazonas.jpg

Bandeira de Presidente Figueiredo
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Fundação 10 de dezembro de 1981 (37 anos)
Gentílico figueiredense [1][2]
Prefeito(a) Romeiro José Costeira de Mendonça (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Presidente Figueiredo
Localização de Presidente Figueiredo no Amazonas
Presidente Figueiredo está localizado em: Brasil
Presidente Figueiredo
Localização de Presidente Figueiredo no Brasil
02° 03' 04" S 60° 01' 30" O02° 03' 04" S 60° 01' 30" O
Unidade federativa Amazonas
Mesorregião Centro Amazonense IBGE/2008[3]
Microrregião Rio Preto da Eva IBGE/2008[3]
Região metropolitana Manaus
Municípios limítrofes Oeste: Novo Airão;
Norte: Rorainópolis (RR);
Leste: Urucará, São Sebastião do Uatumã;
Sudoeste: Manaus;
Sul: Rio Preto da Eva
Distância até a capital 107 km
Características geográficas
Área 25 422,235 km² [4]
População 35 352 hab. (AM: 20º) –  estimativa populacional - IBGE/2018[5]
Densidade 1,39 hab./km²
Altitude 122 m
Clima Equatorial Aw
Fuso horário UTC-4
Indicadores
IDH-M 0,647 médio PNUD/2010 [6]
PIB R$ 717 416 mil (AM: 7º) – IBGE/2013[7]
PIB per capita R$ 23 158,89 IBGE/2013[7]
Página oficial
Prefeitura presidentefigueiredo.am.gov.br
Câmara cmpf.am.gov.br

Ocupa uma área de 25 422,235 km²[4] e sua população, estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2018 era de 35 352 habitantes, sendo assim o vigésimo município mais populoso do estado. Juntamente com outros doze municípios, integra a Região Metropolitana de Manaus, a maior e mais populosa da Região Norte do Brasil.

A BR-174 é a principal rodovia existente na localidade, sendo responsável por interligar o município à Manaus, Boa Vista, capital de Roraima, e ao município fronteiriço de Santa Elena de Uairén, na Venezuela.

Presidente Figueiredo despontou para o turismo ecológico em razão de sua fartura de águas, selva, recursos naturais, cavernas e cachoeiras. O Ministério do Turismo catalogou mais de cem quedas d'água no município, muitas delas exploradas economicamente através do ecoturismo. É existente na área urbana e rural uma razoável infraestrutura turística em expansão. O município é mais conhecido pela usina hidroelétrica instalada ali, a usina de Balbina, no distrito homônimo, cujas obras e manutenção são responsáveis pela maior catástrofe ambiental da história do Brasil.

Índice

ToponímiaEditar

O nome do município é uma homenagem ao primeiro presidente da Província do Amazonas, João Baptista de Figueiredo Tenreiro Aranha.[8][9][10][11] Segundo o Ministério do Turismo, o objetivo inicial era homenagear o então presidente da República, general João Baptista de Oliveira Figueiredo, mas o mesmo rejeitou a referência quando da instalação da cidade (1981), e então mudaram o homenageado.[12]

HistóriaEditar

As origens do município prendem-se principalmente a Novo Airão e Itapiranga, dos quais foi desmembrada a maior parte do território que hoje constitui Presidente Figueiredo, bem como a Manaus cuja vizinhança foi fator influente no desenvolvimento da região. Os primeiros assentamentos populacionais nesses polos datam de 1657, para o local onde hoje é o município de Manaus, e 1668, o local hoje é a sede de Novo Airão.[carece de fontes?]

Foi a partir desses núcleos que se deu a consolidação e ampliação do povoamento do Baixo Rio Negro. Integrado no município de Manaus, Novo Airão passa a constituir distrito de capital em 1938, então com a denominação simplesmente de Airão. É em 1955 que se dá o desmembramento de Manaus, constituindo-se o município Autônomo de Novo Airão. Paralelamente, em 1952 foi criado o município de Itapiranga, contando em sua área com o atual vila de Balbina.

Em 10 de dezembro de 1981, pela Emenda Constitucional nº 12, é criado o município de Presidente Figueiredo, com territórios desmembrados de Novo Airão (sua parte no extremo leste, limítrofe a Manaus) e de Itapiranga (Vila e arredores de Balbina), bem como áreas adjacentes de Silves e Urucará. A instalação do município efetivou-se com as eleições gerais de 1982 e consequentemente com a posse do prefeito e vereadores em janeiro de 1983.

GeografiaEditar

Municípios limítrofesEditar

Presidente Figueiredo limita-se com seis municípios, além do estado de Roraima. São eles: Urucará, São Sebastião do Uatumã, Itapiranga, Rio Preto da Eva, Manaus e Novo Airão. ao leste; Beruri ao sul; Anamã e Caapiranga ao oeste; e Novo Airão ao norte e noroeste.[13]

Com o município de Urucará

O limite de Presidente Figueiredo com Urucará se inicia na confluência do igarapé São João com a margem esquerda do rio Alalaú, subindo por sua linha mediana até alcançar o rio Jatapú. A partir daí, a divisão entre os dois municípios passa a ser pela região sudeste do território, até o divisor do rios Alalaú e Pitinga. O fim da divisão do município com Urucará se marca na nascente do rio Capucapu.[13]

Com o município de São Sebastião do Uatumã

O limite entre Presidente Figueiredo e São Sebastião do Uatumã se inicia na nascente do rio Capucapu, no divisor dos rios Pitinga e Jatapu. Alcança, ao sudeste, o rio Uatumã, que passa a ser usado como limite territorial entre os dois municípios. Ao fim deste, passa a ser usado o igarapé Taboca para dividir ambos, até alcançar a nascente do igarapé Guajará. Em linha mediana, alcança o rio Uatumã quando este desce até alcançar a confluência com o igarapé Tucumanduba, que marca o fim da divisão dos municípios.[13]

Com o município de Itapiranga

Presidente Figueiredo inicia seu limite territorial com Itapiranga no igarapé Tucumanduba, na margem direita do rio Uatumã. Este igarapé, por sua linha mediana, alcança o divisor de águas dos rios Urubu e Uatumã, marcando assim o fim do limite territorial entre as municipialidades.[13]

Com o município de Rio Preto da Eva

Inicia-se no igarapé Tucumanduba. Ao noroeste, o que separa Presidente Figueiredo de Rio Preto da Eva é o igarapé Mirim, seguindo a partir daí por uma linha mediana, até alcançar a confluência com o rio Urubu. Este, por sua vez, segue em linha mediana, alcançando a rodovia BR-174.[13]

Com o município de Manaus

Se inicia ao fim dos limites com Manaus, através do rio Apuaú. A partir daí, usa-se o igarapé Grande para dividir ambos, por uma linha mediana, até alcançar a confluência com o rio Pardo. Quando este alcança a confluência com o rio Curiaú, este último passa a ser o divisor dos territórios, até ao norte, quando alcança o rios Uatumã e Camanaú. Outros atrativos naturais usados para limitar os municípios são o igarapé Atroari e o rio Alalaú.[13]

Com o Estado de Roraima

Presidente Figueiredo limita-se ainda com o estado de Roraima, ao norte, especificamente com o município. O igarapé Atroari, o rio Alalaú e o igarapé São João delimitam a divisão dos territórios.[13]

ClimaEditar

O clima do município é equatorial (Af, segundo a classificação climática de Köppen-Geiger), com temperatura média compensada anual de 27 °C e umidade do ar relativamente elevada, com índice pluviométrico em torno de 2 975 milímetros (mm) anuais.

Dados climatológicos para Presidente Figueiredo
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,7 30,8 30,7 30,7 30,7 30,1 32 32,4 32,6 32,3 31,6 31,6 31,3
Temperatura média (°C) 26,6 26,8 26,8 26,7 26,6 26,7 27,2 27,6 27,8 27,7 27,3 27,1 27
Temperatura mínima média (°C) 22,6 22,8 22,9 22,8 22,6 22,3 22,5 22,8 23,1 23,1 23 22,7 22,7
Precipitação (mm) 240 226 323 415 415 259 170 127 145 192 216 247 2 975
Fonte: Climate Data[14] 15 de novembro de 2018

Subdivisões do municípioEditar

Bairros urbanosEditar

  • Bairro Galo da Serra
  • Bairro Morada do Sol
  • Bairro Honório Roldão
  • Bairro Centro
  • Bairro Tancredo Neves
  • Bairro José Dutra (Mutirão)
  • Bairro Sol Nascente
  • Bairro Orquídeas
  • Bairro Aida Mendonça

Bairros ruraisEditar

Uma das cachoeiras de Presidente Figueiredo.
Na BR-174
  • Comunidade Urubuí I
  • Comunidade Urubuí II
  • Comunidade Boa União
  • Comunidade Micad
  • Comunidade Jardim Floresta
  • comunidade Rumo Certo
  • Comunidade Nova Jerusalém
  • Comunidade Boa Esperança
  • Comunidade Santo Antonio do Abonari
Na AM-240, temos
  • Comunidade Cristo Rei
  • Comunidade São Jose do Uatumã

DistritosEditar

RegiõesEditar

Presidente Figueiredo está dividido em cinco regionais (regiões) para fins administrativos e segurança. São eles:

  • Zona Sudoeste
  • Zona Oeste
  • Zona Sul
  • Zona Leste
  • Zona Norte

Prefeitos de Presidente FigueiredoEditar

  • Neilson Cavalcante 2013-2016
  • Romeiro Mendonça 2017-presente

InfraestruturaEditar

SaúdeEditar

Presidente Figueiredo possuía, em 2009, um número de 22 estabelecimentos de saúde entre hospitais, pronto-socorros, postos de saúde e serviços odontológicos. Destes, 20 eram de caráter público e apenas 2 de caráter privado. Entre os estabelecimentos de saúde públicos, todos eram pertencentes à rede municipal. No total existiam 39 leitos para internação no referido ano.

Referências

  1. http://www.presidentefigueiredo.am.gov.br/noticia.php?cod=195 Site da Prefeitura de Presidente Figueiredo
  2. http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=130353 IBGE
  3. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Estimativas da população residente no Brasil e Unidades da Federação com data de referência em 1 de julho de 2018» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 1 de julho de 2018. Consultado em 20 de fevereiro de 2018 
  6. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 09 de setembro de 2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2010-2013». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 19 de dezembro de 2015 
  8. «Presidente Figueiredo Amazonas- AM» (PDF). IBGE 
  9. «Situação fundiária do Município de Presidente Figueiredo» (PDF). MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA/SECRETARIA DE MINAS E METALURGIA. Consultado em 2 de novembro de 2018 
  10. «O Município de Presidente Figueiredo, Terra das Cachoeiras, e Um Resultado da Hidrelétrica de Balbina.» (PDF). www.seplancti.am.gov.br. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  11. «Presidente Figueiredo: A Terra das Cachoeiras fica no Amazonas». catracalivre.com.br. 14 de março de 2017. Consultado em 14 de janeiro de 2019. Você sabia? O nome da cidade é uma homenagem ao primeiro presidente do Amazonas, na época do governo imperial, João Batista de Figueiredo Tenreiro Aranha! 
  12. Gurgel, Geraldo (20 de Junho de 2016). «Presidente Figueiredo: o paraíso das cachoeiras do Amazonas - Ministério do Turismo». www.turismo.gov.br. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  13. a b c d e f g «Limites de Presidente Figueiredo». City Brazil. 2008. Consultado em 17 de fevereiro de 2011 
  14. «Climate data: Presidente Figueiredo». Climate-data. Consultado em 15 de novembro de 2018