Abrir menu principal

São Francisco Xavier (bairro do Rio de Janeiro)

bairro do Rio de Janeiro
(Redirecionado de São Francisco Xavier (Rio de Janeiro))

São Francisco Xavier é um bairro pequeno da Zona Norte do Rio de Janeiro.

São Francisco Xavier
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
São Francisco Xavier.svg
Área 64,89 ha (em 2003)
IDH 0,800[1](em 2000)
Habitantes 8 343 (em 2010)[2]
Domicílios 3 166 (em 2010)
Limites Rocha, Benfica, Mangueira,
Maracanã e Vila Isabel[3]
Distrito Grande Méier
Subprefeitura Zona Norte
Região Administrativa Méier

Localiza-se entre os bairros do Rocha, Benfica, Mangueira, Maracanã e Vila Isabel. É separado deste último pela Serra do Engenho Novo, sendo o ultimo bairro da região do Grande Méier.[3].

Seu IDH, em 2000, era de 0,800, o 94º melhor do município do Rio de Janeiro (analisado junto com a favela da Mangueira)[1].

Bairro de São Francisco Xavier. Foto de André Luiz Pereira Nunes

O bairro é estritamente residencial, constituído de casas e alguns condomínios de classe média e média/baixa.

É dividido em dois pela estação de trem São Francisco Xavier, inaugurada em 16 de maio de 1861 e atualmente operada pela Supervia. Nesta circulam os trens dos ramais de Deodoro (bairro do Rio de Janeiro), Santa Cruz (bairro do Rio de Janeiro) e Nova Iguaçu que vão até a região central da cidade.

Possui o centro de atendimento médico Policlínica Piquet Carneiro que é administrado pela UERJ desde 1995. Este era anteriormente denominado P.A.M. de São Francisco Xavier, que já foi o maior ambulatório da América Latina. Além deste, possui o Centro Municipal de Saúde Tia Alice e a Clínica da Família Dona Zica, ambos localizados dentro da Vila Olímpica da Mangueira, um projeto social que é referência internacional reconhecido pela Unesco.

Índice

HistóriaEditar

O bairro foi fundado nas terras que pertenciam ao Engenho Novo dos Jesuítas (construído a partir de 1707) e no mesmo aconteceram alguns fatos históricos relevantes.

Um manifesto publicado, sem assinaturas, no Jornal do Commercio de 6 de março de 1847 foi o início da edificação do turfe no Rio de Janeiro. Dele originou-se a criação do “Club de Corridas” , uma sociedade anônima que adquiriu um terreno no bairro. Neste, instalou o “Prado Fluminense”, o primeiro hipódromo do Rio de Janeiro. Mesmo com a presença do Imperador Dom Pedro II do Brasil na inauguração, a empresa sobreviveu pouco mais de três anos e um dos seus idealizadores, Hans Wilhelm von Suckow, militar e empresário alemão conhecido como o Major Suckow, reembolsou os demais acionistas, tornando-se o possuidor de seu patrimônio imobiliário. Em 1912, uma equipe francesa da “Queen Aeroplane Company” faria a nossa primeira semana da aviação, usando o “Prado Fluminense” como ponto de decolagem para suas peripécias aéreas pela Cidade. anos depois, no lugar do “Prado Fluminense”, foi instalada uma unidade do Exército e uma garagem de ônibus, entre as ruas Bérgamo, Major Suckow, Dr. Garnier e Conselheiro Mayrink, parte dela pertencendo ao bairro vizinho do Rocha.

O viaduto Ana Neri, que liga São Francisco Xavier à benfica sobrepondo a linha férrea foi inaugurado com a presença do presidente da república Juscelino Kubitschek em 1956, religando a região depois do fechamento da da passagem de nível na linha férrea, eletrificada em 1945.

DadosEditar

O bairro de São Francisco Xavier faz parte região administrativa de Méier. Os bairros integrantes da região administrativa são: Abolição, Água Santa, Cachambi, Encantado, Engenho de Dentro, Engenho Novo, Jacaré, Lins de Vasconcelos, Méier, Piedade, Pilares, Riachuelo, Rocha, Sampaio, São Francisco Xavier e Todos os Santos.

Referências

Ligações externasEditar