Gravações Elétricas S.A.

(Redirecionado de Selo Continental)
Gravações Elétricas S.A.
Forma jurídica
Sociedade Anônima (d)
Sector de atividade
Divisões
GEL (d)
Continental (d)
Disquinho
Gel Continental (d)
GEL Chantecler (d)
Musicolor (d)

Gravações Elétricas S.A. (ou simplesmente GEL) foi uma gravadora musical brasileira.[1]

História editar

Em 1928, o empresário paulista Alberto Byington Jr., então dono de um império industrial, assumiu a representação da Columbia no Brasil, iniciando as operações de gravação de discos sob o selo "Columbia do Brasil". Com o crescimento do mercado fonográfico nas décadas de 30 e 40, Byington não renova o contrato com a gravadora e, em 1943, lança o próprio selo: a Discos Continental (conhecida posteriormente como Continental Gravações Elétricas).[1][2] O escritório da gravadora ficava localizado na Avenida do Estado, em São Paulo, e a sua fábrica se localizava no Rio de Janeiro, na Rua Aguiar Moreira.

A GEL adquiriu a Chantecler em 1978 e criou três selos Phonodisc (1976), Musicolor e Gravasom, este último de Belém do Pará.

Em 1993, foi vendida pela Warner Music Brasil.

Divisões editar

Artistas editar

Pelo Selo Continental editar

(pertencia a Globo Discos, divisão da Som Livre)

Pelo Selo Chantecler editar

Por selos minoritários editar

Selo Gravasom
Selo Phonodisc

Tiragens especiais editar

O Compacto Simples com a canção "O Campeão dos Campeões", conhecida pela alcunha de "Hino do Corinthians", teve pelo menos duas tiragens na década de 1970, com o Selo da própria Gravações Elétricas S.A./ Discos Continental, o lado B é a música "Ai, Meus Vinte Anos", interpretada pelo grande Mestre Violonista Paulinho Nogueira. Enquanto que com o selo da Placar e com o escudo do Corinthians o lado B é o samba "Eternamente em Nossos Corações", interpretado pelo grupo de samba - à época - Gaviões da Fiel.

Referências

  1. a b Aramis Millarch, 17 de março de 1991: Continental e a sua história gravada fundo dentro da MPB
  2. Vicente, Eduardo; Vicente, Eduardo (maio 2017). «A gravadora Chantecler e a música regional do Brasil». Estudos Avançados. 31 (90): 323–338. ISSN 0103-4014. doi:10.1590/s0103-40142017.3190021