Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 2016–17 - Série A

Superliga Série A 2016/2017
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País  Brasil
Organizador CBV
Período 26 de outubro de 2016 à 7 de maio de 2017
Participantes 12
Resultados
Campeão Minas Gerais Sada Cruzeiro Vôlei (5° título)
Vice-campeão São Paulo FUNVIC Taubaté
MVP Brasil Evandro CRU
Baixa Rebaixamento São Paulo São Bernardo Vôlei
Paraná MV Selmer/Caramuru/Castro
Estatísticas
Número de jogos 152
Maior pontuador(a) Brasil Wallace TAU (547 pontos)[1]
◄◄ 2015–16 Bola de volei de quadra.svg 2017-18 ►►
Página oficial da competição
Partida entre Bento Vôlei/Isabela e Sada Cruzeiro Vôlei, válida pela sétima rodada.

A Superliga Brasileira de Voleibol Masculino de 2016–17 - Série A foi a 23ª edição da Superliga Brasileira de Voleibol Masculino - Série A, competição que é realizada anualmente pela Confederação Brasileira de Voleibol. Nesta edição, participaram 12 equipes, incluindo uma equipe promovida da série B de 2016, o vencedor do torneio seletivo e as 10 equipes que restaram da edição anterior. A competição foi disputada entre 26 de outubro de 2016 e 7 de maio de 2017.

Formato de disputaEditar

A fase classificatória da competição foi disputada por doze equipes em dois turnos. Em cada turno, todos os times jogaram entre si uma única vez. Os jogos do segundo turno foram realizados na mesma ordem do primeiro, apenas com o mando de quadra invertido. Os oito primeiros colocados se classificaram para os play-offs. Nesta fase, a vitória por 3-0 ou 3-1 garante três pontos para o ganhador e nenhum ponto para o perdedor. Já com o placar de 3-2, o ganhador da partida leva dois pontos e o perdedor um. As duas últimas colocadas serão rebaixadas para a Série B 2018.

Os play-offs serão divididos em três fases - quartas-de-final, semi-finais e final.

Nas quartas-de-final haverá o cruzamento entre as equipes com os melhores índices técnicos seguindo a lógica: 1ª x 8ª (A); 2ª x 7ª (B); 3ª x 6ª (C) e 4ª x 5ª (D). Estas jogarão partidas em melhor de 5 (jogos), sendo dois mandos de quadra para cada e o jogo de desempate, quando houver, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória.

As semifinais serão disputadas pelas equipes que passarem das quartas-de-final, seguindo a lógica: vencedora do duelo A x vencedora do duelo D; vencedora do duelo B x vencedora do duelo C. Estas jogarão novamente partidas em melhor de 5 (jogos), sendo dois mandos de quadra para cada e o jogo de desempate, quando houver, no ginásio da equipe com o melhor índice técnico da fase classificatória.

As vencedoras se classificarão para a final, que será disputada em jogo único, em sede escolhida pela CBV. A terceira e a quarta colocações serão definidas pelo melhor índice técnico da fase classificatória.

Os sets do torneio são disputados até 25 pontos com a diferença mínima de dois pontos (com exceção do quinto set, vencido pela equipe que fizer 15 pontos com pelo menos dois de diferença). A partir deste ano não ocorrerão mais as paradas técnicas no 8º e no 16º pontos da equipe que primeiro os alcançou, conforme nova determinação da FIVB.[2]

Equipes participantesEditar

Equipe Cidade Ginásio Capacidade Posição na temporada 2015/16
Bento Vôlei/Isabela   Bento Gonçalves Ginásio Municipal 5 000
M.V. Selmer/Caramuru   Castro Ginásio Padre Pagnacco 4 538 1º (Série B)
Copel Telecom/Maringá Vôlei   Maringá Ginásio Chico Neto 4 538 11º [des¹]
FUNVIC Taubaté   Taubaté Ginásio do Abaeté 3 000
Juiz de Fora Vôlei   Juiz de Fora Ginásio da UFJF 1 000 12º [ts]
Lebes/Gedore/Canoas   Canoas Ginásio da Unilasalle 1 200
Minas Tênis Clube   Belo Horizonte Arena Juscelino Kubitschek 3 650
Montes Claros Vôlei   Montes Claros Ginásio Tancredo Neves 5 000
Sada/Cruzeiro Vôlei   Contagem Ginásio Poliesportivo do Riacho 2 000
São Bernardo Vôlei   São Bernardo do Campo Ginásio Adib Moysés Dib 3 290 3º (Série B) [des²]
Sesi-SP   São Paulo Ginásio do Sesi 800
Vôlei Brasil Kirin   Campinas Ginásio do Taquaral 2 600
Notas
[ts] ^ : O Juiz de Fora Vôlei chegou a ser rebaixado na temporada passada, porém foi o vencedor do torneio seletivo e conquistou a vaga restante para o campeonato.
[des¹] ^ : O Copel Telecom/Maringá Vôlei chegou a ser rebaixado na temporada passada e não conseguiu retornar pelo torneio seletivo, porém com a desistência do São José dos Campos, herdou a vaga na Elite.[3]
[des²] ^ : O São Bernardo Vôlei foi convidado pela CBV para integrar a Superliga A, após a desistência do Voleisul/Paquetá Esportes[4]

Fase classificatóriaEditar

ClassificaçãoEditar

  • Vitória por 3 sets a 0 ou 3 a 1: 3 pontos para o vencedor;
  • Vitória por 3 sets a 2: 2 pontos para o vencedor e 1 ponto para o perdedor.
  • Não comparecimento, a equipe perde 2 pontos.
  • Em caso de igualdade por pontos, os seguintes critérios servem como desempate: número de vitórias, razão de sets e razão de ralis.
Equipes classificadas às quartas-de-final.
Equipes rebaixadas para a Série B 2018.
Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1   Sada Cruzeiro Vôlei 61 22 21 1 17 2 2 0 0 1 63 9 7,000 1758 1468 1.198
2   FUNVIC/Taubaté 52 22 17 5 10 6 1 2 1 2 56 23 2.435 1871 1707 1.096
3   Sesi-SP 52 22 17 5 8 8 1 2 1 2 56 25 2.240 1921 1716 1.119
4   Vôlei Renata 43 22 15 7 5 7 3 1 4 2 51 34 1.500 1929 1861 1.037
5   Montes Claros Vôlei 37 22 11 11 4 7 0 4 3 4 44 40 1.100 1901 1888 1.007
6   Minas Tênis Clube 34 22 12 10 3 4 5 3 4 3 46 44 1.045 2014 1998 1.008
7   Juiz de Fora Vôlei 31 22 12 10 4 2 6 1 6 3 44 44 1,000 1935 1960 0.987
8   Lebes/Gedore/Canoas 27 22 8 14 2 4 2 5 4 5 38 50 0.760 1932 1985 0.973
9   Bento Vôlei/Isabela 23 22 8 14 4 2 2 1 5 8 31 48 0.646 1701 1792 0.949
10   Copel Telecom/Maringá Vôlei 19 22 6 16 2 2 2 3 6 7 30 54 0.556 1840 1944 0.947
11   São Bernardo Vôlei 12 22 4 18 0 2 2 2 7 9 23 60 0.383 1753 1948 0.900
12   MV Selmer/Caramuru/Castro 5 22 1 21 0 1 0 2 5 14 12 64 0.188 1572 1860 0.845

ConfrontosEditar

  BVL CAM CAN TAU MRG MIN MOC CAR CRU SES UJF SBV Pos
  BVL Bento Vôlei/Isabela 0–3 1–3 0–3 2–3 3–2 3–0 3–0 0–3 0–3 3–0 3–1
  CAM Vôlei Renata 3–0 3–2 1–3 3–0 2–3 3–2 3–0 0–3 3–1 3–1 3–1
  CAN Lebes/Gedore/Canoas 2–3 1–3 2–3 3–2 3–1 3–2 3–1 0–3 1–3 0–3 1–3
  TAU FUNVIC/Taubaté 3–1 3–1 3–0 3–1 3–0 1–3 3–0 3–0 3–0 3–0 3–1
  MRG Copel Telecom/Maringá Vôlei 3–0 2–3 0–3 0–3 1–3 3–1 3–1 0–3 0–3 1–3 1–3 10º
  MIN Minas Tênis Clube 3–1 1–3 3–2 3–2 3–1 3–0 3–0 0–3 3–2 0–3 3–0
  MOC Montes Claros Vôlei 3–1 3–1 3–1 1–3 3–0 3–1 3–1 0–3 1–3 3–1 3–0
  CAR MV Selmer/Caramuru/Castro 0–3 0–3 0–3 0–3 0–3 2–3 0–3 0–3 1–3 1–3 2–3 12º
  CRU Sada Cruzeiro Vôlei 3–0 3–0 3–0 3–0 3–0 3–1 3–2 3–0 3–0 3–1 3–0
  SES Sesi-SP 3–1 3–1 3–0 3–0 3–1 3–2 3–0 3–0 2–3 3–1 3–0
  UJF Juiz de Fora Vôlei 3–0 1–3 3–2 2–3 2–3 3–2 3–2 3–0 0–3 1–3 3–2
  SBV São Bernardo Vôlei 0–3 1–3 1–3 0–3 3–2 1–3 0–3 1–3 0–3 0–3 2–3 11º


PlayoffsEditar

  Quartas-de-final Semifinais Final
   17 a 30 de março de 2017  6 de abril a 1 de maio de 2017  7 de maio de 2017
                                           
     Sada Cruzeiro Vôlei 3 3 3  
   Lebes/Gedore/Canoas 0 1 1  
     Sada Cruzeiro Vôlei 3 3 3  
     Vôlei Renata 1 1 0  
   Vôlei Renata 3 3 3
     Montes Claros Vôlei 1 0 0  
       Sada Cruzeiro Vôlei 3
     FUNVIC/Taubaté 1
     FUNVIC/Taubaté 3 3 3  
   Juiz de Fora Vôlei 0 1 0  
     FUNVIC/Taubaté 3 3 2 3
     Sesi-SP 0 2 3 1  
   Sesi-SP 3 3 3
     Minas Tênis Clube 2 1 0  

Classificação finalEditar

Posição Equipe Classificação/rebaixamento
    Sada Cruzeiro Vôlei   Sul-Americano de Clubes de 2018
  Superliga 2017/2018 - Série A
    FUNVIC/Taubaté   Superliga 2017/2018 - Série A
    Sesi-SP   Superliga 2017/2018 - Série A
4   Vôlei Renata   Superliga 2017/2018 - Série A
5   Montes Claros Vôlei   Superliga 2017/2018 - Série A
6   Minas Tênis Clube   Superliga 2017/2018 - Série A
7   Juiz de Fora Vôlei   Superliga 2017/2018 - Série A
8   Lebes/Gedore/Canoas   Superliga 2017/2018 - Série A
9   Bento Vôlei/Isabela   Superliga 2017/2018 - Série A
10   Copel Telecom/Maringá Vôlei   Superliga 2017/2018 - Série A
11   São Bernardo Vôlei   Série B 2018
12   MV Selmer/Caramuru/Castro   Série B 2018

PremiaçõesEditar

Superliga 2016/2017
 
Sada Cruzeiro Vôlei
Campeão
(5º título)

IndividuaisEditar

MVP   Evandro   Sada Cruzeiro Vôlei [5]
Maior Pontuador   Wallace   FUNVIC/Taubaté [6]
Craque da Galera   Rapha   FUNVIC/Taubaté [6]
Melhor Ataque   Leal   Sada Cruzeiro Vôlei [6]
Melhor Bloqueio   Renan   Juiz de Fora Vôlei [6]
Melhor Saque   Evandro   Sada Cruzeiro Vôlei [6]
Melhor Recepção/Passe   Bob   Montes Claros Vôlei [6]
Melhor Defesa   Serginho   Sada Cruzeiro Vôlei [6]
Melhor Levantador   William   Sada Cruzeiro Vôlei [6]

EstatísticasEditar

Maiores públicosEditar

Público Mandante Sets Visitante Ginásio Data Rodada Ref.
13.956 Sada Cruzeiro Vôlei   3 – 1   FUNVIC/Taubaté Ginásio Mineirinho 7 de maio Final [1]
1 7.450 Vôlei Renata   3 – 1   Sesi-SP Arena Guilherme Paraense 14 de dezembro [2]
2 7.045 Montes Claros Vôlei   0 – 3   Sada Cruzeiro Vôlei Ginásio Tancredo Neves 7 de dezembro [3]
3 5.100 Sesi-SP   1 – 3   FUNVIC/Taubaté Ginásio Lauro Gomes 27 de abril Semifinal [4]
4 4.998 Montes Claros Vôlei   1 – 3   Sesi-SP Ginásio Tancredo Neves 23 de novembro [5]
5 4.400 Copel Telecom/Maringá Vôlei   0 – 3   Sesi-SP Ginásio Chico Neto 27 de outubro [6]

Menores públicosEditar

Público Mandante Sets Visitante Ginásio Data Rodada Ref.
1 186 Lebes/Gedore/Canoas   3 – 1   Minas Tênis Clube Ginásio da Unilasalle 15 de dezembro 10ª [7]
2 200 Juiz de Fora Vôlei   2 – 3   Copel Telecom/Maringá Vôlei Ginásio da UFJF 8 de fevereiro 16ª [8]
3 201 Juiz de Fora Vôlei   3 – 0   MV Selmer/Caramuru/Castro Ginásio da UFJF 19 de novembro [9]
4 221 MV Selmer/Caramuru/Castro   0 – 3   Juiz de Fora Vôlei Ginásio Padre Pagnacco 18 de dezembro 10ª [10]
5 263 Juiz de Fora Vôlei   3 – 2   São Bernardo Vôlei Ginásio da UFJF 28 de janeiro 14ª [11]

Média de públicoEditar

As médias de público são calculadas levando-se em conta o relatório oficial emitido pela Confederação Brasileira de Voleibol, disponíveis aqui.

Pos. Equipe Média Jogos
1   Copel Telecom/Maringá Vôlei 2 900 11
2   Montes Claros Vôlei 2 617 12
3   Vôlei Renata 2 299 14
4   FUNVIC/Taubaté 1 918 15
5   Sada Cruzeiro Vôlei 1 732 15
6   Sesi-SP 1 225 15
7   Bento Vôlei/Isabela 1 204 11
8   Minas Tênis Clube 944 12
9   MV Selmer/Caramuru/Castro 822 11
10   São Bernardo Vôlei 581 11
11   Lebes/Gedore/Canoas 499 12
12   Juiz de Fora Vôlei 427 12

Desempenho por rodadaEditar

Pos 10ª 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª 18ª 19ª 20ª 21ª 22ª
1 SES SES CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU CRU
2 CRU CRU CAM TAU TAU CAM SES SES TAU SES SES SES SES SES SES SES SES SES SES TAU TAU TAU
3 TAU CAM TAU CAM CAM SES CAM TAU SES CAM MOC TAU TAU TAU CAM TAU TAU TAU TAU SES SES SES
4 CAM TAU SES SES SES TAU MOC CAM MOC MOC TAU CAM CAM CAM TAU CAM CAM CAM CAM CAM CAM CAM
5 MIN MOC BVL MOC MOC MOC TAU UJF CAM TAU CAM MOC MOC MOC MOC MOC MOC MOC MOC MOC MOC MOC
6 MOC MIN MOC BVL UJF UJF UJF MOC UJF UJF UJF CAN MIN MIN UJF UJF UJF UJF UJF UJF MIN MIN
7 CAN BVL MIN UJF BVL BVL SBV CAN MIN CAN CAN UJF CAN UJF MIN MIN MIN MIN MIN MIN UJF UJF
8 BVL CAN UJF MIN MIN MIN BVL MIN SBV MIN MIN MIN UJF CAN CAN CAN CAN CAN CAN CAN CAN CAN
9 UJF UJF CAN CAN SBV MRG CAN SBV BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL BVL
10 CAR MRG MRG MRG CAN SBV MIN BVL CAN SBV SBV SBV SBV SBV SBV SBV MRG MRG MRG MRG MRG MRG
11 SBV SBV SBV SBV MRG CAN MRG MRG MRG MRG MRG MRG MRG MRG MRG MRG SBV SBV SBV SBV SBV SBV
12 MRG CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR CAR

Desempenho por equipeEditar

Clube 10ª 11ª 12ª 13ª 14ª 15ª 16ª 17ª 18ª 19ª 20ª 21ª 22ª
Bento Vôlei/Isabela 10º
MV Selmer/Caramuru/Castro 10º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º 12º
Copel Telecom/Maringá Vôlei 12º 10º 10º 10º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 11º 10º 10º 10º 10º 10º 10º
FUNVIC/Taubaté
Juiz de Fora Vôlei
Lebes/Gedore/Canoas 10º 11º 10º
Minas Tênis Clube 10º
Montes Claros Vôlei
Sada Cruzeiro Vôlei
São Bernardo Vôlei 11º 11º 11º 11º 10º 10º 10º 10º 10º 10º 10º 10º 11º 11º 11º 11º 11º 11º
Sesi-SP
Vôlei Renata

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Superliga Masculina: Maiores Pontuadores». Site Oficial Superliga Brasileira de Voleibol 
  2. «Regulamento Superliga 2016/2017» (PDF). Confederação Brasileira de Voleibol. Consultado em 2 de outubro de 2015 
  3. «CBV confirma equipes da temporada 2016/2017 da Superliga». Zero Hora. Consultado em 7 de outubro de 2016 
  4. «São Bernardo aceita convite da CBV e vai disputar a Superliga 2016/2017». Globo Esporte. Consultado em 12 de outubro de 2012 
  5. «Relatório da Partida 163» (PDF). CBV. Consultado em 8 de maio de 2017 
  6. a b c d e f g h «Sada Cruzeiro vence Funvic Taubaté e conquista quinto título». CBV. Consultado em 8 de maio de 2017 

Ligações externasEditar