Abrir menu principal

TV Globinho

Programa de TV infantil produzido e exibido pela Rede Globo
Disambig grey.svg Nota: Se procura por o programa infantil exibido entre 1972 e 1982, veja Globinho.
TV Globinho
Informação geral
Formato Programa de variedades
Gênero Infantil
Duração 95 minutos
Criador(es) J.B. Oliveira
Paulo Souza Amaral
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Roberto Naar
Carlos Magalhães
Boninho[1]
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV) (2000-2014)
1080i (HDTV) (2014-2015)
Transmissão original 3 de julho de 20001 de agosto de 2015

TV Globinho foi um programa de televisão infantil brasileiro produzido e exibido pela Rede Globo. O programa foi exibido nas manhãs da emissora entre 3 de julho de 2000 e 1 de agosto de 2015. Tinha como foco a exibição de desenhos animados. Era exibido inicialmente como um quadro dentro do programa Bambuluá com Angélica de segunda a sexta-feira; logo após o fim do programa e com altos índices de audiência, virou um programa independente e começou a ser exibido de segunda a sábado às 9h30 da manhã, depois exibido apenas aos sábados a partir de 23 de junho de 2012 para dar lugar ao programa Encontro com Fátima Bernardes.[2] Muitos apresentadores famosos passaram pelo programa como: Marina Ruy Barbosa , Letícia Colin, Angélica, Geovanna Tominaga, Fernanda Pontes, Flávia Rubim, Mariah Rocha, Letícia Navas, Emílio Eric e Paulo Mathias Jr[3]. A TV Globinho foi a responsável por trazer ao Brasil alguns dos desenhos animados de sucesso tais como: Dragon Ball Z, Digimon, As Aventuras de Jackie Chan, Yu-Gi-Oh!, Beyblade, Homem-Aranha, Power Rangers, além de desenhos clássicos como Mickey e Donald, Caverna do Dragão e Os Simpsons se tornando um dos programas infantis de maior longevidade da televisão brasileira.

De 16 de maio a 1 de agosto de 2015 a TV Globinho passou a ser uma sessão de filmes, exibindo alguns sucessos como: Diário de um Banana, MIB - Homens de Preto, entre outros, depois foi descontinuado, sendo o último programa infantil a ser exibido na emissora. O filme Alvin e os Esquilos 3 foi a última atração a ser exibida na TV Globinho, e rendeu a maior audiência do programa em 2015, registrando 11 pontos de média.[4]

HistóriaEditar

2000–01: BambuluáEditar

 
Angélica foi responsável pela estreia da TV Globinho dentro de Bambuluá.

A origem da TV Globinho está ligada à transição da programação infantil da Globo, entre o fim do infantil Angel Mix de Angélica e a estreia de Bambuluá, em outubro de 2000. O programa Angel Mix era até então o responsável pela exibição dos desenhos animados na programação da Rede Globo e saiu do ar em 30 de junho de 2000, sendo substituído por uma atração provisória chamada Férias Animadas, que estreou na semana seguinte em 3 de julho. No novo programa, Angélica aparecia fazendo viagens além de trazer um pacote de novos desenhos, entre eles o sucesso Digimon.

Entretanto, no final do mês, o formato do Férias Animadas mudou, com o fim das viagens, o programa começou a mostrar a apresentadora ao lado de vários repórteres-mirins que mostravam a construção da cidade cenográfica de Bambuluá que seria o cenário principal do novo programa, e traziam algumas curiosidades. A equipe já se apresentava como repórteres da TV Globinho, dando início à história do infantil.[5][6] Em 9 de outubro de 2000, com a estreia de Bambuluá, novo programa infantil liderado por Angélica, TV Globinho passou a ser a emissora da cidade fictícia sendo parte da nova atração. Mantendo a mesma equipe de apresentadores, a estação de TV continuava a ser responsável pelas chamadas dos desenhos animados. Nesse momento, a redação final do programa era de Cláudia Souto, Julio Iglesias, Cláudio Lobato, Mariana Mesquita, Chico Soares, Toni Brandão e Mariana Caltabiano. A direção ficava a cargo de Marcelo Zambelli, Pedro Vasconcelos e Márcio Trigo, que também assumia a direção geral da atração. A turma de apresentadores da TV Globinho era formada por Élida Muniz (Xereta), Guilherme Vieira (Prego), Vívian Weyll (Jujuba), Charles Emmanuel (Escova) e Edmundo Albrecht (Matraca).[7] .[8] A TV Globinho exibia também vários quadros com histórias diferentes, como Irmãos em Ação, Iscavoka-Iscavoka, Garrafinha, Turma da Mônica na TV, Jornal Globinho e As Aventuras de Zeca e Juca, entre outros. Angélica também participava da programação, em quadros como Caverna Moderna, SuperStar, Agenda da Angélica e Conexão Bambuluá[9]. O programa continuou no ar com esse formato até o final de Bambuluá com Angélica, em 21 de dezembro de 2001.

 
Guilherme Vieira (Prego), foi um dos primeiros apresentadores do programa.

A partir de 24 de dezembro de 2001, TV Globinho tornou-se um programa independente. Mantiveram-se o mesmo time de apresentadores e a mesma equipe de direção. Exibido de segunda a sexta-feira, às 9h25, o infantil alternava material inédito com reprises. Em 28 de outubro do mesmo ano, no entanto, a TV Globinho passou por uma reformulação e a saída de seus apresentadores. A redação foi assumida por Thiago Arruda e a direção por Flávio Rocha. O foco do programa continuava a ser a exibição de desenhos animados, transmitidos a partir das 10h30.

2002–2005: independênciaEditar

A partir do dia 28 de outubro de 2002, o time de apresentadores sofreu alterações e a atração passou a contar com cinco atrizes em seu comando, uma para cada dia da semana: Fernanda de Freitas, Sthefany Brito, Graziella Schmitt, Élida Muniz (remanescente do programa anterior) e Geovanna Tominaga – elas se revezavam durante os dias da semana, mas cada uma tinha seu dia fixo para apresentar. em 18 de janeiro de 2003, a TV Globinho passou a ser exibido também aos sábados, às 7h, substituindo o Festival de Desenhos, programa apresentado pela atriz Deborah Secco. Graziella Schmitt, que já comandava o programa às sextas-feiras, ficou responsável pela apresentação aos sábados. Ana Carolina Dias entrou em seu lugar no dia de semana, ela também já havia estado no elenco de Bambuluá[10] .

Naquele ano, a TV Globinho renovou seus desenhos animados e o público pôde contar com novidades como Yu-Gi-Oh!, Hamtaro e As Aventuras de Jackie Chan.[11] Em maio de 2003, Fernanda de Freitas deixa o programa para atuar em Kubanacan[12] ela então foi substituída pela atriz Maytê Piragibe. Em 2003 o time de apresentadoras do programa era formado por Graziella Schmitt, Élida Muniz, Geovanna Tominaga, Maytê Piragibe, Carol Dias e Letícia Colin que havia entrado para substituir Sthefany Britto que que também havia deixado o programa para entrar pro elenco da novela "Agora é Que São Elas"[13] . Em 2004, mais uma mudança no time de apresentadores da TV Globinho, No dia 7 de Fevereiro de 2004 Graziela Schmitt deixa o programa para atuar em Malhação e em seu lugar volta Sthefany Britto [14] Em novembro do mesmo ano Maytê Piragibe deixa da atração para atuar na novela "Como Uma Onda"[15] o elenco então passou a contar com Thiara Palmieri, Cecília Dassi, Letícia Colin, Geovanna Tominaga, Carol Dias e Élida Muniz. Aos sábados, a apresentação era de Sthefany Brito. Mais tarde Sthefany também se despede do programa para atuar em "Começar de Novo" e em seu lugar entra a ex-paquita Thalita Ribeiro[16].

2005 á 2009: Geovanna TominagaEditar

 
Geovanna Tominaga foi a apresentadora que mais passou tempo no programa, ficando de 2002 á 2009

Em 3 de Janeiro de 2005 estréia os desenhos Astro Boy, Inu-Yasha e Pokemon, e as voltas ao programa foram Rocket Power, X-Men e Dragon Ball GT[17]. A partir de 2 de abril de 2005 todas as apresentadoras saem e o programa é apresentado somente por Geovanna Tominaga pois na segunda-feira seguinte estrearia o TV Xuxa e o programa passou a ser apresentado apenas aos sábados, mas sofre cortes devido à programação esportiva da Globo[18]. Neste período houve a estreia de outros desenhos famosos no bloco como Três Espiãs Demais, Catscratch, Os Padrinhos Mágicos, Danny Phantom, e o novo desenho do Homem-Aranha. Em Setembro de 2006 começou a receber destaque na programação novamente pelos desenhos da Disney exibidos como: Buzz Lightyear, Hércules, Lilo e Stitch, Timão e Pumba, entre outros[19]. No dia 1 de Janeiro de 2008 o programa volta á ser diário, sob o comando de Geovanna, a TV Globinho aumenta o seu tempo de duração de segunda á sexta das 09:30 ao meio-dia e aos sábados das 08:30 ás 10:30. Entre as novidades deste ano estão a série Quarteto Fantástico, com a história dos super-heróis da Marvel; os desenhos da Disney, Jake Long: O Dragão Ocidental e As Aventuras de Brandy e Sr. Bigodes, Sigma 6, uma nova versão do desenho conhecido no Brasil como Comandos em Ação; no dia 31 de Março de 2008 a Rede Globo começou a exibir novamente o desenho animado Avatar: A Lenda de Aang que no ano anterior, foi exibido na TV Xuxa a série mistura magia e artes marciais, também teve novas histórias do Bob Esponja e CatDog. No dia 1 de Abril de 2008 a TV Globinho ganha um novo cenário mas a vinheta de abertura continua a mesma. No dia 24 de dezembro de 2008 Geovanna apresentou a TV Globinho Especial de Natal que foi ao ar á noite às 23:00 horas[20]. Geovanna Tominaga apresentou os desenho:s Aconteceu de Novo no Natal do Mickey, Os Simpsons de Natal e Os Pinguins de Madagascar em Missão de Natal. No dia 6 de Fevereiro de 2009 Geovanna Tominaga comemorou 1.440 edições á frente da TV Globinho.

2009–2010: Apresentação em duplasEditar

Já em 28 de fevereiro de 2009, chega a despedida de Geovanna Tominaga da TV Globinho, tornando-se a apresentadora mais duradoura da história do programa. Em 2 de março de 2009, TV Globinho passou a contar com novos apresentadores comandando a atração. A ideia era ter sempre personalidades diferentes à frente do programa. Para estrear o novo formato, foram convocados nomes como Gustavo Leão, Ícaro Silva, Ivo Filho , Milena Toscano, Marina Ruy Barbosa, e Rafael Almeida, permanecendo no programa até 3 de Abril de 2009. Marco Antônio Gimenez e Mariah Rocha permaneceram no programa até setembro do mesmo ano.

Em 13 de abril de 2009, a abertura do programa muda após sete anos sem alteração. O cenário da TV Globinho também mudou. Como as crianças são capazes de se imaginar em lugares fantásticos, os apresentadores também passam por esta experiência, em um cenário que os leva para dentro do universo mágico dos desenhos. O ambiente do palco foi combinado com as texturas das animações, servindo de apoio ação dos apresentadores com os desenhos. O programa ganhou ainda uma nova logomarca, feita em 3D. No dia 29 de junho de 2009, a programação das férias da metade do ano estreia na TV Globinho, tendo como sua principal atração, o esperado seriado Kamen Rider: O Cavaleiro Dragão. Em 14 de setembro de 2009, o programa ganhou um novo time de apresentadores. Além dos desenhos e séries, Eline Porto, Élida Muniz, Tatyane Goulart, Fernanda Pontes, Flávia Rubim, Guilherme Bernard, Gustavo Pereira, Lua Blanco, Mussunzinho, Giovanna Ewbank, Miguel Rômulo e Jéssika Alves passaram a fazer parte da turma.

Ainda no mesmo ano o programa foi comandado por Daniel Uemura, Lynn Court, Eduardo Kaká, Lorena Comparato, Rafael Ciane e Pedro Buarque [21]

Em 24 de dezembro de 2009, foi exibido às 23h a TV Globinho Especial, que foi um especial de natal, depois do Natal Mágico, da Xuxa, com os especiais Shrek Especial de Natal com aproximadamente 30 minutos de duração e Feliz Natal Madagascar com aproximadamente 25 minutos. O especial natalino teve aproximadamente 55 minutos de duração, e não foi apresentado por nenhum dos atuais apresentadores, mas sim, pelos próprios personagens das atrações exibidas.

2010-2012: Apresentadores FixosEditar

Entre 2009 e 2010 o programa foi comandado por Yana Sardenberg[22].Em 2010, Paulo Mathias Jr., o Paulinho e Flávia Rubim, a Flavinha, foram fixados de vez como apresentadores do programa que ganhou um novo cenário representando um quarto cheio de brinquedos, e que a cada programa os personagens, Paulinho e Flavinha encenavam uma história. Em 24 de janeiro de 2011, Flávia Rubim deixou a apresentação do programa para integrar o elenco de Cordel Encantado, sendo sucedida por Mariah Rocha[23] a partir do dia 26 de janeiro de 2011, que passa a apresentar o programa ao lado de Paulo Mathias Jr. A direção do programa é de Roberto Naar (geral) e Boninho.

Em 16 de julho de 2011, com o horário durante a semana bastante reduzido por conta da estreia do Bem Estar, Mariah Rocha e Paulo Mathias Jr. deixaram o programa e foram substituídos por Emílio Eric Surita, apresentador do programa iPan da Jovem Pan e Letícia Navas, cantora caloura do Programa Raul Gil. O novo formato apresenta temas diários que une diversão e informação que estimulem a curiosidade do público infantil.[24] A direção geral do programa é de Eduardo Xocante.[24]

2012–15: Mudança para o sábado e extinçãoEditar

Em 22 de junho de 2012, o programa deixa sua grade diária para dar lugar o programa Encontro com Fátima Bernardes, sendo exibido apenas aos sábados.[2] Desde 1º de dezembro de 2012, a TV Globinho passou a não ter apresentadores. A partir de abril de 2013, o programa estreou novos desenhos, como Esquadrão de Heróis, Ultimate Homem Aranha e Os Vingadores, tendo um crescimento na audiência. Porém, no dia 1 de agosto de 2015, o bloco foi extinto, sendo substituído pelo programa de variedades da emissora É de Casa,[25][26] e com o resultado as atrações infantis da Globo ficaram extintas na emissora, porém os filmes infantis ainda continuam a serem exibidos nas tradicionais sessões vespertinas da emissora e em ocasiões especiais. A extinção também se resultou devido a forte migração do público infantil para a TV por assinatura o que resultou na criação do canal infantil Gloob[27] e do canal pré-escolar Gloobinho.[28]

Programas exibidosEditar

DesenhosEditar

SériesEditar

ApresentadoresEditar

Referências

  1. Globo.com. 18 de julho de 2011. A TV Globinho está de cara nova http://tvglobinho.globo.com/platb/programa/ A TV Globinho está de cara nova Verifique valor |url= (ajuda)  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  2. a b http://www.jb.com.br/heloisa-tolipan/noticias/2012/06/23/redetv-aposta-nos-orfaos-da-tv-globinho-para-enfrentar-fatima-bernardes/
  3. «TV Globinho Apresentadores». TV Globinho. 2008. Consultado em 28 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  4. «"TV Globinho" se despede com recorde anual na Globo». NaTelinha. 3 de agosto de 2015. Consultado em 11 de junho de 2017 
  5. https://observatoriodatelevisao.bol.uol.com.br/historia-da-tv/2017/08/relembre-a-origem-da-tv-globinho-infantil-que-chegava-ao-fim-ha-dois-anos
  6. Avello Cancino, Cristian. «Loiras geladas». Consultado em 29 de abril de 2013 
  7. «Rede Globo abre os portões de Bambuluá». Estadao.com.br. 8 de outubro de 2000. Consultado em 29 de abril de 2013 
  8. Vilani, Patrícia (4 de outubro de 2000). «Globo tenta salvar Angélica com 'Bambuluá'». Diário do Grande ABC. Consultado em 29 de abril de 2013 [ligação inativa]
  9. André Santana (9 de outubro de 2017). «Há 17 anos, estreava na Globo o infantil Bambuluá». Observatório da Televisão. Consultado em 29 de abril de 2019 
  10. Nilson Xavier (2001). «Bambuluá». Teledramaturgia. Consultado em 1 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  11. «TV Globinho». Memória Globo. Consultado em 29 de abril de 2013. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2012 
  12. Nilson Xavier. «Kubanacan». Teledramaturgia. Consultado em 30 de abril de 2013 [ligação inativa] 
  13. «Agora é Que São Elas». Memória Globo. Consultado em 27 de abril de 2013 [ligação inativa] 
  14. Fabíola Reipert (20 de janeiro de 2004). «Zapping: Globo substitui apresentadora da "TV Globinho"». Folha de São Paulo. Consultado em 27 de maio de 2013 [ligação inativa] 
  15. Nilson Xavier (2004). «Como Uma Onda». Teledramaturgia. Consultado em 27 de junho de 2013 [ligação inativa] 
  16. Nilson Xavier (2004). «Começar de Novo». Teledramaturgia. Consultado em 28 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  17. «Desenhos». TV Globinho. 2008. Consultado em 20 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  18. «TV Globinho Sofre Cortes». Archive.org. 2008. Consultado em 1 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  19. Carlos Eduardo Ferreira Lins (2006). «Disney na TV Globinho». Archive.org. Consultado em 28 de junho de 2013 [ligação inativa] 
  20. «Globo exibe "Xuxa e as Noviças" e "TV Globinho Especial"». Folha de São Paulo. 24 de dezembro de 2008. Consultado em 28 de julho de 2013 [ligação inativa] 
  21. «Lorena Comparato, Rafael Ciane e Edurado KaKa se juntam a Fernanda Pontes no programa». Site EGO. Ego, no Rio. 26 de novembro de 2009. Consultado em 5 de junho de 2015 
  22. «YANA SARDENBERG, EX-APRESENTADORA DA 'TV GLOBINHO', MUDA VISUAL E MOSTRA ENSAIO SEXY». Extra Online. Thayná Rodrigues. 08 de dezembro de 2014. Consultado em 5 de junho de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  23. Predefinição:Web
  24. a b «Conheça Emílio Eric e Leticia Navas, novos apresentadores da TV Globinho» 
  25. «É de Casa: programa matinal fala sobre a vida em casa; saiba tudo». Rede Globo. 29 de junho de 2015. Consultado em 28 de julho de 2015 
  26. «TV Globinho: bloco será extinto por definitivo em agosto». ANMTV. 28 de julho de 2015. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  27. «Rede Globo: programação infantil deixa grade diária a partir desta segunda». ANMTV. 21 de junho de 2012. Consultado em 10 de outubro de 2017 
  28. «Gloob comemora cinco anos e anuncia novo canal». ANMTV. 1 de agosto de 2017. Consultado em 10 de outubro de 2017 

Ligações externasEditar