Taylor Townsend

tenista norte-americana

Taylor Townsend (nascida em 16 de abril de 1996) é uma tenista profissional americana.

Tenista Taylor Townsend
Townsend em Roland Garros, 2023
País  Estados Unidos
Residência Boca Raton, Flórida, EUA
Data de nascimento 16 de abril de 1996 (27 anos)
Local de nasc. Chicago, Illinois, EUA
Altura 1,70
Treinado por John Williams[1][2][3]
Profissionalização 2012
Mão Canhota
Prize money US$ 3.804.973
Simples
Vitórias-Derrotas 264–154 (63,2%)
Títulos 0 WTA, 14 ITF[4]
Melhor ranking N° 61 (16 de julho de 2018)
Ranking atual simples N° 80 (08 de janeiro de 2024)
Open da Austrália 2R (2020, 2023)
Roland Garros 3R (2014)
Wimbledon 2R (2018, 2019)
US Open 4R (2019)
Duplas
Vitórias-Derrotas 206–79 (72,3%)
Títulos 4 WTA, 23 ITF[5]
Melhor ranking N° 5 (12 de junho de 2023)
Ranking atual duplas N° 10 (08 de janeiro de 2024)
Open da Austrália 3R (2019)
Roland Garros F (2023)
Wimbledon 2R (2023)
US Open F (2022)
Torneios principais de duplas
Duplas Mistas
Open da Austrália QF (2023)
Roland-Garros 2R (2023)
Wimbledon 2R (2023)
US Open SF (2014, 2023)
Medalhas
BJK Cup RR (2022, 2023)
Última atualização em: 08 de janeiro de 2024[6].

Ela foi classificada como a número 61 do mundo em simples pela WTA, o que ela alcançou pela primeira vez em julho de 2018, e alcançou a classificação de duplas mais alta de sua carreira, sendo a número 5 do mundo em junho de 2023.[6] Quatro vezes detentora de títulos de duplas no WTA Tour, Townsend também alcançou duas finais importantes: o US Open de 2022 (com Caty McNally) e o Aberto da França de 2023 (com Leylah Fernandez).[1]

Como júnior, Townsend foi nomeada "Campeã Mundial Júnior" da ITF em 2012 por terminar o ano em primeiro lugar no ranking feminino, tornando-a a primeira americana a fazê-lo desde 1982. Isso aconteceu depois que ela ganhou os títulos do Australian Open de 2012 em ambas as chaves: de simples e de duplas femininas, bem como os títulos de duplas de Wimbledon e US Open. Townsend se profissionalizou no final de 2012 e, em 2014, estreou no Circuito Feminino da ITF depois de ganhar dois títulos. Suas conquistas garantiram sua estreia no top 100 de simples em 2015.[7]

Conhecida como uma das poucas jogadoras do WTA Tour a empregar frequentemente táticas de saque e voleio em seu jogo,[8] Townsend também ganhou vários títulos de duplas na carreira. Ela entrou pela primeira vez no top 100 em duplas em 2016,[7] depois de vencer oito das dez finais alcançadas no Circuito Feminino da ITF naquele ano. Depois de seu retorno ao esporte em 2022, após a licença maternidade, ela alcançou sua primeira grande final no US Open de 2022. Em 2023, ela fez sua estreia entre as Top 5 depois de ganhar dois títulos WTA 500, alcançando sua primeira final WTA 1000 e aparecendo em sua segunda final de Major no Aberto da França.[9][nota 1]

Vida pessoal e antecedentes editar

Townsend nasceu em Chicago, filha de Gary e Sheila (nascida Jones). Seus pais são administradores de ensino médio e sua mãe trabalhava como banqueira. Sheila jogou tênis da Divisão II na Lincoln University, no Missouri. Townsend tem uma irmã mais velha, Symone, que jogou tênis universitário na Florida A&M University.[10][11]

Townsend começou a jogar tênis aos seis anos de idade e foi uma das primeiras jogadoras juniores a participar do programa XS Tennis dirigido por Kamau Murray [en].[12] Murray é mais conhecido por ter treinado Sloane Stephens para o título do US Open de 2017. Quando Townsend tinha oito anos, ela se mudou para Atlanta para continuar treinando com o pai de Donald Young. A mãe de Townsend é amiga íntima de Donald Young Sr., pois eles cresceram juntos no South Side de Chicago, onde treinaram no mesmo centro de tênis.

Aos 14 anos, Townsend mudou-se para Boca Raton, Flórida, para ingressar no programa de desenvolvimento da USTA. Quando a USTA decidiu não financiar as despesas de Townsend para competir no US Open de 2012, Murray e XS Tennis organizaram uma arrecadação de fundos para cobrir quase US$ 1.000 do custo da viagem. Depois disso, Townsend dividiu o tempo treinando com Murray em Chicago e Zina Garrison na área de Washington, D.C. Townsend tenta modelar seu jogo com base em seu ídolo do tênis, Martina Navratilova.[11][13][14]

Em 14 de outubro de 2020, Townsend anunciou nas redes sociais que estava grávida. Ela deu à luz seu filho, Adyn Aubrey, em 14 de março de 2021.[15][16]

Carreira júnior editar

 
Townsend no US Open Junior, 2012.

Townsend venceu o torneio de simples do Australian Open júnior de 2012 aos 15 anos de idade, tornando-se a segunda americana a ganhar esse título depois de Kim Kessaris [en] em 1989. Ela também ganhou o título de duplas no mesmo evento para se tornar a primeira americana a ganhar títulos de simples e duplas em um evento júnior do Grand Slam desde que Lindsay Davenport conquistou o feito no US Open de 1992.[17] Alguns meses depois, Townsend venceu o Easter Bowl para completar sua ascensão ao primeiro lugar no ranking júnior da ITF antes do final de abril.[18]

Ainda em 2012, foi campeã em duplas juvenil em Wimbledon e no US Open. Ela formou parceria com a compatriota Gabrielle Andrews [en] em ambos os eventos. Na final dos dois torneios, derrotou a suiça Belinda Bencic que formou parceria com Ana Konjuh no primeiro e Petra Uberalová [en] no último.[19][20]

Carreira profissional editar

 
Townsend
no Toray Pan Pacific Open, 2014.

2014: Primeiras vitórias em partidas de Grand Slam editar

Em semanas consecutivas na primavera, Townsend disputou dois eventos de quadra de saibro no circuito profissional da USTA em Charlottesville [en] e Indian Harbour Beach. Ela ganhou títulos de simples e duplas em cada um desses eventos, seus primeiros títulos da ITF. Townsend fez parceria com Asia Muhammad em duplas em ambos os torneios. Com esse sucesso, ela ganhou o wild card da USTA no Aberto da França,[21] onde Townsend fez sua estreia em simples em majors, classificada em 205º lugar. Ela derrotou a compatriota nº 65, Vania King, e derrotou a francesa mais bem classificada, nº 21 do mundo Alizé Cornet, para avançar para a terceira rodada, na qual perdeu para a 15ª colocada, Carla Suárez Navarro.[22] Sloane Stephens foi a única outra mulher estadunidense a chegar tão longe no torneio.

2015: estreia no Top 100 e declínio editar

 
Townsend em Roland Garros, 2015.

Townsend entrou no top 100 logo no início da temporada, depois de chegar à segunda fase do WTA de Auckland. Com uma classificação mais elevada, ela conseguiu entrada direta no Aberto da Austrália e perdeu para Caroline Wozniacki na primeira rodada. Em fevereiro, ela fez sua estreia na Fed Cup contra a Argentina e venceu sua única partida, uma partida onde fez parceria com Coco Vandeweghe. Townsend então caiu do top 100 em abril e começou a lutar contra sua forma, vencendo apenas duas partidas no Circuito ITF no resto do ano e nenhuma no nível WTA Tour. Ela terminou o ano fora do top 300.

2023: Segunda final de Major, título WTA 1000 e número 5 mundial em duplas editar

 
Townsend no US Open, 2023.

Para o começo de temporada, a brasileira Luisa Stefani jogaria o Aberto da Austrália com Caty McNally.[23] Taylor Townsend, ex-parceira de McNally assumiu seu lugar com Stefani no WTA 500 de Adelaide quando McNally desistiu,[24] e a dupla chegou ao título, o sexto de Stefani na WTA.[25]

No Miami Open, formando dupla com a canadense Leylah Fernandez, chegou na final e foi derrotada pelas estadunidenses Jessica Pegula e Coco Gauff.[26]

Em 11 de junho de 2023 chegou a final de Grand Slam por duplas em Roland Garros jogando junto novamente com Leylah Fernandez, elas perderam a final por 2 a 1 para a taiwanesa Hsieh Su-wei e a chinesa Wang Xinyu.[27]

No Torneio de Wimbledon de 2023, foi cabeça-de-chave, novamente formando parceria com Leylah Fernandez e perdeu na segunda rodada para a dupla da brasileira Luisa Stefani e a francesa Caroline Garcia[28][29].

Quando era a 132ª do mundo e vinha retomando a carreira depois da gravidez, Townsend venceu a brasileira Beatriz Haddad Maia na segunda rodada do US Open, em sets diretos.[30] Seus próximos destaque na temporada foram: o título do ITF de US$ 60k em Templeton; o título do ITF de US$ 80k em Macon e uma quartas de final no Dow Tennis Classic contra a eventual vice-campeã Jana Fett, partida da qual teve que desistir por contusão.[9][nota 1]

2024: Título de duplas em Adelaide editar

Townsend iniciou a temporada no Adelaide International. Devido à sua posição no ranking de simples, precisou participar da qualificatória, na qual passou por Tina Nadine Smith [en] na primeira rodada mas perdeu para Claire Liu [en] na segunda. No entanto, ela foi beneficiada pelo critério de "lucky loser", conseguindo vaga na chave principal. Lá, ela venceu Aliaksandra Sasnovich na primeira rodada em sets diretos mas perdeu em seguida para Marta Kostyuk em jogo de três sets.[31] Já na chave de duplas, em parceria inédita com Beatriz Haddad Maia, elas chagaram ao título sem perder nenhum set. Como cabeças de chave N° 3, elas passaram por Alexandra Panova / Alycia Parks na primeira rodada, por Shuko Aoyama / Aleksandra Krunić na segunda e se beneficiaram da desistência da dupla cabeça de chave N° 1 Barbora Krejčíková / Laura Siegemund na semifinal.[32] Na partida final, continuaram invictas e venceram a dupla francesa Caroline Garcia / Kristina Mladenovic para chegar ao título.[33] O torneio seguinte de Townsend no giro australiano foi o Australian Open. Na chave de simples, ela perdeu para Paula Badosa na primeira rodada em sets diretos.[34] Já na chave de duplas, mantendo a parceria com Beatriz Haddad Maia e como cabeças de chave N° 8 chegaram até as oitavas de final, onde caíram para a dupla Cristina Bucșa / Alexandra Panova em sets diretos.[35]

Finais da WTA editar

Duplas: 9 finais (4 títulos, 5 vices) editar

Legenda
Grand Slam (0–2)
WTA Tour (0–0)
Premier Mandatory & Premier 5 / WTA 1000 (0–1)
Premier / WTA 500 (3–0)
International / WTA 250 (1–2)
Finais por piso
Duro (4–4)
Saibro (0–1)
Grama (0–0)
Carpete (0–0)
Status N. Data Torneio Categoria Piso Parceira Oponente (s) Placar
Perdeu 0–1 Ago 2013 Washington Open, EUA International Duro   Eugenie Bouchard   Shuko Aoyama
  Vera Dushevina
6–3, 6–3
Perdeu 0–2 Jan 2019 Auckland Open, Austrália International Duro   Paige Hourigan   Eugenie Bouchard
  Sofia Kenin
6–1, 1–6, [7–10]
Venceu 1–2 Jan 2020 Auckland Open, Austrália International Duro   Asia Muhammad   Serena Williams
  Caroline Wozniacki
6–4, 6–4
Perdeu 1–3 Set 2022 US Open, EUA Grand Slam Duro   Caty McNally   Barbora Krejčíková
  Kateřina Siniaková
6–3, 5–7, 1–6
Venceu 2–3 Jan 2023 Adelaide International, Austrália WTA 500 Duro   Asia Muhammad   Storm Hunter
  Kateřina Siniaková
6–2, 7–6(7–2)
Venceu 3–3 Jan 2023 Adelaide International (2), Austrália WTA 500 Duro   Luisa Stefani   Anastasia Pavlyuchenkova
  Elena Rybakina
7–5, 7–6(7–3)
Perdeu 3–4 Abr 2023 Miami Open, EUA WTA 1000 Duro   Leylah Fernandez   Coco Gauff
  Jessica Pegula
6–7(6–8), 2–6
Perdeu 3–5 Jun 2023 Roland Garros, França Grand Slam Saibro   Leylah Fernandez   Hsieh Su-wei
  Wang Xinyu
6–1, 6–7(5–7), 1–6
Venceu 4–5 Jan 2024 Adelaide International, Austrália WTA 500 Duro   Bia Haddad Maia   Caroline Garcia
  Kristina Mladenovic
7–5, 6–3

Notas

  1. a b Para obter os dados dessa referência, selecione o ano correspondente no site da WTA ou da ITF.

Referências

  1. a b «More on Townsend...» (em inglês). WTA. 8 de janeiro de 2024. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  2. John Williams. «elevatewithjohn» (em inglês). Instagram. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  3. Taylor Townsend [@CCSMOOTH13] (12 de janeiro de 2024). «🎥: Taylor Townsend IG (and coach John Williams)...» (Tweet). Consultado em 12 de janeiro de 2024 – via Twitter 
  4. «Taylor Townsend Women's Singles Titles» (em inglês). ITF. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  5. «Taylor Townsend Women's Doubles Titles» (em inglês). ITF. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  6. a b «Taylor Townsend - Overview» (em inglês). WTA. 8 de janeiro de 2024. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  7. a b WTA Staff (8 de janeiro de 2024). «Taylor Townsend - Rankings History» (em inglês). WTA. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  8. Chuck Culpepper (31 de agosto de 2019). «Taylor Townsend is part of serve-and-volley game's revival at U.S. Open» (em inglês). washingtonpost.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  9. a b WTA Staff (8 de janeiro de 2024). «Taylor Townsend - Matches» (em inglês). WTA. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  10. Karen Crouse (22 de dezembro de 2012). «Being Considered the Next Serena Is a Compliment and a Detriment» (em inglês). nytimes.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  11. a b Barbara Brotman (23 de maio de 2014). «Tennis takes Taylor Townsend from Englewood to Paris» (em inglês). chicagotribune.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  12. Andrew Eichenholz (10 de setembro de 2017). «The Open Interview: Kamau Murray» (em inglês). usopen.org. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  13. Melissa Isaacson (30 de maio de 2014). «Townsend, Young share deep connection» (em inglês). espn.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  14. Joseph Erbentraut (29 de maio de 2014). «Teen Tennis Star's Success Is A Powerful Argument Against Body-Shaming» (em inglês). huffpost.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  15. @tay_taytownsend (14 de outubro de 2020). «Announcement». Consultado em 12 de janeiro de 2024 – via Instagram 
  16. Billie Jean King [@BillieJeanKing] (14 de março de 2021). «Congratulations to our friend and @PhillyFreedoms team member @TaylorTownsend on the birth of her son, Adyn Aubrey...» (Tweet). Consultado em 12 de janeiro de 2024 – via Twitter 
  17. Courtney Nguyen (7 de setembro de 2012). «Taylor Townsend dispute: USTA cuts funding until No. 1 junior loses weight» (em inglês). si.com. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  18. «Florida Tennis Briefs: American Townsend Rises to No. 1 in the ITF World Junior Tennis Rankings». USTA Florida. Consultado em 13 de maio de 2018 
  19. Lewis, Colette. «Canada Doubles Up at Wimbledon, with Peliwo Winning Boys Championship and Girls Champion Bouchard Adding Doubles Crown». ZooTennis.com. Consultado em 19 de maio de 2019 
  20. Lewis, Colette. «Crawford Reaches US Open Girls Final Against Kontaveit; Peliwo Goes for Back-to-Back Junior Slams Against Broady; Andrews and Townsend Capture Doubles Title». ZooTennis.com. Consultado em 19 de maio de 2019 
  21. «18-Year-Old Taylor Townsend Secures French Open Wild Card» (em inglês). tennisnow.com. 4 de maio de 2014. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  22. «O tênis americano descobre nova estrela em Taylor Townsend, de 18 anos». Tennis World EUA. 28 de maio de 2014. Consultado em 14 de maio de 2018 
  23. «Luisa Stefani escolhe parceira para próxima temporada: "Gosto do espírito competitivo dela"». ge. 16 de dezembro de 2022. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  24. «Luisa Stefani e Rafael Matos inspiram e são dos melhores exemplos a serem seguidos». www.uol.com.br. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  25. TenisBrasil. «TenisBrasil - Stefani conquista 1º título do ano e 6º da carreira». TenisBrasil, a cobertura completa do circuito do tênis está aqui. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  26. WTA Staff (2 de abril de 2023). «Gauff, Pegula win Miami Open doubles; fifth team title» (em inglês). WTA. Consultado em 6 de agosto de 2023 
  27. «Asiáticas levam o título de duplas em Roland Garros. Towsend consola Fernandez». Lance. 11 de junho de 2023. Consultado em 12 de junho de 2023 
  28. TenisBrasil. «TenisBrasil - Stefani se vinga e bate atuais vice-campeãs de RG». TenisBrasil, a cobertura completa do circuito do tênis está aqui. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  29. «Luisa Stefani e Garcia eliminam favoritas e avançam em Wimbledon». Bola Amarela Brasil. 9 de julho de 2023. Consultado em 20 de novembro de 2023 
  30. «Bia Haddad perde para americana nº 132 do ranking e é eliminada na 2ª rodada do US Open». espn.com.br. 30 de agosto de 2023. Consultado em 31 de agosto de 2023 
  31. Richard Llewelyn Evans (10 de janeiro de 2024). «Kostyuk overcomes Townsend to advance to Adelaide quarterfinal» (em inglês). adelaideinternational.com.au. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  32. «Bia Haddad vence por WO e vai à final de duplas de Adelaide». ge.globo.com. 11 de janeiro de 2024. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  33. «Bia Haddad é campeã nas duplas com Townsend em Adelaide e mira Australian Open». espn.com.br. 12 de janeiro de 2024. Consultado em 12 de janeiro de 2024 
  34. «Australian Open: Badosa beats Townsend to reach second round» (em inglês). tennismajors.com. 15 de janeiro de 2024. Consultado em 23 de janeiro de 2024 
  35. «Bia Haddad perde nas duplas e dá adeus ao Australian Open». ge.globo.com. 21 de janeiro de 2024. Consultado em 21 de janeiro de 2024 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Taylor Townsend