Abrir menu principal
The Game Awards
The Game Awards 2019
Descrição Excelência em jogos eletrônicos
Apresentação Geoff Keighley
Local Microsoft Theater
País  Estados Unidos
Primeira cerimônia 5 de dezembro de 2014; há 5 anos
Última cerimônia 12 de dezembro de 2019; há 1 dia
Sítio oficial

The Game Awards é uma cerimônia de premiação anual que reconhece os melhores jogos eletrônicos de cada ano, além de grandes feitos na indústria. Novos títulos também são anunciados durante as cerimônias, que são exclusivamente produzidas e apresentadas por Geoff Keighley, o qual, por sua vez, trabalhou anteriormente na Spike Video Game Awards.

A primeira cerimônia foi apresentada no dia 5 de dezembro de 2014 em Las Vegas, Nevada, sob olhares do mundo inteiro, deu à premiação o posto de "Óscar dos Videogames".

HistóriaEditar

Em 1994, Geoff Keighley fez parte do primeiro show de prêmios televisionados para jogos eletrônicos, o Cybermania '94: The Ultimate Gamer Awards. Keighley, ainda adolescente, foi contratado para ajudar a escrever material para os apresentadores de celebridades como William Shatner e Leslie Nielsen. O show não foi considerado bem-sucedido, visando mais a comédia do que a comemoração, mas, a partir disso, Keighley foi solicitado a desenvolver algo semelhante ao "Óscar dos Videogames" no final de sua carreira.[1]

Keighley trabalhou subsequentemente no Spike Video Game Awards (abreviado como VGA), que aconteceu de 2003 a 2013. O programa, que foi transmitido pela Spike TV no final de cada ano, foi projetado para homenagear os jogos eletrônicos lançados naquele ano. Keighley serviu como produtor e frequentemente hospeda esses shows. Em 2013, a Spike optou por renomear os prêmios de VGA para VGX para refletir que eles queriam se concentrar mais em jogos da próxima geração que estavam sendo inaugurados pelo início da oitava geração de consoles, bem como trazer o comediante Joel McHale para ser co-anfitrião ao lado de Keighley.[2] O show de 2013 foi considerado decepcionante e apontado como um trabalho mais comercial, em vez de uma celebração de conquistas dos jogos eletrônicos.[3]

Keighley ficou desapontado com a mudança de tom que este programa apresentou.[1] Ele optou por abandonar o envolvimento na VGX, permitindo que a Spike mantivesse a propriedade do evento; em novembro de 2014, a Spike TV anunciou que havia optado por abandonar a premiação na íntegra.[4] Em vez disso, Keighley trabalhou com várias entidades do setor, incluindo fabricantes de hardware de consoles da Sony, Microsoft e Nintendo, e várias grandes editoras, para financiar e criar uma nova premiação, o The Game Awards, com a bênção da Spike.[5] Keighley conseguiu garantir espaço para sediar o evento ao vivo. Sem uma emissora, Keighley e as entidades concordaram em transmitir o show ao vivo nas redes de consoles e no serviço Steam da Valve Corporation, de modo a alcançar uma audiência muito maior do que a Spike TV alcançava anteriormente.[4] Desde então, Keighley conseguiu garantir vários serviços de streaming em todo o mundo para o show, o que tem sido um movimento apreciado por vários parceiros do Game Awards desde o início do programa.[6] Keighley foi abordado por redes de transmissão oferecendo para transmitir o programa, mas ele recusou essas ofertas, permitindo-lhes manter a liberdade de como apresentam e estruturam o programa.[7]

Keighley considerou importante que a apresentação do The Game Awards visasse apresentar favoravelmente o interesse dos jogadores e da indústria, e ser receptivo a celebridades e outros que mostraram interesse em jogos eletrônicos.[6] Enquanto os The Game Awards são principalmente um show de prêmios, Keighley sabia da importância de ter conteúdo adicional, tendo visto outros experimentos de premiações de videogames que foram dedicados apenas aos prêmios falharem devido à falta de audiência.[8] Keighley acreditava que o The Game Awards deveria estar entre os locais de entretenimento que são usados ​​para o Óscar, e a apresentação dos prêmios padrão usada para o Game Developers Choice Awards, e queria um equilíbrio de material.[6] Por meio da Spike VGX e do The Game Awards, Keighley se envolveu com desenvolvedores e editores para trazer trailers, fotos e revelações dos próximos jogos ao lado dos prêmios. Ele considera que o momento de coroamento dessa abordagem foi conseguir a primeira revelação de gameplay de The Legend of Zelda: Breath of the Wild para o The Game Awards 2014.[8] Keighly incentiva os desenvolvedores e editores a fornecer qualquer conteúdo que possa ser considerado excitante ou que possa despertar interesse, mesmo se esses jogos estiverem em um estágio inicial de desenvolvimento, e então fazer a seleção de quais jogos e trailers exibir.[8] Keighley irá posteriormente trabalhar com esses desenvolvedores e editores sobre como melhor posicionar seus trailers para ter o maior impacto; por exemplo, na premiação de 2018, ele e a Nintendo trabalharam em um trailer revelando um novo personagem no Super Smash Bros. Ultimate, que parecia começar como um teaser para um novo jogo da série Persona, para que tivesse um impacto mais dramático.[9][10]

Em conjunto com a apresentação dos prêmios, várias lojas digitais, como a Steam, a Xbox Games Store e a PlayStation Store oferecem descontos aos jogos indicados antes e alguns dias após a apresentação.[11][12] A estatueta concedida aos jogos selecionados foi projetada pela colaboração entre Keighley e a Weta Workshop. Ela pretende representar "a evolução do meio de jogos eletrônicos por meio de um anjo que ascende no meio de blocos de construções digitais".[13][14]

CerimôniasEditar

Cerimônia Data Hora
(UTC−8)
Vencedor do Jogo do Ano Número de espectadores Apresentador Local
The Game Awards 2014 5 de dezembro de 2014 18:00 Dragon Age: Inquisition 1,93 milhões[15] Geoff Keighley The AXIS
Las Vegas, Nevada
The Game Awards 2015 3 de dezembro de 2015 The Witcher 3: Wild Hunt 2,3 milhões[16] Microsoft Theater
Los Angeles, Califórnia
The Game Awards 2016 1 de dezembro de 2016 Overwatch 3,8 milhões[17]
The Game Awards 2017 7 de dezembro de 2017 17:30 The Legend of Zelda: Breath of the Wild 11,5 milhões[18]
The Game Awards 2018 6 de dezembro de 2018 17:30 God of War 26,2 milhões[19]
The Game Awards 2019 12 de dezembro de 2019[20] 17:30 Sekiro: Shadows Die Twice

Referências

  1. a b Martens, Todd (6 de dezembro de 2017). «Geoff Keighley's lifelong obsession to create a video game Oscars». Los Angeles Times. Consultado em 6 de dezembro de 2017 
  2. Sarkar, Samit (15 de novembro de 2013). «Spike Video Game Awards renamed VGX, set for Dec. 7». Polygon. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  3. Good, Owen (8 de dezembro de 2013). «Gamers Care More About the VGX Than the Show Did. That's the Problem.». Kotaku (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  4. a b Graser, Marc (10 de novembro de 2014). «Videogame Industry Rallies Around First 'Game Awards'». Variety. Consultado em 2 de dezembro de 2016 
  5. Schreier, Jason (10 de novembro de 2014). «There's A Big New Game Award Show Happening This December». Kotaku (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2014 
  6. a b c Takahashi, Dean (6 de dezembro de 2017). «The Game Awards balances revelations, gamer culture, and celebrities». Venture Beat (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2017 
  7. Valentine, Rebekah (6 de dezembro de 2018). «Seeing the past and future of gaming through The Game Awards». GamesIndustry.biz. Consultado em 6 de dezembro de 2018 
  8. a b c Schreier, Jason (30 de novembro de 2017). «How Video Games' Biggest Award Show Comes Together». Kotaku (em inglês). Consultado em 30 de novembro de 2017 
  9. Schreier, Jason (13 de dezembro de 2018). «How The Game Awards' Big Announcements Came Together». Kotaku (em inglês). Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  10. Hester, Blake (11 de dezembro de 2018). «The making of The Game Awards 2018». Polygon (em inglês). Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  11. Saed, Sherif (7 de dezembro de 2017). «Xbox One stealth sale has great prices on FIFA 18, Call of Duty: WW2, Shadow of War, much more». VG247 (em inglês). Consultado em 7 de dezembro de 2017 
  12. Daniel dos Reis (6 de dezembro de 2018). «Sony lança promoção The Game Awards na PSN; veja jogos e preços». MeuPS4. Consultado em 6 de dezembro de 2018 
  13. «About the Game Awards». The Game Awards. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  14. The Game Awards 2016 - Behind the Scenes at WETA!. The Game Awards. 20 de novembro de 2016. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  15. «The Game Awards Reach 1.93 Million Livestreams». TheGameAwards.com. Consultado em 14 de novembro de 2015 
  16. «Game Awards 2015 pulls in 2.3M people, more than 1B Twitter impressions». Polygon. Consultado em 10 de dezembro de 2015 
  17. Crecente, Brian (6 de dezembro de 2016). «The Game Awards audience up 65 percent to 3.8M». Polygon. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  18. The Game Awards Audience Triples to 11.5 Million Livestreams in 2017
  19. Takahashi, Dean (12 de dezembro de 2018). «The Game Awards doubles viewership to 26 million livestreams». Venture Beat. Consultado em 12 de dezembro de 2018 
  20. Winslow, Jeremy (12 de setembro de 2019). «The Game Awards 2019 Stream Date Reveal». GameSpot. Consultado em 14 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar