The Game Awards 2020

cerimônia de premiação de jogos eletrônicos

The Game Awards 2020 foi a 7ª cerimônia de premiação anual do The Game Awards na qual homenageou os melhores jogos eletrônicos de 2020. Foi produzida e apresentada por Geoff Keighley, e aconteceu em 10 de dezembro de 2020. Ao contrário das cerimônias anteriores, o evento foi transmitido virtualmente devido à pandemia de COVID-19; Keighley se apresentou em um palco em Los Angeles, enquanto que as apresentações musicais aconteceram virtualmente em palcos de Londres e Tóquio. O evento apresentou o primeiro prêmio "Future Class", uma lista de personalidades da indústria de jogos eletrônicos que melhor representam o futuro dos jogos. Também introduziu um novo prêmio de "Inovação em Acessibilidade", para jogos que apresentavam opções de acessibilidade notáveis.

The Game Awards 2020
Data 10 de dezembro de 2020
Local Evento On-line (Los Angeles, Londres, Tóquio)
Apresentação Geoff Keighley
Destaques
Maior número de prémios The Last of Us Part II (7)
Maior número de nomeações The Last of Us Part II (11)
Jogo do Ano The Last of Us Part II
Cobertura televisiva
Audiência 83 milhões
The Game Awards 2019
The Game Awards 2021
Sítio oficial

O pré-show da cerimônia foi apresentado por Sydnee Goodman. O evento foi transmitido ao vivo em 45 plataformas diferentes e contou com várias apresentações musicais, bem como celebridades como apresentadores de prêmios. The Last of Us Part II recebeu o maior número de indicações e vitórias na história do evento — onze e sete, respectivamente — e foi premiado como "Jogo do Ano". Neil Druckmann e Halley Gross venceram na categoria de "Melhor Narrativa" por seu trabalho no jogo, enquanto que Laura Bailey foi premiada como "Melhor Performance" por seu papel como Abby. Vários novos jogos foram anunciados durante o evento, incluindo Ark II, Perfect Dark e um novo jogo da série Mass Effect sem título.

O evento de 2020 foi a cerimônia mais cara até então. Foi visto por mais de 83 milhões de streams, o máximo em sua história, com 8,3 milhões de espectadores simultâneos em seu pico. Ele recebeu uma recepção mista de publicações na mídia, com elogios direcionados a anúncios de novos jogos e algumas críticas por não permitir que os desenvolvedores tenham mais tempo para falar. Alguns críticos e telespectadores compartilharam preocupações sobre o sucesso de The Last of Us Part II devido à sua narrativa polarizadora e ao uso de "crunch time" pela desenvolvedora.

Vencedores e indicadosEditar

Os indicados para o The Game Awards 2020 foram anunciados em 18 de novembro de 2020,[1][2] com qualquer jogo lançado antes de 20 de novembro desse ano sendo elegível para consideração.[3] Os indicados foram compilados por um painel de júri com membros de mais de 96 meios de comunicação em todo o mundo;[4] as cédulas foram enviadas aos meios de comunicação em 29 de outubro e deviam ser devolvidas em 6 de novembro, embora tivessem até 13 de novembro para enviar cédulas atualizadas. Os veículos de comunicação foram obrigados a enviarem três jogos para cada categoria a fim de determinar os indicados.[3] Os vencedores foram definidos entre o voto do júri (90% de impacto nos resultados finais) e votos do público (10%); o último foi realizado no site oficial e em plataformas de redes sociais como Facebook e Twitter, e encerrado em 9 de dezembro.[5] As duas exceções foram nas categorias de "Jogo Mais Aguardado" e "Voz dos Jogadores" que foram totalmente nomeados e votados pelo público;[6][7] o primeiro foi determinado exclusivamente no Twitter e anunciado durante o evento,[6] e o último foi anunciado em 8 de dezembro após várias rodadas de votação.[7] Um novo prêmio de "Inovação em Acessibilidade" também foi adicionado para jogos que apresentavam opções de acessibilidade notáveis.[8] Cerca de 18,3 milhões de pessoas participaram da votação do público, o dobro da cerimônia anterior.[9]

CategoriasEditar

Títulos em negrito e listados em primeiro venceram nas respectivas categorias:[10]

Jogos eletrônicosEditar

Jogo do Ano Melhor Direção de Jogo
Melhor Narrativa Melhor Direção de Arte
Melhor Trilha Sonora Melhor Design de Áudio
Melhor Performance Melhor Jogo Contínuo
Jogo Mais Impactante Melhor Jogo Independente
Melhor Jogo Mobile Melhor Jogo de VR/AR
Melhor Jogo de Ação Melhor Jogo de Ação-aventura
Melhor Jogo de RPG Melhor Jogo de Luta
Melhor Jogo para Família Melhor Jogo de Simulação/Estratégia
Melhor Jogo de Esporte/Corrida Melhor Jogo Multiplayer
Melhor Estreia Independente[a] Melhor Suporte à Comunidade
Inovação em Acessibilidade Criador de Conteúdo do Ano
  • Rachell "Valkyrae" Hofstetter
    • Alanah Pearce
    • Jay-Ann Lopez
    • Nick "NICKMERCS" Kolcheff
    • Timothy "TimTheTatman" Betar
Jogo Mais Aguardado[b] Voz dos Jogadores[c]

eSportsEditar

Melhor Jogo de eSports Melhor Jogador de eSports
  • Heo "Showmaker" Su (Damwon Gaming, League of Legends)
    • Ian "Crimsix" Porter (Dallas Empire, Call of Duty)
    • Kim "Canyon" Geon-bu (Damwon Gaming, League of Legends)
    • Anthony "Shotzzy" Cuevas-Castro (Dallas Empire, Call of Duty)
    • Matthieu "ZywOo" Herbaut (Team Vitality, Counter-Strike: Global Offensive)
Melhor Time de eSports Melhor Treinador de eSports
  • G2 Esports (League of Legends)
    • Damwon Gaming (League of Legends)
    • Dallas Empire (Call of Duty League)
    • San Francisco Shock (Overwatch League)
    • Team Secret (Dota 2)
  • Danny "zonic" Sorensen (Astralis, Counter-Strike: Global Offensive)
    • Dae-hee "Crusty" Park (San Francisco Shock, Overwatch League)
    • Fabian "Grabbz" Lohmann (G2 Esports, League of Legends)
    • Lee "Zefa" Jae-min (T1, League of Legends)
    • Raymond "rambo" Lussier (Dallas Empire, Call of Duty)
Melhor Evento de eSports Melhor Apresentador de eSports
  • League of Legends World Championship 2020 (League of Legends)
    • BLAST Premier: Spring 2020 European Finals (Counter-Strike: Global Offensive)
    • Call of Duty League Championship 2020 (Call of Duty: Modern Warfare)
    • IEM Katowice 2020 (Counter-Strike: Global Offensive)
    • 2020 Overwatch League Grand Finals (Overwatch)
  • Eefje "Sjokz" Depoortere
    • Alex "Goldenboy" Mendez
    • Alex "Machine" Richardson
    • James "Dash" Patterson
    • Jorien "Sheever" van der Heijden

Jogos com múltiplas indicações e prêmiosEditar

Múltiplas indicaçõesEditar

The Last of Us Part II recebeu onze indicações, o maior número na história do evento. Outros jogos com múltiplas indicações incluíram Hades com nove, Ghost of Tsushima com oito, Final Fantasy VII Remake com seis e Doom Eternal com cinco. A Sony Interactive Entertainment teve 26 indicações no total, mais do que qualquer outra publicadora, seguida pela Supergiant Games e Xbox Game Studios com nove.[1]

Múltiplos prêmiosEditar

The Last of Us Part II recebeu o maior número de prêmios na história do evento, vencendo em sete categorias. Quatro jogos — Among Us, Final Fantasy VII Remake, Ghost of Tsushima e Hades — ganharam dois prêmios. Entre seus dois jogos vencedores, a Sony Interactive Entertainment ganhou um total de nove prêmios, enquanto que a InnerSloth, Square Enix, Supergiant Games e Xbox Game Studios ganharam dois.[10]

Apresentadores e performances musicaisEditar

As seguintes personalidades, listadas em ordem de aparição, apresentaram categorias, trailers ou executaram performances musicais. Todos os outros prêmios foram entregues por Geoff Keighley ou Sydnee Goodman.[11][12][13][14]

ApresentadoresEditar

Nome Função
Rand Miller Apresentou o trailer de lançamento de Myst para o Oculus Quest[15]
Stephen A. Smith Apresentou a categoria de Melhor Jogador de eSports
Brie Larson Apresentou a categoria de Melhor Performance
Chris Ashton Apresentou o trailer de jogabilidade do jogo Back 4 Blood
Josh Holmes Apresentou o trailer de anúncio beta para Scavengers
Glen Schofield Apresentou o trailer de revelação de The Callisto Protocol
John David Washington Apresentou a categoria de Melhor Narrativa
Cozinheiro Sueco Apresentou o trailer do Cozinheiro Sueco para Overcooked: All You Can Eat
DrLupo Introduziu o Future Class
Gal Gadot Apresentou a categoria de Jogo Mais Impactante
Tom Holland Introduziu o apresentador Nolan North
Nolan North Apresentou a categoria de Melhor Jogo Multiplayer
Ralph Macchio Apresentaram a categoria de Melhor Jogo de Luta
Yuji Okumoto
Josef Fares Apresentou o trailer de revelação de It Takes Two
Reggie Fils-Aimé Apresentou a categoria de Inovação em Acessibilidade
Troy Baker Introduziu a performance de Eddie Vedder
Jacksepticeye Apresentou a categoria de Criador de Conteúdo do Ano
Donald Mustard Apresentou os trailers de Master Chief, Blood Gulch e The Walking Dead para Fortnite Battle Royale
Kaskade Apresentou o trailer da 2ª temporada de Rocket League
Keanu Reeves Apresentou a categoria de Melhor Direção de Jogo
Christopher Nolan Apresentou a categoria de Jogo do Ano

PerformancesEditar

Nome Canção Jogo(s) Local
Lyn Inaizumi "Last Surprise" Persona 5 Strikers Tóquio[11]
OFK[d] "Follow/Unfollow" We Are OFK Virtual[16]
Orquestra Filarmônica de Londres[e] Medley de Mario Série Super Mario Abbey Road Studios, Londres[17]
Medley de Jogo do Ano Animal Crossing: New Horizons
Doom Eternal
Final Fantasy VII Remake
Ghost of Tsushima
Hades
The Last of Us Part II
Eddie Vedder "Future Days" The Last of Us Part II Seattle[17]

Informações da cerimôniaEditar

 
The Game Awards 2020 foi produzido e apresentado por Geoff Keighley.

Devido à contínua pandemia de COVID-19, o criador e produtor do evento, Geoff Keighley, não queria hospedar uma cerimônia normal para a edição de 2020.[18] Não querendo fazer um hiato e inspirado pelo sucesso do Summer Game Fest,[4] ele considerou hospedar o evento de sua casa, mas sua diretoria o encorajou a tentar uma cerimônia maior no mesmo nível dos anos anteriores.[19] No caso de um aumento significativo de casos de COVID-19 na Califórnia, a equipe tinha vários planos de backup para o evento, incluindo a transmissão da casa de Keighley.[17] Keighley trabalhou com seus parceiros para desenvolver um evento virtual.[18] Ele e sua equipe se inspiraram em outros eventos ao longo do ano, incluindo a Convenção Nacional Democrata de 2020, na qual o "público" foi apresentado em telas virtuais,[20] bem como o 72º Primetime Emmy Awards, em que os anfitriões ficaram isolados no palco e os indicados aceitos por videochamada.[19] Enquanto desenvolvia o evento, Keighley também falou com centenas de telespectadores via Zoom para discutir seus próprios interesses;[19] essas ligações frequentemente incluíam outras figuras da indústria, como o presidente da Valve Corporation, Gabe Newell, e o diretor criativo da Epic Games, Donald Mustard.[21]

A apresentação usou três estúdios de som em Los Angeles, Londres e Tóquio; cada local teve um número mínimo de participantes, principalmente relacionados à equipe de produção e apresentadores. Keighley disse que isso permitiu que eles incluíssem eventos de apresentação adicionais como em cerimônias anteriores, bem como explorarem levarem eventos futuros para locais diferentes.[18] Segundo Keighley, o tema da cerimônia foi sobre força e conforto, dado o impacto da pandemia. Ele queria implorar o tema da união, dado o lançamento do PlayStation 5 e do Xbox Series X/S em novembro de 2020; ele citou o The Game Awards 2018 como um exemplo desse tema, que teve início com Reggie Fils-Aimé da Nintendo, Phil Spencer da Microsoft e Shawn Layden da Sony, todos compartilhando o palco.[21] Keighley sentiu que a inclusão de estrelas do cinema e da televisão era uma maneira interessante de mostrar uma apreciação mais ampla pela indústria. Sua equipe queria incluir Henry Cavill no evento, mas ele estava ocupado trabalhando em The Witcher.[4]

Keighley observou que o evento de 2020 foi o mais caro até então, em parte devido aos testes de COVID-19 necessários para a equipe técnica e as configurações de câmeras remotas em todo o mundo.[17] Como no evento anterior, a apresentação ocorreu junto com o Game Festival, consistindo em demos jogáveis ​​e conteúdos adicionais dos jogos.[19] O evento apresentou o primeiro prêmio Future Class, uma lista de personalidades de toda a indústria de jogos eletrônicos que melhor representam o futuro dos jogos. Os induzidos incluíram profissionais da indústria, como Blessing Adeoye Jr. da Kinda Funny, Halley Gross da Naughty Dog, e Kallie Plagge da GameSpot.[22] A apresentação foi ao ar em 10 de dezembro de 2020, transmitida ao vivo em mais de 45 plataformas on-line. Foi produzida executivamente por Keighley e Kimmie Kim, e dirigida por Richard Preuss. LeRoy Bennett voltou a atuar como diretor de criação.[23]

AnúnciosEditar

Por volta de abril e maio de 2020, Keighley estava preocupado com a potencial falta de anúncios de jogos devido ao impacto da COVID-19 na indústria; no entanto, várias desenvolvedoras foram capazes de enviar seus anúncios e trailers para demonstração.[4] Anúncios sobre jogos futuros e lançados recentemente foram feitos para Among Us, Back 4 Blood, Call of Duty: Black Ops Cold War, Disco Elysium, Dragon Age 4, Fall Guys: Ultimate Knockout, Fortnite, Forza Horizon 4, The Elder Scrolls Online, It Takes Two, Microsoft Flight Simulator, Monster Hunter Rise, Myst, Nier Replicant ver.1.22474487139..., Oddworld: Soulstorm, Outriders, Overcooked: All You Can Eat, Returnal, Scarlet Nexus, Sea of Solitude, Star Wars: Tales from the Galaxy's Edge, Super Meat Boy Forever, Super Smash Bros. Ultimate, Warhammer 40,000: Darktide e Warframe.[24]

Os novos jogos anunciados durante a cerimônia incluíram:[24]

  • Ark II
  • Century: Age of Ashes
  • Crimson Desert
  • Endless Dungeon
  • Evil Dead: The Game
  • Evil West
  • F.I.S.T
  • Ghosts 'n Goblins Resurrection
  • Loop Hero
  • Sequência de Mass Effect sem título
  • Open Roads
  • Perfect Dark
  • Road 96
  • Season
  • Shady Part of Me
  • Tchia
  • The Callisto Protocol
  • We Are OFK

RecepçãoEditar

O evento teve uma recepção mista das publicações da mídia. Dean Takahashi, da VentureBeat, elogiou a cerimônia, aplaudindo particularmente sua celebração de diversos jogos como The Last of Us Part II e Tell Me Why, bem como os anúncios de novos jogos variados e interessantes.[25] Todd Martens, do Los Angeles Times, sentiu que o evento deveria ter dado mais tempo para os desenvolvedores falarem e discutirem suas visões artísticas por trás dos jogos, observando que a apresentação fez pouco em demonstrar os jogos eletrônicos como arte.[26] Kat Bailey, da USgamer, questionou a indicação de Doom Eternal para Jogo do Ano, descrevendo-o como "confuso, sem foco e, bem, apenas não tão bom" quanto seu antecessor.[27]

Semelhante às preocupações sobre a predominância de Death Stranding nas indicações na cerimônia de 2019 devido à amizade de seu criador Hideo Kojima com Keighley, alguns espectadores compartilharam preocupações relacionadas a The Last of Us Part II na premiação de 2020, tanto pelo seu sucesso em suas categorias quanto pelas práticas de "crunch time" da desenvolvedora.[28] The Last of Us Part II foi bem recebido no lançamento, mas elementos narrativos polarizaram alguns críticos e jogadores, e o jogo foi sujeito a uma review bombing.[29] Ian Walker, da Kotaku, criticou a vitória do jogo na categoria "Melhor Direção de Jogo", observando que Hades deveria ter vencido devido à cultura de trabalho menos exigente da desenvolvedora Supergiant Games.[30] Keighley afirmou que os prêmios não foram manipulados da maneira que alguns telespectadores sugeriram e que não houve influência da Naughty Dog ou de sua equipe na seleção do prêmio. Ele disse que o jogo era popular entre os jogadores e a mídia, como comprovado pelo prêmio "Voz dos Jogadores", no qual The Last of Us Part II ficou em segundo lugar. Ele afirmou ainda que seria difícil incorporar critérios relacionados a jogos desenvolvidos sob práticas inadequadas da indústria, como "crunch time", no processo de seleção de prêmios sem se tornar uma ladeira escorregadia, mas acredita que as discussões sobre essas práticas devem ser mantidas por uma comunidade maior.[28]

A cerimônia teve um número de mais de 83 milhões de visualizações, com 8,3 milhões de espectadores simultâneos em seu pico.[31] Keighley expressou sua surpresa com o crescimento consistente da série ao longo dos anos, mas confessou que isso o levou a temer "aquele ano em que não cresce ... Vai ser um ano em que não teremos as mesmas visualizações".[4]

Notas

  1. Premiado como o melhor jogo de estreia de um estúdio independente em 2020.
  2. A votação para a categoria de "Jogo Mais Aguardado" foi feita 100% pelo público e exclusivamente via Twitter.[6]
  3. A categoria "Voz dos Jogadores" (no original, "Player's Voice") é um prêmio 100% votado pelos fãs que teve um processo de indicação em três rodadas que começou com 30 jogos.[7]
  4. OFK é uma banda fictícia do futuro jogo We Are OFK. Sua performance serviu de anúncio do jogo.[16]
  5. Conduzido por Lorne Balfe.

Referências

  1. a b Bailey, Dustin (18 de novembro de 2020). «Hades and Last of Us Part II lead the Game Awards 2020 nominees». PCGamesN. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  2. Romer, Rafael (18 de novembro de 2020). «Veja a lista completa de indicados ao The Game Awards 2020». The Enemy. Consultado em 18 de novembro de 2020 
  3. a b Carpenter, Nicole (18 de novembro de 2020). «Why some of 2020's big games didn't get Game Awards nominations». Polygon. Vox Media. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2020 
  4. a b c d e Ruppert, Liana (17 de dezembro de 2020). «Behind The Scenes Of The Game Awards 2020 With Geoff Keighley». Game Informer. GameStop. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2020 
  5. Talbot, Carrie (10 de dezembro de 2020). «Here's how to watch tonight's Game Awards 2020 show». PCGamesN. Network N. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  6. a b c Spangler, Todd (16 de novembro de 2020). «The Game Awards 2020 Sets Twitter as Exclusive Voting Partner for One Category». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 16 de novembro de 2020 
  7. a b c Watts, Rachel (8 de dezembro de 2020). «Ghost Of Tsushima wins the publicly voted 'Player's Voice' at The Game Awards». PC Gamer. Future plc. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de dezembro de 2020 
  8. Takahashi, Dean (23 de dezembro de 2020). «The Game Awards arrives December 10 with new accessibility honor». VentureBeat. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2020 
  9. Dealessandri, Marie (17 de dezembro de 2020). «The Game Awards sets new viewership record with 83m livestreams». Gamesindustry.biz. Gamer Network. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2020 
  10. a b Stedman, Alex (10 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020: Winners List». Variety. Consultado em 11 de dezembro de 2020 
  11. a b Ruppert, Liana (9 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020 Will Offer 12 To 15 New Game Announcements». Game Informer. GameStop. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2021 
  12. Walker, Alex (11 de dezembro de 2020). «Everything Announced At The 2020 Game Awards». Kotaku. Gawker Media. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2021 
  13. Ryan, Jackson (10 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020: Every result, winner, world premiere, trailers and more». CNET. Red Ventures. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2021 
  14. Robinson, Martin (10 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020 live report». Eurogamer. Gamer Network. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 16 de dezembro de 2020 
  15. Oculus (10 de dezembro de 2020). «Oculus @ The Game Awards 2020». Facebook, Inc. Consultado em 25 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  16. a b Carpenter, Nicole (10 de dezembro de 2020). «Hyper Light Drifter designer announces 'making-of-the-band' interactive series». Polygon. Vox Media. Consultado em 25 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  17. a b c d Martens, Todd (10 de dezembro de 2020). «Getting Keanu Reeves for the Game Awards was easy, compared to all the COVID-19 precautions». Los Angeles Times. Nant Capital. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  18. a b c Watts, Steve (24 de agosto de 2020). «The Game Awards 2020 Still Moving Forward». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 24 de agosto de 2020 
  19. a b c d Stedman, Alex (23 de setembro de 2020). «The Game Awards to Stream Live From Los Angeles, London and Tokyo on Dec. 10». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2020 
  20. Park, Gene (24 de setembro de 2020). «After observing a year of digital events, The Game Awards will end 2020 with its own». The Washington Post. Nash Holdings. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 26 de setembro de 2020 
  21. a b Stedman, Alex (25 de novembro de 2020). «How The Game Awards' Fans Helped Build This Year's Ceremony». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 25 de novembro de 2020 
  22. Valentine, Rebekah (10 de dezembro de 2020). «The Game Awards announces inaugural Future Class». Gamesindustry.biz. Gamer Network. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 10 de dezembro de 2020 
  23. Del Rosario, Alexandra (18 de novembro de 2020). «The Game Awards Nominees: 'The Last Of Us II,' 'Ghost of Tsushima' & 'Hades' Top 2020 List». Deadline Hollywood. Penske Media Corporation. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2020 
  24. a b Miranda, Felicia (11 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020: Every Game Announcement and Reveal». IGN. Ziff Davis. Consultado em 11 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  25. Takahashi, Dean (11 de dezembro de 2020). «The DeanBeat: The Game Awards show gaming's past and future». VentureBeat. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  26. Martens, Todd (11 de dezembro de 2020). «Review: The Game Awards wants to take video games seriously, but is the industry ready to follow?». Los Angeles Times. Nant Capital. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  27. Bailey, Kat (19 de novembro de 2020). «A Quick and Dirty Ranking of The Game Awards GOTY Nominees for 2020». USgamer. Gamer Network. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 19 de novembro de 2020 
  28. a b Ruppert, Liana (17 de dezembro de 2020). «Geoff Keighley Opens Up About The Last Of Us Part II Game Awards Backlash». Game Informer. GameStop. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2020 
  29. Nunneley, Stephany (19 de junho de 2020). «The Last of Us: Part 2 has been review bombed on Metacritic». VG247. videogaming247 Ltd. Consultado em 12 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 21 de junho de 2020 
  30. Walker, Ian (11 de dezembro de 2020). «Games Made Under Crunch Conditions Don't Deserve 'Best Direction' Awards». Kotaku. G/O Media. Consultado em 9 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 11 de dezembro de 2020 
  31. Stedman, Alex (17 de dezembro de 2020). «The Game Awards 2020 Show Hits Record Viewership With 83 Million Livestreams». Variety. Penske Media Corporation. Consultado em 8 de janeiro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2020 

Ligações externasEditar