Abrir menu principal

Wikipédia Discussão:Votações/Revisão no estatuto de burocrata

Eleição de BurocratasEditar

Proponho a eleição de mais dois burocratas. Penso que é chegada a altura de tratarmos deste assunto. Temos crescido razoavelmente e por isso penso que seria vantajoso. Uma das vantagens da proposta incluir a eleição de dois, além do referido atrás, é manter a sua quantidade em número impar. Falei no assunto na Esplanada geral, mas como aquilo é um mundo, penso que passou despercebido à maioria.--João Carvalho deixar mensagem 15:41, 22 Março 2007 (UTC)

Concordo
  1.   Concordo--João Carvalho deixar mensagem 21:07, 22 Março 2007 (UTC)
  2.   Concordo Estamos ficando grande para apenas 3 Burocratas. Além disso, acredito que pode desafogar um pouco os nossos atuais. Alex Pereiradisc - falaê  15:43, 22 Março 2007 (UTC)
  3.   Concordo mas penso que tem de se separar o estatuto de burocrata do de checkuser. PatríciaR discussão 18:54, 22 Março 2007 (UTC)
Não concordo
comentários
Posso, claro. A questão é a seguinte:
Houve no passado esta discussão. Não é muito bem vista a atribuição do estatuto de checkuser automaticamente por se votar em burocratas.
Mais abaixo nessa discussão, a Muriel referiu que havia trocado uns e-mails com a Florence Anthere e que iria haver o problema futuro de não poder haver mais checkusers quando expandissemos o número de burocratas. O futuro chegou.
O CheckUser é uma ferramenta de uso delicado por causa da política de privacidade da Fundação Wikimedia. Penso que deva continuar restrita a poucos usuários.
Poder-se-ia fazer eleições paralelas, isto é: faziam-se eleições para burocrata e checkuser. Claro que ninguém impede um usuário de se candidatar aos dois postos. PatríciaR discussão 21:34, 22 Março 2007 (UTC)
O problema na alteração do numero de burocratas, não se resolve apenas com um concorde ou discordo, esta ideia já foi diversa vez falada, e todos concordam a aumento de numero de burocratas, o grande problema está como alterar os estatutos. porque esta alteração é super complexa, eu estou a mais de 2 meses (desde que foi eleito) a tentar criar um proposta para a alteração dos estatutos.

Os problemas são:

  1. Como a Patricia disse, caso aumente o numero de burocratas, automaticamente temos que mudar o processo de selecção do checkuser, temos que começar a fazer uma votação só para o checkuser. Isto porque a Wikimedia não "permite" mais de 3 users com este estatuto.
  2. Temos que criar uma votação com as regras para o checkuser.
  3. Um problema no caso do checkuser, se o mandanto durar 1 ano, pode acontecer a situação, que o burocrata ser eleito em janeiro para checkuser e seu mandanto de Burocrata terminar em julho, apenas cumprirá 6 meses.
  4. Se a alteração for já feita já em Julho, para a votação será para 4 novos burocratas, será que existem os candidados suficiente para os lugares, como tem acontecido nas ultima votação existem sempre pouco candidatos. e assim passaríamos a eleger em Janeiro 1 burocrata e em julho 4, muito desnivelado. uma solução pra este problema seria na proxima votação Julho, os dois candidatos mais votados teriam um mandato de 1 ano e acesso ao checkuser e outros dois(3º e 4º), um mandato de 6 meses. Nesta situação passariamos a eleger em Janeiro 3 e julho 2.

este são algum dos problema que existem...

Outra solução seria, em vez dos mandatos ter um duração de 1 ano passarmos a ter um mandato sem termo, como acontece com os sysop. A partir do momento que um user era eleito burocrata, só perderia o estatuto caso incumprimento da regras(a principal "deve deixar de sê-lo automaticamente após 30 dias sem participar na wikipédia") ou por renuncia do mesmo ou através de votação. Talvez seja a solução mais simples e melhor para este problema. assim passaríamos a ter apenas uma eleição durante o mês de Janeiro seriam eleitos 2 novos Burocratas, e ao mesmo tempo existiria a votação para o checkuser, onde todos os actuais burocratas seria canditatos. Assim todos os anos teriamos sempre dois novos burocratas e mínino seria de 5. Caso fosse aprovado esta ideia teria eleito retroactivo, logo a Lusitana, Mschlindwein, Manuel Anastácio, Muriel Gottrop passariam a ser novamente Burocratas; nos casos do Nuno Tavares e PARG não seriam burocratas porque renunciaram ao cargo e o Jorge Candeias, João Miranda e Jurema Oliveira tb não seriam burocratas porque estão ou estiveram inactivos durante mais de 30 dias inactivos.

Esta ultima apenas uma ideia, eu preferia mais, apenas alterar para 5 burocratas, só que dá imensos problemas, aqui ficam aqui varias ideias para se debater e para as solucionar.--Rei-artur 22:20, 22 Março 2007 (UTC)
Que eu me lembre o Nuno não renunciou. PARG 23:49, 22 Março 2007 (UTC)
E que eu me lembre, a Jurema foi burocrata por engano. PARG 23:51, 22 Março 2007 (UTC)
eu vi as informações que estavam aqui, essa do engano não sabia :D, em relação ao Nuno tem razão o mandanto terminou, ele não renunciou, assim ele tb voltaria a seria burocrata.--Rei-artur 23:58, 22 Março 2007 (UTC)
Claro que no caso do Nuno, queria dizer que não renunciou ao cargo de burocrata, a não ser, que estejas a relacionar com a renúncia a sysop; PARG 00:05, 23 Março 2007 (UTC)

Pois. Alguém se enganou ao dar o estatuto de sysop à Jurema e 'acrescentou' a flag de burocrata por engano. PARG 00:07, 23 Março 2007 (UTC)

  • não me agrada muito a ideia da retroactividade (nada a ver com as pessoas em causa, tudo gente fina), mas penso que o mais alto cargo dentro da wikipédia deverá ser sempre objecto de votação. Eu sei que defendi nas últimas eleições a continuidade da Susana e o aumento do nº de burocratas mas, neste caso, ela não deixava de ser, era apenas reconduzida.
  • Pelo que percebo o cargo passaria a ser vitalício? todos os anos teríamos dois novos burocratas a juntar aos existentes? Se é isso também não concordo. Embora os burocratas oficialmente não tenham nenhum poder especial sobre qualquer utilizador, são por vezes chamados a tentar resolver problemas derivados de conflitos entre utilizadores e até entre administradores, devido á sua condição de destaque na comunidade que seria assim esvaziada, o que me parece começar a acontecer com os administradores devido ao excesso destes (já sei, é só a minha opinião).
  • Concordo que se aumente para cinco e mesmo assim, devido às recusas que já houve anteriormente, não será fácil encontrá-los, mantendo o nível.
  • Claro que aumentando o número, deverá terminar a relação Burocrata/Checkuser que os bosses da Wikimedia não vêem com bons olhos e serem realizadas eleições separadas.
  • Também me parece bem que as eleições se passem a fazer apenas no início do ano, independentemente do número que vier a ser aprovado. PARG 15:11, 23 Março 2007 (UTC)
De acordo com o PARG. Lusitana 17:15, 23 Março 2007 (UTC)
  • Poderíamos realizar a eleição do checkuser em conjunto com a dos burocratas, podendo o candidato pleitear as duas vagas, com "mandatos" de igual período, sendo vetado a reeleição em dois "mandatos" consecutivos. E proponho que esta votação (duplicada) realize-se assim que alterado os estatutos, sendo que por ano, teríamos 3 eleições para burocratas e 3 eleições para checkuser, da seguinte forma:
  • 1ª eleição: 2 burocratas e 1 checkuser
  • 2ª eleição: 1 burocrata e 1 checkuser
  • 3ª eleição: 2 buroctratas e 1 checkuser

Sendo cada eleição feita em cada quadrimestre do ano.

Como regra de eleição, poderíamos estipular alguns critérios objetivos para candidaturas:

  • 1º Ser sysop eleito há mais de um determinado tempo (6 meses, um ano, 3 meses, poderíamos votar isso);
  • 2º Não ter se resignado do cargo de burocrata/checkuser no decorrer das duas últimas eleições;
  • 3º Não ter sofrido sanções no último ano (ou outro período).

As demais, mas mesmas regras para votações. Que acham? Alex Pereirafalaê 17:31, 23 Março 2007 (UTC)

Obviamente eu não posso concordar, já que proponho a diminuição do nº de actos eleitorais e tu propões o aumento dos mesmos. Quanto aos outros pontos: 1- Não vejo porquê, se pretendes dar um cunho de antiguidade, então que se faça correctamente (são eleitos os mais velhos). 2- Concordo mas apenas num caso como o meu (resignei sem dar cavaco). Um burocrata que resigne porque por algum motivo deixou de ter tempo para participar e que se justifica perante a comunidade, não vejo porque há-de ser impedido de voltar a candidatar-se. 3- Não me parece necessário. Não estou a ver a comunidade sancionar um utilizador e depois ir a correr torná-lo burocrata e/ou checkuser mas, já vi tanta coisa. PARG 17:54, 23 Março 2007 (UTC)
No ponto 1, não me refiro a eleição de mais antigos, apenas que tenha um período mínimo como sysop (para não corrermos o risco de alguém, recém nomeado, candidatar-se), pois acredito que apra exercer a função de burocrata/checkuser, deve-se ter experiência. O item 2, pode ser reavaliado(por isso, esta discussão) e o item 3, apenas para deixar claro, dentro de uma regra específica. Quanto a ter mais eleições, penso ser mais democrático. Mas nada contra uma eleição única. Aliás, o que é "dar um cavaco"? Alex Pereirafalaê 19:09, 23 Março 2007 (UTC)
  • lol, 'não dar cavaco' significa 'não dar justificação'. PARG 19:22, 23 Março 2007 (UTC)
Ah, agora entendi...hehehehehe Assim, então, posso mudar a minha proposta para "Não ter se resignado do cargo de burocrata/checkuser no decorrer das duas últimas eleições, sem ter dado justificativas da decisão". Alex Pereiradisc - falaê  19:24, 23 Março 2007 (UTC)


PONTO DE SITUAÇÂO: A comunidade não concorda com o cargo vitalício, por isso o melhor é apenas debater, como podemos fazer as eleições para 5 burocratas. Alexandre, como o Paulo disse, temos que simplificar o método de votação, se duas votação já era muito, quanto mais 3, não podemos esquecer que esta votação burocrata é muito longa de todas as votações da wikipedia.

mais uma ideia, o mês dezembro seria para apresentação de candidaturas e durante o mês de Janeiro era a votação. Assim o 3 mais votados teria o acesso ao checkuser e o 4º e 5º apenas ao mandato de Burocrata. cada user atribuia 5, 4, 3, 2 e 1 ponto ao candidatos, os 5 pts seria para o seu candidato preferido e 1 ponto ao mesmo preferido. Que tal?--Rei-artur 20:23, 23 Março 2007 (UTC)

Não concordo com "os 3 mais votados teriam acesso ao checkuser..." (hoje tou do contra). Explicando: Poderá haver quem prefira não ter acesso ao checkuser, mesmo sendo o mais votado, ou quem pense que 'outro' terá mais capacidade, conhecimentos etç para o fazer, mesmo tendo menos votos. Resumindo: Acho que a votação deve ser separada e os cromos da Wikimedia, também preferem assim. Pois, eu sei, assim terão que ser feitas duas eleições e em momentos diferentes. E Rei, achas que a comunidade já discutiu tudo? Tão poucos se pronunciaram, dá lá mais uns dias que isto é importante, eu acho. PARG 21:13, 23 Março 2007 (UTC)

mas Paulo, pode haver um problema se em Janeiro votamos para burocrata e fevereiro para o checkuser. o problema é a 1 fevereiro entram os novos burocratas e saem os velhos burocratas, logo durante o mês de fevereiro não existirá checkusers na wikipedia porque os como os "velhos" saem a 1 fevereiro e os novos checkuser só entram em 1 de março. Esta situação pode acontecer caso nenhum burocrata+checkuser se recandidate. Paulo, claro que não de discutiu tudo mas foi unânime que toda a comunidade não quer os cargo vitalício, por isso é preferível apenas debatermos a ideia dos 5 burocratas.--Rei-artur 21:33, 23 Março 2007 (UTC)
ahh, mais um ponto para ser debatido, caso as opiniões seja a favor da votação unica em Janeiro, como é vamos fazer a transição, o Lijealso e o Indech terminam o mandato em julho, temos que fazer um votação onde esses novos eleitos apenas teriam um mandato de 6 meses.--Rei-artur 21:39, 23 Março 2007 (UTC)

Não sou a favor da separação do +bureaucrat e +checkuser. Mais tarde leio a discussão... -- Nuno Tavares 21:41, 23 Março 2007 (UTC)

  • Eu também não sou a favor 'dessa' separação (apenas das votações e isso porque ao que parece, não será aceite o aumento dos nossos checkusers). Para que fique claro, na minha opinião, apenas burocratas poderão ter acesso ao checkuser. Agora se votarmos por ter 5 burocratas e no META aceitarem que os 5 sejam checkusers, na boa. Quanto ao que disse o Rei: Pois, essa passou-me ao lado, realmente, assim haveria um espaço de tempo em que não teríamos checkusers. Temos que pensar melhor. PARG 22:58, 23 Março 2007 (UTC)
Ah, faltou: Quanto à questão de se votarem burocratas apenas por seis meses, para se juntar tudo em Janeiro, eu preferia em vez disso, o mandato destes fosse prolongado; o único senão, para mim, é a ausência, forçada, eu sei, (e graças a isso, tive o prazer de o conhecer pessoalmente) do Indech. PARG 23:02, 23 Março 2007 (UTC)
eu quando falei em separação de votação, era no sentido em existir duas votação, mas claro que na votação para escolher os checkuser, apenas seriam candidatos, os 5 burocratas. não tenho a certeza nas penso que os boss apenas aceitam no máximo 3 burocratas, se aceitarem 5 seria tudo muito mais simples :D .--Rei-artur 23:06, 23 Março 2007 (UTC)
Pois era, muito mais simple. O comentário da separação era para o Nuno, já que me pareceu que ele entendeu que eu teria defendido que outros (sysops) pudessem ter acesso ao checkuser e não só os burocratas. PARG 23:16, 23 Março 2007 (UTC)
e que tal, aos velhos burocratas só era retirado o mandato depois de terminada a votação do checkuser. assim durante o mês de fevereiro existiria mais que 5 burocratas (no máximo poderia haver 10 burocratas). Assim apenas a 1 de Março, seria feito o pedido no meta, para retirar o estatuto aos "velhos" burocratas e atribuir o estatuto de checkuser aos novos checkuser. é um pena que esta discussão está-se a transformar num dialogo entre 3 ou 4 users, depois não venham dizer que as coisas não foram discutidas e fazemos a coisa às escondidas..--Rei-artur 23:34, 23 Março 2007 (UTC)

É uma ideia que para já me parece boa e que não vai contra nada. PARG 23:48, 23 Março 2007 (UTC)

Vamos lá: realmente, parece que somos poucos interessados em tão importante assunto. A votação por pontos, não sei se é viável ou prática. Penso que o ideal seria a votação múltipla, cinco votos distribuídos entre os candidatos. Quando disse três votações, imaginei algo mais democrático, para ajustar os tempos de duração dos mandatos. Mas retiro a proposta. Gostei da idéia de poder prolongar os mandatos dos outros burocratas para ajustar as datas para as próximas eleições. Elabora-se a lista para checkuser, à partir dos burocratas eleitos, e se algum deles não quiser, que se manifeste na votação. A idéia do PARG foi muito boa. E quanto aos critérios de elegibilidade? Que indicam? Alex Pereirafalaê 03:35, 24 Março 2007 (UTC)
Alexandre, esse sistema de votação múltipla já existe, é o que utilizamos, como está nas regras: Cada usuário da Wikipédia poderá votar em, no máximo X candidato(s), onde X é a quantidade de vagas em disputa.
Aliás, desta regras basta apenas alterarmos a:
  • O número de Burocratas deve estar limitado a 3 (este número deve aumentar no futuro).
para:
  • O número de Burocratas deve estar limitado a 5
e retirando:
  • A única função do burocrata é promover os utilizadores comuns a administradores de acordo com a decisão da comunidade.
de resto pode ficar tudo igual.--Rei-artur 09:37, 24 Março 2007 (UTC)

Alex: Em relação à elegibilidade, imagina que vamos apontar por exemplo para que apenas se possam candidatar sysops com 1 ano ou mais de 'serviço'. Imagina também que muitos, ou a maior parte deles, no cúmulo, todos eles, rejeitam o convite. Por outro lado, existem sysops com 2 anos de antiguidade nos quais eu não votaria certamente e outros que com seis meses, teriam o meu voto. No fundo, acho que a comunidade deverá ter consciência da forma como utiliza o seu voto. PARG 10:39, 24 Março 2007 (UTC)

Paulo, agora deste-me uma nova ideia, quando dizes: "existem sysops com 2 anos de antiguidade nos quais eu não votaria certamente", criarmos a possibilidade de colocar votos contras. assim um user que leve X votos contra, não pode ser eleito burocrata. Isto é para as situação, em que o numero de candidatos seja inferior ao 5 lugares disponíveis. Por exemplo, existia apenas 4 candidato a burocraata, logo qualquer sysops com pouco experiencia ou acabado de ser eleito, candidata a burocrata e é logo eleito.
outro ponto, o que fazer em caso de renuncia? no actual sistema sistema, era feita um nova eleição e o eleito tenha um mandato de um ano, mas agora como queremos fazer apenas a votação sempre em janeiro, logo ou faz-se uma nova eleição mas este mandato será apenas até fevereiro, ou não se faziam eleição durante o restante tempo apenas existiriam 4 burocratas. caso houvesse outra renuncia é que seria necessário fazer nova votação. eu concordo mais com esta ultima.--Rei-artur 11:03, 24 Março 2007 (UTC)
Não concordo com votos contra no caso dos Burocratas (isso já foi alvo de discussão anterior, não querendo dizer que não se possa discutir). Penso que é que o parágrafo que diz que terá que ter no mínimo 10 votos favoráveis para ser eleito ( cito de cor), pode passar para 15 ou 20. No cso de renúncia penso que devia haver duas opções, conforme o Burocrata tivesse resignado antes ou depois de ter 'cumprido' meio mandato: Até ao fim de Junho, haveria nova eleição e a partir de Julho, não se fazia; Se passarmos para 5 burocratas, se calhar nem há necessidade de se fazer isso, assegurando os restantes 4 o resto do mandato. Mas se houver mais que uma resignação, o caso já seria diferente e no caso do Checkuser teria sempre que haver dois, no mínimo (lol, depois de escrever, reparei que pouco ou nada, difere do que propuseste). Penso que nesta fase era importante que alguma alma caridosa (bem falante da língua inglesa) fosse ao META, tentar saber se sim ou sopas podemos ter 5 utilizadores com acesso ao Checkuser, para podermos fazer um esboço de votação sem ses. By the way King, estás ou alguém, está a fazer esse esboço? PARG 14:05, 24 Março 2007 (UTC)
Sim, por favor, alguém faça um esboço porque as ideias já se estão a espalhar e fica difícil ver o ponto da situação. Desculpem se já disseram acima, mas separavam-se os estatutos de checkuser dos de burocrata, ou não? Lusitana 14:55, 24 Março 2007 (UTC)
Paulo, quando eu proponho o voto contra é no sentido, os users de extremos, para exemplo vou usar as votação de FML para sysop, para mim o cargo de burocrata tem que haver consenso, facilmente um user consegue ter esse 10 ou 15 votos.--Rei-artur 15:11, 24 Março 2007 (UTC)
Deixe me explicar: quando me referi à votação múltipla, era justamente por que já existe e está nas regras. Assim, fica mais fácil. E quanto à elegibilidade, penso na proposta do Rei Artur, quanto aos votos contra, em caso de ahver somente o número justo de participantes (menos que 5 candidatos). Com mais candidatos, torna-se inútil essa ferramenta. No mais, concordo com o PARG. Alex Pereiradisc - falaê  15:33, 24 Março 2007 (UTC)

Os meus dois centavosEditar

Quanto à separação dos estatutos

O problema é a atribuição automática de um estatuto através do outro, e não o número de checkusers em si. Veja-se o exemplo da Wikipédia anglófona: eles têm catorze checkusers! Alguns são burocratas. Por outro lado, a Wikipédia em alemão tem apenas três checkusers, como nós, e nenhum deles é burocrata. A Wikipédia francófona: sete checkusers, alguns são burocratas. Ou seja, nós não temos de dar cavaco (:D) ao Meta sobre o número de checkusers que queremos. O que não é bem visto é dar o estatuto de checkuser quando a comunidade está a votar para burocrata. Eles preferem pensar que estamos a fazer ao contrário, ou seja, que estamos a eleger usuários da mais alta confiança para checkuser e por arrasto estes tornam-se burocratas (resmungo resmungo), mas a realidade é inversa.

Pode parecer um preciosismo, mas pensem no seguinte: enquanto um burocrata tem mais ou menos de pensar apenas se carrega nuns botões ou não, e muitas vezes nem há que pensar, o checkuser é um estatuto que mexe com a privacidade. São níveis totalmente diferentes de confiança.

Também não concordo com atribuir-se o checkuser aos três burocratas mais votados, pela razão já apontada de estes poderem querer ser burocratas mas não checkusers. Nem que seja para a manutenção da sanidade mental de uns e outros, separem-se os estatutos :D.

Quanto a renúncia do cargo

Mantendo três checkusers, se um renunciar, podemos manter dois até ao fim dos seus mandatos (temos de ter pelo menos dois). A coisa complica, obviamente, se dois decidirem renunciar até ao fim do mandato. Aí, acho que seria de ter:

  1. ou eleições de emergência para eleger um checkuser;
  2. ou retirar o cargo ao terceiro checkuser e pedir quaisquer verificações necessárias no Meta, até ao período oficial de eleições. À medida que fui escrevendo esta hipótese, pareceu-me bizarra, mas fica a ideia.

A renúncia de um burocrata que não seja checkuser não é tão problemática, especialmente se existirem cinco. Penso que não seria necessário haver eleições antecipadas neste caso (afinal, trata-se de decidir atribuição de ferramentas administrativas e bot flags). Ou ter-se-ia eleições para o restante termo, até ao período de "eleições gerais". Não sei. A proposta abaixo parece-me boa.

Quanto a votos contra...

Até concordo com o princípio dos votos contra. Para os dois cargos. São cargos de responsabilidade de que estamos a falar aqui e seria bom esclarecer se existe argumentação contra um determinado candidato. Aí, os burocratas em função fariam mais ou menos o mesmo que nas eleições para sysop: verificam se há um consenso da comunidade (poderia ser considerado acima dos 80%), se o valor anda perto (por exemplo, 70 a 80%) ponderam a decisão, rejeitam com um valor inferior a este. Votos contra sem apresentação de argumentação seriam ignorados (pensem nisto). Os valores que propus serviriam tanto para o checkuser como para o burocrata.

Temos cerca de 70 administradores: vão dizer-me que não encontramos cinco a oito deles em quem a comunidade confia? Estamos mal...

Quanto à altura do ano em que se faz eleições, mandatos, etc

Concordo com a proposta do Rei-artur. No entanto, penso que seja perfeitamente possível, e até não muito complicado, ter as duas eleições ao mesmo tempo, e administradores candidatando-se aos dois cargos, ou só a um deles. De resto seguir-se-iam as regras já estabelecidas para as eleições de burocratas (em termos de número de votos, etc), talvez com a adenda dos votos contra, ou não (esta questão está, pelos vistos, longe de ser consensual).

Se calhar não acrescentei nada de útil à discussão. Desculpem o testamento... PatríciaR discussão 12:06, 25 Março 2007 (UTC)

Esboço1Editar

Concorda com as alterações do estatutos de burocrata?
sim
não


Caso seja aprovado, as principais alterações
  • Passamos a ter 5 burocratas
  • Separação da votação de checkuser da de burocrata
  • existe apenas uma votação anual para a eleição dos burocratas.


Detalhe de todas as alterações:Editar

Revisão das Regras de BurocratasEditar

  1. O Burocrata deve ser escolhido por eleição.
  2. Somente os administradores podem ser candidatos a burocratas.
  3. Os candidatos podem ser auto-nomeados ou nomeados por terceiros.
  4. Todos os utilizadores registados têm direito a voto, desde que cumpram as condições especificadas nesta discussão.
  5. O período de apresentação de candidaturas acontece durante a totalidade do mês de Dezembro.
  6. Todas as votações para os 5 novos (ou reeleitos) burocratas iniciam a 1 de Janeiro e terminada a 31 de Janeiro
  7. Todos os mandatos de um burocrata obrigatoriamente terminam a 1 de Março, desde que o candidato não seja reeleito.
  8. Dia 1 de Fevereiro será atribuído aos "novos" burocratas o estatuto, mas só a 1 de Março (depois de terminada a votação de Checkuser) será pedido no Meta, para retirar os estatuto aos velhos burocratas e atribuir o estatuto aos novos checkuser.
  9. Pode sempre ser renovado em caso de reeleição.
  10. Os atuais burocratas deixam de ser burocratas ou podem concorrer a reeleição caso desejarem.
  11. Um burocrata deve deixar de sê-lo automaticamente após 30 dias sem participar na wikipédia, a não ser que avise antecipadamente, na sua página de usuário, que estará ausente por alguma razão (podendo abdicar, se prever uma ausência prolongada).
  12. Um Burocratas perderá o mandatado caso recuse ser checkuser, e no seu lugar ficará o que ficou em 1º lugar dos não ilegível na anterior eleição de burocratas.
  13. Caso um usuário renuncie ou perca o mandato, apenas existirá uma votação extraordinária caso aconteça até 31 de Julho, se for depois de 1 Agosto não existirá nova eleição, ficando a Wikipédia com apenas 4 burocratas.
    1. Só existirá nova votação após 1 de Agosto, caso exista a renúncias de 2 burocratas.
    2. Os mandato adquiridos em votações extraordinárias, terminarão sempre no ultimo dia de Fevereiro.
  14. Cada usuário da Wikipédia poderá votar em, no máximo X candidato(s), onde X é a quantidade de vagas em disputa (neste caso 1), podendo mudar seu(s) voto(s) dentro do prazo de votação. Preenche(m) a(s) vaga(s) o(s) candidato(s) com mais votos.
  15. Serão eleitos os 5 candidatos com maior contabilização de votos e que obtiverem no mínimo 10 votos, ou seja: caso haja X vagas serão eleitos os X candidatos mais votados que tiverem mais de 10 votos. Candidatos com menos de 10 votos não poderão ser eleitos, mesmo que o número de 5 burocratas não seja preenchido.
  16. Cada usuário da Wikipédia poderá votar somente a favor do candidato, podendo remover seu voto dentro do prazo de votação.
    1. Apenas poderá votar contra caso o numero de candidatos seja 6 ou inferior. Os candidatos com 10 votos contra não poderão ser eleitos, mesmo que o número de 5 burocratas não seja preenchido.
  17. Em caso de empate entre dois ou mais candidatos, uma nova votação deve ser realizada entre os candidatos empatados.
  18. Os votos têm que conter a dia e hora, portanto o usuário deve assinar usando ~~~~.

Alteração das regras de eleição de CheckusersEditar

  1. A Votação para checkuser decorrerá sempre a 1 de Fevereiro a 28/29 de Fevereiro.
  2. Todos os Burocratas são obrigatoriamente candidatos a checkuser, caso recusa, o usuário perderá automaticamente o estatuto de burocrata, e no meu lugar ficará o que ficou em 1º lugar dos não ilegível na anterior eleição de burocratas.
  3. Todos os utilizadores registados têm direito a voto, desde que cumpram as condições especificadas nesta discussão.
  4. O mandato de Checkuser está interligado ao de burocrata, caso o usuário perca ou renucie ao mandato de burocrata, perderá automaticamente o de checkuser.
  5. Só existirá uma votação extraordinária, caso dois checkuser renuncie ou perca o mandato, ou seja, tem que existir sempre pelo menos 2 checkuser.
    1. Os mandatos adquiridos em votações extraordinárias, terminarão sempre no ultimo dia de Fevereiro.
  6. Em caso de empate entre dois ou mais candidatos, uma nova votação deve ser realizada entre os candidatos empatados.
  7. Os votos têm que conter a dia e hora, portanto o usuário deve assinar usando ~~~~.
fim da proposta

comentáriosEditar

Os pontos por resolver:

  • os votos contra, ou não.
  • como vai ser o processo de transição.

--Rei-artur 16:20, 24 Março 2007 (UTC)

Ainda acho boa a idéia dos votos contra, desde que tenhamos menos candidatos que vagas. Se não, não tem eficácia. E penso que os atuais burocratas devam permanecer tá a próxima eleição. Mas isso, penso, deve ser votado em separado para este caso específico. Alex Pereirafalaê 17:18, 24 Março 2007 (UTC)
Depois das alterações, acho que deverão ser essas as regras da votação. Alex Pereirafalaê 15:46, 25 Março 2007 (UTC)
  1. Um Burocratas perderá o mandatado caso recuse ser checkuser, e no seu lugar ficará o que ficou em 1º lugar dos não ilegível na anterior eleição de burocratas. - Vejamos: o que é isso de "1º lugar dos não ilegível"? Ou é o português que não está correcto, ou há algo que não estou a entender: será "1.º lugar dos não eleitos"??? Reparem que nem sequer a palavra "elegível" se aplica, já que elegíveis são aqueles que se podem eleger ou não (e não aqueles que já foram postos a votação) - e "ilegível" é "que não se consegue ler"... Mas como não entendi bem o que se pretende com esta regra, peço esclarecimentos. Manuel Anastácio 18:10, 2 Junho 2007 (UTC)

Separar checkuser primeiro, mudar sistema de burocratas depoisEditar

Caros amigos, confesso que não liguei muito a este assunto inicialmente porque pensava que seria uma questão simples e pacífica. Engano meu. Depois de ler toda a discussão, uma daquelas em que dá gosto estar na wikipédia, percebo que muito caminho já foi percorrido mas que muito mais há ainda para percorrer até se chegar a uma proposta que possa ir a votação.

Antes de mais há uma questão a que, julgo, não se pode fugir. A coincidência obrigatória entre burocratas e checkusers, tal como disse a PatríciaR, parece coisa que não se poderá manter. Só a confusão que resulta disso já o demonstra. Prolongamento de mandatos de burocratas para que possam existir checkusers? Destituições de burocratas porque se recusam ser checkusers? Deve ser por esse tipo de problemas, entre outros, que no wikimedia não gostam desse sistema de acumulações obrigatórias. Acho que temos mesmo de separar. Se, em votação, as pessoas preferirem eleger para checkusers pessoas que são ou já foram burocratas, acho isso muito natural, mas deve ser uma opção da comunidade. Acho que temos de separar quanto antes e que essa deve ser a nossa prioridade.

E só estabelecer isso já vai dar bastante discussão e trabalho. Temos de definir quem se pode candidatar, quando decorrem as votações (porque será que os anglófonos preferem eleger duas vezes por ano?), como se vota, quando decorrem os mandatos, o que acontece quando há demissões e resignações e de que forma se devem realizar.

Temos de nos focar em objectivos por etapas, misturar tudo ao mesmo tempo não costuma dar resultados muito bons a não ser que sejam coisas muito simples e acho que já deu para ver que este assunto tem pouco de simples. Assim, acho que primeiro temos de separar os checkusers dos burocratas, é essa acção que nos vai permitir, depois, mais facilmente, aumentar o número de burocratas. O que dizem? Ozalid 21:40, 25 Março 2007 (UTC)

Eu pessoalmente ainda não percebi bem qual é o problema de ter os dois estatutos juntos, mas adiante. Se forem efectivamente separados, penso que não se justifica muito aumentar o nº de burocratas já que a sua quantidade de trabalho (nomeadamente o checkuser) reduz consideravelmente (ou seja 3 burocratas e 3 checkuser chega e sobra, penso eu). Lusitana 07:30, 26 Março 2007 (UTC)
Se calhar não ficou bem explícita a questão da separação dos cargos (pelo menos da minha parte) e assim, volto a repetir. Eu acho que o estatuto de Checkuser, só deverá ser atribuído a Burocratas. A separação falada tem a ver com as votações, essas sim devem ser separadas, principalmente se for aumentado o número de burocratas. Irei tentar fazer um esboço para votação aqui, já que me parece ser mais fácil discutir com as questões na mesa; (não prometo ser rápido, não, portanto podem continuar a discutir aqui, lol). PARG 08:57, 26 Março 2007 (UTC)

Ok, assim entendi e concordo. Lusitana 08:59, 26 Março 2007 (UTC)

A separação é apenas na votação, primeiro votamos para os burocratas depois de sabermos quem são os 5 burocratas fazemos um nova votação onde dos 5 burocratas, escolhemos apenas 3 para checkuser ficando dois burocratas sem checkuser.--Rei-artur 12:41, 26 Março 2007 (UTC)

A minha opinião sobre o assunto é esta:

  1. Separação de votações: sim
  2. Limitação do acesso ao estatuto de checkuser só a burocratas: não
  3. Mais burocratas: sim (ideal: 5)
  4. Nº checkusers (3)

Ponto 1 ligado ao ponto 2

Justificação para ponto 2: Para cada status existe um perfil mais adequado. Há perfil para sysop, há perfil para burocrata, há perfil para steward, há perfil para checkuser. Neste último caso a questão do perfil acentua-se mais por se tratar de tarefa técnica. Desejável serem usuários com algum grau de conhecimentos informáticos, nomeadamente de redes informáticas, domínios, IPs, uso de ferramentas que permitam obter dados acessórios a partir dos dados do check com vista a aferir a consistência do resultado/decisão.

Se a questão é ter-se receio da possível apropriação destas ferramentas por parte de usuários de não tão grande confiação: podem-se estabelecer critérios apertados de acesso.

Ponto 3: O problema, no meu ponto de vista não se coloca tanto na quantidade de funções puramente burocráticas, mas na questão do grau de solicitação elevado que é pedido a este tipo de usuários. Muitas dessas solicitações derivadas talvez de uma qualquer aura que se coloca nos burocratas, não sei bem porquê (ou talvez perceba) ou por puro desconhecimento por parte da comunidade das funções que realmente cabem aos burocratas. Confesso que em certas alturas já não conseguia dar conta do recado e dar repostas atempadas (algumas provavelmente ficaram mesmo por dar). Notei bem a diferença de tráfego na minha página de discussão após ter sido eleito.

Ponto 4: não há muito a dizer face ao que já expus acima

Lijealso 14:18, 26 Março 2007 (UTC)

Penso que a separação total dos cargos de burocrata do de checkuser é interessante. Outros projetos da Wikimedia fazem o mesmo. E concordo com o Lijealso, quando fala das aptidões de cada estatuto. Alex Pereirafalaê 15:31, 26 Março 2007 (UTC)

Proposta para 1ª votaçãoEditar

Tendo em conta tudo que já foi dito, parece-me que se podia avançar para a votação descrita aqui. Mais alguma questão podia ser colocada nesta votação? Sim? Não? Comentários? PARG 16:20, 26 Março 2007 (UTC)

Parece-me que abarca todas as hipóteses faladas, referentes à separação dos estatutos. Lusitana 16:45, 26 Março 2007 (UTC)
Não entendi como se procederá se vencerem as opções Não nas duas questões. -- Clara C. 17:31, 26 Março 2007 (UTC)
Bom se vencerem os dois 'nãos', quer dizer que o pessoal não quer mudar nada e fica como está (relativamente à separação). Depois ver-se-á se se quer mudar mais alguma coisa mas para já, esta é decisiva para a continuação ou não de outras hipóteses faladas na discussão. PARG 18:10, 26 Março 2007 (UTC)

Caríssimos, esta tendência para fazermos propostas que são perguntas e para se redigir depois um texto com base nas perguntas, para além de tornar muito pouco democrática a redacção dos textos finais (que é o que conta), resulta geralmente em textos finais muito pouco reflectidos, muito pouco discutidos e cheios de buracos, (é melhor nem dar exemplos). Acho que a pergunta à comunidade sobre se devem ser separados os estatutos de burocrata e de checkuser, deve ser feita no contexto de uma proposta concreta (ou várias), devidamente pensada e redigida, de regras sobre o checkuser. Assim, volto a propor: Wikipedia Discussão:Votações/Revisão no estatuto de CheckUser. Ozalid 18:55, 26 Março 2007 (UTC)

Mas estamos a pensar em rever todo o estatuto de checkuser, ou simplesmente se este deve ou não ser atribuído automaticamente com o estatuto de burocrata? Se for a 2ª hipótese penso que a proposta tanto pode estar em "revisão do estatudo de burocrata" como em "revisão do estatuto de checkuser". Depois a partir daí dividem-se as propostas para as respectivas revisões de regras para nomeação. No caso desta votação, que permite decidir em que direcção seguem depois as seguintes propostas, penso que o texto resultante não seria mais que, por exemplo, "não existe ligação entre os estatutos de burocrata e checkuser, e as nomeações são efectuadas separadamente" (evidentemente existem 4 frases possíveis, consoante o resultado). Lusitana 19:21, 26 Março 2007 (UTC)
O que vale é que não fui eu quem criou a secção acima: "Separar checkuser primeiro, mudar sistema de burocratas depois". PARG 19:55, 26 Março 2007 (UTC)
Se é assim após esta votação devemos fazer uma nova para perguntar quantos os burocratas e quantos os checkusers. Mais valia introduzir estas duas perguntas também, já que é costume colocar notas do género: a ser aprovada a alteração e a desvinculação. Eduardo 20:30, 26 Março 2007 (UTC)

Eduardo: Conforme as respostas a estas questões, as seguintes, segundo o que foi falado na discussão, terão que ser diferentes. Assim, dispensa-me-me a mim, ou a outro(s), de estar a colocar opções desnecessárias (e são muitas). PARG 21:03, 26 Março 2007 (UTC)

Eu tava a pensar simplesmente num quadro de hipóteses:

Burocratas
4
5
6
Mais um por ano (começando nos três actuais)
Mais dois por ano (começando nos três actuais)


Checkuser
3
4
5
Mais um por ano (começando nos três actuais)
Mais dois por ano (começando nos três actuais)

Eduardo 21:06, 26 Março 2007 (UTC)

Ao colocares essas opções, estás a assumir que a comunidade vai votar pela separação. Eu não posso assumir isso, logo teria que colocar outras hipóteses, caso a separação não fosse aprovada. Era isso que falava acima. PARG 21:13, 26 Março 2007 (UTC)

Certo. Mas eu queria colocar um aviso do género: Separação aprovada vota-se em ambos. Separação rejeitada, vota-se apenas no burocrata (até se pode riscar a parte do checkuser). Mas se não te parecer mais simples devo estar com o complicómetro ligado... Eduardo 21:16, 26 Março 2007 (UTC)

A mim, parece-me mais complicado, no entanto, outras propostas podem se feitas, obviamente. PARG 21:43, 26 Março 2007 (UTC)

Então faz-se a votação por partes. Põe uma sugestão para a segunda e uma data nisso já que não há grande oposição aos cozinhados da panela! Eduardo 21:51, 26 Março 2007 (UTC)

E acrescenta-se os tópicos que o rei-artur sugeriu antes, numa pergunta de concorda com a revisão do estatuto de burocrata sugerida (). Sim/não. Eduardo 22:52, 26 Março 2007 (UTC)

Francamente, continuo a não perceber essa metodologia. Mas, enfim, nas minhas últimas leituras descobri qualquer coisa que deverá simplificar (ou complicar?) esta questão. Adivinhem, segundo a política da wikimédia, quem é que escolhe os checkusers nas wikipédias em que existem mecanismos semelhantes ao Arbitration Committee... Não, não é a comunidade, é o... Arbitration Committee, ou, na terminologia da proposta que apresentei, o Conselho de conduta.
A ideia tem uma certa lógica. É que o checkuser serve precisamente para combater sock puppets indevidos, o que, obviamente, é uma questão que se relaciona com a actividade de um conselho de conduta. Interessante, não é? Ozalid

Ali bem no cimo desta página diz:Revisão do estatuto de burocrata. Estranho que precisamente o Ozalid que tem por hábito (bom, diga-se de passagem), a separação das discussões, esteja agora a querer misturar tudo. PARG 23:37, 26 Março 2007 (UTC)

Mas isto está tudo misturado... O problema é esse... Ozalid 23:47, 26 Março 2007 (UTC)

Ozalid, percebo a tua preocupação, mas o facto é que ainda não temos um conselho de arbitragem. Quando este for constituído e aprovado, um processo que possivelmente será mais moroso que esta revisão, deixam de haver eleições para checkuser automaticamente, pois temos de seguir as políticas estabelecidas pela Fundação. Confesso que não me lembrava desse parágrafo, foi bem observado. Não acho que isto complique o processo de escolha, seja qual for a modalidade estabelecida. PatríciaR discussão 08:55, 27 Março 2007 (UTC)

O meu fraco inglês diz-me que os utilizadores com acesso ao checkuser têm que ser aprovados pelo ArbCom e não, nomeados. Aquelas regras dizem respeito a Comités (aprovados pela Wikimedia). O nosso Conselho de Conduta, se vier a existir, estará nessas condições? Queremos que esteja? PARG 10:29, 27 Março 2007 (UTC)

Se entendi bem, então teremos que ter o ArbCom antes de separar o checkuser do burocrata? Alex Pereiradisc - falaê  02:09, 30 Março 2007 (UTC)

Estive a ler a wiki francófona e, de facto, é o conselho de conduta quem escolhe os checkusers (ver aqui). E não vão em anglicismos, chamam-lhe Vérificateur d'adresses IP. Talvez devêssemos pensar em Verificadores de IP, afinal, o português não tem menos direitos que o francês. Mas a questão, agora, é: valerá a pena ter o trabalho de estabelecer regras de eleição para os checkusers ou verificadores de IP, para depois ir tudo para o lixo se o conselho de conduta avançar? Mas também não podemos aumentar o número de burocratas sem resolver esse problema... Ozalid 01:46, 31 Março 2007 (UTC)

Eu continuo sem perceber o que é que uma coisa tem a ver com a outra. Porque é que vai tudo para o lixo? Porque é que a existência do Conselho de Conduta (se vier a ser implementado), implica, seja o que for, com o estatuto de CheckUser, tenha ele o nome que tiver? PARG 15:35, 31 Março 2007 (UTC)

Ainda está por responder a questão do PARG Aquelas regras dizem respeito a Comités (aprovados pela Wikimedia). O nosso Conselho de Conduta, se vier a existir, estará nessas condições?, só assim adianta estar a discutir a ida para o lixo das propostas. Eduardo 08:17, 2 Abril 2007 (UTC)

É uma pergunta para a qual não consegui ainda encontrar resposta. Ozalid 00:55, 8 Abril 2007 (UTC)

Quase um mês depois, ainda está difícil responder esta pergunta... Mas temos que fazer algo: Penso que o Conselho de Conduta deverá ser bem eleito (quero dizer que os eleitos deverão ser de total confiança da comunidade), e estes deverão eleger os Verificadores de IP. Voltemos à discussão? Alex Pereirafalaê 03:13, 1 Maio 2007 (UTC)
Atchimmmmmmmmmmmm.   Martiniano Hilário 23:00, 13 Maio 2007 (UTC)

2 Proposta para 1ª votaçãoEditar

como voltou a ficar em águas de bacalhau, eu criei uma nova proposta, com mais opções de escolha, que irá servir como guias mestras para a proposta de revisão dos estatutos.--Rei-artur 20:06, 16 Maio 2007 (UTC)

Rei, tua proposta parece-me boa. Pessoalmente, sou a favor de mais burocratas (5), a favor de eleições separadas para dois cargos de check user (isto é, o cargo não é dado automaticamente a burocratas) e a favor que somente burocratas possam ser candidatos ao cargo de check user. Gostaria de precisar que não sou candidato a nenhum dos cargos. Mschlindwein msg 15:54, 26 Maio 2007 (UTC)
Puf, puf... Ler isso tudo cansa. Em poucas palavra, estou de acordo com a proposta da segunda votação. Mas não sei se estou de acordo que o burocrata depois de eleito perca o cargo em caso de se negar a ser checkuser então talvez por isso seja preciso permitir o acesso de administradores a essa ferramenta. Além disso, não sei se é necessária apenas uma votação de burocrata por ano, mas se quiserem fazê-la em janeiro, podemos excepcionalmente prolongar o mandato do Indech e do Lijealso, como sugerido, até lá se eles concordarem. Se não o fizessemos pouparia-nos o trabalho de prolongar sempre o mandato até ser finalizada a votação dos checkuser, não? - Jota Morais 04h17min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Acelera, Ayrton!Editar

Não é por nada, mas em duas semanas começam os preparativos para as próximas eleições para os burocratas. Uma decisão em relação à duração do mandato deve ser tomada para ontem! Outra coisa: Também tenho a minha sugestão a ser analisada nesse plebiscito. Proponho que façamos uma transição gradual do modelo de eleições sucessivas para o cargo de burocrata para um modelo como da en.wiki de burocratas vitalícios, assim como acontece com os administradores por aqui. Seria um modelo misto a princípio, com apenas 1 burocrata "vitalício" e os outros (sejam quantos forem), ainda em sistema de rotação. Acho que eleições o tempo todo não só desgastam o projeto, como impede que os melhores administradores sejam premiados com o estatuto permanente de burocrata.  Ð. Indech  図   04h40min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Devem saber disso, mas na 'pédia em espanhol os administradores administradores são promovidos a burocratas depois de algum tempo ativos. Só não sei quanto tempo. Eu não sei. Há quem não goste nem mesmo que o de administrador seja vitalício. - Jota Morais 05h09min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Terceira PropostaEditar

Bom, peguei a sugestão do Rei e fiz algumas alterações com o acréscimo de uma idéia minha.  Ð. Indech  図   05h02min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Sem querer lançar o pânico, mas não me parece que isto seja decidido antes da próxima votação para burocrata. Daqui a sensivelmente 3 semanas inicia-se a nova votação para burocrata; seria necessário votar antes a revisão do estatuto (mínimo 2 semanas); resta 1 semana para decidir o que será revisto e votado no estatudo de burocrata (sem contar com o tempo necessário para haver inscrições). Além do mais, caso fosse votada a separação dos estatutos, seria ainda necessário apresentar e votar uma proposta para o processo de escolha dos checkusers, e isto, no mesmo tempo disponível, já que os checkusers teriam de ser votados também até Agosto. Ou seja, impossível :P. A solução seria preparar a revisão do estatuto até à próxima votação de burocrata, ou seja, em Janeiro de 2008 (6 meses deve chegar - ou não...). Outra coisa a pensar (relativamente à proposta apresentada acima) é se as candidaturas continuam a ser efectuadas em Agosto e Janeiro, ou se se junta tudo. Com isto, outra hipótese poderia ser adiar a próxima votação até Janeiro, e votar todos ao mesmo tempo. Lusitana 07h34min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Mas mesmo a hipótese de prolongamento dos actuais mandatos deveria ser votada  . Por mim propõe-se para votação somente uma questão: os mandatos (check e burocrata) devem ser votados todos juntos? Se assim for, a próxima votação elege burocratas apenas até Janeiro, altura em que todos terminarão o mandato. Faz-se a revisão do estatuto para começar a vigorar em Janeiro, isto se o pessoal concordar. Eduardo 13h36min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Susana, o grande problema da distância para as próximas eleições (Jan 08) é que o assunto esfriaria e cairia no esquecimento. Acho que a melhor opção seria fazer uma megavotação agora (plebiscito + buroc.) e os efeitos no estatuto só seriam efetivos a partir do ano que vem, quando da nova eleição. O que acham?  Ð. Indech  図   13h44min de 12 de Junho de 2007 (UTC)
Votação da revisão e dos (digamos 5) mandatos que começam em Janeiro agora? Eduardo 18h29min de 12 de Junho de 2007 (UTC)
<ironia>LOL, finalmente acordaram</ironia>; Gostei da proposta do Daniel, por mim, podemos começar a votar já amanhã. Mas espero que o resultado desta votação não seja aquele que eu estou à espera, segundo a opiniões que eu tenho lido em diversa discussões, a comunidade irá responder na pergunta "Concorda com a separação da votação checkuser da Burocrata?"
Não, os 3 ou 5 Burocratas mais votados serão os checkusers.
na minha opinião se esta opção ganhar será um enorme erro que a comunidade vai cometer, porque se antes já era complicado arranjar os candidatos a burocrata, agora ainda é mais, se os estatutos não mudarem neste curto espaço de tempo, suspeito que não vamos vamos ter candidatos para os 3 burocratas. Para aquele mais distraídos, a Wikimedia aprovou um decreto, segundo este, os users que tem o estatuto de checkuser, tem de ter mais de 18 anos, mas pior ainda é que tem que se identificar, ou seja, enviar uma cópia dos passaporte à wikimedia, coisa que eu não concordo, por isso o negrito em cima. Com este tipo de politica a Wikimedia está se descartar das responsabilidade empurrando-as para os voluntários.
Eu já andei questionar alguns users, que eu acho que tem potencial para ser burocrata, e todos não o querem ser por este motivo apontado. Por isso se queremos candidatos a burocratas, temos que separa os estatutos antes da votação, porque sem checkuser conseguimos "viver", mas sem burocratas é muito mais complicado.--Rei-artur 19h35min de 12 de Junho de 2007 (UTC)
parece que o negócio voltou a andar...Ainda sou a favor de votações separadas para Check e Burocrata. E por mim, vota-se esta mudança já agora. Tudo o mais, até o momento, falei lá em cima... Alex Pereirafalaê 23h29min de 12 de Junho de 2007 (UTC)

Então estamos todos à espera da votação Indech... Eduardo 11h25min de 14 de Junho de 2007 (UTC)

Não Eduardo, em caso de aprovação das 5 vagas, seriam os mesmo 2 burocratas agora e a mudança aconteceria apenas em Janeiro, com 3 sendo eleitos, ao invés de 1. Bom, já que insistem, eu vou colocar a votação no ar, mas com a ressalva que os resultados só passam a ter efeito em Janeiro. -- Ð. Indech  図   02h04min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Sobre a votaçãoEditar

Acho importante que se faça um programa das festas, ou seja, se estabeleça e indique já quando começam as inscrições para burocrata e quando é iniciada a votação para burocrata. Portanto, se entendi bem: caso seja aumentado o nº de burocratas estes só serão eleitos em Janeiro. Ou seja, caso passe a haver 5, são votados 3 em Janeiro. Ficamos então com duas votações por ano, na mesma? Relativamente ao checkuser, e caso se vote pela separação dos estatutos, o estatuto será retirado aos burocratas assim que terminar esta votação? Então é necessário pensar também em como se processará a votação para os checkuser antes de terminar esta votação. Lusitana 07h55min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Outra questão, quem responder não à 1ª pergunta pode na mesma responder à pergunta 2? É que diz logo "passar à pergunta 3". Lusitana 07h58min de 15 de Junho de 2007 (UTC)
Antes que me perguntem: Não votei nas questões 2 e 3B porque considero que estão deslocadas nesta votação. Quem e quantos poderão ser candidatos a Chechuser, deverá obviamente ser objecto de votação própria caso seja decidida a separação dos estatutos. PARG 09h40min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Quanto aos cronogramas, isso pode e deverá ser providenciado. Quem responde "não" na primeira questão não responde à segunda. Juntas, para que mais uma votação? Porque já não providenciar o resultado e acelerar o processo? Essa votação demorou uma vida para se concretizar (ver discussão acima). Queremos dar a chance para que o assunto caia em esquecimento? Vai lá e vota,amigo, que tens esse direito... -- Ð. Indech  図   14h39min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Uma nota: lembrei-me agora que apesar de isto ter sido falado antes, acabou por não surgir na votação - a possibilidade de haver votos contra. <ironia> Estou mesmo a ver que vai ser muito fácil encontrar candidatos </ironia>, logo vai ser um pouco estranho termos poucos candidatos e só poder votar a favor. Seria algo a pensar no futuro, depois desta votação, se queremos fazer essa adenda ou não à mesma, já que existem opiniões contrárias sobre o assunto. PatríciaR msg 16h30min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

O check user tem que ter duração definida? Ou subentender-se-á que, caso o estatuto de burocrata seja separado do check user, ele terá duração definida? Não deveria haver uma opção para se escolher isso? Mateus Hidalgo quê? 19h52min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Votação aberta

Entretanto, coloquei já um aviso de abertura de candidaturas na esplanada, com prazo de 2 semanas. Se julgarem um período insuficiente, digam. Lijealso ? 14h43min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Processos democráticosEditar

No dia 15 de Junho propôs-se que esta votação se iniciasse nesse mesmo dia e nesse mesmo dia ela se iniciou. Contava vir a ter tempo para dizer algumas coisas, mas, como no mesmo dia propuseram as datas de votação e as implementaram, fiquei sem poder dizer nada antes da votação começar...

Não vou colocar em causa a votação (faço figas para que corra bem, como quem torce para que não chova), mas se ela não se tivesse iniciado assim, eu teria feito comentários como:

Muito bem, as pessoas querem separar o estatuto de burocrata do de checkuser, e, agora, fazemos o quê com essa decisão genérica? No dia 15 de Julho, terminada a votação, as duas funções separam-se como? O cargo de checkuser é criado com que características, com que regras, em que condições? É que, na altura, conforme o que queiram criar, eu posso achar que preferia como estava. Como é que posso tomar uma decisão assim, no ar, por uma alteração que não sei exactamente como vai ser feita? Abraços, Ozalid 22h16min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

A única coisa que a Wikipédia em português tem como decidir é a quantia de checkusers (e mesmo assim se superior ou igual a dois) e quais pessoas terão acesso, já que essa é uma regulamentação à nível de Fundação. A formaa tual (alguém ser burocrata+checkuser) foi uma exceção feita exclusivamente à esta wiki por conta de um problema que vivíamos na época, mas foi deixado bem claro que essa autorização não foi feita de muito agrado da parte deles (e que, até mesmo, me dá a impressão de que eles façam figa para que as coisas sejam separadas, mas posso estar enganado). Cachorrinho está latindo lá no fundo do quntal 22h23min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
Ai é? Já alguém decidiu por nós como é que vai funcionar esse cargo e como vamos eleger os seus membros? Porreiro. E onde é que está esse regulamento? Abraço, Ozalid 22h36min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
Se possível unam esta secção com a anterior porque algumas das questões já tinham sido colocadas acima e assim escusamos de ter diferentes secções para a mesma coisa.
Concordo que a votação deveria ter sido adiada de modo a que as alterações só fossem aplicadas na votação de Janeiro, ganhando assim tempo para pensar melhor naquilo que tem de ser votado agora. A verdade é que, se os estatutos forem separados, temos de preparar a votação para os novos checkuser até dia 1 de Julho, momento em que iniciam também as votações para burocrata. Claro que o mais lógico seria esperar terminar esta votação para saber se é necessário preparar a votação dos checkuser ou não, sem estar a trabalhar para o boneco. Ou seja, na minha opinião a separação não vai poder ser feita já (só teriamos 2 semanas para discussão e apresentação de candidaturas a checkuser). Uma solução seria que os novos burocratas ficassem com ambos os estatutos até se poder votar os checkuser e aí separar as coisas.
Ozalid, o que se teria de pensar é quando os checkusers são escolhidos e se o tempo de mandato permanece igual como até agora ou não, e não qual a função do cargo. Isso permanece igual, daí não concordar com a tua preocupação de se estar a votar no vazio. Só se separam as votações, mais nada. Lusitana 07h49min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Ozalid: sobre as funções do checkuser, leia http://meta.wikimedia.org/wiki/CheckUser_Policy, que as define e regulamenta. Nós não decidimos nada a nível de funções que mexam com a política de privacidade, nada mesmo, pois funções que mexem com dados pessoais têm de ser estritamente regulamentadas e controladas pela Fundação. Só quem tem acesso à ferramenta e quantos têm acesso à ferramenta (mais de dois utilizadores, como dito acima). E mesmo assim têm de haver pelo menos uns 25 a 30 votos a favor e 70 a 80% de votos a favor (como não temos votos contra, esta parte é fácil...). PatríciaR msg 13h13min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Pois é, sou eu que estou a complicar e a denegrir as perguntas genéricas. Na verdade, elas são um homem honrado  . Ozalid 22h23min de 22 de Junho de 2007 (UTC)
Não entendi. PatríciaR msg 12h29min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Cara Patrícia, já vi que não foi ver o Júlio César ao São Luiz. Lacuna!  . Se ler o resto da discussão e as dúvidas que coloco, verá que estou a tentar expor a natureza (honrada?) das perguntas genéricas. Abraço, Ozalid 12h41min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Se passar no Dramaten aqui em Estocolmo, irei ver. Li o romance de Shakespeare há muito tempo, não me lembro de pormenores. De qualquer modo, um discurso claro e directo evitaria a minha questão... :) PatríciaR msg 12h57min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Já pensou o que seria consumir culinária clara e directa todos os dias? A retórica é o sal da língua e, embora os seus artifícios percam o sabor quando revelados, posso dizer-lhe que, neste caso, ela é o cordel que une secções e comentários desgarrados em torno de uma ideia (as perguntas genéricas são um perigo). Abraço, Ozalid 22h00min de 26 de Junho de 2007 (UTC)

Contra os cinco burocratasEditar

Já pensei de forma diferente sobre o aumento do número de burocratas, mas alguma reflexão e observação levou-me às seguintes conclusões:

  1. As funções dos burocratas são apenas as seguintes:
    • Dar posse a administradores;
    • Mudar os nomes das contas dos utilizadores que o desejem;
    • Usar a ferramenta de checkuser.
    Ou seja, tudo o resto que os actuais burocratas fazem (e não é pouco) é mérito pessoal deles e não uma atribuição do cargo. Poderiam fazê-lo sendo burocratas ou não. Tendo em conta isto, pergunto-me: mais burocratas para quê? Cinco pessoas para, num mês, darem posse a um ou dois administradores, mudarem o nome de umas quantas contas e fazerem um checkuser a um ou dois vândalos? E também não me esqueço que temos tido apenas dois burocratas e não três (por ausência de um deles).
  2. Com o número de candidaturas que se podem ver no actual processo de candidaturas (e nos passados), as eleições para burocratas, com cinco membros, vão ser uma espécie de é só inscrever-se e já está.

Não, definitivamente, posso ser o único com essa opinião, mas é o que penso: não precisamos de cinco burocratas, nem temos candidatos válidos em número suficiente para isso. Abraços, Ozalid 22h33min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Por serem usuários com um perfil de confiança, acabam por ser muito requisitados para outras coisas que não a função de burocrata. Há um acréscimo adicional inevitável de trabalho que vem com o "cargo", mesmo que não tenha nada a ver com ele, o que leva a um certo desgaste. Não esquecer que a Wikipédia está em constante crescimento e que daqui a um ano poderão não ser apenas um ou dois checkusers por mês ou uma ou duas candidaturas a administrador por mês. PatríciaR msg 22h41min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
Cara Patrícia, há coisas que devem ser implementadas antes das complicações chegarem ou aumentarem (não tenho visto muita gente interessada nas propostas que vão nesse sentido). Há outras que, se forem implementadas antes do tempo, podem ser, em si, complicações difíceis de resolver. Neste caso, estar a dar cargos que não vão servir para aquilo a que se destinam e que vão poder ser exercidos por quem quer que se candidate (uma vez que há falta de candidatos), não me parece que resolva grandes problemas e corre-se o risco de se conseguir criar alguns novos. Abraço, Ozalid 22h48min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
E, já agora, quanto ao checkuser, parece bastante evidente que vai ser separado do cargo de burocrata, pelo que não só não há o risco de esse trabalho se complicar, como, pelo contrário, os burocratas vão ter menos para coisas para fazer. Abraço, Ozalid 22h53min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
Ozalid, suas observações são pertinentes. Como já foi dito algumas vezes, a votação para o cargo de burocrata deveria prever votos contrários também, justamente para evitar a inconveniência apontada. Todavia, a Patrícia também está certa que o cargo não pressupõe apenas o uso técnico das ferramentas, mas um perfil mais abrangente. Dantadd 22h56min de 17 de Junho de 2007 (UTC)
Caro Dantadd, votos contrários pode ser um sistema ainda mais perigoso, porque corremos o risco de ter todos os candidatos chumbados e um vazio/imbróglio de dimensões monumentais. Na eleição de cargos, seja onde for, nunca há qualquer possibilidade de nenhum candidato ser eleito. É por isso que não há votos contra e a favor, por exemplo, para a eleição de um presidente. O que se costuma fazer é ter um número de mandatos adequado ao número de candidatos previsíveis, de modo a que possa haver um processo de escolha e não uma mera inscrição. Ou seja, não se aumenta de três para cinco quando se sabe que mesmo os três candidatos não são fáceis de encontrar.
Sobre dar um cargo por motivos de reconhecimento e simbolismo e não apenas para o desempenho das tarefas desse cargo, isso não é algo estranho? Imagine que vamos dar as competências de juiz a todos os médicos de prestígio. Ser burocrata é uma medalha? E isso não é contra o espírito da Wikipédia? A ideia não é sermos todos iguais independentemente de termos ou não um cargo (com excepção do uso de certas ferramentas)? Distribuir o cargo de burocrata conforme méritos e prestígios não é validar uma espécie de hierarquia que dizemos não ser desejável existir? Abraço, Ozalid 23h19min de 17 de Junho de 2007 (UTC)

Como diria o Patropi: me inclua fora dessa  . A utopia sem hierarquia não faz parte da minha visão de Wikipédia e na prática é completamente inviável e simplesmente não ocorre aqui nem em nenhum outro projeto Wikimedia. São apenas parole, parole, parole. Todos são iguais, mas há papéis e responsabilidade razoavelmente bem definidos. Não sei se o cargo de burocrata é honoris causa, mas exige certa antigüidade e reconhecimento por parte da comunidade de editores. Pelo menos é o que tem acontecido até agora. Dantadd 00h00min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Ozalid e Dantadd, apesar de reconhecer a hierarquia existente na Wikipédia, o poder em questão inclui tão somente ferramentas que tu mesmo citaste. Alguém precisa fazer isso e para isso, precisam ser escolhidos alguns representantes da comunidade. Ao contrário da "vida real", entretanto, a comunidade tem muito mais poder de reação, vide o caso do OS2Warp. O mesmo poderia ocorrer a mim ou a qualquer outro membro da turma sysop. O controle do projeto pode e deve ser exercido de maneira saudável e respeitosa, do contrário o próprio projeto é prejudicado. Nenhum usuário paga impostos para participar da comunidade, tampouco burocratas ganham qualquer tipo de remuneração. Ou seja, se formos discutir as relações de poder dentro do sistema Wikipédia ele não pode ser comparado a sindicatos, instituições de classe ou governos.
Outra coisa: Não me considero melhor ou pior que ninguém por aqui. Tenho um tremendo respeito por qualquer usuário e acredito que existam usuários (que nem administradores são) que mereceriam o cargo mais que eu. Se levantares o histórico, verás que fui eleito em uma eleição que haviam dois candidatos para duas vagas. O que significa que tenho essas ferramentas (assim como o CheckUser) porque ninguém mais se achou compatível com a função ou não possuía disponibilidade para tal. Conclusão: Independentemente de nossas opiniões a sobre aspectos técnicos (votos contrários, número de burocratas e afins), os burocratas que já ocuparam o cargo, bem como aqueles que um dia o ocuparão merecem o reconhecimento de agregarem o máximo de responsabilidade que a Wikipédia em português poderia atribuir sobre si sem que haja qualquer retorno material. -- Ð. Indech  図   00h23min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Perfeita colocação. Só gostaria de esclarecer que na minha visão hierarquia não é apenas exercício de poder, mas também de confiança. Quando comecei na Wikipédia tomei uns cascudos virtuais do Nuno (desde então ele pegou gosto  ) e logo em seguida reconheci que ele estava certo. Eu tinha acabado de chegar e já fui mudando coisas de lugar etc e tal, algo que critico hoje em novatos. Quero dizer que a hierarquia está sobretudo numa relação de confiança entre os usuários (em inglês eles usam a expressão trusted users) e é impossível criar tal relação em pouco tempo e em poucas edições. É preciso ser visto e ocupar um espaço, o que acaba criando uma hierarquia de editores, baseada no seu trabalho, comportamento etc. etc. Dantadd 01h17min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

A hierarquia, ou o facto de alguns usuários pensarem que existe uma relação hierárquica dentro da wikipédia, poderá resultado do desconhecimento dos próprio processos da wikipédia. Num sentido extremo, os sysops e burocratas, poderão ser vistos como usuários normais que apenas têm a tarefa de aplicar a vontade da comunidade, expressa na elaboração de normas, políticas que foram participadas por todos e em pé de igualdade. Como seria um pouco complicado que todos tivessemos as ferramentas de sysops ou burocratas, a questão da confianças realmente também deve ser colocada nesta análise. Lijealso ? 07h21min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Quanto á questão do aumento do nº de burocratas: tecnicamente falando, são realmente aquelas as funções. Como foi e bem referido, acontece que essa visão é algo simplista. Existem aquilo que eu poderia denominar de efeitos colaterais. Se quiserem ver os 2 lados da questão, aconselho pelo menos que se candidatem (pode, no entanto, acontecer, fiquem na mesma com a noção que atrás considerei como simplista). Repetindo, só mesmo experimentando. Lijealso ? 07h36min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Sem dúvida. O único problema é arranjar 5 candidatos (talvez mesmo por causa dos efeitos colaterais). Lusitana 07h51min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Outra coisa, nesta questão 3 "Existe a necessidade da alteração do número de Burocratas de 3 para 5?" porque é que não se pode votar na questão 3B sobre o aumento do número de checkusers caso se seja contra o aumento de burocratas? O que é que uma coisa tem a ver com a outra? A 3B só tem efeito se houver separação dos estatutos, se há separação dos estatutos logo são dois temas distintos. Lusitana 08h11min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Simples: para evitar que haja um número de checkuser maior que o de burocratas, o que não faria muito sentido... -- Ð. Indech  図   13h25min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Porque...? Se os estatutos forem efectivamente separados (como parece ser o caso) o que tem uma coisa a ver com a outra? Lusitana 13h32min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Hmmm... qual o propósito de se criar um exército de ChU, quando há somente alguns poucos burocratas? Apesar de separados, a referência é praticamente a mesma...  Ð. Indech  図   13h34min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

...nem temos candidatos válidos em número suficiente para isso.
— Ozalid
Que eu saiba o período de inscrições ainda não terminou. E se houver cinco vagas e somente dois candidatos obtiverem mais do que dez votos, teremos somente dois burocratas, como estipulam as regras. Não vejo onde está o problema. Mschlindwein msg 13h43min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
O problema é que, com o nível actual de candidaturas, quando aumentarmos o número para cinco (o que parece bastante desnecessário), qualquer um poderá ser eleito. Mínimo de dez votos? Há lá alguém que não tenha dez amigos... Abraços, Ozalid 14h16min de 18 de Junho de 2007 (UTC)
Eu dei um exemplo mais embaixo onde aponto uma ocasião em que três burocratas não foram suficientes.
Mas aí será o número de votos a definir quem é eleito, não há uma barreira de eleição aos 10 votos. Logicamente que os votos de "não-amigos" que respeitem o trabalho da pessoa serão chamados a decidir. Eduardo 14h34min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Realmente é interessante verificar como há perspectivas diferentes: vejamos o caso da wiki.es, em que quase todos, ou mesmo todos os sysops, são burocratas. Mas não encontrei, porém, por lá, as justificações para terem adoptado tal sistema. Lijealso ? 14h29min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Sobre os Check Users:Editar

Para mim bastaria um só, mas como não existe registro público do uso do check user (falta de transparência) penso que dois seriam suficientes, desde que ambos estejam "on-line" (presentes na WP) quando forem necessários. O problema com o número de burocratas é evitar o que já aconteceu, quando o Indech se ausentou e somente o Bonás tomou a decisão de promover um usuário a sysop com uma votação mais do que apertada - faltou discussão entre os burocratas. Havendo cinco burocratas, são maiores as chances que pelo menos três estejam presentes na hora de discutir tais decisões. E, como escrevi acima, se faltarem candidatos e/ou os candidatos não obtiverem os dez votos (mínimos) necessários à eleição, então paciência, sigamos em diante até a próxima eleição. É melhor dois burocratas com a confiança da comunidade do que cinco burocratas dos quais três não têm essa confiança. Mschlindwein msg 13h53min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Errata: onde se lê Bonás, deveria-se ler Rei-Artur... :P Lusitana 17h03min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Ooosp, erro meu. Desculpem-me os envolvidos (mas o meu propósito continua o mesmo...). Obrigado, Lusitana! Mschlindwein msg 17h17min de 18 de Junho de 2007 (UTC)

Duração do mandato dos Check-UsersEditar

Desculpem lá, só aterrei agora nesta discussao. Mas onde está a pergunta sobre a duração de mandato do eventual cargo de Check User? É que nao acho nada bem que esta responsabilidade seja conferida para sempre a um usuário. Já alguém falou disto? Muriel 13h31min de 22 de Junho de 2007 (UTC)

Citação: PARG mais acima escreveu: «Antes que me perguntem: Não votei nas questões 2 e 3B porque considero que estão deslocadas nesta votação. Quem e quantos poderão ser candidatos a Chechuser, deverá obviamente ser objecto de votação própria caso seja decidida a separação dos estatutos. E acrescento agora: Assim como a duração do mandato. PARG 22h00min de 22 de Junho de 2007 (UTC)
Outra votação, portanto... Ozalid 22h27min de 22 de Junho de 2007 (UTC)

Caro Muriel, leia, por favor, o que escrevi em #Processos democráticos e as respostas que obtive. Quando disse que não posso votar, porque não sei o que vão instituir e não sei se, no fim, não preferiria ficarmos como estamos, referia-me precisamente a questões como essa. Gostaria de ter assistido a um debate sobre a questão que o Muriel levantou e outras. Não sei o que vão fazer, não sei se concordo com o que alguns pensam que vão fazer e não sei se as pessoas que estão a votar nesta pergunta genérica estão todas de acordo sobre o que querem fazer. Mas as perguntas genéricas, na Wikipédia, são um homem honrado... Abraços, Ozalid 22h27min de 22 de Junho de 2007 (UTC)

Errata: a Muriel. Lusitana 14h45min de 23 de Junho de 2007 (UTC)
É giro, porque nao é a primeira vez que esta confusao acontece com os colegas brasileiros. Muriel 12h08min de 25 de Junho de 2007 (UTC)
Peço desculpas, cara Muriel  . Ozalid 12h17min de 26 de Junho de 2007 (UTC)

Acho que devo dizer algumas coisas a esse propósito. Os que me conhecem, sabem que falo por experiência e um certo conhecimento, pois sou Burocrata e CheckUser na en.wiki e Steward da Fundação, o que envolve lidar diretamente com a questão dos chamados "níveis de acesso ao sistema". Primeiro, a associação entre os cargos de Burocrata e CheckUser é algo que há muito se discute na Fundação. Já houve até mesmo proposta de integrar a ferramenta do CheckUser ao "pacote de ferramentas" (atualmente, 3) do cargo de Burocrata. A proposta foi veementemente recusada. O entendimento geral é que o conhecimento técnico exigido para o uso correto da ferramenta de CheckUser nada tem a ver com o tipo de avaliação feita quando alguém é conduzido ao cargo de Burocrata. São funções completamente distintas. E, de fato, eu diria que, enquanto é quase certo que qualquer CheckUser poderia desempenhar a função de Burocrata (pelo critério da confiabilidade) a recíproca não é, necessariamente, verdadeira (não pela questão da confiabilidade, obviamente, mas pela questão da falta do conhecimento técnico necessário).
Dessa forma, associar as duas funções levaria a um tipo de eleição em que os participantes teriam de considerar dois critérios diametralmente opostos para eleger alguém: a) (Burocrata) esta pessoa é de confiança e possui o bom-senso e discernimento necessário para decidir sobre promoções e executar as demais funções de Burocrata a contento? e b) (CheckUser) Esta pessoa possui o conhecimento técnico necessário para fazer uso da ferramenta mais restrita à disposição de usuários? O resultado é que poderia haver um candidato que daria um ótimo Burocrata, mas que, por não possuir condições técnicas de ser CheckUser, teria de ser rejeitado na eleição. Isto é altamente desrecomendável.
O segundo ponto que gostaria de suscitar é sobre a pergunta a cerca de se deveria haver "mandato" para CheckUser. Para ser sincero, estou em dúvida sobre como isto se coadunaria com a política da Fundação Wikimedia sobre CheckUser, segundo a qual, cito: não há CheckUser temporário. Certamente que "temporário" não é exatamente a mesma coisa que rotatividade por eleição, mas o resultado é que usuários seriam escolhidos para ocupar o cargo apenas por algum tempo, após o decurso do qual novos usuários, sem experiência no uso da ferramenta, teriam de ser eleitos. Isto pode dar problema. Tentarei conversar sobre isto com alguns membros do Comitê Diretivo (Board of Trustees) que conheço e ver o que acham; se der, tentarei obter a opinião da própria presidente da Fundação, a Anthere. Em se tratando do CheckUser, todos os projetos precisam pautar-se pela política geral dada pela Fundação, e confesso estar em dúvida quanto à adequação da rotatividade de CheckUser aos preceitos da política fundacional sobre o tema. Vejamos o que dizem. Redux 23h20min de 25 de Junho de 2007 (UTC)

Caro Redux, parece-me que a separação dos cargos de burocrata e de check user (ou verificador de IP) reúne um largo consenso. A questão é saber como exactamente é que se faz essa separação e em que condições.
No que concerne à duração do mandato do verificador de IP, será necessário, afinal, saber se o cargo é obrigatoriamente vitalício ou não. Nas principais Wikipédias essa questão nem se levanta porque a nomeação de verificadores de IP é competência de um conselho de conduta, coisa que aqui não existe nem existirá tão cedo, por decisão da comunidade.
Se é obrigatório que o cargo seja vitalício, está resolvida essa questão. Se não é, julgo que deveria ser discutida. Não sei o que votarei sobre isso, mas sei que tenho sérias dúvidas sobre a pertinência de uma ferramenta desse género estar entregue às mesmas pessoas durante anos e anos a fio. Gostaria de ouvir opiniões diferentes num processo de debate devidamente organizado (aqui, essa questão não está em votação e discuti-la seria baralhar o debate). Abraço, Ozalid 12h18min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Ainda não tive a oportunidade de discutir com o Comitê sobre a questão da temporariedade do status, mas quanto à separação do status de Burocrata, há algumas coisas que sei que podem ser úteis. Primeiro, conheço o procedimento feito em outras Wikipédias onde não há ArbCom, como é o caso da Wikipédia sueca. Por lá, a decisão sobre o status de CheckUser é feita em fórum à parte, onde quem gostaria de ter o status pode requerê-lo (a ser decidido por votação da comunidade), ou outros usuários podem indicar potenciais candidatos (como com as indicações para administrador, sujeito ao posterior aceite da indicação pelo potencial candidato). É regra comum que os candidatos já detenham o posto de administrador e, em alguns casos, faz-se a exigência de que o candidato já seja administrador por um tempo mínimo (6 meses, por exemplo); mas em algumas wikis, isto não é necessário;
Na en.wiki, há também outro aspecto a respeito da separação dos cargos sobre o qual eu tenho particular conhecimento: por lá, há apenas 3 Burocratas que também detêm o cargo de CheckUser (os demais Burocratas não têm a ferramenta, e os demais CheckUsers não são burocratas), dos quais eu sou o único atualmente ativo como Burocrata (os demais usam as ferramentas apenas esporádicamente). Para garantir a separação entre os cargos, me foi pedido que não utilize a ferramenta quando exercendo as funções típicas de Burocrata, particularmente se for preciso checar a identidade de participantes suspeitos nos Pedidos de Administrador. Se for necessário, eu devo entrar em contato com outros CheckUsers e pedir-lhes que façam a checagem. Isto é feito para evitar que um único usuário detenha todo o controle e toda a discricionariedade sobre situações sensíveis e onde se faz uso de ferramentas restritas a grupos muito pequenos de usuários (Burocrata e CheckUser). Parece-me que esta forma de separação é mesmo ideal: 1) não se proíbe que alguém detenha os dois cargos, mas para fazê-lo, o indivíduo teria de passar por processos seletivos distintos, provando-se capaz de deter cada status por seus próprios critérios; 2) no caso de usuários que detenham os dois cargos, pede-se-lhes que, nas raras situações em que haja ocasião de usar os dois acessos em um mesmo contexto, não o faça, mas decline de um dos dois em favor de algum outro usuário que detenha aquele nível de acesso. Redux 18h48min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Com efeito, todas as questões que referiu são importantes e julgo que deveriam ser consideradas na criação do cargo de check user na nossa Wikipédia. Foi tudo isso que, também, faltou ser estabelecido num texto que deveria ser posto em votação (em vez disso, fizemos perguntas genéricas). Abraços, Ozalid 22h04min de 26 de Junho de 2007 (UTC)

Conversei com a Anthere (presidente da Fundação Wikimedia) e com a Kat Walsh (aka mindspillage) no IRC. Sinal Verde: o Comitê não vê problemas com a rotatividade por eleição no cargo de CheckUser. Como eu mesmo havia mencionado aqui, o Comitê entende que a rotatividade não é a mesma coisa que temporariedade no sentido estrito constante na política atual. O Comitê sugere, no entanto, que se adote uma rotatividade dirigida, com um grupo fixo de usuários alternando-se no cargo. Isto é apenas uma sugestão. A Anthere me pediu que sugerisse, também, a inclusão explícita, na política de CU da pt.wiki, de um aviso a potenciais candidatos ou futuros CheckUsers: a eleição para o cargo não é garantia de retenção do status até o fim do mandato: se houver uso inapropriado da ferramenta, os Stewards removerão o status imediatamente e sem aviso prévio.
Mas muito bem, com a dúvida dirimida, podemos prosseguir com votação sobre a temporariedade do cargo de CU na pt.wiki. Redux 21h42min de 26 de Junho de 2007 (UTC)

  • Redux, obrigada pelas explicacoes e esforco de resolver o problema. Tenho só um comentário: o facto da Anthere ter insistido que um aviso a potenciais candidatos ou futuros CheckUsers: a eleição para o cargo não é garantia de retenção do status até o fim do mandato: se houver uso inapropriado da ferramenta, os Stewards removerão o status imediatamente e sem aviso prévio mostra o quao importante é que o uso do check-user seja por mandato e nao ad aeternum. Muriel 13h21min de 27 de Junho de 2007 (UTC)

Reforçando:

Suspicion of abuses of checkuser should be discussed on each local wiki. On wikis with an arbcom, the arbcom can decide on the removal of access. On wikis without arbcom, the community can vote removal of access. Removal can be done by Stewards. The Stewards may not decide alone of removal, but can help provide the information necessary to prove the abuse (log). If necessary, and in particular in case of lack of respect towards the privacy policy, the board of Wikimedia Foundation can be asked to declare removal of access as well.

Lijealso ? 13h24min de 27 de Junho de 2007 (UTC)

Dúvida 1Editar

E, no entanto, pergunto: no dia 15 de Julho, tomada a decisão democrática de separação de burocrata e de checkuser, os burocratas perdem imediatamente a ferramenta ou há um período de transição? De quanto tempo? Abraços, Ozalid 22h27min de 22 de Junho de 2007 (UTC)

Citação: Indech em resposta a mim escreveu: «em caso de aprovação das 5 vagas, seriam os mesmo 2 burocratas agora e a mudança aconteceria apenas em Janeiro, com 3 sendo eleitos, ao invés de 1» Eduardo 12h32min de 23 de Junho de 2007 (UTC)
Pois é, o meu caro Epinheiro não reparou (alguém reparou?) que essa decisão foi tomada no cabeçalho da votação. É interessante notar como, numa votação com perguntas genéricas, é possível tomar decisões num cabeçalho, sem que haja uma averiguação de existência de consenso, sem que ninguém note que foram tomadas decisões (o próprio Epinheiro não me remeteu para o cabeçalho) e, suspeito, sem que os próprios autores da decisão se dêem conta de que tomaram uma decisão sozinhos e na qual ninguém reparou. As confusões aparecem depois da votação. Se estivesse claro que qualquer decisão só pode ser tomada com base em propostas concretas, aquele cabeçalho (apresentado assim) não teria validade porque estaria fora de qualquer proposta. Mas as votações de pergunta genérica são um homem honrado...
Ora, é este cabeçalho que me leva à segunda dúvida. Abraços, Ozalid 14h52min de 23 de Junho de 2007 (UTC)

Não percebi. O Indech falou-me disto (pouco) antes do início da votação, e desde o início que lá está o aviso. Em relação à segunda dúvida, percebi que a ideia é colocar em votação a revisão do estatuto de check (pelo menos a duração do mandato já se viu que é necessária) e marcar eleições para os mandatos de check... Eduardo 14h57min de 23 de Junho de 2007 (UTC)

Caro Epinheiro, o aviso está lá desde o início, as decisões que nele foram tomadas é que não foram discutidas e, como se vê na Dúvida 2, há pelo menos uma que coloca a Wikipédia lusófona numa posição que teria sido de evitar: sem check user durante... Abraço, Ozalid 13h29min de 25 de Junho de 2007 (UTC)

Dúvida 2Editar

O mesmo cabeçalho que decide aumentar o número de burocratas apenas em Janeiro (decisão consensual, suponho...), decide também fazer a separação de checkuser já.

Significa isto que no dia 16 de Julho vamos ao Meta-wiki pedir a retirada do check user (verificação de IP) aos nossos burocratas. Ficamos, pois, sem verificação de IP e dependentes de uns stewards simpáticos até que elejamos novos verificadores de IP. É isto? Abraços, Ozalid 14h52min de 23 de Junho de 2007 (UTC)

Pois é, parece que é isto mesmo, a partir de 16 de Julho, vamos ficar sem verificação de IP na Wikipédia lusófona. Essa situação era desejável? Era inevitável? Foi discutida? Passou por um processo de decisão regular? Não. Passou despercebida por entre perguntas genéricas. Num processo de decisão que só pudesse ser feito através de propostas concretas e votadas, este parágrafo inicial não teria qualquer validade se ele próprio não fosse votado. Assim, neste sistema, tudo é possível... Mas são um homem honrado, as perguntas genéricas... Abraços, Ozalid 13h29min de 25 de Junho de 2007 (UTC)

Bem, de qualquer modo, terá que haver um processo de votação (ou discussão?) que permita votos (opiniões) contra:

...After gaining consensus (70%-80%) in his local community, with at least 25-30 editors' approval, the user should list himself under Requests for permissions with a link to the page with the community's decision.

Lijealso ? 23h59min de 25 de Junho de 2007 (UTC)

O que coloco em causa nesta Dúvida 2 não é isso. O que coloco em causa é que a Wikipédia lusófona vai ficar sem check user durante um tempo indeterminado sem que isso tenha sido sequer discutido. Tenho a sensação de que mesmo quem decidiu isso não tinha a noção de que estava a tomar uma decisão. Tais coisas só são possíveis numa votação de perguntas genéricas. Abraço, Ozalid 12h20min de 26 de Junho de 2007 (UTC)

Dúvida 3Editar

Pelos vistos, ainda vamos ter de discutir e votar a duração do mandato dos verificadores de IP e outras questões de funcionamento do cargo. Para que serviu, então, esta votação de perguntas genéricas? Para decidir coisas sobre os burocratas que só vão acontecer em Janeiro? Para ficarmos sem verificação de IP na Wikipédia lusófona enquanto decorre, como teria sempre de decorrer, o processo de aprovação das características do novo cargo de verificador de IP? Qual a vantagem de se ter feito esta votação em lugar de uma em que fosse aprovada uma proposta concreta, com tudo pronto a implementar, de separação do cargo de burocrata e do cargo de verificador de IP? Abraços, Ozalid 13h29min de 25 de Junho de 2007 (UTC)

Penso que não deve ser retirada a ferramenta checkuser dos três burocratas no fim desta votação, pois os três foram eleitos para burocrata + checkuser. Eu interpretei a separação referida no cabeçalho como aplicável a partir da próxima votação. Acho que não foi uma decisão sensata, afinal de contas a votação para novos burocratas já começou e rege-se pelas regras actuais, ou seja, os dois burocratas que irão substituir o Lijealso e o Indech também serão checkusers. De facto há que esclarecer este ponto. Eu não sou favorável a que se faça essa separação agora. Mas mesmo que fiquemos sem checkuser local, qual é o problema de ir pedir ao Meta meia dúzia de verificações?
Parece-me que entre as muitas qualidades que o Ozalid possui, a paciência não é uma delas, desculpe-me a crítica. Qual é o problema em fazer-se uma votação genérica deste tipo e depois apurarem-se detalhes, seja por discussão->consenso, seja por discussão->votação? Tem de ficar tudo perfeito desde o início? Esta discussão arrasta-se há um ano, já era tempo de alguém tomar a iniciativa de formular uma votação, não?
Só hoje li o comentário do Redux. Não me tinha passado pela cabeça que o cargo devesse ter um tempo ilimitado mas para dizer a verdade esta rotatividade pareceu-me estranha desde há algumas semanas, pois está bem claro na política de checkuser que acesso a informação pessoal deve estar na posse de um número mínimo de pessoas. Bem, de facto isso acontece, o problema é que estas pessoas vão mudando...
Eu acho óptimo que um assunto complexo como este seja discutido por etapas. Não vejo problemas em discutir coisas agora que serão aplicáveis só em Janeiro, ao menos ficam decididas.
Também acho óptimo o aumento de número de burocratas. Hoje somos muitas centenas de usuários activos, daqui a um ano seremos ainda mais, haverão mais pedidos de administração para tomar conta e muitos mais usuários para renomear. Já viram o movimento desta página?
Citação: Ozalid escreveu: «(...)eu sou sueco(...)» Deveras? Então entenderá talvez o que lhe vou dizer: por muito duktig que queira ser, também é vantajoso ser por vezes lagom. Cumprimentos, PatríciaR msg 12h57min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Mas, cara Patrícia, chega às mesmas conclusões que eu: esta votação, no que se refere ao check user complica mais do que resolve. Porque não resolve problema algum: precisaremos de aprovar um regulamento para o novo cargo, a não ser que alguém o queira fazer sozinho. E porque nos cria esta coisa de ficarmos sem check user por motivo nenhum, ou de ignorarmos a decisão do cabeçalho, ou de a interpretarmos de uma outra forma, e, seja como for, de termos de encontrar uma solução para um problema inútil (o de ficarmos sem check user).
Afinal, as perguntas genéricas serão um homem honrado?
Repare, no entanto, no mais importante, os problemas que estou a levantar não os estou a levantar porque os considere o fim do mundo. Estou a levantá-los como exemplos de absurdos que se geram devido às perguntas genéricas. Não poderia levantar estes problemas em votações realmente complicadas porque, aí sim, seria o fim do picada. Tenho mantido o silêncio em diversas votações de pergunta genérica, para não complicar. Contudo, basta estar um pouco atento para perceber que há neste projecto pessoas apostadas em impedir que a comunidade tome decisões e que, infelizmente, estão a começar a aprender como isso se faz. Se este problema das perguntas genéricas não for resolvido rapidamente, temo que, no futuro, algumas pessoas acabarão por deixar passar as votações que lhes interessam e por subverter e anular todas as outras. É isso que está aqui em causa.
Antes Cassandra útil que lagom inútil...
Sueco, deveras? Claro que não. O sal da língua, cara Patrícia, o sal da língua! E, para continuar dentro do mesmo estilo, prefiro ser Cassandra e parecer exagerado (pouco lagom), mas útil, do que esperar sentado por coisas que são certinhas como o destino. Aliás, o cenário presente, tal como é, já não é nada animador. E eu queria ver a Patrícia a não ser lagom, se um dia entrasse num laboratório em que nem sequer se usa bata quando se manuseiam produtos químicos...   Abraço, Ozalid 22h06min de 26 de Junho de 2007 (UTC)
Voltar à página de projeto "Votações/Revisão no estatuto de burocrata".