Antonio Conte

futebolista italiano

Antonio Conte (Lecce, 31 de julho de 1969) é um treinador e ex-futebolista italiano que atuava como volante. Atualmente comanda o Tottenham.

Antonio Conte
Antonio Conte
Conte em 2015, durante uma entrevista coletiva
Informações pessoais
Nome completo Antonio Conte
Data de nasc. 31 de julho de 1969 (53 anos)
Local de nasc. Lecce, Itália
Nacionalidade italiano
Altura 1,78 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Tottenham
Posição ex-volante
Função treinador
Clubes de juventude
Lecce
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1985–1991
1991–2004
Lecce
Juventus
0089 0000(1)
0419 000(44)
Seleção nacional
1994–2000 Itália 0020 0000(2)
Times/clubes que treinou
2005–2006
2006–2007
2007–2009
2009–2010
2010–2011
2011–2014
2014–2016
2016–2018
2019–2021
2021–
Siena (auxiliar)
Arezzo
Bari
Atalanta
Siena
Juventus
Itália
Chelsea
Internazionale
Tottenham
Última atualização: 2 de novembro de 2021

Carreira como jogadorEditar

Conte jogou em apenas dois times em sua carreira: o Lecce e a Juventus, onde se destacou, e atuou até o fim de sua carreira como futebolista. E é amplamente considerado um dos maiores ídolos da história do clube de Turim. Ganhou 15 títulos e entrou em campo em 419 partidas pela Juve.[1]

Seleção NacionalEditar

Conte estreou pela Seleção Italiana em 1994, num amistoso contra a Finlândia. No mesmo ano disputou sua única Copa do Mundo FIFA, tendo atuado em duas partidas (contra a Espanha, onde foi substituído por Nicola Berti, e contra a Bulgária, entrando no lugar de Dino Baggio). Foi convocado também a Euro 2000, seu último torneio com a camisa azul, onde atuou em três partidas. Entretanto, não evitou a derrota da Squadra Azzurra (treinada pelo lendário Dino Zoff - capitão do tri de 1982) na final, de virada, para a França.[2] Sua derradeira atuação no torneio ocorreu contra a Romênia, na vitória por 2 a 0.

Carreira como treinadorEditar

InícioEditar

Em 2006, Conte estreou como treinador no Arezzo, clube da Lega Pro Seconda Divisione (terceira divisão do Calcio), ficando no cargo até 2007, quando foi chamado para comandar o Bari, liderando o clube para o retorno à primeira divisão. Seu nome chegou a ser cogitado para comandar seu clube de coração, a Juventus, mas seu ex-companheiro na Velha Senhora, Ciro Ferrara, ganhou a "queda-de-braço".[3]

Juventus e Seleção ItalianaEditar

Conte foi contratado pela Juventus em maio de 2011, conquistando três Scudettos consecutivos nos anos em que esteve no comando do clube.[4] Permaneceu até julho de 2014.[5]

Assumiu o comando da Seleção Italiana no dia 14 de agosto.[6] Estreou no dia 4 de setembro, numa vitória por 2 a 0 contra os Países Baixos.[7] O técnico deixou a Azzurra dois anos depois, em 31 de julho de 2016.[8]

ChelseaEditar

No dia 4 de abril de 2016, o Chelsea confirmou a contratação de Conte para as próximas três temporadas, logo após a participação da Itália na Euro 2016.[9][10]

Mais de dois anos depois, no dia 13 de julho de 2018, o clube inglês anunciou a saída do treinador.[11][12]

InternazionaleEditar

No dia 31 de maio de 2019, Conte foi anunciado como novo técnico da Internazionale.[13] Na equipe de Milão, quebrou a hegemonia da rival Juventus e conquistou o 19º Scudetto da história da Inter.[14]

Acertou sua saída da Internazionale no dia 26 de maio de 2021, deixando o clube Nerazzurri em comum acordo.[15]

TottenhamEditar

Foi anunciado como novo treinador do Tottenham no dia 2 de novembro de 2021, assinando contrato válido até julho de 2023.[16]

No dia 14 de agosto de 2022, após o empate em 2 a 2 com o Chelsea válido pela Premier League,[17] Antonio Conte se estranhou com Thomas Tuchel, treinador dos Blues; o clima esquentou entre as duas comissões técnicas e ambos precisaram ser separados.[18] Após a partida, Conte declarou:

SuspensãoEditar

No dia 22 de agosto de 2012, Conte foi suspenso por dez meses dos gramados italianos pela Corte de Justiça da Federação Italiana de Futebol. A punição foi devido a sua omissão em não revelar a manipulação do resultado da partida entre Albinoleffe e Siena, quando era treinador deste último.[20] A FIFA ampliou a aplicação da punição a nível mundial pelo mesmo período.[21]

EstatísticasEditar

Atualizadas até 5 de novembro de 2021

Como treinadorEditar

Clube Jogos Vitórias Empates Derrotas Aproveitamento
Arezzo 27 9 10 8 45.68%
Bari 67 32 20 15 57.71%
Atalanta 14 3 4 7 30.95%
Siena 44 22 14 8 60.61%
Juventus 151 102 34 15 75.06%
Itália 25 14 7 4 65.33%
Chelsea 105 68 17 20 70.16%
Internazionale 102 64 23 15 67.97%

TítulosEditar

Como jogadorEditar

Juventus

Como treinadorEditar

Bari
Juventus
Chelsea
Internazionale

Prêmios individuaisEditar

Referências

  1. Braitner Moreira. «Antonio Conte venceu tudo como jogador e agora busca inovar como técnico». Calciopédia. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  2. Leonardo Grossi. «Na Euro 2000, um minuto determinou o fatídico destino da Itália na decisão contra a França». Calciopédia. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  3. «Na lanterna, Atalanta troca técnico Gregucci por Antonio Conte». Trivela. 21 de setembro de 2009. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  4. «Juventus é tricampeã italiana após derrota da Roma». Terra. 4 de maio de 2014. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  5. «Clamoroso Juventus-Conte, addio consensuale. Agnelli: "Si riparte da zero"» (em italiano). La Gazzetta dello Sport. 15 de julho de 2014. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  6. «Antonio Conte é o novo técnico da seleção italiana». Placar. 14 de agosto de 2014. Consultado em 14 de agosto de 2022 
  7. «Em casa, Seleção Italiana coroa estreia de Antonio Conte com vitória sobre a Holanda». Superesportes. 4 de setembro de 2014. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  8. «Conte traz orgulho italiano de volta e encerra ciclo com moral lá em cima». GloboEsporte.com. 4 de julho de 2016. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  9. «Conte appointed» (em inglês). Site oficial do Chelsea. 4 de abril de 2016. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  10. «Chelsea anuncia contratação de técnico da seleção italiana». Placar. 4 de abril de 2016. Consultado em 14 de agosto de 2022 
  11. «Statement on Antonio Conte» (em inglês). Site oficial do Chelsea. 13 de julho de 2018. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  12. «Chelsea demite Antonio Conte e deve acertar com Maurizio Sarri». GloboEsporte.com. 12 de julho de 2018. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  13. «Antonio Conte sarà il nuovo allenatore dell'Inter» (em italiano). Site oficial da Internazionale. 31 de maio de 2019. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  14. «Internazionale passa Milan e se torna segundo clube com mais títulos italianos: veja lista». GloboEsporte.com. 2 de maio de 2021. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  15. «Antonio Conte não é mais o técnico da Inter de Milão». GloboEsporte.com. 26 de maio de 2021. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  16. «Novo técnico: Tottenham anuncia a chegada de Antonio Conte, que assina até 2023». GloboEsporte.com. 2 de novembro de 2021. Consultado em 20 de março de 2022 
  17. «Com treta entre técnicos e muita emoção, Chelsea e Tottenham empatam em clássico londrino». Terra. 14 de agosto de 2022 
  18. «Conte e Tuchel se estranham e quase saem no soco após Chelsea x Tottenham; assista». ESPN Brasil. 14 de agosto de 2022 
  19. Charlie Gordon (14 de agosto de 2022). «Tottenham boss Antonio Conte gives shifty interview after scuffle with Thomas Tuchel» (em inglês). Daily Express 
  20. «Juventus denuncia "caça às bruxas" após confirmação da pena de Antonio Conte». UOL. 22 de agosto de 2012. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  21. «Técnico da Juventus é suspenso por 10 meses por envolvimento em escândalo de corrupção». UOL. 10 de agosto de 2012. Consultado em 3 de novembro de 2021 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Antonio Conte