Campeonato Europeu de Futebol

campeonato de futebol entre seleções europeias

O Campeonato Europeu de Futebol da UEFA (português brasileiro) ou Campeonato da Europa de Futebol da UEFA (português europeu) (em inglês: UEFA European Football Championship),[1] também conhecido como Eurocopa ou ainda Euro, é o principal campeonato de futebol entre as seleções masculinas dos países europeus pertencentes à UEFA. É o segundo torneio de futebol mais assistido do mundo, ficando atrás somente da Copa do Mundo FIFA. É realizado de quatro em quatro anos desde 1960, tendo sido originalmente chamado de Copa das Nações Europeias, mudando para seu nome atual em 1968. Desde 1996, os eventos individuais têm sido rotulados como "UEFA Euro [ano]".

Campeonato Europeu de Futebol
Eurocopa
Campeonato Europeu de Futebol
A Taça do Campeonato Europeu de Futebol
Dados gerais
Organização UEFA
Edições 17
Sistema Grupos e eliminatórias
Edição atual
editar

Até 1976, apenas quatro seleções entravam na fase final do torneio. Em 1980, esse numero aumentou para oito e, a partir de 1996, dezesseis seleções passaram a jogar o torneio, aumentando esse número para vinte e quatro seleções participantes em 2016. Os competidores são escolhidos em uma série de jogos de qualificação: em 1960 e 1964 através de mata-matas; a partir de 1968 também foi incluída uma fase de grupos nas eliminatórias. O(s) país(es)-sede se classificam automaticamente.

A União Soviética ganhou a competição inaugural. A Alemanha triunfou por três vezes, duas como Alemanha Ocidental, assim como a Espanha. A França e a Itália venceram o torneio duas vezes. Desta forma, Alemanha, França, Espanha e Itália são as únicas seleções a terem ganho o torneio mais de uma vez. Outras 6 seleções ganharam o torneio apenas uma vez.

O nome da taça entregue aos vencedores da competição é uma homenagem ao ex-secretário geral da UEFA, Henri Delaunay, que propôs, em 1927, a criação de uma competição entre seleções europeias para determinar a melhor do continente, mas só após a sua morte a ideia foi concretizada.

A primeira vez que as finais foram disputadas em mais de um país-sede foi o Euro 2000, sediado na Bélgica e Países Baixos (Holanda). Em 2008 o Campeonato Europeu de Futebol foi disputado na Áustria e Suíça. Em 2012, o torneio foi disputado também em dois países, Polónia e Ucrânia, que foram também os primeiros - e até agora os únicos - países que pertenceram ao antigo Bloco de Leste a receber o torneio desde a dissolução do mesmo, em 1991 (antes disto, a República Socialista Federativa da Ioguslávia havia recebido o torneio uma vez, em 1976).

Em 2012, o Comitê Executivo da UEFA aprovou a realização do Euro 2020 em vários países da Europa, em vez da prova se realizar apenas em um. A ideia tinha partido do então presidente da UEFA, Michel Platini, como forma de comemorar os 60 anos da competição.[2] Por conta da pandemia do Coronavírus ( COVID-19 ) em 2020, o torneio foi adiado para o ano seguinte, 2021, mantendo o nome de Euro 2020.[3]

Campeões

editar

Por edições

editar
Ano Sede Final Semifinalistas
Campeão Placar(es) Vice-campeão 3.º lugar Placar(es) 4.º lugar
1960
Detalhes
 
França
 
União Soviética
2 – 1 (pro)  
Iugoslávia
 
Checoslováquia
2 – 0  
França
1964
Detalhes
 
Espanha
 
Espanha
2 – 1  
União Soviética
 
Hungria
3 – 1 (pro)  
Dinamarca
1968
Detalhes
 
Itália
 
Itália
1 – 1 (pro)
2 – 0
 
Iugoslávia
 
Inglaterra
2 – 0  
União Soviética
1972
Detalhes
 
Bélgica
 
Alemanha Ocidental
3 – 0  
União Soviética
 
Bélgica
2 – 1  
Hungria
1976
Detalhes
 
Iugoslávia
 
Checoslováquia
2 – 2 (pro)
5 – 3 (pen)
 
Alemanha Ocidental
 
Países Baixos
3 – 2 (pro)  
Iugoslávia
1980
Detalhes
 
Itália
 
Alemanha Ocidental
2 – 1  
Bélgica
 
Checoslováquia
1 – 1
9 – 8 (pen)
 
Itália
Edições sem a disputa pelo terceiro lugar
Ano Sede Final Semifinalistas[nota 1]
Campeão Placar(es) Vice-campeão
1984
Detalhes
 
França
 
França
2 – 0  
Espanha
 
Dinamarca
 
Portugal
1988
Detalhes
 
Alemanha Ocidental
 
Países Baixos
2 – 0  
União Soviética
 
Alemanha Ocidental
 
Itália
1992
Detalhes
 
Suécia
 
Dinamarca
2 – 0  
Alemanha
 
Países Baixos
 
Suécia
1996
Detalhes
 
Inglaterra
 
Alemanha
2 – 1 (go)  
Chéquia
 
Inglaterra
 
França
2000
Detalhes
  Bélgica
  Países Baixos
 
França
2 – 1 (go)  
Itália
 
Países Baixos
 
Portugal
2004
Detalhes
 
Portugal
 
Grécia
1 – 0  
Portugal
 
Chéquia
 
Países Baixos
2008
Detalhes
  Áustria
  Suíça
 
Espanha
1 – 0  
Alemanha
 
Rússia
 
Turquia
2012
Detalhes
  Polónia
  Ucrânia
 
Espanha
4 – 0  
Itália
 
Alemanha
 
Portugal
2016
Detalhes
 
França
 
Portugal
1 – 0 (pro)  
França
 
País de Gales
 
Alemanha
2020[nota 2]
Detalhes
 
Europa[nota 3]
 
Itália
1 – 1 (pro)
3 – 2 (pen)
 
Inglaterra
 
Espanha
 
Dinamarca
2024
Detalhes
 
Alemanha
 
Espanha
2 – 1  
Inglaterra
 
Países Baixos
 
França
2028
Detalhes
  Reino Unido
  Irlanda
 
A definir
 
A definir
 
A definir
 
A definir
2032
Detalhes
  Itália
  Turquia
 
A definir
 
A definir
 
A definir
 
A definir

Por seleções

editar
Seleções Títulos Vices Semifinalistas
  Espanha 4 (1964, 2008, 2012 e 2024) 1 (1984) 1 (2020)
  Alemanha[nota 4] 3 (1972, 1980 e 1996) 3 (1976, 1992 e 2008) 3 (1988, 2012 e 2016)
  Itália 2 (1968 e 2020) 2 (2000 e 2012) 2 (1980 e 1988)
  França 2 (1984 e 2000) 1 (2016) 3 (1960, 1996 e 2024)
  Rússia[nota 5] 1 (1960) 3 (1964, 1972 e 1988) 2 (1968 e 2008)
  Tchéquia[nota 6] 1 (1976) 1 (1996) 3 (1960, 1980 e 2004)
  Portugal 1 (2016) 1 (2004) 3 (1984, 2000 e 2012)
  Países Baixos 1 (1988) 5 (1976, 1992, 2000, 2004 e 2024)
  Dinamarca 1 (1992) 3 (1964, 1984 e 2020)
  Grécia 1 (2004)
  Inglaterra 2 (2020 e 2024) 2 (1968 e 1996)
  Sérvia[nota 7] 2 (1960 e 1968) 1 (1976)
  Bélgica 1 (1980) 1 (1972)
  Hungria 2 (1964 e 1972)
  Suécia 1 (1992)
  Turquia 1 (2008)
  País de Gales 1 (2016)

Desempenho da equipa anfitriã

editar
Ano Anfitrião Resultado
1960   França 4º lugar
1964   Espanha Campeã
1968   Itália Campeã
1972   Bélgica 3º lugar
1976   Iugoslávia 4º lugar
1980   Itália 4º lugar
1984   França Campeã
1988   Alemanha Semifinalista
1992   Suécia Semifinalista
1996   Inglaterra Semifinalista
2000   Países Baixos
  Bélgica
Semifinalista
1ª fase
2004   Portugal Vice-campeã
2008   Áustria
  Suíça
1ª fase
2012   Polónia
  Ucrânia
1ª fase
2016   França Vice-campeã
2024   Alemanha Quartos-de-final

Recordes individuais

editar

Tabela com os principais recordes da competição por jogadores.[7][8]

Recorde Jogador Seleção Total
Maior goleador Cristiano Ronaldo   Portugal 14
Mais assistências Cristiano Ronaldo   Portugal 9
Mais participações diretas em golos Cristiano Ronaldo   Portugal 23
Maior goleador (incluindo qualificação) Cristiano Ronaldo   Portugal 55
Maior goleador em edições Cristiano Ronaldo   Portugal 2
Mais golos em uma única edição Michel Platini   França 9
Mais golos em fase de eliminação Gerd Müller   Alemanha Ocidental 8
Mais golos em fase de eliminação numa única edição Gerd Müller   Alemanha Ocidental 4
Mais hat-tricks Michel Platini   França 2
Mais edições disputadas Cristiano Ronaldo   Portugal 6
Mais jogoss disputados Cristiano Ronaldo   Portugal 27
Mais vitórias Cristiano Ronaldo   Portugal 14
Mais prémios de melhor jogador em campo (MOTM) Cristiano Ronaldo   Portugal 6
Andrés Iniesta   Espanha

Maiores goleadores

editar
Pos. Jogador Seleção Golos Jogos Média Torneios
1 Cristiano Ronaldo   Portugal 14 30 0,58 2004, 2008, 2012, 2016, 2020, 2024
2 Michel Platini   França 9 5 1,89 1984
3 Alan Shearer   Inglaterra 7 9 0,78 1992, 1996, 2000
Antoine Griezmann   França 10 0,70 2016, 2020, 2024
5 Ruud van Nistelrooy   Países Baixos 6 8 0,75 2004, 2008
Patrick Kluivert   Países Baixos 9 0,67 1996, 2000
Wayne Rooney   Inglaterra 10 0,60 2004, 2012, 2016
Romelu Lukaku   Bélgica 10 0,60 2016, 2020, 2024
Álvaro Morata   Espanha 10 0,60 2016, 2020, 2024
Thierry Henry   França 11 0,55 2000, 2004, 2008
Zlatan Ibrahimović   Suécia 13 0,46 2004, 2008, 2012, 2016
Nuno Gomes   Portugal 14 0,43 2000, 2004, 2008
13 Savo Milošević   Iugoslávia 5 4 1,25 2000
Patrik Schick   Tchéquia 5 1 2020
Marco van Basten   Países Baixos 9 0,56 1988, 1992
Robert Lewandowski   Polónia 11 0,45 2012, 2016, 2020, 2024
Milan Baroš   Tchéquia 11 0,45 2004, 2008, 2012
Mario Gómez   Alemanha 13 0,38 2008, 2012, 2016
Jürgen Klinsmann   Alemanha 13 0,38 1988, 1992, 1996
Fernando Torres   Espanha 13 0,38 2004, 2008, 2012
Zinedine Zidane   França 14 0,36 1996, 2000, 2004

Jogadores que participaram em mais edições

editar
Total Nome Edições (Jogos)
6   Cristiano Ronaldo 2004 (6), 2008 (3), 2012 (5), 2016 (7), 2020 (4), 2024 (5)
4   Peter Schmeichel 1988 (2), 1992 (5), 1996 (3), 2000 (3)
  Lothar Matthäus 1988 (1), 1992 (3), 1996 (4), 2000 (3)
  Lilian Thuram 1996 (5), 2000 (5), 2004 (4), 2008 (2)
  Edwin van der Sar 1996 (4), 2000 (4), 2004 (5), 2008 (3)
  Alessandro Del Piero 1996 (1), 2000 (6), 2004 (3), 2008 (3)
  Olof Mellberg 2000 (3), 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3)
  Tomáš Rosický 2000 (2), 2004 (4), 2012 (2), 2016 (2)
  Bastian Schweinsteiger 2004 (3), 2008 (5), 2012 (5), 2016 (5)
  Petr Čech 2004 (4), 2008 (3), 2012 (4), 2016 (3)
  Andreas Isaksson 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3), 2016 (3)
  Zlatan Ibrahimovic 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3), 2016 (3)
  Kim Källström 2004 (4), 2008 (2), 2012 (3), 2016 (3)
  Gianluigi Buffon 2004 (3), 2008 (4), 2012 (6), 2016 (4)
  Darijo Srna 2004 (2), 2008 (3), 2012 (3), 2016 (4)
  Lukas Podolski 2004 (1), 2008 (6), 2012 (4), 2016 (1)
  Jaroslav Plašil 2004 (1), 2008 (3), 2012 (4), 2016 (3)
  Giorgio Chiellini 2008 (3), 2012 (5), 2016 (4), 2020 (5)

Maior número de jogos disputados

editar
Pos. Jogador Partidas Edições (Jogos)
1
  Cristiano Ronaldo 30 2004 (6), 2008 (3), 2012 (5), 2016 (7), 2020 (4), 2024 (5)
2
  Pepe 23 2008 (4), 2012 (5), 2016 (6), 2020 (3), 2024 (5)
3
  Bastian Schweinsteiger 18 2004 (3), 2008 (5), 2012 (5), 2016 (5)
4
  Gianluigi Buffon 17 2004 (3), 2008 (4), 2012 (6), 2016 (4)
  Giorgio Chiellini 17 2008 (3), 2012 (5), 2016 (4), 2020 (5)
6
  Lilian Thuram 16 1996 (5), 2000 (5), 2004 (4), 2008 (2)
  Edwin van der Sar 16 1996 (4), 2000 (4), 2004 (5), 2008 (3)
  Andrés Iniesta 16 2008 (6), 2012 (6), 2016 (4)
  Cesc Fàbregas 16 2008 (6), 2012 (6), 2016 (4)
10
  David Silva 15 2008 (5), 2012 (6), 2016 (4)
  Sergio Ramos 15 2008 (5), 2012 (6), 2016 (4)
  João Moutinho 15 2008 (4), 2012 (5), 2016 (6)
  Nani 15 2008 (3), 2012 (5), 2016 (7)
14
  Karel Poborský 14 1996 (6), 2000 (3), 2004 (5)
  Zinédine Zidane 14 1996 (5), 2000 (5), 2004 (4)
  Luís Figo 14 1996 (4), 2000 (4), 2004 (6)
  Nuno Gomes 14 2000 (5), 2004 (6), 2008 (3)
  Petr Čech 14 2004 (4), 2008 (3), 2012 (4), 2016 (3)
  Philipp Lahm 14 2004 (3), 2008 (6), 2012 (5)
  Iker Casillas 14 2004 (3), 2008 (5), 2012 (6)
21
  Jürgen Klinsmann 13 1988 (4), 1992 (5), 1996 (4)
  Paolo Maldini 13 1988 (4), 1996 (3), 2000 (6)
  Peter Schmeichel 13 1988 (2), 1992 (5), 1996 (3), 2000 (3)
  Thomas Häßler 13 1992 (5), 1996 (6), 2000 (2)
  Dennis Bergkamp 13 1992 (4), 1996 (4), 2000 (5)
  Laurent Blanc 13 1992 (3), 1996 (5), 2000 (5)
  Didier Deschamps 13 1992 (3), 1996 (4), 2000 (6)
  Phillip Cocu 13 1996 (3), 2000 (5), 2004 (5)
  Alessandro Del Piero 13 1996 (1), 2000 (6), 2004 (3), 2008 (3)
  Olof Mellberg 13 2000 (3), 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3)
  Kostas Katsouranis 13 2004 (6), 2008 (3), 2012 (4)
  Andreas Isaksson 13 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3), 2016 (3)
  Zlatan Ibrahimovic 13 2004 (4), 2008 (3), 2012 (3), 2016 (3)
  Fernando Torres 13 2004 (3), 2008 (5), 2012 (5)
  Antonio Cassano 13 2004 (3), 2008 (4), 2012 (6)
  Miroslav Klose 13 2004 (2), 2008 (6), 2012 (5)
  Mario Gómez 13 2008 (4), 2012 (5), 2016 (4)

Maiores goleadas

editar
Data Cidade Mandante Placar Visitante
25/06/2000 Roterdão   Países Baixos 6 – 1
Relatório
  Iugoslávia
16/06/1984 Nantes   França 5 – 0
Relatório
  Bélgica
16/06/1984 Lyon   Dinamarca 5 – 0
Relatório
  Iugoslávia
14/06/2004 Lisboa   Suécia 5 – 0
Relatório
  Bulgária
23/06/2021 Sevilha   Espanha 5 – 0
Relatório
  Eslováquia

Treinadores e capitães campeões

editar
Ano Seleção Treinador Capitão
1960   União Soviética Gavriil Kachalin Igor Netto
1964   Espanha José Villalonga Fernando Olivella
1968   Itália Ferruccio Valcareggi Giacinto Facchetti
1972   Alemanha Ocidental Helmut Schön Franz Beckenbauer
1976   Tchecoslováquia Václav Ježek Anton Ondruš
1980   Alemanha Ocidental Jupp Derwall Bernard Dietz
1984   França Michel Hidalgo Michel Platini
1988   Países Baixos Rinus Michels Ruud Gullit
1992   Dinamarca Richard Møller Nielsen Lars Olsen
1996   Alemanha Berti Vogts Jürgen Klinsmann
2000   França Roger Lemerre Didier Deschamps
2004   Grécia Otto Rehhagel Theodoros Zagorakis
2008   Espanha Luis Aragonés Iker Casillas
2012   Espanha Vicente Del Bosque Iker Casillas
2016   Portugal Fernando Santos Cristiano Ronaldo
2020   Itália Roberto Mancini Giorgio Chiellini
2024   Espanha Luis de la Fuente Álvaro Morata

Mascote

editar

Todas as edições do Campeonato Europeu de Futebol, desde 1980, tiveram a sua mascote.

Os mascotes da edição de 1980 aprovadas até à data foram:

  • Itália 1980: Pinocchio, inspirado no personagem homônimo de Carlo Collodi, com o nariz pintado com as cores da bandeira italiana;
  • França 1984: Peno, um galo vestido de uniforme branco com as cores da França;
  • Alemanha Ocidental 1988: Berni, um coelho de cabelo castanho escuro, vestindo um uniforme com as cores da Alemanha;
  • Suécia 1992: Rabbit, um coelho do cabelo castanho claro, vestindo um uniforme com as cores da Suécia;
  • Inglaterra 1996: Goaliath, um leão vestido com o uniforme da Inglaterra;
  • Bélgica/Países Baixos 2000: Benelucky, um leão-diabo com uma juba pintada com as cores da bandeira belga e a bandeira dos Países Baixos;
  • Portugal 2004: Kinas, um menino vestido com o uniforme de Portugal, cujo nome lembra o escudo que adorna a bandeira lusitana;
  • Áustria/Suíça 2008: Trix e Flix, dois meninos gêmeos vestidos com os uniformes da Áustria e Suíça.
  • Polónia/Ucrânia 2012: Slavko e Slawek, gêmeos punk com os uniformes de Polônia e Ucrânia.
  • França 2016: Super Victor, um garoto com super-poderes após encontrar uma capa mágica, chuteiras e ainda uma bola oficial do Euro 2016.
  • Europa 2020: Skillzy, inspirado na cultura do futebol "freestyle e de rua", o menino freestyle Skillzy sem querer participou de um concurso de talentos e com seus truques e movimentos com a bola impressionou os jurados e foi escolhido o mascote da Euro 2020.
  • Alemanha 2024: Albärt, "Bär" significa urso em alemão, este mascote é uma homenagem aos ursos de peluche. Com certeza vai conquistar crianças e adultos.

Estatísticas gerais

editar

Torneios

editar
Pos. Seleção Títulos Vices Semifinalista Participações Jogos Vitórias Empates Derrotas Sede
1   Espanha[nota 8] 4 1 5 11 46 21 15 10 1
2   Alemanha 3 3 9 13 53 27 13 13
3   Itália 2 2 6 10 44 17 6 2
4   França 1 5 43 12 10 3
5   Rússia[nota 9] 1 3 6 12 36 13 7 16 0
6   Tchéquia[nota 10] 1 5 10 15 14
7   Portugal 8 39 19 10 10 1
8   Países Baixos 0 10 20 8 11 ½
9   Dinamarca 4 9 33 10 6 17 0
10   Grécia 1 4 16 5 3 8
11   Sérvia[nota 11] 0 2 3 5 14 3 2 9 1
12   Inglaterra 1 10 37 15 12 10
13   Bélgica 2 6 22 11 2 9 1 + ½
14   Hungria 0 3 11 2 4 5 0
15   Suécia 1 7 20 5 6 9 1
16   Turquia 5 18 4 2 12 0
17   País de Gales 2 10 5 1 4
18   Croácia 0 6 22 9 6 7
19   Suíça 5 18 3 8 ½
20   Romênia 16 1 5 10 0
21   Polónia 4 14 2 7 5 ½
22   Ucrânia 3 10 3 0 7
23   Irlanda 2 2 6 0
24   Áustria ½
25   Escócia 9 5 0
26   Eslováquia 2 7 1 4
27   Bulgária 6 1 4
28   Islândia 1 5 2 2 1
29   Irlanda do Norte 4 1 0 3
30   Noruega 3 1 1
31   Albânia 0 2
32   Finlândia
33   Eslovênia 0 2 1
34   Letónia 1 2
35   Macedônia do Norte 0 3
  1. A partir de 1984, não houve mais disputa pelo terceiro lugar. A colocação das seleções semifinalistas é ordenada de acordo com a campanha ao longo da competição.[4]
  2. Inicialmente previsto para 2020, o campeonato foi adiado para 2021 por conta da Pandemia de COVID-19, mas manteve o nome e a marca 2020.[5]
  3. Em celebração aos 60 anos da primeira edição do Campeonato Europeu de Futebol, a UEFA escolheu 11 cidades de países diferentes da Europa para a realização do torneio. As semifinais e a final, foram disputadas em Londres, na Inglaterra.[6]
  4. A Alemanha herdou os resultados obtidos pela Alemanha Ocidental.
  5. A Rússia herdou os resultados obtidos pela União Soviética.
  6. A Chéquia herdou os resultados obtidos pela Checoslováquia.
  7. A Sérvia herdou os resultados obtidos pela Iugoslávia.
  8. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome RFA
  9. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome URS
  10. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome TCH
  11. Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome YUG

Ver também

editar

Referências

  1. «Regulations of the UEFA European Football Championship». UEFA.com. 1 de junho de 2022. Consultado em 23 de março de 2024 
  2. GE (6 de dezembro de 2012). «Uefa anuncia que Euro 2020 será sediada por vários países» 
  3. Gazeta Esportiva (20 de março de 2020). «Apesar de adiamento para 2021, Eurocopa ainda vai se chamar Euro 2020» 
  4. «Por que não existe mais decisão de terceiro lugar na Eurocopa?». UOL. 5 de julho de 2021. Consultado em 8 de julho de 2016 
  5. «UEFA mantém o nome de Euro 2020 apesar de adiar para 2021». BeSoccer. 20 de março de 2020. Consultado em 15 de julho de 2020 
  6. «Eurocopa deve reunir 60.000 torcedores nas semifinais e final, num passo rumo à vida pós-pandemia». El País Brasil. 5 de julho de 2021. Consultado em 25 de novembro de 2022 
  7. Ali Tweedale (3 de junho de 2024). «Most Goals Scored at a European Championship» (em inglês). The Analyst. Consultado em 25 de junho de 2024 
  8. «Cristiano Ronaldo iguala recorde de mais assistências na Euro». ge. 22 de junho de 2024. Consultado em 4 de julho de 2024 

Ligações externas

editar
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Europeu de Futebol