Antonio Valencia

futebolista equatoriano

Luis Antonio Valencia Mosquera (Nueva Loja, 4 de agosto de 1985) é um ex-futebolista equatoriano que atuava como lateral-direito, meia ou ponta-direita.

Antonio Valencia
Antonio Valencia
Valencia em 2017, atuando pela Seleção Equatoriana
Informações pessoais
Nome completo Luis Antonio Valencia Mosquera
Data de nasc. 4 de agosto de 1985 (37 anos)
Local de nasc. Nueva Loja, Equador
Nacionalidade equatoriano
Altura 1,80 m
destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição lateral-direito, meia ou ponta-direita
Clubes de juventude
1999–2001
2001–2003
Caribe Junior
El Nacional
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2005
2005–2008
2005–2006
2006–2008
2008–2009
2009–2019
2019–2020
2020–2021
El Nacional
Villarreal
Huelva (emp.)
Wigan (emp.)
Wigan
Manchester United
LDU Quito
Querétaro
00088 000(12)
00002 0000(0)
00012 0000(0)
00037 0000(1)
00052 0000(6)
00339 000(25)
00027 0000(1)
00015 0000(1)
Seleção nacional3
2004–2005
2005–2019
Equador Sub-20
Equador
00023 000(17)
00099 000(11)


2 Partidas e gols totais pelos
clubes, atualizadas até 3 de julho de 2022.
3 Partidas e gols pela seleção nacional estão atualizadas
até 24 de junho de 2019.

CarreiraEditar

Villarreal e HuelvaEditar

Na metade da temporada de 2005, Valencia foi vendido ao Villarreal, da Espanha. Com problemas de adaptação, não teve muitas oportunidades de jogar e foi emprestado ao Huelva, da Segunda Divisão Espanhola.

WiganEditar

Chegou ao Wigan em agosto de 2006, emprestado pelo Villarreal. Em 2008, após dois anos de empréstimo, o clube inglês comprou seus direitos federativos.[1] Com boas atuações pela equipe, Valencia foi um dos destaques da Premier League de 2008–09.

Manchester UnitedEditar

Foi contratado pelo Manchester United no dia 30 de junho de 2009, assinando por quatro temporadas.[2][3]

Durante sua primeira temporada, a equipe já não contava mais com o astro português Cristiano Ronaldo, que havia sido contratado pelo Real Madrid. Assim, Valencia teve muitas chances como titular no time de Alex Ferguson, mesmo disputando vaga com Park Ji-sung, Nani e o experiente Ryan Giggs.

No dia 14 de setembro de 2010, em um jogo da Liga dos Campeões da UEFA contra o Rangers, o equatoriano sofreu uma grave fratura em seu tornozelo esquerdo, ficando afastado dos gramados por cerca de seis meses. Voltou a treinar em fevereiro de 2011, e jogou sua primeira partida após a lesão no mês seguinte, contra o Arsenal, no dia 12 de março. Ao final da temporada, o Manchester United conquistou a Premier League e Valencia tornou-se o primeiro jogador equatoriano a ser campeão do torneio.

Renovou seu contrato em junho de 2014, assinando um novo vínculo por mais três temporadas.[4]

Em junho de 2019, após dez anos na equipe, Valencia não teve seu contrato renovado e deixou o Manchester United.[5]

LDU QuitoEditar

No dia 28 de junho de 2019, anunciou seu retorno ao Equador e fechou com a LDU Quito.[6][7][8]

Seleção NacionalEditar

Após ter atuado pela Seleção Equatoriana Sub-20, Valencia estreou pela Seleção Equatoriana principal no dia 27 de março de 2005, contra o Paraguai, numa partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2006. O meia teve boa atuação e marcou dois gols na goleada equatoriana por 5–2.[9]

Durante a Copa do Mundo FIFA de 2006, a FIFA realizou uma pesquisa a nível mundial para eleger o melhor jogador jovem. Valencia foi um dos candidatos, junto com Lionel Messi, Cristiano Ronaldo,[10] Lukas Podolski, Cesc Fàbregas, Andrés Guardado e Tranquillo Barnetta. O atacante alemão Podolski acabou sendo o vencedor da premiação.[11][12]

Convocado por Reinaldo Rueda para a Copa do Mundo FIFA de 2014, realizada no Brasil,[13] Valencia foi o capitão da Seleção Equatoriana na competição. No entanto, não conseguiu evitar a eliminação do Equador na fase de grupos.[14]

TítulosEditar

El Nacional
Huelva
Manchester United

Prêmios individuaisEditar

  • Troféu Alan Hardaker: 2010
  • Equipe do Ano da PFA: 2009–10
  • Prêmio Sir Matt Busby: 2011–12
  • Jogador da Temporada do Manchester United: 2011–12
  • Gol da Temporada do Manchester United: 2011–12

Referências

  1. «Wigan finalise swoop for Valencia» (em inglês). BBC Sport. 18 de janeiro de 2008. Consultado em 3 de julho de 2022 
  2. «Manchester United contrata equatoriano Antonio Valencia». Estadão. 30 de junho de 2009. Consultado em 3 de julho de 2022 
  3. Rory Smith (30 de junho de 2009). «Manchester United sign Wigan winger Antonio Valencia for £16m» (em inglês). The Telegraph. Consultado em 22 de abril de 2020 
  4. «Equatoriano Antonio Valencia renova com Manchester United até 2018». Extra. 21 de junho de 2014. Consultado em 3 de julho de 2022 
  5. «Com Herrera e Valencia, Manchester United anuncia dispensa de 15 jogadores». UOL. 7 de junho de 2019. Consultado em 3 de julho de 2022 
  6. «Depois de 10 anos, Antonio Valencia deixa o Manchester United e fecha com a LDU». GloboEsporte.com. 28 de junho de 2019. Consultado em 3 de julho de 2022 
  7. «Após 10 temporadas no Manchester United, Valencia acerta com a LDU». Terra. 28 de junho de 2019. Consultado em 22 de abril de 2020 
  8. Leandro Stein (28 de junho de 2019). «A LDU traz um reforço expressivo à sequência da Libertadores: Antonio Valencia volta ao Equador». Trivela. Consultado em 3 de julho de 2022 
  9. «Valencia cuesta más que todo Paraguay» (em espanhol). Clásico del Astillero. 16 de março de 2013 
  10. «Supporters 'hijack' Ronaldo vote». BBC Sport. 6 de julho de 2006 
  11. «Lukas Podolski, elegido 'Mejor Jugador Joven'» (em espanhol). El Mundo. 7 de julho de 2006. Consultado em 3 de julho de 2022 
  12. «Six Gillette Best Young Player nominees chosen». 4 de julho de 2006 
  13. «Reinaldo Rueda anuncia os 23 convocados do Equador». GZH. 2 de junho de 2014. Consultado em 3 de julho de 2022 
  14. «Em jogo fraco, 0 a 0 coloca França nas oitavas e elimina Equador». UOL. 25 de junho de 2014. Consultado em 3 de julho de 2022 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Antonio Valencia