Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para a goleira de handebol, veja Bárbara Arenhart.
Bárbara
Bárbara em São Paulo, após o jogo Brasil x Canadá que definiu a medalha de bronze da Olimpíada de 2016
Informações pessoais
Nome completo Bárbara Micheline do Monte Barbosa
Modalidade Futebol
Nascimento 4 de julho de 1988 (31 anos)
Recife (PE), Brasil
Nacionalidade brasileira
Compleição Altura: 1,71 m
Clube Avaí/Kindermann
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Pequim 2008 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Ouro Rio de Janeiro 2007 Equipe
Ouro Toronto 2015 Equipe
Prata Guadalajara 2011 Equipe

Bárbara Micheline do Monte Barbosa (Recife, 4 de julho de 1988) é uma futebolista brasileira que joga como goleira. Iniciou sua carreira no Sport Club do Recife, no qual jogou por cinco anos. Jogou em clubes na Suécia e Alemanha. Defende desde 2017 a equipe do Avai/Kindermann, de Santa Catarina. Ela também estuda Enfermagem na UNIARP, em Caçador, Santa Catarina.[1]

CarreiraEditar

Ainda na juventude, disputou os Jogos Escolares de Pernambuco nas modalidades futsal e handebol. Em 2006, começou a carreira no Sport, onde ficou até 2008.[2] No ano seguinte, migrou para a Suécia, para defender o Sunnana SK, então participante da Damallsvenskan. Permaneceu até 2010, quando o clube foi rebaixado. Voltou para o Sport, onde ficou até 2011, quando defendeu o Foz Cataratas. Em 2013, foi para a Alemanha defender o BV Cloppenburg, então na Frauen Bundesliga, ficando uma temporada e disputando apenas quatro partidas.[3][4]

Sua primeira passagem pelo Kindermann foi em 2014, ficando até 2015, conquistando a Copa do Brasil (cuja última edição foi no ano seguinte). Teve passagens relâmpago pelo São Caetano, Botafogo da Paraíba e Foz Cataratas, até voltar para o Kindermann em 2017, antes da parceria com o Avaí, no início de 2019.[5]

Seleção BrasileiraEditar

Sua primeira participação com a Amarelinha foi no Mundial sub-20, realizado na Rússia, em que o Brasil ficou em terceiro lugar. Com a equipe principal, foi vice-campeã mundial em 2011, bicampeã pan-americana nas edições de 2007 (Rio de Janeiro) e 2015 (Toronto). Foi medalhista de prata no Pan de 2011 (Guadalajara) e nas Olimpíadas de 2008 (Pequim). Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, teve atuação marcante no jogo Brasil x Austrália, ocorrido no Mineirão. O exaustivo empate de 0 a 0 no tempo normal e prorrogação levou os times às cobranças de pênaltis. Após Marta perder um penal, Bárbara defendeu duas cobranças, derrotando as australianas por 7 a 6 e levando a Seleção Brasileira às semifinais daquela olimpíada.[6]

Vida pessoalEditar

Bárbara é abertamente lésbica, tendo um relacionamento com sua parceira Lidiane.[7]

TítulosEditar

Kindermann

  • Copa do Brasil: 2015

Avaí/Kindermann

  • Campeonato Catarinense: 2018
Seleção Brasileira

Campanhas de Destaque

Prêmios individuais

  • Melhor goleira do Brasileirão Feminino A-1

Referências

  1. «Avaí Futebol Clube » Goleira do Avaí Kindermann é convocada para a Copa do Mundo». Consultado em 1 de junho de 2019 
  2. «Goleira Bárbara eterniza suas mãos na Arena Pernambuco». Torcedores.com. 17 de abril de 2019. Consultado em 1 de junho de 2019 
  3. «Brasil - Bárbara - Profile with news, career statistics and history - Women Soccerway». br.women.soccerway.com. Consultado em 1 de junho de 2019 
  4. «Bárbara :: Bárbara Micheline do Monte Barbosa :: Kindermann». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 1 de junho de 2019 
  5. «Goleira Bárbara é eternizada com homenagens na Arena Pernambuco». Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 1 de junho de 2019 
  6. OAM. «Marta perde pênalti, mas Bárbara pega duas cobranças e leva Brasil à semifinal». Gazetaweb. Consultado em 30 de junho de 2019 
  7. «Mês do orgulho LGBTQ+: Conheça os casais da Copa do Mundo de Futebol Feminino». MSN. 21 de junho de 2019. Consultado em 12 de setembro de 2019 
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bárbara (futebolista)

Ligações externasEditar