Beyond: Two Souls

jogo eletrônico de 2013 desenvolvido pela Quantic Dream

Beyond: Two Souls é um jogo eletrônico interativo de drama e ação-aventura para o PlayStation 3, PlayStation 4 e Microsoft Windows desenvolvido pela Quantic Dream e publicado pela Sony Computer Entertainment. Ele foi originalmente lançado em 8 de outubro de 2013, sendo posteriormente relançado para o PlayStation 4 em 24 de novembro de 2015, Em 22 De Julho De 2019 Pra PC. O jogo apresenta Jodie Holmes, um dos dois personagens do jogador. O outro é uma entidade incorpórea chamada Aiden: uma alma separada vinculada à Jodie desde o nascimento. Jodie, que é interpretada pelo ator Elliot Page,[nota 1] possui poderes sobrenaturais através de seu vínculo psíquico com Aiden, crescendo da adolescência à idade adulta enquanto aprende a controlar Aiden e os poderes que eles compartilham. Willem Dafoe co-estrela interpretando Nathan Dawkins, um pesquisador do Departamento de Atividade Paranormal e a figura paterna substituta de Jodie. Os atores do jogo trabalharam no projeto por um ano nos estúdios da Quantic Dream, em Paris, para realizarem dublagens e as cenas de captura de movimento.

Beyond: Two Souls
Desenvolvedora(s) Quantic Dream
Publicadora(s) Sony Computer Entertainment
Diretor(es) David Cage
Produtor(es) Charles Coutier
Projetista(s) Sophie Bulh
Caroline Marchal
Escritor(es) David Cage
Artista(s) Christophe Brusseaux
Compositor(es) Lorne Balfe
Plataforma(s) PlayStation 3
Conversões PlayStation 4
Microsoft Windows
Lançamento Playstation 3
  • AN 8 de outubro de 2013
  • PAL 9 de outubro de 2013
  • RU 11 de outubro de 2013

Playstation 4
  • WW 24 de novembro de 2015

PC
  • WW 22 de julho de 2019
Gênero(s) Drama interativo
Ação-aventura
Modos de jogo Um jogador

Apesar de ser um jogo eletrônico, Beyond: Two Souls estreou no Festival de Cinema de Tribeca em 2013, sendo esta a segunda vez que o festival reconheceu um jogo eletrônico. David Cage, escritor e diretor do jogo, explicou que os estúdios de desenvolvimento de jogos devem fornecer "histórias interativas" que podem ser apreciadas por todos, inclusive os que não são jogadores. O jogo foi recebido com críticas polarizadas após o seu lançamento. As vendas atingiram mais de um milhão de cópias dois meses após seu lançamento mundial até o final de 2013. Dois anos depois, uma versão do jogo para PlayStation 4 foi lançada, tanto como um jogo independente quanto na Quantic Dream Collection, em conjunto com o jogo Heavy Rain de 2010. Uma versão para os sistemas Microsoft Windows foi lançada em 22 de julho de 2019.

JogabilidadeEditar

O jogo pode ser jogado em modo individual ou com outro jogador. No modo individual, o jogador controlará alternando entre Jodie e Aiden. No modo em dupla, um deles assume Jodie e outro Aiden. Esse último jogar com um controle adicional ou com um dispositivo móvel que tenha instalado um aplicativo.

Ao controlar Jodie, o jogador deve se movimentar com o analógico esquerdo e realizar ações com o direito. Jodie pode interagir no mundo do jogo através de um orbe branco. Quando ele aparecer, o jogador deve movimentar o analógico direito em determinada direção. Nas cenas de combate, o adversário atacará Jodie e o tempo ficará em câmara lenta. Nesse momento, o jogador deve movimentar o analógico direito na direção de Jodie, assim como pressionar botões ou movimentar o controle se for necessário.

Ao controlar Aiden, o jogo assume uma perspectiva de primeira pessoa. Aiden pode voar e atravessar barreiras e objetos, usando o analógico esquerdo. Se Aiden se afastar demais a tela ficará escura e a entidade não poderá prosseguir. Ao controlar Aiden, o jogador interage com orbes roxas em determinados pontos. Pressionando L1, deve-se movimentar os dois analógicos na direção determinada pelos orbes. Aiden pode movimentar objetos, possuir personagens (o efeito passa se o possuído for tocado por outros personagens), curar personagens, criar um escudo, canalizar memórias com a ajuda de Jodie e asfixiar personagens. Em determinados cenários, há colecionáveis que desbloqueiam vários bônus (vídeos da produção e galeria de fotos).

Durante o jogo, o jogador deverá tomar decisões, que variam desde diálogos até o tipo de roupa que Jodie irá usar. Cada escolha interfere no roteiro. Controlando Aiden, o jogador pode decidir como a entidade lidará com a situação, variando entre calmo e até virando um assassino. As falhas do jogador comprometem também o roteiro, já que não há telas de game over.

EnredoEditar

O jogo é centrado em questões sobre aquilo que acontece depois da morte. O jogador controla a personagem Jodie Holmes durante 15 anos (8-23) da sua vida, numa viagem para descobrir o significado de Aiden, uma entidade sobrenatural que está ligada a Jodie desde seu nascimento. O produtor fez notar que os jogadores podem ser capazes de descobrir "o que está além", após terminarem o jogo.[1]

ElencoEditar

  • Jodie Holmes: Jodie é a personagem principal, protagonizada por Elliot Page via captura de movimentos. Em Portugal, a personagem é dobrada por Joana Santos.
  • Aiden: É uma entidade sobrenatural ligada Jodie desde muito nova. Pouco se sabe sobre Aiden, além de que Jodie é a única pessoa que consegue comunicar com ele.
  • Nathan Dawkins: um cientista do governo que trabalha com Jodie para analisar os seus poderes, e age como um pai substituto através do jogo. É interpretado por Willem Dafoe via captura de movimentos.[2] Em Portugal, a personagem é dobrada por Rogério Samora.
  • Cole Freeman (Kadeem Hardison): agente governamental dos EUA, que investiga actividades paranormais. Trabalha com Nathan. Em Portugal, a personagem é dobrada por Rui Unas.
  • Ryan Clayton (Eric Winter): um gerente do governo interessado em Jodie e nas suas habilidades. Em Portugal, a personagem é dobrada por Ricardo Pereira.
  • Stan (Alex Disdier): um morador de rua que salva Jodie.[3]

DesenvolvimentoEditar

David Cage, CEO da Quantic Dream, anunciou o jogo durante a conferencia de imprensa da Sony durante a Electronic Entertainment Expo 2012, com um vídeo que mostrava os gráficos em-jogo. Tal como o jogo anterior da Quantic Dream, Heavy Rain, Beyond suporta a tecnologia de PlayStation Move. O ator Elliot Page fez notar que o argumento do jogo tem à volta de 2000 páginas.[4] Será o último trabalho do compositor Normand Corbeil, que faleceu devido a um cancro pancreático a 25 de Janeiro de 2013.[5] O compositor escocês, Lorne Balfe (Assassin's Creed III), substituiu Corbeil depois da sua morte.[6] Hans Zimmer, que já tinha colaborado com Balfe em filmes como Sherlock Holmes: A Game of Shadows e Inception, juntou-se a ele como produtor em Agosto de 2013.[7][8]

Em 21 de Março de 2013 o produtor revelou dois vídeos que mostram a jogabilidade de Beyond: Two Souls.[9][10] Beyond: Two Souls fez parte da selecção oficial da edição de 2013 do Festival de Cinema de Tribeca. Foi mostrado um vídeo de uma hora a 27 de Abril e de seguida uma conferencia com a presença do ator Elliot Page e do diretor David Cage.[11] Tal marca a segunda vez que um videojogo é reconhecido pelo festival de cinema, o primeiro foi L.A. Noire de 2011.[12]

Em entrevista ao Le Figaro, David Cage afirmou que Beyond: Two Souls contou com um orçamento de 20 milhões de euros concedido pela Sony, um pouco acima do custo de produção de Heavy Rain (€16 milhões).[13]

A Sony confirmou que entre cinco a dez segundos do jogo foram alterados para a Europa, por forma a que o nível de classificação se mantenha em conformidade com o escalão PEGI 16.[14]

Marketing e LançamentoEditar

Em Março de 2013 a Quantic Dream anunciou a Beyond: Two Souls - Special Edition. A edição inclui uma caixa especial em aço, vídeos da produção, a trilha sonora do jogo, um tema dinâmico para a PlayStation 3 e um conjunto de avatares para a PlayStation Network. Para os jogadores que fizerem as pré-reservas na GameStop recebem a Special Edition bem como 30 minutos adicionais de jogo em forma de conteúdo transferível.[2] Em 5 de Setembro foi anunciado que Beyond: Two Souls teria uma versão de demonstração a 1 de Outubro de 2013 nos Estados Unidos e a 2 de Outubro de 2013 na Europa.[15][16] Apesar do lançamento oficial também foi referido que os subscritores do serviço PlayStation Plus tiveram acesso antecipado à demonstração a 24 de Setembro.[16] Em Portugal e no Brasil o jogo terá dublagem e legendas em português.[17][18]

RecepçãoEditar

 
Resenha crítica
Publicação Nota
Computer and Video Games 6/10[19]
Destructoid 5/10[20]
Edge 5/10[21]
Electronic Gaming Monthly 7.5/10[22]
Eurogamer 9/10[23]
Game Informer 7.75/10[24]
GameSpot 9.0/10[25]
GamesRadar      [26]
GameTrailers 7.2/10[27]
Giant Bomb      [28]
IGN 6.0/10[29]
Joystiq      [30]
Official PlayStation Magazine 8/10[31]
Polygon 8.0/10[32]
Rev3Games      [33]
Videogamer 8/10[34]
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings 72.59%[35]
Metacritic 72/100[36]

Resumo das CríticasEditar

A maioria dos críticos deu revisões mistas para o jogo. elogiando os gráficos e a dublagem, mas, o que estragava o jogo era que comparado a Heavy Rain, não tinha a mesma "potencia de escolhas".

VendasEditar

Foi anunciado pela Quantic Dream, que Beyond: Two Souls já tinha vendido 1 milhão de cópias até ao Natal de 2013.[37]

NotasEditar

  1. Creditado como Ellen Page.

Referências

  1. Carolyn Petit (5 de setembro de 2013). «Beyond: Two Souls - A Life Out of Sequence». GameSpot. Consultado em 6 de setembro de 2013 
  2. a b Derek Osgood (1 de março de 2013). «Willem Dafoe, Ellen Page Star in BEYOND: Two Souls October 8th». PlayStation.Blog. Consultado em 4 de março de 2013 
  3. Devindra Hardawar (28 de abril de 2013). «Game, movie, or both? Stunning footage shows why Beyond: Two Souls belonged at Tribeca». Venture Beat. Consultado em 6 de setembro de 2013 
  4. Pham, Alex (19 de julho de 2012). «Ellen Page is 'Beyond' real in 'emotional and subversive' game». Los Angeles Times. Consultado em 29 de agosto de 2012 
  5. Jorge Loureiro (28 de Janeiro de 2013). «Morreu o compositor de Heavy Rain». Eurogamer. Consultado em 28 de Janeiro de 2013 
  6. «Lorne Balfe - News». lornebalfe.com. Consultado em 3 de junho de 2013 
  7. Jorge Loureiro (23 de agosto de 2013). «Hans Zimmer a compor a banda sonora de Beyond: Two Souls». Eurogamer. Consultado em 23 de agosto de 2013 
  8. Jessica Conditt (22 de agosto de 2013). «Beyond: Two Souls soundtrack from Hans Zimmer and Lorne Balfe». Joystiq. Consultado em 23 de agosto de 2013 
  9. «Beyond: Two Souls - Uma experiência que corre mal». Eurogamer. 21 de Março de 2013. Consultado em 21 de Março de 2013 
  10. «Beyond: Two Souls - Jodie em fuga». Eurogamer. 21 de Março de 2013. Consultado em 21 de Março de 2013 
  11. «Beyond: Two Souls to appear at Tribeca Film Festival as an 'official selection'». Polygon. 21 de Março de 2013. Consultado em 21 de Março de 2013 
  12. Allistair Pinsof (28 de abril de 2013). «Beyond: Two Souls Tribeca trailer + 35 minutes of footage». Destructoid. Consultado em 3 de junho de 2013 
  13. Vincent Jolly (20 de setembro de 2013). «David Cage, le Français qui révolutionne le jeu vidéo» (em francês). Le Figaro. Consultado em 24 de setembro de 2013 
  14. Martin Gaston (1 de outubro de 2013). «Sony confirms Beyond: Two Souls censored in Europe». GameSpot. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  15. Jorge Loureiro (5 de setembro de 2013). «Demo de Beyond: Two Souls disponível a 2 de outubro». Eurogamer. Consultado em 6 de setembro de 2013 
  16. a b Ross Alexander (5 de setembro de 2013). «Beyond: Two Souls Demo Coming October 1st». PlayStation Blog. Consultado em 6 de setembro de 2013 
  17. Jorge Loureiro (3 de junho de 2013). «Beyond: Duas Almas será lançado na Europa a 11 de outubro». Eurogamer. Consultado em 3 de junho de 2013 
  18. Do G1 (9 de setembro de 2013). «Com dublagem em português, 'Beyond' chega por R$ 150 ao PS3». G1 Games. Consultado em 26 de setembro de 2013 
  19. Andy Kelly (9 de outubro de 2013). «Review: Beyond: Two Souls suffers from a personality crisis». Computer and Video Games. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  20. Sterling, Jim (8 de outubro de 2013). «Review: Beyond: Two Souls». Destructoid. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  21. «Beyond: Two Souls review». Edge. Future plc. 8 de outubro de 2013. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  22. Harmon, Josh (8 de setembro de 2013). «EGM Review: Beyond: Two Souls». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 8 de setembro de 2013 
  23. Aníbal Gonçalves (8 de outubro de 2013). «Beyond: Duas Almas - Análise». Eurogamer. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  24. Helgeson, Matt (8 de setembro de 2013). «Beyond: Two Souls». Game Informer. GameStop. Consultado em 8 de setembro de 2013 
  25. McShea, Tom (8 de setembro de 2013). «Beyond: Two Souls Review». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  26. Betka, Zach (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls Review». GamesRadar. Future plc. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  27. «Beyond: Two Souls Review Text». GameTrailers. 8 de outubro de 2013. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  28. Navarro, Alex (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls Review». Giant Bomb. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  29. O'Brien, Lucy (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls for PlayStation 3 Reviews». IGN. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  30. Kietzmann, Ludwig (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls review: Ever Tethered». Joystiq. AOL. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  31. Iwaniuk, Phil (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls review – an essential purchase for interactive-drama fans». Official PlayStation Magazine. Future plc. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  32. McElroy, Justin (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls review: hand in hand». Polygon. Vox Media. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  33. Long, Tara (8 de outubro de 2013). «Beyond: Two Souls REVIEW!». Rev3Games. Revision3. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  34. Pedro Martins (8 de outubro de 2013). «Beyond Two Souls - Análise». Videogamer. Consultado em 9 de outubro de 2013 
  35. «Beyond: Two Souls for PlayStation 3». GameRankings. CBS Interactive. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  36. «Beyond: Two Souls for PlayStation 3 Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 8 de outubro de 2013 
  37. Jeffrey Matulef (10 de janeiro de 2013). «Beyond: Two Souls sold over a million copies worldwide». Eurogamer. Consultado em 14 de janeiro de 2013 

Ligações externasEditar