Cádis

Município e capital da província de Cádis, Espanha
Disambig grey.svg Nota: "Cadiz" redireciona para este artigo. Para o clube de futebol, veja Cádiz Club de Fútbol.

Cádis (em castelhano: Cádiz[nota 1]) é uma cidade no sul de Espanha, banhada pelo Oceano Atlântico. Pertence à Comunidade Autónoma Andaluza, estando situada a uma longitude de 06° 17´ W (Greenwich) e a uma latitude de 36° 32´ N. Possui um clima intermédio, variando entre o mediterrânico e o Atlântico Europeu, com uma média de temperatura anual de 18 °C e 74 dias de chuva.

Espanha Cádis

Cádiz

 
  Município  
Collage de la ciudad de Cádiz, Andalucía, España.png
Símbolos
Bandeira de Cádis
Bandeira
Brasão de armas de Cádis
Brasão de armas
Gentílico gaditano[1]
Localização
Cádis está localizado em: Espanha
Cádis
Localização de Cádis na Espanha
Coordenadas 36° 31' 46" N 6° 17' 33" O
País Espanha
Comunidade autónoma Andaluzia
Província Cádis
História
Fundação Fenícia 1.104 a.C.
Alcaide José María González Santos (Podemos)
Características geográficas
Área total 13,3 km²
População total (2019) [2] 116 027 hab.
Densidade 8 723,8 hab./km²
Altitude 11 m
Código postal 11000
Código do INE 11012
Website www.cadiz.es
O palácio de Cádis

A província onde a cidade se localiza em uma baía de nome idêntico e ocupa 592 km², com uma população ligeiramente inferior a meio milhão de habitantes. Depois da cidade de Jerez, que é a cidade mais povoada da província, Cadis é atualmente a segunda, muito perto de Algeciras.[3]

É também um porto comercial e ponto industrial de grande importância ao longo dos séculos XVIII e XIX.

Devido ao seu porto, possui indústrias variadas, como as do fabrico de bebidas alcoólicas, conservas, sapatos, perfumes e tabaco, além do turismo.

HistóriaEditar

 
La Caleta

A zona de Cádis tem uma história rica e que remonta à Pré-História, sendo a primeira referência escrita conhecida da autoria de Estrabão.

A urbe actual foi fundada pelos Fenícios e ocupada por gregos, cartagineses e romanos, que a chamaram Gades (ou Gadira) e mais tarde Julia Augusta Caditana. Caiu em poder dos Mouros, foi saqueada pelos Normandos e finalmente conquistada por Afonso X de Castela. Após a descoberta e conquista da América o porto tomou uma enorme importância, já que dava acesso a Sevilha, Córdova e, mais tarde, Madrid.

Cádis foi ocupada pelos franceses entre 1823 e 1828.

MonumentosEditar

Cádis tem clima mediterrânico, situa-se numa península. Entre os mais importantes monumentos, encontra-se a catedral velha, edificada no reinado de Afonso X de Castela no século XIII e reconstruída no século XVII, a catedral nova, dos séculos XVIII e XIX, diversas igrejas, como a de Santa Maria, a de Santa Cruz e a de Santiago, a Torre de Tavira, um Museu de Arqueologia, e um Museu de Belas-Artes.

Cidades irmãsEditar

Ver tambémEditar

Notas

  1. A grafia Cádiz é especificamente indicada no AO 1990 como erro ortográfico em língua portuguesa.

Referências

  1. «Dicionário de Gentílicos e Topónimos». portaldalinguaportuguesa.org. Consultado em 10 de julho de 2021 
  2. «Cifras oficiales de población de los municipios españoles: Revisión del Padrón Municipal» (ZIP). www.ine.es (em espanhol). Instituto Nacional de Estatística de Espanha. Consultado em 26 de agosto de 2020 
  3. «INE Instituto Nacional de Estadística». Madrid: INE. Población de municípios por províncias. 2015 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Cádis