Abrir menu principal

Wikipédia β

Campeonato Paulista de Futebol de 1996

O Campeonato Paulista de Futebol de 1996 teve o Palmeiras como campeão. O alviverde conquistou o campeonato com a melhor campanha de uma equipe na era profissional nesta competição.[3] Na ocasião, foi campeão com 83 pontos ganhos em 90 possíveis, com um índice de aproveitamento de 92,2% dos pontos disputados e 102 gols marcados em trinta jogos realizados.[4] Depois deste feito, esta marca jamais foi alcançada por qualquer outra equipe na competição.

Campeonato Paulista de Futebol de 1996
Campeonato Paulista de Futebol Profissional da Série A-1 de 1996
Dados
Participantes 16
Período 27 de janeiro – 10 de junho
Gol(o)s 734
Partidas 240
Média 3,06 gol(o)s por partida
Campeão Palmeiras (21.º título)[1][2]
Vice-campeão São Paulo
Melhor marcador Giovanni (Santos) - 24 gols
Público 1 404 720
Média 5 853 pessoas por partida
◄◄ São Paulo 1995 Soccerball.svg 1997 São Paulo ►►

Índice

RegulamentoEditar

Os dezesseis participantes jogam entre si todos contra todos, em turno e returno. Porém, a contagem de pontos de cada turno será independente para a decisão do título, só sendo somada para a classificação final. O campeão do primeiro turno, qual seja o time que somar mais pontos no turno, se classificará para uma Final de campeonato contra o campeão do segundo turno. se um time for campeão dos dois turnos, será consagrado campeão do Paulistão, dispensando-se a final.

Dados do campeonatoEditar

Time-base do campeãoEditar

1. Velloso(1 gol)

2. Cafu (2 gols)

3. Sandro Blum (2 gols)

4. Cléber (9 gols)

5. Amaral

6. Júnior (9 gols)

7. Müller (15 gols)

8. Flávio Conceição

9. Luizão (22 gols)

10. Djalminha* (15 gols)

11.Rivaldo (18 gols)

Elivélton (6 gols), Cláudio (3 gols), Paulo Isidoro (2 gols), Alex Alves (2 gols), Cris (1 gol), Gustavo (1 gol), Osio (1 gol), Galeano (1 gol) e Célio Silva(contra).

ArtilheiroEditar

Melhor ataqueEditar

  • Palmeiras, com 102 gols marcados. Média de 3,4 gols por partida.

Melhor defesaEditar

  • Palmeiras, com apenas 19 gols sofridos. Média de 0,6 gols sofridos por partida.

Disputa do títuloEditar

O Palmeiras já havia conquistado o primeiro turno e estava garantido na final do Paulistão porém fazia a melhor campanha do segundo turno e, coincidentemente, enfrentaria o Santos, que havia feito péssima campanha no primeiro turno mas fazia grande campanha no returno, sendo o único clube que poderia tirar o returno do Palmeiras e forçar uma final. Entretanto, no Clássico da Saudade realizado no Estádio Palestra Itália, Luizão marcou 1 a 0 para o Palmeiras no começo da partida (o centésimo gol do Verdão no campeonato) e praticamente decidiu o clássico e o título. O Palmeiras dominou toda a partida e, no final do segundo tempo, definiu o 2 a 0 que lhe valeu o título antecipado do Paulistão de 1996. Depois desse título, o Verdão só voltaria a ser campeão paulista em 2008.

Classificação finalEditar

Equipes 1996 PG J V E D GP GC SG %
1.   Palmeiras 83 30 27 2 1 102 19 83 92
2.   São Paulo 55 30 16 7 7 54 35 19 61
3.   Portuguesa 53 30 14 11 5 53 30 23 59
4.   Corinthians 52 30 14 10 6 58 31 27 58
5.   Santos 51 30 16 3 11 69 54 15 57
  6.  Mogi Mirim 45 30 13 6 11 42 34 8 50
  7.   Botafogo 41 30 12 5 13 44 60 -16 46
8.   Araçatuba 39 30 11 6 13 40 52 -12 43
9.   América 38 30 10 8 12 39 51 -12 42
10.   Rio Branco-SP 37 30 10 7 13 42 71 -29 41
11.   União São João 34 30 7 13 10 36 46 -10 38
12.   Guarani 34 30 9 7 14 27 41 -14 38
13.   Juventus 33 30 7 12 11 35 59 -24 37
14.   Novorizontino 28 30 6 10 14 36 55 -19 31
  15.   XV de Jaú 24 30 6 6 18 30 59 -29 27
16.   Ferroviária 12 30 1 9 20 27 71 -44 13
PG – Pontos ganhos; J – Jogos; V - Vitórias; E - Empates; D - Derrotas; GP – Gols pró; GC – Gols contra; SG – Saldo de gols; % - Aproveitamento.

PremiaçãoEditar

Campeão Paulista de 1996
 
PALMEIRAS
(21.º título)[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Ubiratan Brasil (3 de junho de 1996). «100% campeão». São Paulo: S.A. O Estado de S. Paulo. O Estado de S. Paulo (37 483): E1. ISSN 1516-2931. Consultado em 13 de dezembro de 2016 
  2. a b «Campanha já tem 26 vitórias». Folha de S. Paulo (24 533). São Paulo: Empresa Folha da Manhã S/A. 3 de junho de 1996. 25 páginas. ISSN 1414-5723. Consultado em 13 de dezembro de 2016 
  3. Enciclopédia do Futebol Brasileiro, Volume 1 - Lance, Rio de Janeiro: Areté Editorial S/A, 2001, página 217
  4. "Djalminha: 'Nosso time era mais completo'", Jornal da Tarde, 23/03/2010
  Este artigo sobre futebol brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.